Bolsonaro, Marina Silva, Ciro Gomes e Alvaro Dias, os únicos que têm chances

Resultado de imagem para Bolsonaro, Marina Silva, Ciro Gomes e Alvaro Dias

Dos cinco favoritos, apenas Alckmin aparece em baixa

Pedro do Coutto

Pesquisa do Instituto MDA, encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes, revela que se as eleições presidenciais fossem agora, o primeiro turno terminaria com Jair Bolsonaro na frente, seguido de Marina Silva e Ciro Gomes. Reportagem de Fabio Muralkawa, Raphael Di Cunto e Fernando Exman, edição de ontem do Valor, mostra que a pesquisa se desenrolou em dois estágios: o primeiro incluindo a candidatura de Lula; o segundo sem o ex-presidente no páreo.

O MDA traçou uma comparação entre os números de março e maio. No cenário sem Lula 29% votariam em branco ou anulariam o voto. Os eleitores indecisos somariam 16%. Verifica-se assim que o espaço vazio está predominando junto ao eleitorado. Inclusive nenhum candidato conseguiu chegar ao patamar de 29 pontos.

ALCKMIN CAI –  Jair Bolsonaro lidera com 18,3% seguido de Marina Silva com 11,2 e Ciro Gomes com 9%. Em quarto lugar o ex-governador Geraldo Alckmin com apenas 5,3% das intenções de voto. Comparando-se os números de hoje com os de março, verifica-se serem poucas as alterações. Menos as de Geraldo Alckmin que na comparação cai de 9,6 para 5,3%.

Assim, o segundo turno reuniria Bolsonaro contra Marina Silva ou Ciro Gomes. Impressiona a soma dos que desejam votar hoje em branco ou anular com o índice de indecisos, no cenário sem Lula. Esses dois números somados alcançam 45% ou seja quase a metade do número de votantes. Existe assim um amplo cenário vazio a ser disputado. Se Lula fosse candidato, o percentual dos que votariam em branco ou anulariam cairia para 18% enquanto os indecisos desceriam para 8,7%.

SEM CHANCE – Apesar do cenário que não desperta entusiasmo, é possível perceber que os demais pré-candidatos não têm possibilidade alguma, uma vez que seus percentuais oscilam entre 1 a 2%. Portanto, a meu ver, não vão decolar. Somente o senador Álvaro Dias alcança 3% e ainda tem chance.

Em matéria de rejeição, assinala o MDA, o presidente Michel Temer aparece com 87,8%. Se ele apoiar alguém, o seu candidato sofrerá um efeito negativo. Por falar em efeito negativo, o ex-ministro Henrique Meirelles aparece somente com 0,5% das intenções de votos. Abaixo dele, para citar um exemplo isolado aparece Rodrigo Maia com 0,2%.

Se Lula pudesse ser candidato, registraria 32,4 pontos. Entretanto, sua rejeição atinge 51% dos eleitores e eleitoras. Se ele não disputar, os candidatos Marina Silva e Ciro Gomes estão se mobilizando para obter o apoio  das correntes petistas.

SEM CHANCES – Fora daí não existe, na minha opinião qualquer outro nome capaz de figurar entre os que lideram hoje os números do MDA-CNT. Por enquanto, é isso.

É verdade que o horário eleitoral da televisão ainda não começou. Quando começar, dia 31 de agosto, poderá surgir uma imagem mais nítida focalizando a estrada que vai das urnas ao Palácio do Planalto.

3 thoughts on “Bolsonaro, Marina Silva, Ciro Gomes e Alvaro Dias, os únicos que têm chances

  1. Bom Dia Pedro do Coutto,

    Entendo que Marina Silva é citada nas pesquisas muito mais pelo seu passado do que pelo presente. É um nome que simplesmente não existe na mídia. Certamente ela só é lembrada porque não é citada nos escândalos da Lava-Jato. Sem tempo de rádio e tv e numa situação muito diferente de 2014, suscita dúvidas se sua candidatura irá se concretizar.

  2. O grande e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO, um dos maiores conhecedores de Pesquisa de intenção de Votos no Brasil, se não o maior, traça um quadro perfeito da situação Política atual.
    Mas o quadro atual, está ainda totalmente incompleto.

    As Forças Políticas Nacionais-Desenvolvimentistas, que buscam aumentar nossa Soberania Política, nossa Independência Econômica e Justiça Social, já tem Candidatos;
    CIRO GOMES (60) PDT; JAIR BOLSONARO (63) PSL; o PT que embora com o Presidente LULA, (72) preso e embargado, apesar de todos os “Mal-Feitos”, representa essa Linha Política Nacional-Desenvolvimentista, daí a sua força Politica apesar de tudo.
    Esses Candidatos, com algumas variantes, querem o ESTADO como inteligente indutor da Economia, uso do Planejamento Econômico e o Mercado Interno como motor principal do seu crescimento. Buscam a re-Industrialização e a criação de uma Burguesia Industrial-Comercial NACIONAL que seja predominante.

    Já as Forças Políticas Liberais Laissez-Faire, que representam o Capital Internacional atuante no Brasil (Multi-Nacionais), associadas a parte do Capital Nacional, que tem como grande Porta-Voz a Rede Globo, que defendem o Desenvolvimento chamado Associado ( Capital Nacional e Capital Internacional) não se importando se a predominância seja do Capital Internacional, buscam um Estado Mínimo, etc, essas Forças Políticas que são muito poderosas, ainda não apresentaram o seu Candidato.
    O ideal seria o Ministro da Fazenda Sr. HENRIQUE MEIRELLES, (72), a meu ver, o melhor Administrador do Brasil, mas que trabalha com o Modelo Econômico pior (Desenvolvimento Associado ao Capital Internacional, não se importando que o Capital Internacional se torne predominante, como já quase é), e que não tem muito Carisma Político; depois o sólido Governador GERALDO ALCKMIN (65), também sem grande Carisma Político; o Empresário JOÃO DÓRIA (60), que comunica muito bem e tem muito mais Carisma Político, mas é “mais moderno” na estrutura Partidária, talvez o Juiz Dr. SÉRGIO MORO (45), um outsider, etc, enfim esse Candidato ainda não apareceu, mas aparecerá até Agosto.

    É lógico que não existe Modelos Puros, tanto o Nacional-Desenvolvimentismo Industrializante tem que admitir o Capital Internacional, como o Modelo Associado ao Capital Internacional tem que admitir certa dose de Nacional-Desenvolvimentismo Industrializante. A questão é de PREDOMINÂNCIA, de um ou de outro.

    O certo é que nenhum País saiu do sub-Desenvolvimento até hoje, sem a formação de uma PREDOMINANTE Burguesia Industrial-Comercial NACIONAL.

    Lembremos de pagar Mensalidade de R$ 20 para que nosso Editor/Moderador perceba que somos reconhecidos pelo seu diuturno TRABALHO (24 X 7).

    CEF – Lotéricas
    Ag. 0211…………..CC 323-4

    Banco ITAÚ
    Ag. 6136………….CC 12318-6

    Muito Obrigado.

Deixe uma resposta para Flávio José Bortolotto Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *