Ex-fenômeno, agora iluminado

Antes de Ronaldo ter feito três gols num jogo do Brasileirão, disse aqui: “Ele não é mais fenômeno, é iluminado. Desaparece em capo, ninguém o vê, surge e faz o gol”. Quando reaparece, não é o atleta. Além de gordo na frente, está com um enorme bundão.

Falei: vão chamá-lo como eu chamei, no Brasil a criatividade é zero. Não deu outra, já surgiram artigos com essa palavra.

Depois dos 3 gols, contra a fraquíssima defesa (?) do Fluminense, falei: “Já vão insistir, ‘Ronaldo tem que ir para a seleção’.” Já estão badalando isso. Ora, Dunga não vai chamar o iluminado, as defesas da Copa, inteiramente diferentes.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *