Ao sair do PSL, Bolsonaro foge do fracasso na eleição municipal e preserva a reeleição

Há muita semelhança nos fenômenos de Collor e de Bolsonato

Carlos Newton

A briga entre Jair Bolsonaro e o deputado Luciano Bivar, presidente de seu partido, o PSL, parece inexplicável e logo começam a aparecer teorias conspiratórias. A primeira delas é sobre a situação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio. Embora já tenha sido indiciado pela Polícia Federal e denunciado pela Promotoria de Minas Gerais no caso das candidaturas-laranjas do PSL, continua mantido no cargo pelo chefe de governo. Por quê? Na tese conspiratória,  a explicação é de que uma parte do dinheiro das laranjas teria sido repassada à campanha de Bolsonaro.

Mas há controvérsias e o ex-ministro Gustavo Bebianno, que presidia o PSL na época da campanha, tem visão mais prática. Ele não acredita em desvio de recursos, porque praticamente não havia dinheiro.

OUTRA VERSÃO – Mas a teoria conspiratória insiste em que Bebianno não se mostrou confiável a Bolsonaro, que preferiu livrar-se logo dele, que nem mexia com dinheiro, e optou por prestigiar o ministro do Turismo, o único que controlava as finanças do Diretório mineiro e efetivamente tinha condições de desviar recursos de campanha.

O único fato concreto é que o ministro do Turismo é muito estranho. Até o nome é falso. Na verdade ele se chama Marcelo Henrique Teixeira Dias. Sempre que é entrevistado, repete a mesma coisa – diz que não deixará o cargo e não tem medo de ser processado. Bolsonaro ainda o suporta, mas mudou a agenda nesta quarta-feira para deixar de recebê-lo no Planalto.

No meio da confusão, causou surpresa Bolsonaro ter orientado um pré-candidato pelo PSL em Recife (PE) a “esquecer” o partido. O presidente pediu ainda que o apoiador não divulgasse um vídeo no qual citava Bivar, dizendo que o dirigente do partido está “queimado”. “Esquece o PSL, tá oquei? Esquece”, disse Bolsonaro.

JÁ ESTÁ FORA… – Bivar reagiu com firmeza e disse que o presidente está fora do partido. “A fala dele foi terminal, ele já está afastado. Não disse para esquecer o partido? Está esquecido”.  O presidente do PSL afirmou também que, se Bolsonaro sair do PSL oficialmente, “não muda nada” para o partido no apoio a medidas para viabilizar a retomada da economia e o combate à corrupção.

Mas é tudo conversa fiada. Na verdade, a saída do presidente muda tudo. O PSL não existe como partido político, é apenas um ajuntamento de pessoas que se beneficiaram ao pegar uma carona no fenômeno Bolsonaro e se elegeram numa situação realmente atípica.

Se o presidente sair, a tendência é de progressivo esvaziamento, embora o PSL seja hoje o partido com maiores recursos: pois saiu de um financiamento público de R$ 17,5 milhões em 2018 (Fundo Eleitoral e Partidário) para uma projeção de R$ 480 milhões em 2020, com  crescimento de 2.644%.

MAIS TEORIA – Por fim, há a teoria de que Bolsonaro sabe que o PSL não tem candidatos fortes para as eleições municipais e vai dar vexame em 2020.  Para fugir do fracasso e preservar suas chances de reeleição para o Planalto, o presidente teria preferido se afastar do partido, que não está obedecendo a seu filho Flávio Bolsonaro, agora arqui-inimigo do líder do PSL no Senado, Major Olimpio.

Na definição do analista político Lucas Álvares, Bolsonaro estaria repetindo Collor, que também ficou de fora da eleição municipal de 1990, por estar com a popularidade em baixa, devido ao confisco da poupança e à crise econômica, que fez sua popularidade desabar.

###
P.S. –
E não podemos esquecer Jânio Quadros. Sem dúvida, há muita similitude entre Jânio, Collor e Bolsonaro, que não conseguiram firmar uma base aliada no Congresso. Além disso, nenhum outro governo se compara aos três em matéria de esquisitices e teorias conspiratórias. (C.N.)

6 thoughts on “Ao sair do PSL, Bolsonaro foge do fracasso na eleição municipal e preserva a reeleição

  1. Nenhum destes tem ou tinha, interesse em resolver os problemas deste país, agora o trf autoriza Mivhel Temer fazer palestra no interior, quem quer escutar um golpista e corrupto, esta justiça deste país é uma ” BOSTA “, lamentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *