Contestado pelas ações e pelas palavras de Bolsonaro, Queiroga deve se demitir imediatamente  

Bolsonaro incita população a não seguir recomendações de Queiroga

Pedro do Coutto
 
O presidente Jair Bolsonaro vem assumindo posições e feito afirmações extremamente opostas às recomendações do ministro Marcelo Queiroga para combater a pandemia da Covid-19 que apresenta índices diários muito altos de novas contaminações.

 De quinta para sexta-feira foram 89 mil infectados pelo coronavírus, resultado em grande parte das aglomerações de pessoas, da falta do uso de máscara e do desrespeito em relação à necessidade de distanciamento.

MAU EXEMPLO – Matéria de Bruno Góes e Fernanda Trisotto, O Globo de ontem, revela que, em transmissão pelo sistema da internet, Bolsonaro afirmou que ainda não sabe se tomará a vacina e que vai esperar até o último brasileiro ser vacinado para então decidir o que fará. Tal afirmação, evidentemente, se reflete na população, fazendo com que uma parcela não siga as recomendações do ministro Marcelo Queiroga que colocou a vacinação e o uso da máscara como pontos fundamentais para combater e frear os efeitos da pandemia.

 Em artigo publicado na sexta-feira pela Folha de São Paulo, Ruy Castro destaca que Bolsonaro não leva em conta a opinião de qualquer ministro civil, incluindo Queiroga, cujo constrangimento é muito grande levando-se em consideração que as palavras do presidente da República o deixam muito mal, sobretudo diante das classes dos médicos e cientistas.

DEMISSÃO – Marcelo Queiroga não tem outro caminho, a meu ver, a não ser o de entregar imediatamente o cargo de titular da Saúde. Como se constata, nenhum ministro acerta trabalhar com Bolsonaro na pasta.  

Além dessa contradição, O Globo revela, com base em dados do SUS, que até o final de março o governo tinha previsto a entrega de 46 milhões de vacinas, entretanto só distribuiu 20 milhões para os estados. Queiroga chegou a anunciar que pretendia alcançar o ritmo de vacinação na base de 1 milhão de pessoas por dia. Difícil chegar a tal montante sem que o governo distribua um número desejado para vacinação em massa.

MERCADO DE TRABALHO – No espaço de O Globo que ocupa às sextas-feiras, Flávia Oliveira chama a atenção para um ponto muito importante a respeito do mercado de trabalho brasileiro. Da mão de obra ativa de 100 milhões de pessoas, apenas 29,7 milhões são empregados com carteira assinada. Portanto, tanto eles quanto seus empregadores contribuem para o INSS.

Os empregadores contribuem para o FGTS na base de 8% sobre os salários. Como se vê, a informalidade está se expandindo veloz e largamente. E a informalidade não produz receitas nem para a Previdência Social, nem para o Fundo de Garantia. O governo quando pensa, digo eu, em promover demissões voluntárias, não leva em conta que para cada trabalhador ou trabalhadora que sai do universo formal, diminuiu a arrecadação do próprio governo.

ALUGUÉIS DISPARAM  – Em reportagem publicada na Folha de São Paulo de quarta-feira, Fernanda Brigatti expõe a fortíssima subida do IGPM no período entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021. Somente em 12 meses, o índice calculado pela FGV avançou 31,1%, criando uma situação de verdadeiro alarme social.

Isso porque o IGPM, de acordo com a lei, corrige os aluguéis residenciais. Os locatários assim se encontram numa onda que ao mesmo tempo corrige os aluguéis e congela os salários.

PLANOS DE SAÚDE – Camila Tortelli, no Estado de São Paulo de quinta-feira, publica reportagem informando que o presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira, tornou oficial a verba de R$ 135 mil para cobrir os gastos de saúde dos deputados. Parece incrível, mas é fato que, enquanto sobem os remédios e as consultas médicas para pelo menos 80% da população brasileira, cada deputado vai receber R$ 135 mil para as despesas com saúde.

As despesas tanto podem ser para compras de remédios, como para consultas e até procedimentos cirúrgicos. Os assalariados brasileiros recebem um tratamento muito diferente. Os preços dos remédios poderão subir até 10% a partir deste mês de abril, mais um fator para tornar sufocante o quadro social do país.

SONY E SOM LIVRE – O próprio O Globo publicou com destaque o fato da Sony Music e a Som Livre, empresa independente de música, da Globo Comunicação e Participações S.A, terem fechado acordo para transferir a propriedade para empresa internacional. Há alguma coisa crítica no universo financeiro liderado pelo jornal O Globo, pela TV Globo, pela Globo News e outras empresas de Comunicação.  

Vale acentuar inclusive que a TV Globo já tornou pública que não renovará com o apresentador Faustão, cujo contrato termina no fim de dezembro deste ano. Tem-se a impressão de que Fausto Silva, a partir de 2022, estará no SBT, segundo informações que circulam.

Aliás, no programa do último domingo, Faustão recebeu o ator Otaviano Costa e a atriz Flávia Alessandra. O casal está obtendo sucesso na área comercial ao fazer a propaganda do supermercado Mundial. Na ocasião, Otaviano Costa disse no ar ser muito grato a Faustão pelo apoio recebido no início da carreira e que irá para onde Faustão for, se assim conseguir. O programa que é um sucesso na Globo ajusta-se ao estilo da programação da emissora de Sílvio Santos.

ENTREVISTA DE LULA –  Entrevistado pela Band News, Lula afirmou que não assinou o manifesto em defesa da democracia divulgado na quarta-feira porque não foi procurado e lamentou o fato, como também lamentou a falta de apoio nas eleições de 2018 para Fernando Haddad, inclusive de Ciro Gomes, que resolveu após o 1º turno viajar para Paris. Lula acentuou que Bolsonaro deveria parar de falar apenas com os seus militantes e passar a se dirigir com responsabilidade aos 210 milhões de brasileiros.  

A candidatura de Lula se fortaleceu a partir do momento em que foi beneficiado pela decisão da 2ª Turma do STF que anulou as condenações impostas ao ex-presidente por Sergio Moro.  A respeito da situação eleitoral de Lula, a jornalista Cristina Serra publicou artigo semana passada na Folha de São Paulo criticando o ministro Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, estranhando a mudança de voto da ministra Cármen Lúcia que foi decisiva para o desfecho contra a sentença relativa ao triplex do Guarujá.

EXPECTATIVA – Peço, entretanto, atenção para um ponto essencial da questão: o relatório do ministro Edson Fachin remetido ao pleno do STF, abrangendo assim os 11 ministros. A decisão de Cármen Lúcia pode tornar possível a confirmação pelos 11 ministros da Corte Suprema. Vale acentuar que o ministro Dias Toffoli, nomeado por Lula, deve dirigir seu voto em favor do ex-presidente, sobretudo porque existe uma forte expectativa de que Lula retorne ao poder.

Luiz Inácio Lula da Silva possui a maior parcela dos votos do país, tendo transferido 43% do eleitorado para Fernando Haddad. Bolsonaro venceu por 57% a 43%, mas a realidade era outra muito diversa da atual.  

18 thoughts on “Contestado pelas ações e pelas palavras de Bolsonaro, Queiroga deve se demitir imediatamente  

  1. O Boçalnato é tão confuso e reage tão mal aos que dele discordam que desconfio que é autista ! Pelas suas ações e declarações, suponho que deseja que TODA A POPULAÇÃO do Brasil morra ! Aí, será seu fim, porque não terá mais país para governar.

      • Desconfio que o bozó está mais para bipolar do que autista. Mas também apenas um maluco sem noção de nada. A confirmar com o dr. Ednei…

        • Prezado ricardo miguel, aqui está o diagnóstico psiquiátrico de Jair Bostonaro, que já publiquei na TI no dia de ontem. Atendendo a seu pedido, republico o diagnóstico abaixo, com todas as linhas:

          QUAIS OS SINTOMAS DA PSICOPATIA OU DA BOLSONAROPATIA ?

          Primeiramente, é importante ressaltar que somente os maiores de 18 anos podem ser diagnosticados na psicopatia, ou Bolsonaropatia, mas os sintomas começam a aparecer desde cedo. Vejamos os sintomas mais frequentes e recorrentes:

          – Muita dificuldade em seguir e respeitar as normas de algum lugar, e essa característica se torna muito aparente na contínua prática de crimes;

          – Os psicopatas ou Bolsonaropatas têm práticas reiteradas relacionadas à mentira, sempre utilizam de artifícios para enganar ou tirar vantagem, proveito das situações. Inclusive, a mentira é tão natural que chegam a nem perceber as vezes que estão mentindo, então para ele quem vence é o melhor;

          – A comunicação em si é muito boa, o Bolsonaropata consegue enganar com muita facilidade e se passa por outra pessoa sem nenhum problema. Porém, as relações não são nada proveitosas nem duradouras;

          – A autoestima e o ego são muito elevados, sempre se acham os melhores e não permitem um diálogo para discussão,porque acha que é o dono da razão. Sempre acha que os outros estão na mão dele e ele tem controle de toda a situação;

          – A adrenalina é a força motriz para esse indivíduo. Ficar parado ou sem fazer nada não preenche a vida dele, mesmo no trabalho, se ele ocupar um cargo em que as atividades sejam paradas ou monótonas, ele não vai ficar ali.

          – As reações do psicopata ou Bolsonaropata são as mais impulsivas possíveis. Se ele se sentir ameaçado, a reação com certeza vai ser em dobro do que ele achou ser um “ataque”.

          É possível mudar a mente de um psicopata ou Bolsonaropata?

          – A culpa nunca é um problema para o psicopata ou Bolsonaropata. Onde esse indivíduo estiver, ele vai conseguir deixar alguém mal com suas atitudes, mas ele nunca vai se sentir culpado por isso, justamente porque ele não tem sentimentos ou nenhum tipo de emoção. O que ele tiver que fazer, ele vai fazer, independentemente de quem saia ferido;

          – O psicopata ou Bolsonaropata não tem nenhum tipo de compromisso com as pessoas, sempre sendo uma pessoa instável e nada confiável. Quem sofre realmente é a família ou pessoas mais próximas que sempre vão acreditar na mudança e melhora, o que, na verdade, nunca acontece. É sempre falso com os que se acham dele um amigo, e os descarta sem pudor quando contrariam seus interesses. Só é solidário à sua família nuclear, especialmente com seus filhos. O distúrbio é inato, irremovível, e não há tratamento médico ou psicológico para este tipo de indivíduo.

      • O perfil de Bolsonaro bate 100% com Sociopata.
        Tenho um irmão Autista. Para me contrapor a ele, comprei um instrumento e virei Baixista e Artista também.

  2. De nada adianta trocar o ministro da Saúde quando o chefe dele, o mito continua torpedeando o trabalho do ministério. Diferentemente do vice-presidente que foi vacinado, este mito imbecil insiste em por em causa o valor da vacina, desencorajando muita gente a fazê-lo também. Vivemos realmente tempos de muito obscurantismo neste país que tem tudo para dar certo, mas que não dá.

  3. Parabéns jornalista Pedro do Couto, pela sua análise geral do quadro atual da política nacional. Comentar seus artigos vai ficando mais difícil, mas, vou tentar.

    O presidente quer um ministro da Saúde, cópia fiel do general Pesadelo Pazuello, na qual ele manda e o subordinado obedece. Não importa quão absurda seja a ordem, têm que obedecer, senão ele frita até assar. O episódio da cardiologista, que candidata ao cargo, foi ao Planalto ser entrevistada, pelo presidente e o Pazuello, os dois protagonizaram cenas explícitas de machismo exacerbado. Então, se era para descartar, por que convidar? Ninguém se lembra mais disso.

    Quanto a matéria de Ruy Castro, chance Zero do presidente mudar. Ele continuará sendo contra o distanciamento social, máscaras, gel para as mãos e vacinas. O que ele realmente quer é o uso indiscriminado do Kit Covid, o tal do tratamento precoce, que não resolve nada e ainda causa complicações colaterais.

    O mercado de trabalho já estava precário antes do advento da Pandemia, evidente que 1 ano depois, piorou e muito. Reflexos no FGTS e no INSS, ninguém no governo se importa com isso. É de sabença, que Guedes quer acabar com o INSS e criar a Capitalização, modelo chileno. FGTS, eles crêem, que onera a Folha Salarial dos empresários, portanto, vão destruir esse Fundo do Trabalhador, caso sejam reeleitos em 2022.

    Não só os alugueis, tudo está disparando. Os salários dos trabalhadores estão congelados, por isso o perigo da recessão e do aumento dos juros e a volta do overnight. Quanto ao Plano de Saúde dos parlamentares, isso é intocável. Eles não adimitem nenhum retrocesso em seus privilégios.

    O Sistema Globo está perdendo força, como reflexo da caótica política econômica e também pela redução dos anunciantes. Se repete o processo da falência do sistema dos Diários Associados ( Rede Tupi) e do Correio da Manhã, que destruíram economicamente esses conglomerados. Ação efetuada pelos militares, que também destruíram a empresa de aviação PANAIR do Brasil. Lutar contra o Poder, sempre foi um perigo. Está chegando a vez do Grupo Globo.

    O PT é um Partido Individualista. Qualquer coalizão implica ter um membro do Partido de Lula como cabeça de chapa. Difícil ir em frente, uma coalizão de centro direita, com tantas cabeças coroadas, que apostaram em Bolsonaro e agora posam de viúvas arrependidas. Não acredito em nenhum desses calhordas, que só pensam em suas carreiras, a semelhança do clã Bolsonaro. Trata-se do mais do mesmo.
    Carmen Lúcia, foi excrachada, xingada e vilipendiada pelos Procuradores de Curitiba, nas conversas vazadas pelo Intercept. Qualquer pessoa ou juiz nesse mundo, mudaria duas convicções diante de tamanho disparate. Ponham- se no lugar da ministra Carmem Lúcia? Fariam diferente os críticos da Ministra do STF, caso se encontrassem na mesma situação? Acho difícil, que dessem a outra face para bater.

    Creio, que não são favas contadas, a decisão favorável a Lula no Plenário do Supremo. O ministro Nunes Marques é voto contra Lula, exprimindo o desejo de Bolsonaro. Barroso, Fachin e Luiz Fux, também votarão contra Lula. Os votos decisivos serão de Alexandre de Moraes e Rosa Weber. Por enquanto são uma incógnita. A conferir.

  4. Aposto que o Bozo, o Coiso, o Imbecil, tá brincando com o povo de primeiro de abril. Ele certamente já tomou a vacina – ele e os seus pombinhos, na moita, quietinhos. Para os verdis-amarelus, que carregam as cores da nação nas vestes, ele é um herói-cafajeste metido a machão.

  5. Aos mentores e mercenários encarregados do desmantelamento das nações:
    “Desmoralização”
    “Uma das armas mais eficazes que o Maligno usa contra uma população é a desmoralização. Os Illuminati amam A Arte da Guerra, de Sun Tzu, que foi supostamente escrito por um estrategista militar chinês, por volta de 400 AC. Referindo-se ao poder da desmoralização, o sábio comentou: “Portanto, lutar e vencer todas as batalhas não é a suprema excelência; a suprema excelência consiste em quebrar a resistência do inimigo sem lutar.” Se for possível convencer a população de um país que a causa deles já está perdida, talvez eles nem queiram se incomodar em lutar. Deste modo, um pequeno exército pode tomar o controle, apesar da reduzida possibilidade que, de outra forma, ele teria de vencer.

    A propaganda tenebrosa que a mídia está apresentando continuamente a respeito do assim chamado Coronavírus está solapando a moral de todos na Europa e nas Américas. Como Sun Tzu disse: “A guerra toda baseia-se em engodos”. A propaganda é quase totalmente um exercício de enganação, de fazer a audiência-alvo acreditar naquilo que você quer que ela acredite — sem que ela perceba isso. Até quando as pessoas suspeitam que nem tudo que está sendo dito para elas é necessariamente verdadeiro, o comportamento delas ainda assim é condicionado pela mensagem. A propaganda alcança resultados por que nossa mente responde de forma subconsciente à qualquer mensagem que seja repetida infindáveis vezes. No dois últimos meses, a mídia na Europa e nas Américas está enviando uma série de mensagens poderosas a centenas de milhões de espectadores e ouvintes, que absorvem tudo isto em um estado mental passivo.

    Basicamente, estas mensagens dizem que a sociedade e a economia ruirão se a população não obedecer aos seus respectivos governos. Se elas ficarem em casa e se esconderem debaixo da cama, a grande ameaça irá passar. Assim, as pessoas fazem aquilo que seus políticos dizem — permanecem em casa e se escondem debaixo da cama. Talvez o inimigo invisível as deixem em paz e se mova para a casa vizinha.

    Tal é o poder do medo. Por que lutar para colocar correntes em uma pessoa quando ela própria, em seu estado de medo, pode fazer isso em si mesma?”

    • Então, você vá para às ruas e se exponha com sua coragem exposta e correr o risco de ser entubado?
      Ora, se a população cumprisse o protocolo do distanciamento, usassem máscaras e higienização das mãos, já teríamos derrotado a Covid. Deram ouvidos a lunáticos e agora temos que chorar mais de 300 mil vidas perdidas.
      Não entendo esse tipo de discurso anti ciência.
      Que loucura.
      !

    • Caro Celso, já estava apodrecido, a partir de 2018 deram as caras. Conseguiram um mito para seguir. Agora, a nação sangra. A veia está aberta esperando pelo pior. É preciso parar essa sangria. Bom dia Romero Jucá. Jucá está esquecido, abandonado, gira da política, amargando o castigo, por ter liderado junto ao Temer, o golpe contra a Dilma.

  6. Minha gente, vamos tentar sermos otimistas.
    Vamos torcer para que o atual ministro da saúde, que é um grande médico, consiga mudar a cabeça desta figura, chamada de presidente.

    Se eu fosse o ministro, aproveitava uma hora de descuido e colocaria um remédio na água dele….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *