Bolsonaro espera que Polícia descubra quem mandou Bispo tentar matá-lo

Bolsonaro

Bolsonaro gravou o primeiro vídeo depois de sua internação

Deu em O Tempo
(Estadão Conteúdo)

O presidente Jair Bolsonaro pediu, em vídeo publicado em seu Twitter neste domingo, que a Polícia Federal acelere as investigações sobre a facada de que foi vítima ainda durante a campanha. Ele classificou o ocorrido como “ato terrorista” e pediu à polícia que “tenha uma solução para o caso nas próximas semanas”, de forma a indicar quem foram os “responsáveis por determinar” que Adélio Bispo, autor da facada, cometesse o ato.

“Espero da nossa Polícia Federal, que nos orgulha a todos, que tenham uma solução para o nosso caso nas próximas semanas. Porque esse crime, essa tentativa de homicídio, esse ato terrorista praticado por um ex-integrante do PSOL, não pode ficar impune. Nós queremos e gostaríamos que a PF indicasse, obviamente com dados concretos, quem foi ou quem foram os responsáveis por determinar que o Adélio praticasse aquele crime lá em Juiz de Fora”, disse.

TRATAMENTO – Bolsonaro ainda lembrou que está há duas semanas no hospital Albert Einstein. “Sabemos que pouca gente pode ter tratamento como esse, mas temos plena consciência de que nosso SUS pode melhorar muito. Tudo faremos para que isso se torne realidade”, disse.

Ele também agradeceu a seus ministros, que, segundo o presidente, têm demonstrado “grande capacidade de se antecipar a problemas” e “ajudado a conduzir o Brasil de forma muito convincente”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Bolsonaro não se emenda. Sabe que deve falar apenas o mínimo, para evitar formação de gases, mas não se contém. Deveria obedecer aos médicos, mas infelizmente ele não têm a menor moral sobre o paciente impaciente. Quanto ao SUS, foi apenas uma frase de efeito. Quando o Brasil for um país civilizado de verdade, todos os cidadãos terão direito ao mesmo tratamento médico. Para mim, este é um dos pressupostos de civilização. (C.N.)

 

21 thoughts on “Bolsonaro espera que Polícia descubra quem mandou Bispo tentar matá-lo

  1. Parece hipocrisia mas nas vezes em que fui internado em um hospital particular tive pensamentos de ter um privilégio que não merecia diante do sofrimento de tantos por falta de atendimento.

    Se foi sincero por parte do Bolsonaro não posso saber mas já passei por esta sensação horrível.

    • Certa vez, precisei de um atendimento de emerência, para tratar uma uretrite (sequela das gonorreias que contraí dos 15 aos 20 anos). O hospital prestava atendimento misto: SUS e Plano de Saúde. Ao chegar à recepção, percebi que, numa maca ao lado, havia uma jovem senhora, brancona, gorda aos gritos: muito prestes a um AVC.
      Havia apenas um médico. Quando ele ouviu a recepcionista pronunciar meu nome, o doutor falou pra ela: “Ei, se for Paulo X.X.X, nem precisa tomar os dados deles, manda logo vir aqui”. Entrei, e o médico além de me perguntar sobre o que eu sentia, ainda me bajulou, elogiando-me pela minha saga de empreendedor e outros atributos; perdeu um tempo danado. Cheguei por último e fui atendido primeiro.Quando retornei pela recepção, a mulher que estava agonizando, já havia falecido, sem ingerir nenhum medicamento. Deixou duas crianças órfãs.
      Até hoje, quando me lembro desse cena trágica, sinto-me o pior dos lixos.
      AVC e infarto, a fronteira entre sobreviver ou morrer, é tudo uma questão de segundos: a injeção de um anticoagulante, hipotensor, vasodilatador, sei lá, faz muita diferença.
      Resultado: não comprei o anti-inflamatório prescrito. No dia seguinte, tomei infusão de casca de azeitona e o mal foi embora.

      • Paulo

        Tire da sua alma tal remorso na confusão a gente nem pensa em nada.

        Canalha foi o médico e o sistema em que se valoriza uma porcaria de um plano de saúde.

  2. Boa tarde leitores(as):

    Basta prender todos ( e dar-lhes uma dura ” LITERALMENTES” ) os quatros advogados e seus comparsas, que surgiram do nada , à preço de ouro para defender um meliante teoricamente anônimo para atacar um dos candidatos á presidência da república , e enquadrar a OAB , os juízes, desembargadores e ministros do Supremo Tribunal Federal , corruptos e desonestos que são partes dos problemas pelos quais o Brasil e seu povo vivem atualmente ,sem pespectiva de um futuro melhor.

  3. -Investigação, quando é bem feita, não é uma novela que todo o dia é obrigada a apresentar novidades e um capítulo diferente, nem ela é feita para satisfazer a curiosidade da imprensa ou dar ciência a quem não faz parte da investigação. Quanto mais sigilosa ela for, maiores serão as chances de êxito. O importante será o seu resultado, e não a pressa com que seja realizada. Por isso é que os investigadores não podem ter língua solta e cauda de pavão que se abrem cada vez que passarem em frente a uma câmera.

    -E o seu resultado não dependerá da vontade de ninguém e o prazo para acabar ficará sujeito à velocidade em que novas pistas forem aparecendo e as provas e confissões forem sendo “fornecidas” pelo(s) autor(res) do crime, pois a investigação é feita para elucidar os fatos que aconteceram e a autoria baseada em provas que possam ser aceitas pela Justiça, e, portanto, está além da vontade de quem esteja investigando e terá toda uma formalidade legal. Ora, todo investigador quer elucidar o que investiga, mas nem sempre isso será possível, pois não dependerá exclusivamente dele.

    O Bolsonaro está equivocado quando exige prazo e cúmplices para o crime:
    -Ao exigir uma data para término da investigação, ela poderá ser encerrada justamente no momento em que o autor (ou ou seus comparsas) poderá está relaxando a guarda e comentando sobre o crime no celular ou se encontrando com os outros criminosos.
    -Ao exigir cúmplices, comete outro erro: E se o criminoso agiu sozinho? A Polícia Federal será obrigada a achar um só para agradar ao “cliente” e torturá-lo até que confesse a participação? E a investigação existe, justamente, para separar o que seja mera especulação do que tenha, realmente, acontecido, mesmo que a resposta não agrade quem deveria agradar, como no caso da morte do PC Farias.

    Abraços.

  4. A esquerda mente, rouba e até mata.
    É uma religião e nela o hediondo encontra justificativas “morais” para sua prática: “os fins justificam os meios”

    A História está aí pra quem não a despreza.

    • Lá vem o cabeça de bagre outra vez com a mesma e velha cantilena, ou falácia, entre direita, esquerda e centro, tudo farinha do mesmo saco, ou sacos da mesma farinha. Teta$ é o que importa para essa gente. E a briga entre sujos e não lavados sempre em frente, em prejuízo da Solução para o seu e seu povo.

  5. Boa noite leitores(as):

    Senhor Francisco Vieira – Brasília DF , bem sei da complexidade e das dificuldades e obstáculos porque passam os órgãos e entidades de fiscalização e controle (e seus servidores) que ” deveriam ser do estado nacional ,mas infelizmente passou à ser do governo do momento , por isso acho importante expor esses entes nocivos ao país .
    Vide exemplo :
    O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes , é sabidamente corrupto de “carteirinha” isso é público e notório ,mas se acha no direito de arrastar a “Instituição Nacional – STF ” com ele , juntamente com seus comparsas dentro do “Poder Judiciário” em geral.
    O senhor e demais leitores(as) concordam com isso ?

    • -E verdade, caro José Carlos.

      -Tem mais coisas acontecendo entre o Arroio Chuí e o Monte Caburaí, passando pelos quatro advogados (defensores do terrorista) e ministros do Supremo (defensores de genocidas), todos a serviço da defesa do “Estado Democrático de Direito”, diga-se logo, do que pensa a nossa vã população.

      -Também acredito, a ser verdade que durante a tentativa de homicídio, o controle de entrada e de saída do Congresso Nacional tenha registrado (e filmado quem passou o crachá?) o ingresso do terrorista, que também haja pelo menos um bandido daquela Casa envolvido.

      Mas opinião não serve de nada durante um julgamento e por ser muito complexa e envolver gente (digo, bandido) muito poderosa, a investigação precisa ser bem feita e durar o tempo que seja necessário.

      Abraços.

  6. o Brasil não é para amadores mesmo.

    quer dizer que o presidente do Brasil recém eleito com esmagadora maioria com apoio ostensivo do exército e nomeando para ministro da justiça o correto moro não sabe o que acontece na polícia federal????

    tem que se queixar no Twitter???

    quer dizer que ainda não sabe nada sobre a investigação que quase o matou??

    o verdadeiro poder no Brasil e a pdf???

    vamos reagir….

    eleição direta para o diretor da pf que é onde está o real centro do poder

    de qualquer ângulo e lastimável

    se acontecer conosco qual a perspectiva de esclarecer se o presidente se queixa no Twitter???

    patético lamentável assustador

    quem afinal manda no pais???

    • -Duarte, a Polícia Federal já sabe, mas se falar, poderá colocar toda a investigação (sigilosa, diga-se logo), a perder!
      -E com um Supremo que tem mais políticos do que juristas, tudo pode ser pretexto para qualquer escuta ou filmagem ser declarada ilegal.
      Tenha paciência.

      Abraços.

  7. A quem interessava tirar o Bolsonaro do páreo ? Havia dois candidatos militares e evangélicos, um original e o outro fake (evangélico de araque) no páreo, numa disputa de vida ou morte, pela concentração da votação militar e evangélica num deles, votação essa que aliás decidiu a eleição com os votos evangélicos e militares concentrados em Bolsonaro, que, na condição de vítima, levou quase todos os votos desses segmentos para a sua candidatura. E se Bolsonaro tivesse partido dessa para outra, quem herdaria os votos dos segmentos evangélico e militar ? Será que está tão difícil assim de desvendar esse mistério, ou a intenção é não deixar a bomba explodir do no colo dos segmentos militar e evangélico ? Até prova em contrário, o PSOL está sendo posto na marra na relação, motivado pelo ódio que Bolsonaro nutre pelo partido opositor, tentando queimar o filme do mesmo na câmara. Bispo e Cabo Daciolo, estiverem no PSOL, mas foram expulsos, anos antes do infortúnio do Bolsonaro.

      • A fuga do ex-deputado deve ser fadiga de material seguida de piti, até porque, caso fosse eu o deputado, se ameaçado, eu iria a origem da ameaça e do ameaçado, se fosse coisa séria, sacaria primeiro, se fosse o caso, se bobagem politiqueira descartaria no lixo. Um deputado federal tem quer ser um cara linha de frente, não pode afrouxar o sutiã, nem pode ter medo de morrer.

        • Tudo leva a crer que a facada no Bolsomito é treta entre militares e evangélicos fanáticos, loucura pelo poder, sem esquecer a pérola da Dilma:” Em eleições, pelo poder, faz-se os diabos neste país “.

  8. O erro do PSOL foi ter fechado a porta para a Revolução Redentora a política, do país e da população, a única que tinha autoridade moral e projeto para bater de frente contra tudo isso que ai está, há 129 anos, com prazo de validade vencido há muito tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *