Com base no Datafolha, Joaquim Barbosa decola para uma campanha viável

Resultado de imagem para joaquim barbosa

Barbosa mostra que tem chances de se eleger

Pedro do Coutto

Foi o que aconteceu no final de semana e ontem, na segunda feira. O Datafolha de domingo, edição da Folha de São Paulo, colocou Joaquim Barbosa com boa penetração junto ao eleitorado. Ontem, reportagem de Maria Lima e Geralda Doca,  em O Globo, destacou o ex-presidente do STF como um fator de peso nas urnas de outubro. Este são os fatos, mas a decolagem efetiva vai depender do próprio Joaquim Barbosa apresentar-se como candidato escolhido pelo PSB. As duas matérias proporcionaram um rumo novo à campanha eleitoral e Joaquim Barbosa passa a ser uma alternativa na disputa pelo Palácio do Planalto.

Maria Lima e Geralda Doca comentam que Barbosa  apareceu na pesquisa do Datafolha à frente de Geraldo Alckmin e Ciro Gomes numa alternativa formulada para os quadros prováveis do embate e, portanto, do debate a ser travado até à chegada final nos dias 7 e 28 de outubro.

SEM CHANCES – O levantamento do Datafolha funcionou também para desestimular Henrique Meirelles, Flávio Rocha, Rodrigo Maia e Manoela D’Avila  em se colocar no panorama da sucessão. O mesmo se aplica a Paulo Rabelo de Castro, João Amoêdo etc. Mas esta é outra questão. O fato é que a manchete de página de O Globo sensibilizou parte pensante dos eleitores.

A base de Joaquim Barbosa foi estabelecida. O Globo fez com que ele decolasse. Era apenas uma distante promessa e passou a ser uma possibilidade. Ele traz consigo a batalha contra a corrupção, na linha que ele projetou no mensalão e Sérgio Moro seguiu no escândalo da Petrobrás.

GRANDE ELEITOR – Aliás, por falar em Sérgio Moro, pelo que se ouve nas ruas, o juiz federal pode se tornar o grande eleitor de 2018. Sua imagem é amplamente positiva e até sErve de exemplo de firmeza e integridade.

Com os episódios de domingo e segunda-feira, Joaquim Barbosa passa a ser procurado por seus correligionários do PSB e também de outros partidos que passaram a admitir aliança com ele. Agora o destino está traçado e o Datafolha mostrou a limitação de Jair Bolsonaro para o segundo turno. Nas simulações produzidas, ele perde para Marina Silva, Ciro Gomes e José Maria Alckmin. Alckmin, a 28 de outubro derrotaria Bolsonaro por 33 a 32. Faltou o Datafolha fazer a simulação entre Bolsonaro e Joaquim Barbosa. Mas o fato é que com o Datafolha e O Globo a estrada para o Planalto passou a ser mais movimentada.

DORIA E SKAF – Enquanto isso, em São Paulo, outra pesquisa do Datafolha, esta focalizando as eleições para o governo estadual, coloca João Doria e Paulo Skaf praticamente empatados. O ex-prefeito alcança 29 pontos e Skaf 31%.  O segundo turno em São Paulo parece restrito ao ex-prefeito da capital e ao presidente da Federação das Indústrias.

Luiz Marinho do PT, apoiado por Lula alcança apenas 7%. Fica atrás do novo governador Márcio França do PSB que se encontra com 8 pontos nas intenções de voto. O apoio de Lula não se fez sentir no lançamento de sua candidatura.

Coisas da política, que eternamente é marcada por contradições e ilusões.

A reportagem da Folha de São Paulo focalizado o quadro traçado pelo Datafolha é de autoria de Bruno Bogossian

 

13 thoughts on “Com base no Datafolha, Joaquim Barbosa decola para uma campanha viável

  1. Barbosa teve desempenho aquém do potencial, diz Presidente do PSB sobre pesquisa

    A pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (15) mostrou um desempenho abaixo do potencial que o PSB espera do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa na disputa presidencial. A avaliação é do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

    “Acho que o resultado foi aquém do potencial que de fato ele (Barbosa) tem. O que acontece com o ministro Joaquim é que muitas pessoas não lembram o nome. Quando você mostra a fotografia, a pessoa lembra”, afirmou Siqueira ao Broadcast Político.”

    Kkkkk. Ninguém lembra. Acho que nem seus ex-colegas de STF lembram, pois o homem não comparecia às sessões, não ia trabalhar. Tava sempre de licença! Será que vai fazer a mesma coisa caso vença as eleições?? Melhor ele apresentar logo o Vice, pois é este quem iria governar de fato.

    • E quem governaria seria o vice. Portanto é importante o partido dizer logo quem vai ser o vice, pois quem votar no Barbosão, na verdade estará elegendo o vice, presidente de fato.

  2. Barbosão é o melhor cabo eleitoral de Bolsonaro. Basta ver o elogio rasgado expressamente consignado em seu voto no mensalao:

    “Por outro lado, os líderes dos quatro partidos
    cujos principais parlamentares receberam recursos em
    espécie do Partido dos Trabalhadores orientaram suas
    bancadas a aprovar o projeto, que fora encaminhado pelo
    Governo (Apenso 81, vol. 1, fls. 131; vol. 107, fls.
    23.273-verso/23.274-verso).
    Somente o Sr. Jair Bolsonaro, do PTB, votou
    contra a aprovação da referida lei. Todos os demais
    votaram no sentido orientado pelo líder do Governo e do
    Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados.”

    Que outro parlamentar, na história do STF recebeu uma menção honrosa assim expressamente em um voto de um Ministro. Só o Bolsonaro! Barbosão não me deixa mentir!!!!

  3. Data folha admitindo que Bolsonaro está “tecnicamente”empatado com Marina, é sinal que o status quo do mecanismo está ruindo.
    Com certeza, lidera com folga…Aguardemos os debates.

  4. O grande e experiente Jornalista Político-Econômico Sr. PEDRO DO COUTTO, para nós o maior Especialista em Pesquisas Eleitorais as quais acompanha desde o final dos Anos 40´, sente o grande potencial de crescimento da Candidatura Dr. JOAQUIM BARBOSA (63) PSB.
    A nosso ver, ganhará quem além do Povão, conseguir o apoio forte da Classe Média, a que decide a parada.
    Com a sigla PSB (Partido Socialista Brasileiro) de grande tradição Ideológica, será muito bem aceito pelo Povão, e com um Programa de Governo de Centro-Direita tem grandes chances de conquistar boa parte da Classe Média.
    Vamos aguardar a Campanha.

  5. Essa pesquisa é fake news. Se Bolsonaro perde pra todo mundo no segundo turno, porque os comunistas/socialistas estariam desesperados tentando impedir a candidatura de Bolsonaro, no stf?

    Bolsonaro hoje tem uns 30% certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *