50 anos após 1968, Zuenir condena o conservadorismo que não terminou

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Resultado de imagem para o ano que nao terminouPedro do Coutto

Na entrevista de página inteira à repórter Patrícia Campos Melo, Folha de São Paulo de segunda-feira, o jornalista Zuenir Ventura autor do clássico “1968, o ano que não terminou”, relembra as cinco décadas que separam a edição do Ato Institucional nº 5 dos dias de hoje, e destaca que o conservadorismo que no fundo inspirou a ditadura militar continua predominando no quadro político brasileiro e nunca, como agora, se tornou tão visível e despudorado. “1968, o ano que não terminou”, para mim, é uma das maiores obras da história política brasileira e, ao mesmo tempo constitui um marco eterno no tempo.  E não só no Brasil.

Em nosso país, 1968 foi o ano da passeata dos 100.000 pela morte do estudante Edson Luiz, passeata que culminou com o comício monumental da Cinelândia. 1968 foi também o ano em que a antiga União Soviética invadiu a Checoslováquia, sufocando a Primavera de Praga e derrubando o governo Dubcek. Mas 1968 marcou ainda a revolta dos estudantes em Paris que terminaria levando De Gaulle à renúncia.

DE GAULLE SE FOI – O líder francês cansou-se da presidência à qual havia chegado em 1958 como chefe de um governo de salvação nacional. E fora reeleito em 65 pelo voto direto para um mandato de mais 7 anos. Em meados de 69 deixou os Campos Elíseos e voltou para a solidão do retiro de Colombey les Deux  Eglises.

No Brasil, a 13 de dezembro de 68, seguindo a exclamação do ministro Jarbas Passarinho, o presidente Costa e Silva mandou as favas todos os escrúpulos da consciência. A ditadura assumia sua face mais sinistra.

Incrível, como Zuenir Ventura destaca, que as cinco décadas não tenham realizado na prática as reformas lançadas ao debate. Ficaram no sonho de gerações que sucederam os projetos de modernização e transpiração social.

AINDA NO PAPEL – Se examinarmos concretamente o passado, vemos que a reforma agrária, tema central das eleições de 1960, até hoje não saiu do papel. Houve o Estatuto da Terra, projeto de Roberto Campos no governo Castelo Branco. Mas onde foi parar tal estatuto? Recentemente o então ministro do Trabalho editou uma portaria tentando reviver o trabalho escravo no meio rural.

Acentua Zuenir Ventura à repórter Patrícia Campos Melo: “O conservadorismo está mais visível do que nunca. E também nunca foi tão despudorado. Acabar com o comunismo no Brasil foi fácil. O problema, hoje, é acabar com o anticomunismo”.  O anticomunismo transformou-se num instrumento de ação política. Agora mesmo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, numa entrevista a Alberto Bombig e Pedro Venceslau, O Estado de São Paulo desta terça-feira, sustenta que o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, precisa provar às correntes políticas que pode unir o centro contra as demais tendências eleitorais”, disse Zuenir, acrescentando:

“O ex-presidente da República não está partindo para uma ideia anticomunista. Mas está adotando nitidamente um posicionamento conservador, que aliás marcou sua administração. Basta lembrar a frase que com elegância e a inteligência de sempre, proferiu pouco antes de assumir seu primeiro mandato: “Esqueçam tudo que escrevi”. Talvez uma prova das dificuldades que imaginou que iria encontrar pela frente. Obstáculos que não conseguiu transpor”.

E DEPOIS? – Lula, Dilma e Temer acrescentaram obstáculos ainda maiores à história do Brasil. A corrupção, o deslumbramento com o Poder, os passes de mágica ergueram o muro que separou o interesse pessoal e de grupos da realidade e da população.

A entrevista de Zuenir Ventura constitui um fato histórico, sobretudo da parte de quem viveu intensamente o Brasil nos últimos 50 anos.  Tornou-se para sempre uma testemunha do tempo, cumprindo compromisso que traçou para si mesmo na busca da verdade e de sua tradução para o futuro.

 

21 thoughts on “50 anos após 1968, Zuenir condena o conservadorismo que não terminou

  1. Este tipo de imprensa levada a efeito por jornalistas verdadeiramente profissionais, que entendem o trabalho que desenvolvem como essencial à história para esclarecimentos no futuro sobre dúvidas a respeito de certos acontecimentos, precisa ser elogiado, reconhecido e enaltecido como fundamental à memória de um país!

    Parabenizo e aplaudo o resgate do ano de 68, que varreu o mundo através de movimentos populares, que exigiam mudanças, através do livro mencionado, um dos clássicos do jornalismo brasileiro.

  2. Com o retorno do Conservadorismo, principalmente com o crescimento da Candidatura Sr. JAIR BOLSONARO, (62) PSC, o grande e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO ressalta a entrevista do Jornalista Sr. ZUENIR VENTURA sobre os 50 Anos do famoso Ano 1968, Ano no Brasil do AI-5, quando o Conservadorismo no Brasil se consolidou dentro da Revolução de 64, e tornou contínuo aquilo que seria passageiro ( colocar o País em Ordem e voltarmos a Democrática Constituição de 1946).

    O Conservadorismo Brasileiro tem raízes Luso-Ibéricas e se expressa principalmente pela Centralização Política, Catolicismo e Anti-Industrialismo. Seu grande Mérito foi manter a integridade de nosso grande Território de quase 9 Milhões de Km2, mas com uma Economia Agro-Exportadora NÃO INDUSTRIAL, nunca deu Bom Padrão de Vida para o Povo. ( Renda perCapita muito baixa +- US$ de 2017 de 3.000, Analfabetismo de 70% – 60%.

    O primeiro grande Movimento Social Anti-Conservadorismo veio em 1922 com o TENENTISMO dos Heróis dos 18 do Forte de Copacabana, da Coluna PRESTES, etc.
    Em 1930, o grande Presidente GETÚLIO VARGAS na Aliança Liberal, aglutinou Forças Políticas com o TENENTISMO na vanguarda, e venceu na Revolução da Aliança Liberal de 1930.

    A partir dali com grande esforço VARGAS levou o País para a INDUSTRIALIZAÇÃO, o que implica Alfabetizar o POVO, motorizar a Agricultura, Eletrificar o País, etc, criou um grande Banco Público para financiar as imprescindíveis Obras de Infra-Estrutura, o BNDE de tão grande Serviços prestados, etc,etc.

    É verdade que VARGAS usou demais as Empresas Estatais e que o também grande CARLOS LACERDA pregava mais o uso de Empresas Privadas de Matriz no Brasil e Concorrência Interna. Mas, ambos queriam a INDUSTRIALIZAÇÃO do Brasil, sem o qual o Brasil não terá Bom Padrão de Vida para TODO seu POVO.

    Desde então vimos numa disputa, ora mais CONSERVADORA, ora mais INDUSTRIALIZANTE, com avanços e recuos.
    Recentemente os Governos do PT-Base Aliada deram prioridade para o INDUSTRIALISMO mas Administraram a coisa de forma bisonha, especialmente com a má Política Presidenta DILMA, e o atual Governo TEMER-MEIRELLES tende mais ao CONSERVADORISMO.

    Esperemos que a Corrente INDUSTRIALIZANTE LIBERAL INTERVENCIONISTA, aglutine-se e lance um Bom Candidato com viabilidade de ganhar a Eleição Presidencial de 2018.

    • Caro amigo senhor Flávio José Bortolotto,

      É um equívoco associar conservadorismo com analfabetismo!!!

      Em 1964 as mulheres foram às ruas com Terço nas mãos … vejamos o que nos pede Nossa Senhora de Fátima:
      http://www.fatima.pt/pt/pages/narrativa-das-aparicoes … Segunda aparição de Nossa Senhora … Local: Cova da Iria … Data: 13 de junho de 1917 … Pessoas presentes: 50 a 60
      «– Vossemecê que me quer? – perguntei.
      – Quero que venhais aqui no dia 13 do mês que vem, que rezeis o Terço e que aprendam a ler. Depois direi o que quero.
      … … …
      Maria, como boa mãe judia, ensinou Jesus a ler; coisa que sabia aos 12 anos!!! e coisa que temos dificuldades … pois saber ler era sinal judaizante nos tempos da Inquisição!!!
      Abraços.

      • Prezado amigo Sr. LIONÇO RAMOS FERREIRA,

        A nosso ver, no caso Brasileiro, o Conservadorismo se expressou como Anti-Industria, uma Economia Agro-Exportadora principalmente Café e Açúcar, no qual para baixar os Custos de Produção dos Exportáveis, operava-se com Salário baixíssimo, e para isso, contribui muito o Analfabetismo. Para a Agricultura/Pecuária MANUAL da época, até +- 1930, o Empregado ideal era o Analfabeto.

        Foi com o grande Presidente VARGAS, da Aliança Liberal-Tenentistas, que se começou a Industrializar o País, e começar a mudar para Melhor.

        Abração.

        • O senhor está certo … o equívoco é dos chamados conservadores … … … pois, se reza(va) o Terço; porém, nunca vi ninguém associar o aprender a ler à Mensagem de Fátima kkk

          Eu mesmo; só recentemente é que percebi tal pedido de Mamãe!!!

          E o pedido foi feito antes da Revolução Soviética!!!
          Abraços.

  3. Caro CN … Bom dia! Respeitando o Comunismo, que ainda terá sua Hora – no Fim dos Tempos – quando Deus será tudo em Todos:
    1 – “Há também diversas operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos”. (1Cor 12,6)
    2 – “Aí não haverá mais grego nem judeu, nem bárbaro nem cita, nem escravo nem livre, mas somente Cristo, que será tudo em todos”. (Cl 3,11)
    3 – “E, quando tudo lhe estiver sujeito, então também o próprio Filho renderá homenagem àquele que lhe sujeitou todas as coisas, a fim de que Deus seja tudo em todos”. (1Cor 15,28)

    “Acabar com o comunismo no Brasil foi fácil.” … afirma Zuenir!!! quanta insensibilidade ideológica!!! pois, o Comunismo também tem 2 faces:
    1 – Se joga a moeda para o alto e cai a Revolução se institucionalizando com http://www.scientific-socialism.de/LeninDireitoeMoral100718.htm:
    13. Com o objetivo de assegurar aos trabalhadores verdadeira liberdade de consciência, a Igreja deve ser separada do Estado e a escola, da Igreja, assim como fica reconhecida liberdade de propaganda religiosa e anti-religiosa a todos os cidadãos.
    18. A República Socialista Federativa Soviética Russa considera o trabalho como sendo um dever de todos os cidadãos da República e proclama como sua consigna : “Quem não trabalha, não come.”

  4. 2 – Se joga novamente a moeda e cai a Revolução (sic) com a Nomenklatura, né???
    … … …
    Pelo artigo 13 da CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA SOCIALISTA FEDERATIVA SOVIÉTICA RUSSA: CONSTITUIÇÃO DA REVOLUÇÃO PROLETÁRIA DE OUTUBRO DE 1917 … CONSTITUIÇÃO DE LENIN, SVERDLOV E TROTSKY … 10 DE JULHO DE 1918 … é posta a liberdade de propaganda anti-religiosa – o que rendeu muitíssimas mortes … no entanto, copiaram da Bíblia o artigo 18 – “Aliás, quando estávamos convosco, nós vos dizíamos formalmente: Quem não quiser trabalhar, não tem o direito de comer”. (2Ts 3,10)

  5. CONSTATAÇÕES:
    1 – Acabar com o Comunismo de perseguição religiosa foi fácil, sim senhor Zeunir … em 1964 as mulheres foram às ruas com Terço nas mãos – e foi-se a Teoria do Dominó!!!
    2 – Acabar com o Comunismo da Nomenklatura está DIFICÍLIMO … pois até agora ninguém subiu no tanque kkk KKK kkk

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Tentativa_de_golpe_de_Estado_na_Uni%C3%A3o_Sovi%C3%A9tica_em_1991#/media/File:Boris_Yeltsin_19_August_1991-1.jpg … kkk KKK kkk

  6. A realidade sempre incomodou os humanos que se não fosse isso não criaria a roda e que desde essa época ela, a realidade, vem sendo modificada. Só para citar dois exemplos dessas verdadeiras revoluções temos o gás de cozinha que evitou o corte de trilhões de árvores e a informática hoje, que também evita usos de recursos naturais, entre outras centenas de benefícios. Tudo isso advém do palpável e do visível, da nossa observação do concreto com mecanismos naturais existentes na nossa biologia.
    Já, com a mente , temos o ideal, a abstração de um mundo perfeito e sua ambição por ele: mm estímulo abstrato, fantasioso, que nos seduz e no afasta do óbvio, da realidade. Perdidos nesta s fantasias, em seus confortáveis gabinetes encontram-se gente bem intencionada como Zuenir, Sartre, Foucault, Marx e pasme, até chico Buarque e caetano.

    • Numa verdadeira democracia e num verdadeiro capitalismo, coisa que nunca existiu no Brasil , a sociedade tem as verdadeiras chances de conseguir melhoras.

      • É verdade e, essa verdade, vem dos tempos da criação da roda, mas mesmo assim, muitos não conseguem resistir à sedução das torres de Babel que erigem em suas mentes “bem” intencionadas.
        Obrigado Francisco.
        Um abraço e muita saúde.

  7. Caros CN e ZV … geralmente é esquecida uma das causas dos acontecimentos de 1968 … o Concílio Ecumênico Vaticano II, de 11 de outubro de 1962 – 8 de dezembro de 1965 … em que não houve condenação do Comunismo em nenhum de seus documentos!!!

    No Brasil, isso afetou nosso Catolicismo em sua relação com a Revolução de 1964, acontecida nos dias da realização do CVII.

    Seria difícil uma condenação ao Comunismo por parte de um Concílio Ecumênico … visto que nossos primeiros irmãos judeus que creram no Enviado praticaram uma espécie de Comunismo: “Todos os fiéis viviam unidos e tinham tudo em comum”. (At 2,44)

    Abração

    • Caro Juca … correto, se os militares tivessem lido TODA a Mensagem de Fátima teriam feito um MOBRAL para valer kkk KKK kkk

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Movimento_Brasileiro_de_Alfabetiza%C3%A7%C3%A3o … “Embora formalmente criado em 1968, o MOBRAL só foi efetivamente implementado a partir de 1971.[3]
      Durante mais de uma década, jovens e adultos frequentaram as aulas do MOBRAL. A recessão econômica iniciada nos anos 80 inviabilizou a continuidade do programa. A partir de 1985, com o fim do regime militar, a Fundação Movimento Brasileiro de Alfabetização (MOBRAL) passou a se chamar Fundação Nacional para Educação de Jovens e Adultos – EDUCAR.[5]Em 1990, a Fundação EDUCAR também foi extinta.[4]”

      Em 1975, o corpo técnico do MOBRAL foi submetido a uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada pelo Senado Federal, baseada nos discursos dos Senadores João Calmon, Luiz Viana, Jarbas Passarinho e Eurico Rezende, em virtude da denúncia de atendimento a crianças de nove a quatorze anos, o que na época foi chamado de MOBRALZINHO.

      kkk KKK kkk

      da série “Tem que subir no tanque”

  8. …”a INDUSTRIALIZAÇÃO do Brasil” …

    A Quarta Revolução Industrial está acontecendo.
    O que ela significa para o Brasil, e como o Brasil vai responder e se adaptar a ela?

    Não será com um novo Presidente, mas com muita mudança radical, muito extermínio humano, talvez até o nome deixe de ser Brasil, quando a Industria da coisa propriamente dita se firmar por terras brasileiras.

    Quem mandou vender tudo, ao invés de trabalhar duro no patrimônio que se tem
    Quem mandou DOAR o Capital Brasileiro a preço de Banana e comissões que só encheram de Lamborghinis a Casa da Dinda, e sabe-se lá o que mais, que só vimos o pedalinho do sitio até agora, e um triprex minha casa minha vilda….

    Tentar comparar a academia, o setor privado e a sociedade que está promovendo a Quarta Revolução Industrial com o Brasil (sua academia, seu setor privado e sociedade) é ridículo, impossível, além de nos fazer passar o maior vexame…

    ! Salvem políticos da estirpe de um Temer, Lulas, ministrecos de STF’ecos, os senadores e deputados MARGINAIS e Corruptos, demônios como o Maggi, feitos de saco de membrana serosa, conhecido como túnica vaginal, oriunda do peritôneo!

    Nossa revolução industrial deve ficar na nova embalagem do papel higiênico Neve, ou na impressão holográfica do saquinho de Doritos….

      • Inteligência Artificial e Robótica
        Ciências Comportamentais
        Materiais Avançados
        Biotecnologia
        Cibersegurança
        Internet das coisas / Redes de sensores WSN
        Neurociência
        Aprimoramento Humano
        Realidade Virtual e Aumentada
        Criptomoedas (Blockchain)
        Impressão 3D
        Drones

        E o Brasil produzindo favelas e camelos…

        Já devíamos ter subido a rampa e acabado com essa farsa de PÁTRIA EDUCADORA (mais 4 anos perdidos na gestão Dilma-Temer) há muito tempo!

        O Brasil só se atrasa assim…

  9. Inteligência Artificial e Robótica
    Ciências Comportamentais
    Materiais Avançados
    Biotecnologia
    Cibersegurança
    Internet das coisas / Redes de sensores WSN
    Neurociência
    Aprimoramento Humano
    Realidade Virtual e Aumentada
    Criptomoedas (Blockchain)
    Impressão 3D
    Drones

    E o Brasil produzindo favelas e camelos…

    Já devíamos ter subido a rampa e acabado com essa farsa de PÁTRIA EDUCADORA (mais 4 anos perdidos na gestão Dilma-Temer) há muito tempo!

    O Brasil só se atrasa assim…

  10. Enquanto isso, no video (link acima) o Fórum Economico Mundial professa maravilhas, utilizando ate o Leonardo di Caprio como Interlocutor de um futuro maravilhoso, onde o plástico foi substituído por materiais orgânicos menos poluentes, o grid de energia (desvinculado do petróleo), foi totalmente integrado,provém energia barata, ininterrupta a todos, a concretização da robótica, e ainda dizem:
    ” Haverá perda 5 Milhões de postos de trabalho ate 2020 como sendo algo serio, mas não é a questão principal.
    Construção, Manufatura, Serviços, Saúde Publica e Educação, são Indústrias que continuarão existindo.
    A questão é: qual será o futuro do trabalho?
    Como definiremos o trabalho?
    Como distribuiremos riquezas?

    Do ponto de vista da mão de obra de trabalhadores, precisamos agora de uma nova educação, novo treinamento
    Trabalharemos num mundo cheio de robos….
    Nossas crianças estão assistindo a tudo, via Youtube, desde os 12 anos de idade, a geração de jovens mais inteligente do nosso planeta….
    O Mundo está aberto ao aprendizado, a informacao digital empoderando as pessoas do Mundo todo…

    Acorda Brasil, não é hora de sermos representados, muito menos comandados, por incompetentes….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *