Como seria bom se a razão pudesse sempre dominar, na visão de Nando Cordel

Resultado de imagem para nando cordel

Nando Cordel e a sabedoria do nordestino

Paulo Peres
Site Poemas & Canções

 
O cantor, instrumentista e compositor pernambucano Fernando Manoel Correia, nome artístico Nando Cordel, na letra de “Terra e Céu”, aborda um cotidiano diferente do que vivemos nas grandes cidades. 

TERRA E CÉU
Nando Cordel


Se o o boi soubesse da força que tem
Não puxava carroça
E a abelha, da dor da picada
Não roubavam seu mel
E a terra era terra
E o céu era o céu

Como era bom
Se toda semente crescesse
E a razão
Pudesse sempre dominar
E essa paz
Fosse que nem uma criança
Andasse solta
Feito a noite de luar
Se na inveja
Colocasse um cabresto
Na ambição
Colocasse um cortador
Na violência
Uma espora amolada
Deixasse a rédea
Solta na mão do amor

Não puxava carroça
Nem roubavam seu mel
E a terra era terra
E o céu era o céu

4 thoughts on “Como seria bom se a razão pudesse sempre dominar, na visão de Nando Cordel

  1. Uma das músicas mais linda, composta por Nando Cordel e Dominguinhos. A mulher do sanfoneiro Dominguinhos se queixava muito de sua ausência por causa dos shows e saiu essa preciosidade:
    Gostoso Demais
    Nando Cordel –
    Dominguinhoos

    Tô com saudade de tu, meu desejo
    Tô com saudade do beijo e do mel
    Do teu olhar carinhoso
    Do teu abraço gostoso
    De passear no teu céu
    É tão difícil ficar sem você
    O teu amor é gostoso demais
    Teu cheiro me dá prazer
    Quando estou com você
    Estou nos braços da paz
    Pensamento viaja
    E vai buscar meu bem-querer
    Não posso ser feliz, assim
    Tem dó de mim o que eu posso fazer

  2. REFLEXÃO, por Nando Cordel

    Eu ainda não sei controlar direito a natureza exuberante e maravilhosa que existe dentro de mim;
    As árvores da minha bondade ainda não dão frutos cem por cento doces;
    O rio dos meus pensamentos, ainda não despoluiu totalmente;
    A lua cheia da minha vida, não consegue clarear indistintamente;
    O mar da minha bondade, e suas ondas gigantes, ainda machucam;
    A chuva de compaixão do meu verão, ainda causam inundação;
    O céu azul do meu planeta íntimo, se veste de roxo vez em quando;
    Preciso tomar providências: apesar de ser difícil, vou à luta.
    Eu quero colocar na minha noite, lampiões e depois estrelas;
    Eu quero engravidar de Amor; voar nas asas da sabedoria e da caridade;
    E com muita certeza no coração, dar à luz a uma vida plena.

    Nando Cordel e Dominguinhos uma dupla inspirada

  3. 14 de Março – Dia Nacional da Poesia

    O Dia Nacional da Poesia, não por acaso, coincide com a comemoração do nascimento do grande escritor baiano Castro Alves. Poeta do Romantismo, foi autor de belíssimas obras, como o “Navio Negreiro” e “Espumas Flutuantes”. Sua arte era movida pelo amor e pela luta por liberdade e justiça

    “Se eu gosto de poesia?
    Gosto de gente, bichos, plantas, lugares, chocolate, vinho, papos amenos, amizade, amor.
    Acho que a poesia está contida nisso tudo”.
    Carlos Drummond de Andrade

    Parabéns ao poeta Paulo Peres que nos brinca com suas poesias e de grandes poetas em sua página.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *