Ao voltar a ser presa, Adriana ficará na mesma cadeia reformada para Cabral…

Resultado de imagem para cabral e adriana na prisão

O amigo Pezão já encontrou um jeito de reunir o casal

Italo Nogueira
Folha

A Cadeia Pública José Frederico Marques, que abriga o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB), sofreu nova mudança. Após a reforma para abrigar o peemedebista e outros presos com nível superior completo, a unidade passou a receber também as detentas com diploma universitário. A mudança, ocorrida há um mês, permitiria que a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo, atualmente em prisão domiciliar, ficasse detida na mesma cadeia que o marido numa eventual nova prisão.

Até outubro, as presas de nível superior ficavam numa galeria em separado na Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza, unidade feminina do Complexo Penitenciário de Gericinó. As demais alas eram usadas pelas detentas sem diploma.

ESPAÇO OCIOSO – De acordo com a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, a mudança ocorreu para aproveitar um espaço ocioso na cadeia de Benfica, que já havia passado por reformas para receber o ex-governador peemedebista e outros presos com ensino superior.

No local estão, atualmente, oito presas com ensino superior – a capacidade é para 26 mulheres.

A unidade se tornou, assim, a primeira prisão mista do Rio. A galeria feminina de Benfica fica no terceiro andar da cadeia. Cabral está no segundo.

Apesar da distância, o fato de os dois estarem na mesma unidade permite que homens e mulheres se encontrem no pátio. Cabral e Ancelmo gozaram desse benefício em Gericinó.

PRISÃO DOMICILIAR – A ex-primeira-dama ficou presa por três meses e meio, mas foi autorizada pelo juiz Marcelo Bretas a cumprir a medida em casa.

O magistrado se apoiou em lei que diz que presas que aguardam julgamento e são mães de filhos menores de 12 anos têm prioridade pela prisão domiciliar – o casal tem um de 11.

Uma nova prisão da ex-primeira-dama só ocorreria caso fatos novos indicassem interferência nas investigações ou se for condenada em segunda instância. Ancelmo foi condenada a 18 anos e 3 meses de prisão por Bretas e absolvida pelo juiz Sérgio Moro. Os dois casos estão sob análise de TRFs (Tribunais Regionais Federais). Ela é ré em outros três processos no Rio de Janeiro. Cabral já acumula 72 anos de pena em três sentenças da Justiça Federal, sendo réu em outras 13 ações penais.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A condenação de Adriana Anselmo em segundo instância é quase certa. Por isso, o governador Pezão, que é muito emotivo e ficou comovido com a separação jurídica do casal amigo, resolveu dar um jeitinho para que os dois voltem a viver juntos, para lembrar os bons tempos de outrora. E assim o romântico Pezão dá mais uma comprovação de que o amor é lindo e pode vencer qualquer barreira. (C.N.)

9 thoughts on “Ao voltar a ser presa, Adriana ficará na mesma cadeia reformada para Cabral…

  1. Nesse país chamado Brasil existem castas que podem tudo …..ex: menor de idade mata ,estupra , rouba , trafica etc..etc…
    Políticos rouba ,desvia , corrompem , etc ..etc…E ainda continuam comandando como se nada houvesse acontecido , e nós ficamos perplexo que temos que esperar até a próxima eleição para tirar-los do poder …

  2. Sr Coelho, no sistema atual, e ‘eles’ manipulando de acordo com as conveniências a Lei da Ficha Limpa, pelo voto, não mudará absolutamente NADA.
    O playboizinho, já decretou que vai se candidatar a governador em MG ou deputado federal, para nunca responder pelos crimes cometidos.
    E vai ser eleito.

  3. O pior do país é que advogados não estão preocupados em buscar só os direitos dos seus clientes , usam de todos os meios de garantir a impunidade , foi pra isso que foram contratados .
    No outro lado do balcão não importa com que moeda são pagos os advogados e de onde veem , e também pouco importa a verdade , só o que importa se está em conformidade com os artigos na combalida lei nossa de cada dia ; costuradas pelos infratores contumazes que elaboram-as para quando forem usadas contra si, deixando brechas para impunidade reinar …e vida que segue !!

  4. Pezão continua como se não soubesse de nada, foi secretário de obras de Sérgio Cabral, fazia parte do quadrilhão, continua livre ele e a mulher de Cabral, nossa justiça é impressionante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *