Autnticas, textuais e entre aspas

Jos Simo, na Folha: A salvao privatizar a famlia Sarney. Genial, a famlia j foi estatizada, estatelada e estraalhada.

Ainda sobre a carta do advogado Jorge Rubem Folena (postada ontem, basta clicar aqui para ler) a respeito dos royalties do petrleo (incluindo o pr-sal e o leo combustvel) o comentrio final deste reprter: A conquista do pr-sal animou ainda mais os aventureiros da cobia pblica e particular.

E para no deixar dvida sobre personagens, a concluso: Quanto ao governador Srgio Cabral, bem, s defenderia o Estado do Rio, o direito sobre suas riquezas e a distribuio para a comunidade, se para isso tivesse que fazer muitas viagens para variadas partes do mundo.

Na srie de televiso House (dita a mais vista no mundo), h uma frase-conceito, admirvel: QUASE morrer no nada. MORRER tudo. 90 por cento dos senadores deveriam verificar se esto poltica e eleitoralmente na primeira ou na segunda colocao-concluso.

Luiz Incio Lula da Silva, apressado, to descuidado quanto os aloprados que condenou: Precisamos adotar IMEDIATAMENTE nosso calendrio de futebol, como o calendrio da Europa. Alm da papagaiada subserviente, nenhum estudo sobre a matria. IMEDIATAMENTE s em 2011. Para 2010, tudo pronto menos o destino, o paradeiro e a obsesso do prprio Lula.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.