Ciro provoca Haddad: ‘Se houver crise grande, ele corre para a Curitiba?’

Ciro acredita que pode se consagrar como opção

Deu em O Globo

Em terceiro lugar na última pesquisa Ibope, Ciro Gomes (PDT) partiu para o ataque contra o PT em sabatina promovida pela rádio “CBN” e pelo portal “G1”, na manhã desta quarta-feira. Definindo-se contrário ao que classifica como o “fascismo” de Jair Bolsonaro (PSL) e o “sectarismo” do PT, Ciro mirou o voto antipetista ao se declarar como “diferente em tudo” de Fernando Haddad e ao dizer que se sentia ofendido ao ser comparado com a ex-presidente Dilma Rousseff.

Ele provocou o petista ao perguntar se Haddad iria pedir a opinião de Lula caso tivesse que enfrentar uma crise: “O Brasil não suporta mais um presidente fraco, sem autoridade, que tem que consultar o seu mentor. Não foi assim com a Dilma? Na antecedência do impeachment, numa crise tremenda, revelou a inexperiência. Na hora que a crise estressou, a Dilma nomeou Lula ministro. E agora, faz-se o que? Dá-se uma crise grande, Haddad vai a Curitiba?”

COMO PREFEITO – Além de criticar a falta de experiência de Haddad, o candidato do PDT voltou a lembrar o resultado das eleições municipais de 2016, em que o petista não conseguiu se reeleger:

– Sou diferente dele (Haddad) em tudo. Tenho história de vida política de êxito. Todas as eleições que disputei em lugar que me conhecem, eu ganhei. Na única eleição que Haddad disputou, para prefeito de São Paulo, ele perdeu a reeleição no primeiro turno para um farsante, como o João Doria – disse Ciro.

Ainda na tentativa de se afastar do PT, o presidenciável disse que pretende fazer reformas no sistema tributário, na Previdência e na segurança pública que o PT deixou de discutir nos 13 anos em que esteve no poder.

NEM A PAU… – Sobre um eventual apoio ao petista no segundo turno, Ciro disse que não é hora para se falar sobre isso. Haddad havia dito, no dia anterior, que apoiaria o candidato do PDT:

– Nem a pau, Juvenal. Ele (Haddad) está se precipitando, como uma demonstração de inexperiência e, ou de arrogância. Já se acha vitorioso, no segundo turno. E sabe que ele é o candidato marcado para perder.

Ao comentar o resultado da pesquisa Ibope, que mostra Bolsonaro com 28% das intenções de voto e Haddad com 19%, Ciro respondeu que a maior parte dos eleitores não quer a “confrontação odienta” “entre o fascismo que o Bolsonaro representa, e o petismo “com esse desgaste”. Estacionado em 11% da preferência dos eleitores, ele fez um apelo a seus simpatizantes para não buscarem o voto útil já: “Não transfira seu voto para instituto de pesquisa. Temos dois turnos, por que pressa? Votamos com tranquilidade no melhor (no primeiro turno) e, se o seu predileto não for para o segundo turno, no menos pior”.

PREÇOS DA PETROBRAS – Ao discorrer sobre a política de preços da Petrobras, Ciro reagiu ao comentário de um jornalista que dizia que a mesma fórmula tinha sido usada no governo Dilma:

– Não me compare com a Dilma porque isso me ofende. Por que? Porque a Dilma não tinha simplesmente rumo. É uma pessoa honrada, de bem, lutei contra o impeachment…

Ao final da sabatina, Ciro disse que preferia não responder “sim” ou “não” a perguntas sobre adoção de crianças por homessexuais e legalização do aborto em qualquer situação.

 

 

34 thoughts on “Ciro provoca Haddad: ‘Se houver crise grande, ele corre para a Curitiba?’

  1. O artigo definido é usado para caracterizar o substantivo. Por exemplo: homem é qualquer homem, mas o homem é um determindo homem. Outro exemplo: ladrão é qualquer ladrão mas O Ladrão se emprega para indicar o maior ladrão que o Brasil teve em todos os tempos. Esse ladrão também é o semi-analfabeto, o grosseiro, o prisioneiro, que todos conhecemos: Luiz Inácio da Silva.
    * aulas só por marcação.

  2. Isso que você postou aí é aquilo que, a aqui no meu Ceará, é chamado coisa de abestado.

    Ao postar essa besteira aí ,seu candidato perdeu meu voto no segundo turno.Votarei nulo, um voto antidemocrático em que em nenhuma eleição eu pratiquei.

  3. Esses são meus principios e se vocè não gosta deles… bem, eu sempre arranjo outros para satisfazer o meu eleitor babaca.
    * Uma variação sobre uma citação de Groucho Marx: “Those are my principles, and if you don’t like them… well, I have others.”

  4. A contradição do comentarista, que se intitula destruidor de imagens, e que mais ofende e agride Bolsonaro no blog, comete a mais profunda contradição possível e imaginável para quem tem a sua função!!!

    Caso Bolsonaro tenha tido com a tia Rita Lee um “affaire” encarnado, e, lá pelas tantas, entre quatro paredes tenha cedido para atos mais contundentes em termos de sexo, por que as palavras imitando um homossexual??!!

    Ora, bolas, Bolsonaro deveria ser elogiado pelo comentarista em questão, pois é um dos defensores arraigados do LGBT!!!

    Agora, cai de pau porque é homofóbico, mas debocha porque entendeu que Bolsonaro deve ser execrado em face da sua possível liberalidade sexual?!
    Das duas uma:
    Ou estamos diante de um falso defensor de negros, índios, LGBT e das minorias ou, então, o comentarista em tela saiu do armário!!!

  5. kkk o coronel cearense até pegou leve com o poste do 51, disse que o cara viria correndo para Curitiba no caso de uma crise grande. O poste vai fazer um governo online, na base do Skype, ele sentado no trono do Palácio do Planalto sendo teleguiado pelo presodente agora puxando caba na penitenciária de Piraquara.

  6. Ciro percebeu que errou clamorosamente na tática de sua campanha.
    Tenta corrigir o estrago.
    Agora é tarde!

    O seu inimigo estava na sua própria trincheira!

    Bom, por não ser militar, se deixou enganar por falsos soldados que estavam ao seu lado, inicialmente.

    Deveria ter dado uma senha, para quando sorrateiramente Haddad se aproximasse, caso não repetisse o código seria impedido de entrar.

    Ciro escancarou o seu quartel, imaginando que seus vizinhos iriam respeitá-lo porque se mostrava amigo, e tinha como intenção unir o bairro em torno de si, do seu comando.

    Ciro foi simplesmente ignorado pelo PT e demais variações da esquerda.

    Pois, agora, quer combater Haddad, quando o petista está quilômetros à sua frente!

    Não vai conseguir, e mostrará que também é um poço sem fundo de contradições!
    Antes amigo íntimo de Lula e do PT, agora declara ser inimigo de Haddad.

    Ciro sempre foi assim, inseguro, instável, ora pende para um lado, ora para outro, um sujeito difícil de manter uma relativa estabilidade emocional, pelo menos.

    Conclusão:
    Morreu na praia.
    Seus amigos da esquerda sequer lhe jogaram a boia ou uma corda para não se afogar!

    Pelo contrário:
    Viram Ciro se debatendo, nos seus últimos estertores, e riram, debocharam, gozaram do candidato, que queria unir as esquerdas brasileiras!

    Digo mais:
    Ou Ciro se mostra neutro no segundo turno ou, caso apoiar Bolsonaro ficará muito ruim e, pior, mas muito pior, caso penda para o lado do inimigo Haddad!!!

    Ciro se matou, também, pois sabia que se não tivesse ajudada para chegar em terra, soçobraria!

    A missa de Sétimo Dia será aonde?!

  7. As Viúvas de Fidel Castro em desespero máximo ressuscitando Rita Lee.

    “Venha me beijar
    Meu doce vampiro
    Ou ouu
    Na luz do luar
    Ãh ahã
    Venha sugar o calor
    De dentro do meu sangue
    Vermeho
    Tão vivo tão eterno
    Veneno
    Que mata sua sede
    Que me bebe quente
    Como um licor
    Brindando a morte e fazendo amor
    Meu doce vampiro”

    Nunca ri tanto!

  8. Detesto ter que admitir. Alckmin não passa de um picolé de chuchu que se transformou na última chance de salvação do país. Nessa plêiade eleita pela imprensa, todos os demais representam o desabamento das ruínas.

  9. Pedir ao seu candidato, que você já acha que ganhou, o fechamento das estações de rádios e televisões , é um ato de quem se afina com gente de pensamento totalitário.

  10. Dois candidatos brigando por Lula
    É muita canalhice desses lambe bostslas vermelhos.

    Se continuar vai ser no primeiro turno a decisão do pleito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *