Cumprimentos a Jorge Béja pela canção em louvor à ministra Rosa Weber

Resultado de imagem para jorge beja ao piano

Béja prestou uma belíssima homenagem

Francisco Vieira

Sempre será um prazer participar deste espaço, desta “roda de confraternização” virtual inventada e mantida pelo jornalista Carlos Newton, onde passamos a conhecer as pessoas; primeiramente, por dentro e, somente algum tempo depois e apenas algumas vezes, pelo “invólucro externo”, pela casca perecível que guarda a personalidade, o caráter e a criatividade de cada um de nós.

Evidentemente, não pensamos da mesma maneira. Óbvio! Fato totalmente esperado, já que ninguém é ou pensa como outra pessoa, seja esta outra pessoa a mãe, o irmão gêmeo ou até mesmo a esposa ou o esposo com quem se divide o leito. Se todos nós pensássemos e fôssemos iguais, o mundo seria tão sem graça quanto uma floresta de eucaliptos: calma, repetitiva, enfadonha, entediante, egoísta… e estéril! Então respeitemos as diferenças individuais, pois elas são importantes para a harmonia do “todo”.

A MESMA LUTA – São muitas as diferenças, mas quando se trata de lutar pelo fim da corrupção neste país e pelo surgimento de uma Justiça justa (no Brasil a “Justiça ser justa” não é um pleonasmo, mas o sonho de muitos despossuídos e o pesadelo de muitos ladrões), a maioria absoluta dos participantes deste espaço luta no mesmo lado da trincheira.

Apenas cada um luta (lutamos) em frentes diferentes e com dosagens de entusiasmo, de indignação e de frustração diferentes, todas decorrentes e proporcionais à quantidade de tapas que cada um já tomou na vida esperando ser socorrido pela tal “Justiça”. Os tapas levados e as pisaduras engrossam o couro de qualquer animal.

CANÇÃO PARA ROSA – O Dr. Jorge Béja compôs e interpretou ao piano uma canção para a ministra Rosa Weber, que foi postada neste blog. Também louvo o voto da ministra Rosa Weber, fico feliz de que tal comemoração tenha acontecido e que Béja tenha se dado ao trabalho de criar tal canção.

Creio que nesse vídeo acabei de conhecer o “invólucro” do intelecto do jurista Jorge Béja, cuja aparência, cor dos olhos e tamanho das unhas dos dedos dos pés são totalmente irrelevantes no universo das ideias aqui discutidas, diariamente.

Também creio que, muitas vezes, as pessoas se destratam nesta Tribuna por esquecerem que por trás de um apelido, de um “nome de fantasia”, por trás da impessoalidade do monitor de vídeo e do teclado, sempre existe um ser humano, um senhor ou uma senhora que, se encontrassem na rua, tratariam com respeito, cederiam a vez e, até mesmo, ajudariam a estacionar o carro. Afinal, para que tanto estresse na vida virtual? Será que já não bastam as disputas e contendas existentes na vida real?

 

5 thoughts on “Cumprimentos a Jorge Béja pela canção em louvor à ministra Rosa Weber

  1. Pelo nivel dos comentários, vê-se que este espaço é para gente adulta que acumulou experiência na vida para emitir suas opiniões, geralmente moldada pelo temperamento de cada um.
    O uso de nome fantasia, ou modernamente nickname, é importante para dar liberdade ao comentarista.
    Ao ponto: Lições sobre comportamento não me parecem apropriadas e me recuso a recebè-las. Diz o ditado: quem entra no fogo é para se queimar. Queira ou não, aqui todos somos iguais, embora na vida real possamos ser socialmente diferentes. Se o blog discordar, basta bloquear o acesso de personae non gratae.
    Do good, be well and keep up with the good work! Bye.

  2. Que a prisão do Lula crie o efeito dominó e prenda todos os outros chefes da corrupção !

    A PGR Raquel Dodge tem que fazer a 3ª denúncia contra Temer.

    Caso contrário ela estará cometendo crime de prevaricação !!!

  3. J. Béja

    Por favor esclareça a todos o total alcance da reversão da condenação em 2ª instancia.
    pois pelo que entendo é muito mas muito alem da imaginação os prejuízos da reversão desta decisão.
    que pautando todas pendengas judiciais do pais, fortalece assim a desigualdade entre bandidos poderosos e cidadãos normais, pois o poderoso levará suas causas ao supremo e o pobre mortal não chega a 2ª instancia, o pobre nunca terá o minimo de justiça contra o poderoso.Um injustiçado de nascença e se conseguir vencer a batalha estará beirando a morte, criando um abismo para chegarmos a igualdade e justiça, fortalecendo o impeto dos maus pela impunidade .
    Peço que com seu conhecimento e clareza divulgue alcance desta decisão em todos os seus aspectos,
    Ta todo mundo preocupado com a prisão de lula dos lavajatense e bandidos pé de chinelo, mas é muito pior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *