Barroso diz que é “natural” e “óbvia” a sua decisão de afastar Chico Rodrigues

Senador é investigado por desvio de verba da Covid-19

Luiz Felipe Barbiéri e Gabriel Palma
G1 / TV Globo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso afirmou nesta sexta-feira, dia 16, que a decisão de afastar o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) por 90 dias lhe pareceu “natural e óbvia”. A determinação de Barroso será enviada ao Senado, ao qual cabe a palavra final sobre o afastamento do parlamentar. Na quarta-feira, dia 14, Chico Rodrigues foi alvo de operação da Polícia Federal autorizada pelo STF em Roraima. Durante as buscas, o político foi flagrado com dinheiro na cueca.

A ação, da Controladoria-Geral da União (CGU) e da Polícia Federal mira um esquema milionário de desvio de recursos públicos que deveriam ter ido para o combate ao novo coronavírus. O suposto desvio envolve mais de R$ 20 milhões em emendas parlamentares. A Controladoria Geral da União (CGU) também participa da investigação.

“NATURAL” – “Apenas me pareceu uma solução natural e óbvia que alguém que está sendo investigado por desvios na Saúde não seja responsável pela alocação desses recursos”, afirmou Barroso durante participação em um evento que marcou a apresentação de um plano integrado de segurança voltado às eleições municipais.

A Polícia Federal, na representação ao STF, chegou a pedir a prisão preventiva do senador, além do afastamento do cargo, mas Barroso definiu apenas o afastamento do mandato e a proibição de comunicação entre Rodrigues e os investigados.

Chico Rodrigues integra uma comissão do Congresso que acompanha a execução orçamentária de verbas destinadas ao combate da pandemia de Covid-19.

9 thoughts on “Barroso diz que é “natural” e “óbvia” a sua decisão de afastar Chico Rodrigues

  1. A política brasileira vem há décadas em crise, agora está caótica, sem a menor chance de reconstrução.

    Um poder perdulário, irresponsável, corrupto, incompetente, mal intencionado, de má fé, balcão de negociatas, acordos espúrios, composto por ladrões, estelionatários e gente da pior espécie.

    Não há como reestruturá-lo sem fechar as suas portas, mandar embora todos os parlamentares, incluindo assessores e servidores não concursados, e montar um novo poder legislativo.

    Várias vezes escrevi que deveria ser uma das medidas de Bolsonaro para uma boa administração. Não levou a sério, pois agora paga o “ânus” da sua presunção, arrogância e prepotência, e com líderes que nomeia com graves defeitos de caráter.

    Lamento quando decepciono o meu amigo dr.Ednei, que fica uma arara quando digo que NÃO TEM UM ÚNICO DEPUTADO OU SENADOR HONESTO, pois os fatos me dão razão, confirmam o que digo, ratificam o meu conceito sobre o parlamento.

    Barroso deveria mostrar o vídeo da safadeza do homem público que roubou dinheiro público, que enriqueceu roubando dinheiro do país e do povo!
    Deveria deixá-lo mais ainda cair no ridículo, pois representa o porco “decoro parlamentar”, a mentira, o devaneio, a imaginação.

    Uma pergunta:
    Foi suspenso por 90 dias com ou sem o salário, alguém sabe??!!
    Se continuará recebendo seus 200 mil mensais e ficará de bunda para cima esperando mais depósitos em seu cofre, Barroso entrou no jogo do deboche contra o cidadão.

    Agora, se libera o vídeo, então receber os seus proventos milionários compensaria a vergonha, o vexame, a desonra de um canalha, de um cafajeste, um pústula!

    Evidente que o filho tem o mesmo caráter do pai, pois quem puxa os seus não degenera, como diz o ditado.
    Assumirá o senado com que cara ou, melhor, com que bunda?
    Ou terá uma cara de bunda?

    E dizer que dentro de qualquer presídio nacional há mais ética e moral que nesse antro de venais, vulgo congresso, caverna de Ali Babá, clube de ladrões e, agora, toca de espetáculos sexuais bizarros!

    Calígula deve estar se contorcendo no túmulo, nessas horas.
    Como a sua corte seria mais aprazível e divertida, se a moda dos parlamentares brasileiros fosse inventada pelos romanos.

    Depois, o processo de notas entre as nádegas não é tão espetaculoso quanto seria usar moedas, que era o dinheiro corrente.
    Ganharia um colar de louros quem conseguisse enfiar mais moedas no cofrinho, além de poder levá-las para casa.
    Diga-se de passagem, Calígula escarnecia do senado, pois ele era Imperador.

    Atualmente, nosso senadores agem como se fossem imperadores, então a maracutaia corre solta, livre, e sem qualquer obstáculo.

  2. Manchete de um jornal: ‘Hoje ele cassou minha decisão, amanhã pode ser a de um colega’, diz Marco Aurélio sobre Fux.
    —-
    Não se preocupe, seu Marco, só se houver outro idiota com intenção de soltar traficante.

  3. Bom dia , leitores (as):

    Senhores Luiz Felipe Barbiéri e Gabriel Palma
    ( G1 / TV Globo ) , Carlos Newton , Marcelo Copelli e Jorge Béja , eu gostaria que me informassem em qual país dos mundo c/ o mínimo de decência permitiria que os ” Membros e Juízes da Suprema Corte ” abrissem mão de sua ” PRERROGATIVA LEGAL DE JULGAR ” e delegassem á terceiros , tal como ocorre no Brasil , que só o fizeram para limpar a barra do ex-governador , senador Aécio Neves .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *