Apesar do inglês abundante no nosso dia a dia, somos tão monoglotas quanto os russos

Eduardo Bolsonaro aprendeu inglês com Tarzan…

Ruy Castro
Folha

Há dias, quando o ator Peter Fonda morreu, um veículo publicou uma declaração de sua irmã, Jane Fonda. Ela dizia estar arrasada com a morte de seu “irmãozinho de coração doce”. Não sou diabético, mas essa imagem pode ter alterado meu nível de glicose, e só um exercício intelectual me levou a concluir que Jane devia estar se referindo a seu “little sweetheart brother”  —seu “irmãozinho querido” ou, amorosamente, “namoradinho”.

Pérolas equivalentes, frequentes no noticiário, são “plant” (fábrica) por planta, “library” (biblioteca) por livraria, “argument” (discussão) por argumento, “appointment” (encontro) por apontamento e “realize” (concluir) por realizar.

NOS MELHORES LIVROS – Os erros, hoje, vêm até nos melhores livros. “We’re in business” (agora vai ou vamos nessa) se tornou “estamos no negócio”. “My gentleman friend” (o “coronel” ou o “senhor que me ajuda”) passou a ser “meu cavalheiro amigo”. E “we were drinking buddies” (nós éramos colegas de copo) transmutou-se no hilário “estávamos bebendo umas Buddies”.

Mas estamos avançando rumo à condição de 51º estado americano. A velha “vaquinha” tornou-se “crowdfunding”. Aleatório é “randômico”. Gostar de alguém é “dar um match”. Estar a fim é “ter um crush”. E uma palavra já incorporada ao léxico, “delivery”, não se limita mais à entrega em domicílio da pizza pelo motoboy. Assim como em inglês, estendeu-se —em português— a cumprir ou deixar de cumprir alguma coisa: “Fulano era uma grande promessa, mas não entregou o que se esperava dele”.  

DO TIPO TARZAN – Pela abundância de inglês em nossas placas, fachadas e camisetas, era como se o falássemos tão bem quanto os alemães. Que nada. Pela avaliação internacional, somos tão monoglotas quanto os russos.

E, se o Senado ratificar Eduardo Bolsonaro, teremos em Washington um embaixador que, como diria o inesquecível Telmo Martino, aprendeu inglês com… Tarzan.

10 thoughts on “Apesar do inglês abundante no nosso dia a dia, somos tão monoglotas quanto os russos

  1. 1) Boa crônica, mas desde criança ouço falar e ler que a 51ª estrela é Porto Rico, nós seremos ou já somos a 52ª.

    2) Da mesma forma que a criatividade brasileira inventou o “portunhol”, já inventamos, há décadas o “portinglês”.

    3) Os estudos sociolinguísticos/etnoliguísticos agradecem.

  2. Ou um pouco menos monoglotas que os norte-americanos, que ostensivamente desprezam línguas estrangeiras e quem sabe falá-las. Na eleição de 2004, o candidato democrata John Kerry foi alvo de muitas piadas por ser fluente em francês.

  3. ” YOU ARE WHAT YOU IS !”

    “Nós (brasileiros) não somos como os outros sãos”

    É a raiva de Vei, a sol, como dizia Mario de Andrade, assolando…..

    “É O SITIO DO PICAPAU COM SEQUELA !
    E o saci criou tres perna! E a Emília ficou banguela!”

    Solução para essa praga:

    公雞結紮去除睪丸可使雞隻快速長大稱之為閹雞。

    O clã acaba nessa geração, bando de …

  4. Ruy,

    O termo em inglês “THE TRAGEDY OF THE COMMONS” define a facada do Adélio Bispo.

    “The tragedy of the commons” é uma situação social em que um indivíduo, agindo independentemente de acordo com seus próprios interesses, se comporta de maneira contrária ao bem comum de todos os outros…

    O ato do Adélio falhou e tornou-se “literalmente” uma verdadeira tragédia dos bens comuns….

    Se é que tu-tá mí ânderstéendi …

  5. HOLLY SHIT !

    “Holly Shit – Gerenciando Estrume para Salvar a Humanidade” tornou-se um livro didático na Universidade de Longwood, na Virgínia, num curso intitulado “Sustentabilidade: Pessoas Pré-Históricas, Coloniais e Contemporâneas”.

    O professor comentou: “Meus alunos não precisam de mais teorias ou hipóteses.
    Eles precisam de mais vida real e é disso que se trata Holy Shit. ”

    “Meus alunos não precisam de mais teorias ou hipóteses. Eles precisam de mais vida real e é disso que se trata Holy Shit. ”

    Um exercício intelectual me leva a concluir que Holly Shit traduz-se perfeitamente como Governo Bolzonaldo

Deixe uma resposta para Marcos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *