Bolsonaro fez uma tremenda asneira ao comprar brigar com o governo cubano

Resultado de imagem para luciano coutinho mentiu

Luciano Coutinho mentiu sobre a dívida de Cuba ao BNDES

Carlos Newton

Fica difícil apoiar um presidente como Bolsonaro, que faz uma asneira atrás da outra. Vejam agora o problema com o governo cubano, que acaba de anunciar a saída do programa Mais Médicos. A decisão vem após o presidente eleito ter anunciado que vai mudar o acordo de cooperação, em vigor há cinco anos, que traz médicos de outros países para atuarem em regiões com escassez de profissionais de saúde. A maioria dos médicos do programa (51%) vem de Cuba.

Como se dizia antigamente, Bolsonaro quer se tornar “palmatória” do mundo. Depois de criar desnecessários problemas com a China e os países árabes, Bolsonaro investiu contra os cubanos, esquecido de um ditado antigo – não se deve brigar com quem está nos devendo dinheiro…

PORTO DE MARIEL – Bolsonaro mostra ser do tipo que não sabe de nada e quer se meter em tudo. Cuba tem alta dívida com o BNDES, pela construção do Porto Mariel, sem haver garantia de pagamento. No Congresso, o então presidente do BNDES, Luciano Coutinho, mentiu descaradamente ao afirmar que a garantia fora dada pela Odebrecht, responsável pela obra. A empreiteira desmentiu a informação, disse que o contrato era garantido pelo Tesouro Nacional, através do Fundo de Apoio à Exportação.  

Na verdade, era uma jogada triangular do governo Dilma Rousseff, que criou o programa Mais Médicos para repassar dinheiro a Cuba, que então devolveria os recursos pagando ao BNDES.

CUBA SAI GANHANDO – Com a represália a Bolsonaro, quem sai ganhando é a dupla Cuba/Odebrecht. Em estado de pré-falência (igual ao Brasil), Cuba de repente se livra do pagamento de quase 700 milhões de dólares, depois de ter recebido descontos da ordem de US$ 68,4 milhões nos juros de empréstimos concedidos pelo BNDES, vejam a que ponto chegou a mamata.

Bolsonaro estava certo em tentar moralizar o Mais Médicos, que inclui a ignóbil e inaceitável exploração dos profissionais cubanos pelo regime de Havana, que inventou a exploração do homem pelo governo. Mas é óbvio que Bolsonaro agiu infantilmente, sem levar em conta a elevada dívida de Cuba com o Brasil, por generosidade do governo do PT.

###
P.S.
Portanto, no Brasil fica cada vez mais atual o pensamento de Foster Dulles, secretário de Estado dos EUA em plena Guerra Fria: “Países não têm aliados, têm apenas interesses”. Mas os preceptores de Bolsonaro ainda não ensinaram esta lição ao presidente eleito, que esqueceu de passar no Posto Ipiranga. (C.N.)

70 thoughts on “Bolsonaro fez uma tremenda asneira ao comprar brigar com o governo cubano

  1. Alguém precisa avisar ao Bolsonaro (que, aliás, ao que consta, nunca administrou nada com sucesso nem os seus próprios casamentos, nem a pescaria comercial com o seu amigo Gilmar Alves no Rio Ribeira de Iguape, em Eldorado´Xirica, SP, Vale do Ribeira, nem a draga de ouro) que massa falida é igual merda, quanto mais mexe mais fede.

  2. Caro Carlos Newton,
    Com todo o respeito, o Bolsonaro não cometeu qualquer asneira concernente ao imbróglio desse programa chamado mais médicos, pois a ditadura da ilha caribenha, sem fazer nada, faturou em torno de R$ 6 bilhões com o aludido programa e sai ao perceber que a fonte secará.
    E qual é a razão para que a fonte seja secada, é porque o presidente eleito do Brasil fez algumas exigência para a sua continuidade, quais sejam: a aplicação de teste de capacidade (a chamada revalidação dos seus diplomas médicos), salário integral aos profissionais cubanos, pois a ditadura fica com 70% e o profissional com o restante de 30% e, sobretudo que os profissionais tenham liberdade para trazerem suas famílias para o Brasil. Não é uma proposta razoável e, sobretudo justa?. No entanto, é óbvio a ditadura cubana não aceitou. Por isso está fora.
    É importante ressaltar que entre 2013 e 2017 o governo brasileiro mandou em torno de R$ 6 bilhões para a ditadura cubana através do aludido programa.
    Estreme de dúvida a saída de Cuba do programa Mais Médicos não é tão ruim quanto vociferam os “especialistas” da mídia brasileira.

  3. Os pobres dos municípios que não tinham nenhum médico, passaram a ter e agora voltarão a não ter nenhum, também estão reclamando.

    Nós, comentaristas, temos planos de saúde, se é que vamos conseguir continuar pagando, já os pobres que tinham os médicos cubanos nem SUS tem.

    Quanto ao governo de Cuba ganhar em cima dos médicos é repugnante, tão repugnante quanto a terceirização que temos aqui no Brasil.

    • os municípios os estados e a própria união pagam médicos todos os meses, mas que não trabalham. o que tem de médico contratado e recebendo cobriria duas vezes o Brasil. É melhor Observar melhor.

  4. Mais uma piada de um cronista. Então tá, vamos manter um programa que escraviza o homem a um Estado comunista e fingir que isto não existe. Onde chegamos neste país? Os esquerdopatas dão o dinheiro público (BNDES) para ditaduras, inclusive escravizando médicos para isso e a gente finge que está tudo bem. Lamentável ler estas linhas e imaginar que um presidente tem que aceitar um programa covarde e desumano como o Mais Médicos. A escravidão já acabou há muito tempo jornalista.

  5. Não acho que o Bolsonaro esteja criando imbróglios com nações estrangeiras.
    Ele está APENAS marcando a posição de um país que – até mesmo por seu tamanho e posição estratégica – pretende ser DECENTE.
    O Brasil precisa ter personalidade – para ontem!
    Criar caso com árabes, chineses, cubanos, sul-africanos, etc etc?
    Ora, queria ver o que a China faria se o Brasil não vender mais minério de ferro para eles (que adquirem mais de 50% de nós). Pega esse ferro todo e faz alguma coisa no mercado interno, ué.
    O mesmo serve para os árabes, que se metem com a questão da capital de Israel em Jerusalém. Isso é problema entre eles, no Oriente Médio.
    Que o governo tome sua posição – se não quiserem fazer comércio, que fiquem sem carne brasileira ué. Esse alimento pode muito bem ser repassado ao mercado interno (se bem que, pessoalmente, não sou muito fã de consumo de carne vermelha).
    Vejo o Brasil sendo AMEAÇADO E CHANTAGEADO por qualquer um. Todos estão dando palpites e “tapas na cara” de um gigante como o Brasil.
    Isto não cabe. De jeito nenhum.
    Bolsonaro age corretamente sim!
    É justamente MARCANDO SUAS POSIÇÕES INICIAIS que se consegue depois um bom acordo posterior. Ou não, se for o caso.
    O BRASIL DEVE TER PERSONALIDADE.

  6. Cuba não é governo democrático e sim ditadores, sanguinários, diga-se de passagem.
    isso já bastaria para o Brasil não ter relações com os donos daquela ilha do terror.

    Na economia , o Brasil não tem nada a ganhar com Cuba a não ser prejuízos.

  7. Os médicos escravos eram acompanhados por capatazes que os vigiavam e reprimiam.

    Além de manter os familiares dos médicos reféns em Cuba, a ditadura ficava com 70% dos salários.

    E o pior não foram submetidos ao Revalida para verificar se são realmente médicos.

    Enfim, um programa que visava unicamente alimentar a ditadura Cubana a custa de um crime contra a humanidade inaceitável.

    Quanto ao Porto de Mariel, manter um programa “médico” que traz riscos para a população com intuito de receber um dívida sem garantias dada uma ditadura falida é dobrar o erro.

  8. Soube que o STF havia determinado que os “médicos” não precisavam se submeter ao Revalida.

    Se uma pessoa morresse pela incapacidade de um médico fajuto quem assumiria a responsabilidade pelo crime, os ministros do STF Bolivariano?

    Vergonha!

  9. Carlos, sem discutir a validade ou não do programa em relação aos médicos cubanos, quando você diz que o programa foi feito para repassar recursos brasileiros a Cuba para que ela possa pagar o que deve ao Brasil, não me parece que haja prejuízo financeiro para o país com o término do programa, uma vez que estavamos apenas pagando nós mesmos pela dívida cubana.
    Agora, saber como a curto prazo o país vai conseguir suprir os serviços prestados pelos médicos (ainda que de menor habilitação) é um problema que teremos que enfrentar dotando os municípios do ferramental e suprimentos necessários para que estes serviços possam ser bem prestados, o que parece servuma queixa recorrente dos médicos brasileiros…

  10. O Carlos Newton deveria ter publicado o editorial do Estadão do qual posto um pequeno trecho:

    A vergonha dos brasileiros
    SALVAR
    Brasil 15.11.18 09:03
      
    A sabotagem da ditadura castrista contra Jair Bolsonaro só ocorreu porque o Brasil é vergonhosamente despreparado.

    Leia um trecho do editorial do Estadão:

    “A súbita decisão de Cuba de retirar todos os seus médicos de uma vez mostra o tamanho da irresponsabilidade do governo petista quando submeteu um programa social aos humores e interesses estratégicos de um regime ditatorial estrangeiro.

    Tudo isso serve para relembrar que o Mais Médicos – remendo emergencial feito por um governo em apuros – só existe e se tornou essencial porque o Estado brasileiro falhou e continua a falhar miseravelmente em oferecer saúde pública com um mínimo de qualidade para boa parte dos cidadãos. A manutenção dessa situação deveria envergonhar brasileiros de qualquer ideologia.”

  11. O País precisa andar e andar para frente, mesmo que tomemos alguns tombos.
    Só a sensação de novos ares já arrefece nossa mente.
    O Ideal seria nos fechar como numa concha para resolver nosso problemas domésticos mas como isso hoje em dia não é mais possível então que pelo menos andemos com nossos próprios pés …

  12. O acordo entre Dilma e Fidel com relação aos médicos cubanos foi simplesmente uma afronta à dignidade humana, em benefício de uma das ditaduras mais longas do mundo!

    PT e os comunistas não tiveram qualquer pudor para se aproveitar de pessoas humildes, e aumentarem seus ganhos através de uma corrupção criminosa, além de estarem usando profissionais de maneia aviltante, pois separados de suas famílias que ficavam como uma espécie de “garantia” do retorno desse médico ao seu país!

    Por outro lado, a discussão a respeito dessa continuidade dos médicos cubanos neste novo governo precisa ser revista, sim.

    Simplesmente é inadmissível que, no Brasil, se queira compensar as suas falhas clamorosas e más intenções com a saúde pública, contratando profissionais de fora do país, em clara e insofismável declaração de incompetência!

    E como temos comentaristas que escrevem absurdos e mentiras sobre os médicos!!

    Por acaso alguém faz qualquer faculdade para ter um emprego melhor, ter mais condições no mercado de trabalho, para não ganhar um salário de acordo??!!

    Advogados, engenheiros, economistas, contabilistas, administradores de empresas, jornalistas, vão se meter no interior do país, em cidades sem recursos, ou procuram seus interesses e conveniências pessoais e profissionais??!!

    Que mal há nisso??!!

    Sem conhecimento de causa dos autores de alguns textos, li asneiras proferidas sem qualquer vergonha, escritas irresponsavelmente!

    SE OS MÉDICOS CUBANOS FOSSEM A SOLUÇÃO PARA NOSSOS PROBLEMAS, A SAÚDE PÚBLICA NÃO ESTARIA NESTE ESTÁGIO DE CALAMIDADE!!!

    Hospitais estão sem receber há meses:
    servidores sem ter salários há meses;
    não existem sequer materiais básicos nos hospitais e postos de saúde para atender a demanda.

    Caso o governo federal não fosse tão ladrão, incompetente e mal intencionado, conduzido por uma ideologia retrógrada e genocida como esta adotada pelos petistas, muito antes de se trazer médicos cubanos, QUE SE FIZESSE UM PLANO DE CARREIRA PARA OS MÉDICOS.
    QUE FOSSEM FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS FEDERAIS, LOGO, TERIAM DE OBEDECER AS DESIGNAÇÕES PARA ONDE IRIAM TRABALHAR, QUE NÃO PRECISARÍAMOS DOAR BILHÕES DE REAIS À DITADURA CUBANA!!!

    Bolsonaro tem a obrigação de anular esse “contrato” vergonhoso, cuja maior parte dos vencimentos pagos aos profissionais vai para o partido comunista, para o governo insular!

    Curiosamente, quando leio enaltecimentos ao programa Mais Médicos, eu queria saber desses petistas as razões pelas quais nunca reclamaram que Fidel embolsava 70% dos proventos de seus compatriotas no país??!!

    Essa fortuna – considerando um salário de 11 mil mensais, e ficam retidos 7.700,00, temos 154 milhões que são enviados para Cuba, mensalmente, ou seja, a cada ano, Fidel (que o diabo o tenha) colocava no bolso quase DOIS BILHÕES DE REAIS!!!!!

    Não sei precisamente quando tempo os cubanos estão no país.
    Supondo que sejam quatro anos, simplesmente foram retirados da saúde pública e do Brasil, DEZ BILHÕES DE REAIS nesse período!!!

    Peguntem a qualquer médico, claro, os recém formados, se não iriam para o interior do Amazonas, Piauí, Pará, Sergipe, Alagoas, Bahia, Roraima, caso fossem servidores federais, com a garantia de seus vencimentos pagos em dia????!!!!

    Imaginem depois de três anos, no mínimo, que seriam obrigados a permanecer nas suas cidades designadas, e depois sendo trazidos para centros maiores, a experiência que não iriam adquirir para seus currículos??!!

    E que tivessem contratos por tempo determinado, cinco anos, onde nesse espaço deveriam cumprir com o estabelecido, e podendo encerrá-lo após a conclusão desses anos trabalhados.

    Por que o PT não agiu assim, em benefício do Brasil e de seus profissionais médicos??!!
    A maldita e desgraçada ideologia, a verdade é esta!!!

    Quando li o comentário do Alverga, um petista de carteirinha, perguntando se alguém conhece um médico que queira TRABALHAR DE GRAÇA nos confins do Judas, e na sua peroração usa até de palavras que não condizem com a qualidade que se quer da TI, Alverga precisa saber de alguns detalhes, pois o seu sectarismo o cegou momentaneamente:
    1 – NINGUÉM iria trabalhar de graça em canto algum do país, tampouco o Alverga iria lecionar dessa forma, sem receber um centavo;
    2 – Os médicos cubanos recebem salários, não trabalham DE GRAÇA;
    3 – Por que o viés mal intencionado de culpar os médicos pela falta de atendimento no interior do Brasil??!!
    4 – Fosse assim, QUALQUER ESTUDANTE FORMADO EM UNIVERSIDADES PÚBLICAS DEVERIA TRABALHAR DE GRAÇA PARA O GOVERNO POR UM ANO!!!!
    Todos os profissionais, e não somente os médicos, ora bolas.

    Há muitas distorções nesses contratos, neste programa Mais Médicos, que foi uma espécie de mais uma fonte de recursos ILÍCITOS criado pelo PT, a organização criminosa que deixou o mundo surpreso pela alta traição ao seu próprio país!!!

    Afora a dificuldade do idioma;
    a dificuldade em materiais à disposição do médico no interior;
    a inexistência de um hospital com sala de cirurgia;
    a ausência de aparelhagem para exames dos pacientes;
    não haver serviço de Oncologia e doenças mais difíceis de serem tratadas por falta de diagnóstico adequado;

    FAZ-SE MISTER AFIRMAR QUE O MÉDICO ESTRANGEIRO NÃO É MILAGROSO, e muitos abandonaram as cidades para onde foram locados por falta absoluta de condições!!!

    Falando nisso:
    Quantos médicos ainda estão trabalhando desde que vieram para o Brasil?
    Quantos que abandonaram o programa?
    Quantos que pediram asilo?
    Os salários pagos são debitados na Previdência Social, no Ministério da Saúde, aonde?

    Por favor, quando quiserem opinar sobre um assunto tão grave quanto este, de saúde pública, é imprescindível pelo menos que o comentarista se informe mais para poder debater e, se possível, que deixe a ideologia de lado, pois somente atrapalha.

    • Excelente abordagem, amigo Chicão Bendl.

      O programa “Mais Médicos” oficializou um crime à dignidade humana , pois faz com que médicos cubanos trabalhem sob regime análogo à escravidão.

      Agride ao dito “trabalhismo brasileiro”, tão defendido pelos esquedopatas. Ora, ora, quanta hipocrisia!

      Se Cuba fosse uma democracia, portanto com obrigatório respeito aos direitos humanos e trabalhistas, aceitaria adequar a forma de contratação dos seus médicos para trabalho no Brasil.

      Mas Cuba é uma DITADURA e obviamente se recusa a agir com dignidade.

      Não resta a Bolsonaro outra saída senão permitir que esse acordo nefasto e abjeto, celebrado no governo Dilma e ignorado por Temer, seja interrompido imediatamente!

      Permitir um período de transição é o mesmo que concordar com essa imundície por um prazo delimitado. Não pode!

  13. Não acredito que ao nível da alta Política, as coisas acontecam por improvisação.

    O Presidente BOLSONARO ( 63 ), PSL, se elegeu prometendo uma Política internacional exatamente contrária a do PT.
    O PT se alinhou com a Política BOLIVARIANA, a qual procura ser anti-EUA, alinhada com os BRICS liderados pela China que é a maior Potência ascendente, no Oriente Médio com os Países Muçulmanos, especialmente o Iran, e tudo isso tem como meta final tirar todo esse Mercadão, especialmente a Eurásia, da Zona do US $ Dollar, e inserí-la numa futura Zona do $ Yuan Chinês.

    O Governo BOLSONARO optou pela Política inversa, de se alinhar aos EUA, ISRAEL e se manter firmemente no futuro na Zona do US$ Dollar, em troca de CERTAS VANTAGENS.

    Pena que a grande Imprensa não clarifique bem essas importantes questões, para que o Eleitorado entenda melhor o que está acontecendo.

    De qualquer forma o Interesse do BRASIL ė dentro de um desses 2 Campos, manter o máximo possível de independência e AUTONOMIA possível, tentando INDUSTRIALIZAR com maioria de Empresas com Matriz no Brasil, as únicas que desenvolvem TECNOLOGIA NACIONAL e que Capitalizam 100 Pc aqui no Brasil.

    Logicamente, tirar proveito da Concorrência entre os 2 grandes Blocos Politicos-Economicos Mundiais, para tirar PROVEITO para o BRASIL.

  14. “Em estado de pré-falência (igual ao Brasil), Cuba de repente se livra do pagamento de quase 700 milhões de dólares, depois de ter recebido descontos da ordem de US$ 68,4 milhões nos juros de empréstimos concedidos pelo BNDES, vejam a que ponto chegou a mamata.”

    -E ainda tem brasileiros que tem a CORAGEM de defender o PT…

  15. Chega de apoiar esses países que usam seu povo como escravos dentro e fora de suas fronteiras. Na China tem trabalho escravo dentro de seu território e em Cuba os médicos cubanos trabalham como escravos em outros países.

  16. Ninguém faz negócio sem garantia. Todo o dinheiro que devia ir para Cuba era descontado em sua dívida. O Porto de Mariel é um porto estratégico para o Brasil. Foi um grande negócio que o capitão para agradar o fanchone Tump quer desfazer para agrada-lo. Fica o Brasil até prova em contrário sem poder usar o porto.(Ninguém duvide se de uma hora para outra o capitão mandar bombardear a Venezuela, Bolívia e Cuba).

      • Uma vez que o Brasil não tem como competir com a Rússia e Estados Unidos, a tua informação, Newton, me deixou de cabelos em pé!

        Quer dizer que nós investimos uma fortuna no tal porto, mais de um bilhão de dólares, para que ou a águia ou o urso se aproveitassem da nossa incompetência e falta de visão??!!

        O Programa Mais Médicos retrata fidedignamente o quanto o ser humano é descartável pelo comunismo, pela esquerda, quando os negócios são mais importantes do que as pessoas!

        Um abraço.

    • Mas usando as pessoas??!!

      Nesse sentido, a dívida interna do Brasil, que é impagável, o presidente determinaria ao trabalhador escolhido, que TRABALHASSE para os bancos mediante um salário de dez mil, mas que receberia somente três, pois o resto seria para o pagamento desta dívida!!!

      Mas como??
      E a liberdade do indivíduo?
      Seus direitos?

      Ora, tal medida comprova que Cuba é mesmo uma ditadura e cruel, pois usa seus habitantes para que resolvam problemas gerados pelos mandantes, pelos déspotas!

      E, logo a esquerda, que tanto vocifera ser “progressista”, defensora das liberdades coletivas e individuais, aceitar este tipo de contratação que FERE AS LEIS BRASILEIRAS NESTE SENTIDO??!!

      O ser humano servindo como troca comercial??!!

      Não estou criando polêmica alguma, mas contestando o pensamento dos governos de Cuba e do Brasil, que humilham as pessoas, que as manipulam criminosamente!

  17. Carlos Newton, felicitações pelo texto, pois teve o condão de ativar as mentes de importantes e lúcidos colaboradores, tais como Belém, Bendl e outros.

    Pelo que li, Bolsonaro não está tão errado assim …
    pois possui o apoio de pessoas preparadas intelectualmente, inteligentes e de bom senso.

  18. Infelizmente o capitão ainda está pensando pequeno, fala tudo o que lhe vem à boca. Poderia ferrar com os cubanos e ficar com os seus médicos, era só dizer o que está dizendo depois do dia primeiro, aí não tinha mais volta. Infelizmente o capitão não está sabendo administrar os sentimentos, tempo para acertar as contas com os desafetos vai ter bastante. A pressa é inimiga da perfeição, capitão. Se liga, mano.

    • Em primeiro lugar, antonio carlos, Bolsonaro ainda não é presidente. O que ele disse que faria SERIA NO INÍCIO DO SEU MANDATO.
      A reação de Cuba é que foi intempestiva.
      Quer que eu desenhe?

  19. Amigos esse tema da um bom caldo!
    Vamos aos fatos:
    O programa é ilegal na sua formatação, foi feito para beneficio do governo cubano que explora seus médicos e ao mesmo tempo cria uma cortina de fumaça porque usa a nossa carencia de medicos e suas distorções.
    É obvio que, é verdade que se atende bem ou mal a necessidade dos medicos nas areas carentes, mas as prefeituras lucram, pois não investem na saúde, o PT recebe por fora.
    Por outro lado a retirada do governo cubano do programa mostra que era fajuto, o fato de Bolsonaro expressar o que todo mundo sabe é querer usa-lo como o bode expiatorio.
    Agora os petistas interpretam tudo isto negativamente, mas os apoiadores de Bolsonaro tem motivos para festejar o fim de uma farsa. Temos que cair na real, o Brasil tem que enfrentar o problema de frente e com responsabilidade e não com malabarismos ideológicos e mentiras.
    Quanto as dividas do BNDS, esta na cara que era fajuta toda a operação e quando abrirem a caixa preta saberemos a extensão do calote,
    simples assim

  20. A escravidão surgiu com esse tipo de argumento,
    Se um fiscal do Ministério do Trabalho encontra em uma propriedade rural um trabalhador comendo em baixo de uma árvore frondosa PORQUE QUER, multa o produtor rural por “trabalho escravo”.
    Quando o governo brasileiro empresta escravos de Cuba, ninguém reclama?
    Quem defende a dignidade humana PROPRIAMENTE DITA não pode aceitar a escravidão.

  21. Perfeita a avaliação do Dr. J. A. Belem. Seria avalizar um peocesso de escravidão, continuar com essa palhaçada de mais meRdicos cubanos. A tão cantada e decantada medicina cubana não passa de um caô comunista, como tudo que é comunista. Agora ficaremos conhecendo as lambanças dos meRdicos cubanos desse programa, como, por ex., aquele evento em que o ‘profissional caribenho’ entupiu o paciente brasuca de antibiótico com uma dose que seria mais indicada para Elefante.
    Outrossim, esse dinheiro está indo pra Cuba, mas o pagamento pelo porto de Mariel é só pra brasileiro otário ver. Não só não estavam pagando como inda recebiam doações do Nine e da Anta para ‘investir em alimentos’. Depois enviariam para o Brasil os rendimentos destes investimentos: aquilo que desce pela descarga depois da digestão dos alimentos! Precisa desenhar?

    O Maradona foi a Cuba acreditando no milagre da meRdicina cubana para que se livrasse da vontade de cheirar. Deu com o burro n’água! Saiu cheirando mauito mais e sem a baba investida no “tratamento”.
    Cuba não tem nada a oferecer a país nenhum. Investir em Cuba só serva pra… Cuba!

  22. Espero que o governo Jair Bolsonaro investigue o mega propinoduto abastecido com nossos impostos para ajudar a sanguinária ditadura Cubana, e leve às barras dos Tribunais, Lula, Dilma & Cia.

    E de quebra rompa relações com a ilha do inferno, onde todo comunista visita, adora e elogia, mas não quer morar lá, obviamente.

  23. Antonio (é uma decpção um analfabeto político raivoso como este boçal dizer o que diz e ainda não sabe somar, multiplicar e subtrair, ter o mesmo nome meu). Vai ser jumento assim no inferno. O “capitão do mato” mandou abrir a caixa preta do BENDS. Fica com um caderno e um lápis na mão para tomar nota da verdade.

  24. Concordo plenamente com Bolsonaro. O caso cubano é uma questão de ter ou não valores éticos e morais. Bolsonaro mostrou que tem, o mesmo não se pode dizer de Carlos Newton. Nem tudo significa dinheiro.

  25. Você apoia charlatanismo (muitos cubanos não são médicos), escravidão (75% do dinheiro deles é confiscado pela ditadura) e manutenção de reféns (os familiares são mantidos como reféns pela ditadura, para evitar que os médicos desertem)? O Brasil formará cerca de 25.000 médicos em 2018. Em menos de 6 meses, supre a saída dos médicos escravizados pela ditadura cubana. E, se quiserem rapidez na reposição, basta dar melhores salários e vantagens para os médicos que queiram se dirigir para as regiões mais carentes. Não vão faltar médicos de verdade. E o dinheiro pago a esses médicos ficará no Brasil.

  26. Com todo o respeito CM, achar q Cuba pagaria a sua vida referente ao Porto, com o mais médico, é muita ingenuidade. É claro, que Cuba daria um calote. É obvio q esse Porto foi um presentinho da Dilma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *