Acredite se quiser! Imposto Sindical será recriado com valor ainda maior

Resultado de imagem para imposto sindical chargesCarlos Newton

Uma das maiores vitórias dos últimos tempos, em termos de avanço institucional do país, foi a extinção do imposto sindical obrigatório, que a cada ano tomava de cada trabalhador brasileiro o equivalente à remuneração de um dia de salário (4,5% da remuneração mensal). Se o trabalhador não fizesse o depósito, o dinheiro seria descontado de seu próximo salário, inapelavelmente. Em 2016, a arrecadação chegou a R$ 3,5 bilhões. Um acinte, uma vergonha. Mas isso parecia ter acabado.  No meio da polêmica reforma que eliminou direitos trabalhistas, ao ampliar a terceirização e a contratação de empregados provisórias, foi aprovada e sancionada a saneadora extinção do imposto, para entrar em vigor agora em novembro. Isso significava a moralização do sindicalismo, porque milhares de entidades-fantasmas seriam finalmente fechadas.

Do valor arrecadado, 60% ficavam para o sindicato de base, 15% eram destinados às federações, 10% iam para as centrais sindicais que representam a categoria, 5% para as confederações e 10% eram depositados na conta especial “emprego e salário”, mantida na Caixa Econômica Federal e usada para custeio de vários programas sociais.

RESSUSCITANDO – Acontece que o imposto sindical, que oficialmente deixou de existir em novembro, na verdade está prestes a ressuscitar, sob as bênçãos do Congresso.

Como se sabe, para ganhar votos e se livrar da primeira denúncia do Supremo, o presidente Michel Temer prometeu baixar uma medida provisória recriando a tributação, mas parece que está com medo de se desmoralizar ainda mais (como se isso fosse possível…).

A excelente Coluna do Estadão, da jornalista Andreza Matais, revelou esta segunda-feira que o deputado Paulo Pereira da Silva (Solidariedade-SP) desistiu de cobrar do presidente a medida provisória e está negociando com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a recriação do imposto em regime de urgência. O imposto será incluído num projeto qualquer, sem relação com o tema, mas que estiver pronto para ser votado. Ou seja, será aprovado sem ter sido examinado pelas comissões temáticas, numa manobra vexaminosa.

VALOR AUMENTADO – O pior é que o valor da contribuição obrigatória vai aumentar. Ao invés de ter um dia de trabalho descontado (4,5% de um salário), a contribuição será decidida em assembleia sindical, sem um teto estabelecido. Duas das maiores centrais do país, União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Força Sindical, defendem que de 6% a 13% de um salário mensal sejam destinados anualmente ao financiamento das entidades, vejam a que ponto chega a desfaçatez dessa gente.

A situação é kafkiana. O Brasil tornou-se recordista mundial imbatível, com 16.431 sindicatos (total em outubro de 2016). A África do Sul está em segundo lugar, com míseros 191 entidades, quase empatada com os Estados Unidos, que tem 190 sindicatos. Depois, o Reino Unido. com 168 sindicatos; a Dinamarca , 164; e a Argentina, 91.

E assim o Brasil inventou mais uma jabuticaba – a sindical. Esta situação é inviável, incontrolável e inaceitável. Aonde vamos parar, com tanta irresponsabilidade?

###
P.S.Se o governo e o Congresso não ressuscitarem o imposto sindical, as centrais prometem colocar fogo no país, com apoio do PT e do PCdoB, que colocarão em pé de guerra os exércitos do Stédile (MST) e do Boulos (MTST), acompanhados da UNE e demais entidades estudantis,  assim como de ONGs tipo Fora do Eixo e Mídia Ninja.

P.S 2 – Espera-se que Caetano Veloso e os artistas raciocinem, antes de apoiar essa insanidade social-trabalhista(C.N.)

18 thoughts on “Acredite se quiser! Imposto Sindical será recriado com valor ainda maior

  1. O povo que se deixa enganar por sindicalistas é mesmo medíocre. Essa raça (sindicalista),, em nada colabora para o desenvolvimento da economia, é como uma âncora. O Brasil é um grande barco, cheio de âncoras, começando pelos políticos, a maior delas

    • Esse pessoal, MST, MTST, UNE, entidades estudantis, ONGs tipo Fora do Eixo, sindicatos, não passam de fogos de artifício para desviar a atenção do ataque principal, que é a revolução cultural. Essa sim vai minando, nos subterrâneos nossa sociedade, e essa é a mais perigosa.

  2. Caro Newton, o Brasil tem jeito de voltar a ser um PAÍS! Decente e Justo, para seu povo??. Estamos republiqueta democradura, Verdadeiras quadrilhas hediondas sediadas em Brasilia, com suas obras malignas, a destruir o Brasil. Esperança, onde andas!???

  3. Centrais sindicais nada mais são que organizações criminosas legalizadas. São bandidos legalizados e só. Mas se o ônibus aumentar 20 centavos, aí os Black-Blocks do freixo vão quebrar tudo!

    -PT e PMDB estão de coligação novamente. Ué, mas não era “górpi”?

  4. Os milhares de sindicatos brasileiros são cabides de emprego a uma pelegada pilantra que NÃO defende os trabalhadores que obrigatoriamente estão sob suas alçadas.

    Pior ainda, essa pelegada faz jogo duplo muitas vezes, pois nos bastidores tece acordos imundos com os patrões dos empregados.

    É nojenta essa turma de sindicalistas brasileiros!

    Mas obviamente há raras exceções.

  5. Afora o destino do brasileiro em sustentar vagabundos – vagabundos parlamentares com vagabundos sindicalistas se entendem muito bem, ainda mais com um governo corrupto -, semanas atrás foi publicado na TI um artigo a respeito das mordomias dos ministros do STF, cuja origem era O Globo.

    Abaixo, em detalhes, de Gilberto Simões Pires, os detalhes desses benefícios e escárnio para com o povo, eterno saco de pancadas e patrocinador de vidas nababescas, naturalmente corruptas e desonestas, traidoras e inúteis!

    “Se você ainda não sabia, agora vai saber que, no STF, para atender 11 Ministros, tem:
    – 554 milhões de reais de custeio;
    – 2450 funcionários;
    – 25 encanadores com salário de 11 mil reais;
    – 19 jornalistas com salário de 20 mil reais;
    – 223 vigilantes com salário de 8 mil reais;
    – 24 copeiros com salário de 6,5 mil reais;
    – 27 garçons com salário de 8 mil reais;
    – 58 motoristas com salário de 12 mil reais;
    – 12 auxiliares de desenvolvimento infantil, com salário de 25 mil reais;
    – 8 auxiliares de saúde bucal com salário de 22 mil reais;
    – 3 engraxates com salário de 3,8 mil reais;
    – 4 cabeleireiros com salário de 5 mil reais;
    – 1 decorador de interiores com salário de 17 mil reais;
    – 8 jardineiros com salário de 7 mil reais;
    – 11 auxiliares de cadeira (seguram a cadeira para o ministro sentar).”

    Como não serão essas mesmas mordomias com o congresso?

    Com os tais inúteis e acobertadores de gestões fraudulentas, os TCEs e TCU?!

    Com os demais tribunais superiores?

    Decididamente o Brasil é inviável, além de indiscutivelmente injusto para com o povo que, lá pelas tantas, merece mesmo esse tratamento porque jamais reclama, protesta, se faz valer como o chefe dessa republiqueta!

  6. ” Espera-se que Caetano Veloso e os artistas raciocinem, antes de apoiar essa insanidade social-trabalhista. (C.N.).

    Esperar razão dessa classe é acreditar no cão sarnento.

  7. Onde está nosso exército? (Se posso ainda chamar de nosso). Esses líderes militares vão ter um ataque de leniencite extremis corruptosa (leniência exagerada com os corruptos). Impossível que os caras não vejam o que é cristalino a todos os homens de bem. Ou eles são cegos ou não são de bem – é a lógica!

  8. pelos comentários que vejo aqui, São só de coxinhas, não poderia deixar de me manifestar referente a os comentários exposto aqui sobre o imposto sindical, todos vcs temque serem escravos pela reforma trabalhista que de bom não tem nada, ainda mais não vai gerar emprego só vai precarisar o direito de vcs Deus nos ajude.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *