Brasil poderá ter, em 2021, o primeiro ano da História de mais mortes do que de nascimentos

Crédito: AFP

O número de óbitos está aumentando muito em abril

Vicente Nunes
Correio Braziliense

A velocidade com que o novo coronavírus está matando no Brasil pode levar o país a registrar, em 2021, o primeiro ano da História em que o número de mortes superou o de nascimentos. O alerta é feito pelo médico Miguel Nicolelis, em artigo publicado no Correio Braziliense.

Ele diz que, desde o início do ano, a diferença entre nascimentos e mortes vem caindo no país. Em fevereiro, por exemplo, foram registrados 200.034 nascimentos e 121.559 óbitos (por covid-19 e outras causas), resultando em uma diferença de 78.475 habitantes acrescentados à população.

AUMENTAM OS ÓBITOS – Em março, essa diferença caiu para 47.047 — foram 220.302 nascimentos e 173.255 mortes.

“Isso quer dizer que, se o número de mortes por covid-19 e outras causas continuar a subir, o Brasil pode viver o primeiro momento de sua História em que as mortes superaram os nascimentos de novos cidadãos. Tal tendência ilustra a magnitude profundamente épica do impacto da covid-19 no país”, assinala o médico.

Levantamento da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, aponta que, somente em abril, quase 100 mil brasileiros terão as vidas ceifadas pelo novo coronavírus. E o quadro tende a se agravar quanto mais tempo o governo demorar para pôr em prática um plano consistente de vacinação em massa.

PREVISÃO PARA ABRIL – Segundo o Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (IHME, na sigla em inglês), da Universidade de Washington, o Brasil registrará 95.794 mil mortes por covid-19 no mês de abril. Com isso, o país deve chegara 421.353 mortes no dia 30 de abril. Pelo levantamento, no pior dos cenários, o Brasil pode chegar a 422.074 mortes; no melhor, a 418.950 óbitos. Até agora, são mais de 325 mil vidas perdidas.

Para Nicolelis, “dentro deste festival de horrores”, existe o consenso nos meios científicos de que o Brasil precisa tomar três medidas urgentes para tentar conter a crise sanitária. Primeiro, um lockdown nacional. Segundo, reduzir o trânsito de pessoas em trens, ônibus e aviões. Terceiro, vacinar entre 2 milhões e 3 milhões de pessoas por dia. Nada disso, porém, está no radar até agora.

12 thoughts on “Brasil poderá ter, em 2021, o primeiro ano da História de mais mortes do que de nascimentos

  1. Vai compreender essa mídia nacional! -Quando Bolsonaro não atinge metas, ele é tachado de burro e incompetente. Se cumpre a meta com louvores, é pichado de genocida! Vai catar coquinho, Siô!

  2. Não seria somente o número de mortes que superaria o de nascimentos, pela primeira vez na História;
    mas, também, de forma inédita, trágica e aterradora, um presidente desta republiqueta seria responsável direto por uma boa parte dessas centenas de milhares de brasileiros imolados pelo Covid!!!

    Meio milhão de mortos até a metade do ano, conforme projeção e previsão, trata-se do caos absoluto que se abaterá sobre o Brasil:
    Saúde, segurança, educação, economia, desemprego, pobreza, miséria, milhões de pessoas pranteando familiares que morreram vítimas da pandemia … dificilmente poderemos nos reerguer nos próximos dez anos subsequentes.

    Agora, de modo que a situação se torne mais injusta CRIMINOSAMENTE contra o povo, enquanto milhões de pessoas não têm o que comer ou condições de comprar alimentos, as castas do Judiciário e Legislativo continuarão com seus salários milionários, regalias, mordomias, privilégios, planos de saúde até a terceira geração, o parlamento esbanjando e jogando fora BILHÕES DE REAIS em despesas pessoais e na saúde dos parlamentares!

    O caos não será apenas ocasionado pela pandemia, mas também pelos poderes constituídos, que se constituíram donos da vida do cidadão brasileiro!

    Aviso aos navegantes:
    Quem for mesmo brasileiro que me siga!
    Não vou ficar esperando a morte chegar, mas não mesmo.
    ÀS ARMAS!!!

  3. Vamos unir este Brasil, Celso, e impedir mais essa tragédia sem precedentes, que seria morrer de fome, morrer pela pandemia, enquanto os poderes constituídos se lambuzam com o dinheiro dos desesperados!!!

    Mas não mesmo!!!

    Se eu tiver de morrer, vou fazer das tripas coração, mas levarei canalhas, corruptos, vagabundos, ladrões e traidores do país e do povo junto comigo!!!

    De graça é que não vai ser.

    Abração.

  4. Lockdown nacional esqueça, Zé Povim apanha e não respeita, é fácil fechar e trancar tudo com a despensa cheia do bom e melhor, vinhos, queijos e antepastos variados, veríamos a reação de seus defensores sem delivery e entregas de aplicativos, supermercados fechados, postos de gasolina idem, padarias, trancamento de todos os serviços essenciais, não aguentam duas semanas, com a barriga cheia é fácil, a turminha do fique em casa, a galera hipócrita que passou o natal, réveillon e carnaval em Fernando de Noronha e Trancoso, com seus aeroportos congestionados!

  5. esqueçam a politicagem e politiqueiros; a mãe gaia (Hipótese de Gaia — hipótese científica da Terra como ser vivo; Gaia (filosofia) — conceito filosófico relativo à sobrevivência da vida na Terra) não suporta 7,7 milhões de estupradores, desde questões ambientais, poderio e desvarios militares etc.

  6. Manchete Estadao: “Em jantar com empresários, Bolsonaro promete acelerar vacinação e ouve aplausos.”

    Ainda recebe aplausos depois de tudo o que causou…

  7. Não compreendo como as FFAA ainda não trocaram esse DEMENTE e colocaram um ser menos idiota para nos governar. Que pena que a covid não tenha feito o “atleta” morrer em MUITA agonia !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *