Bolsonaro formaliza general Eduardo Pazuello como ministro interino da Saúde

Nomeação ocorre quase 20 dias após saída de Nelson Teich

Daniel Gullino
O Globo

O presidente Jair Bolsonaro formalizou no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, dia 3, o nome do general Eduardo Pazuello para exercer, interinamente, o cargo de ministro de Estado da Saúde. O decreto que nomeia Pazuello ministro interino também exonera o general do cargo anterior na pasta, o de secretário executivo.

A confirmação de Pazuello no posto ocorre 19 dias depois da saída do então ministro, Nelson Teich, do governo. Na prática, o general já estava no comando da Saúde desde o dia 15 de maio e, nas palavras do presidente Bolsonaro, “vai ficar por muito tempo” no cargo.

SEM MUDANÇAS – A declaração de Bolsonaro foi feita para um grupo de funcionárias do sistema de coleta de lixo que trabalhavam nas proximidades do Palácio da Alvorada no último dia 20 de maio. “Ele (Eduardo Pazuello) vai ficar por muito tempo, esse que está lá. Isso aí não vou mudar, não. Ele é bom gestor e vai ter uma equipe boa de médicos abaixo dele”, declarou Bolsonaro na ocasião.

Desde o mês passado, no entanto, cargos estratégicos do ministério vêm sendo ocupados por militares. A primeira nomeação de destaque foi a próprio Pazuello, e segundo o Estadão apurou, cerca de 40 postos do ministério deverão ser entregues a militares. Desses, 20 já foram preenchidos.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG 
É evidente que Pazuello atende aos interesses de Bolsonaro que, após promover a saída de dois ministros da pasta em plena pandemia e em tão pouco tempo, poderá contar que o general não irá se “sobrepor” aos seus desejos e a sua interferência. A articulação é clara. Será o interino de longo prazo. (Marcelo Copelli)

8 thoughts on “Bolsonaro formaliza general Eduardo Pazuello como ministro interino da Saúde

  1. É isso aí … quanto mais milico no governo, melhor para o povo … os corruptos promovidos pelos petistas, para cargos de mando na estrutura do estado devem ser defenestrados, todos eles indistintamente … exigimos uma limpeza ampla, geral e irrestrita

    • POLICARPO A NA DITADURA DE 64 A 85 A CORRUPÇÃO CANTOU ALTO A DITADURA PRODUZIU ENTRE OUTROS :MALUF ACM SARNEY DELFIN FORA TRANSAMAZONICA PONTE RIO NITEROI,USINA DE ANGRA COM A ODEBRECHT,ESTES SÃO OS MILITARES HONESTOS E NÃO ESTOU FALANDO DE COMPRAS E LICITACOES NAS ESTRUTURAS DO PODER.

  2. É um governo sem rumo. Enquanto isso, maus militares mercenários vão embarcando nele em busca de apenas mais dinheiro no fim do mês, conforme tem sido amplamente falado nesta Tribuna.

    Nas últimas 24 horas ocorreram 1.349 mortes por Covid-19 no país, e o governo atrasou a divulgação para ESCAPAR do Jornal Nacional.

    Em pouco tempo Bolsonaro já se tornou PIOR do que Lula e Dilma, bandidos contumazes da quadrilha lulopetista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *