Como o partido Unio Brasil busca um candidato, Moro j mudou alvo, linguagem e estratgia

TRIBUNA DA INTERNET | Se participar da eleio, Srgio Moro far a Lava  Jato reviver na campanha eleitoral

Charge do Kacio (site Metrpoles)

Eliane Cantanhde
Estado

Praticamente todos os partidos, grandes, mdios e at pequenos, tm candidatos Presidncia em outubro, seja para valer, seja para esquentar a cadeira at o baile de fato comear. J o Unio Brasil, fuso de DEM e PSL, no lanou nenhum nome e passa a ser um partido disputado na eleio. Mas nada a ver com o velho partido, hein!

Com 81 deputados, os 52 do PSL e os 29 do DEM, o Unio Brasil tem a maior bancada da Cmara e R$ 1 bilho de fundo eleitoral e partidrio. Um dote e tanto para uma noiva indecisa que, neste momento, parece mirar Srgio Moro, do Podemos.

TERCEIRA VIA – Moro est em terceiro lugar nas pesquisas, mas sem atingir dois dgitos, e por enquanto candidato a ser a terceira via numa eleio polarizada entre o favorito Lula, do PT, e Jair Bolsonaro, do PL, que tem a vantagem de disputar a reeleio.

Assim, Moro fez uma guinada e tanto na campanha, no discurso e no alvo. A previso era de que ele mirasse Bolsonaro, para colher o eleitorado conservador desiludido com o presidente, enquanto fechava uma espcie de pacto com Joo Doria, do PSDB, e Luiz Henrique Mandetta, do ento DEM: o mais bem colocado nas pesquisas e com mais capacidade de chegar ao 2. turno levaria o apoio dos outros.

A realidade, no entanto, mais forte do que avaliaes e estratgias. E a realidade foi mostrando a consolidao de Lula na dianteira e a insistncia de Bolsonaro em dar tiro no p sozinho e em afugentar o eleitorado que conservador, mas no brucutu, negacionista ou absurdo. Logo, Moro trocou de alvo e de linguagem.

PRAGMATISMO – Quando Lula o chamou de canalha, Srgio Moro devolveu: Canalha quem roubou o povo brasileiro. E o ex-juiz engrenou: Deveria estar preso. Poderia ser s um rompante, mas pragmatismo.

Moro v que sua chance bater de frente com Lula e tirar de Bolsonaro a condio de grande adversrio do petista no segundo turno.

Alm dos bolsonaristas arrependidos, quer atrair os antipetistas de todas as cores.

RACHAS EM SRIE As crescentes divises do bolsonarismo contribuem para a estratgia: os ex-ministros Abraham Weintraub e Ernesto Araujo atacando o Centro, Eduardo Bolsonaro e Fbio Faria tomando as dores, Damares Alves disputando vaga ao Senado com Janaina Paschoal. E esses rachas se refletem no prprio Unio Brasil.

De outro lado, uma aliana de Lula com Geraldo Alckmin atrapalha Moro, assim como a determinao de Doria. Alckmin o m de Lula para atrair o centro e a direita equilibrada e Doria quer ser o candidato desse centro e dessa direita.

Quanto mais todos racham, mais Lula trabalha pela unio e o Unio Brasil exercita a pacincia, para escolher o noivo certo, na hora certa.

4 thoughts on “Como o partido Unio Brasil busca um candidato, Moro j mudou alvo, linguagem e estratgia

  1. At o olho mais rtilo como o de Cames conseguiria ver a legio de eleitores desiludidos com o conservador Bolsonaro em suas andanas pelas plagas macunamicas; J o Demiurgo de Garanhuns no tem esse problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.