Decisão absurda de Fachin mostra a que ponto chegou a podridão no Supremo Tribunal Federal

Fachin busca salvar Lava Jato abrindo mão dos processos contra Lula | InfoMoney

Pelo resto da vida, Fachin vai se arrepender dessa decisão

Carlos Newton

A defesa do ex-presidente Lula da Silva diz ter recebido “com serenidade” a inusitada decisão proferida nesta segunda-feira pelo ministro Edson Fachin, que veio a acolher o habeas corpus impetrado em 3 de novembro de 2020 e reconheceu a incompetência da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba para julgar as quatro denúncias que foram apresentadas pela extinta “força-tarefa” da Lava Jato, consequentemente anulando todas as condenações até agora aplicadas.

Quem não pode receber “com serenidade” essa decisão é a opinião pública brasileira. A competência da Justiça Federal de Curitiba sempre foi óbvia, por se tratar de processos abertos a partir da delações premiadas das empreiteiras Odebrecht e OAS na Operação Lava Jato.

ARRANCOU A MÁSCARA – Mas o ministro Fachin deixou o carnaval passar, resolveu imitar o presidente Jair Bolsonaro e arrancou a máscara da face, para exibir ao respeitável público seu verdadeiro semblante, eivad0 de covardia, subserviência e servidão.

Essa incompetência do então juiz Sérgio Moro, segundo a própria defesa de Lula, foi denunciada desde a primeira hora e se viu desprezada por cinco anos em instâncias superiores, como o Tribunal Regional Federal, o Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal.

Somente agora o trêfego bufão Fachin – não mais que de repente, como diria Vinicius de Moraes – decidiu reconhecer a incompetência da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, e seu pífio argumento é digno da Piada do Ano.

DISSE FACHIN – O ilustre relator se justificou de forma bisonha, bizarra e burlesca. Afirmou que a questão da competência já havia sido levantada “indiretamente” pela defesa, mas que esta foi a primeira vez que os advogados apresentaram um pedido que “reúne condições processuais de ser examinado, diante do aprofundamento e aperfeiçoamento da matéria pelo STF”.

Ora, ora, em nota oficial a defesa diz que esgrime esse argumento há cinco anos, em todas as instâncias, “desde a primeira manifestação escrita que apresentamos nos processos, ainda em 2016”. Mas o acrobático Fachin inventa que até agora a tese foi levantada apenas “indiretamente”?

DECISÃO INCOMPLETA – O pior de tudo é que, ao exercitar seu contorcionismo jurídico, Fachin esqueceu o principal. Sentenciou que o juiz Moro não tinha a competência, anulou tudo, mas não afirmou qual é Vara Criminal Federal que deve refazer o julgamento.

Vejam a que ponto de desfaçatez e falta de caráter chega esse tipo de magistrado. Em tradução simultânea, sua sentença apenas diz que Moro não é competente e manda os processos voltarem à primeira instância. Então é hora de perguntar a Fachin: “De qual Vara é a competência?”. Mas esse magistrado de fancaria só pode responder: “Não sei”. É isso que se extrai de sua decisão.

Além disso, se as denúncias não envolviam a Petrobras, através da Odebrecht e da OAS, envolviam o quê?

###
P.S. – Aguarda-se uma posição firme do presidente Luiz Fux, que precisa colocar para julgamento em plenário essa triste e vexatória decisão de Fachin, para mostrar que ainda há juízes em Brasília. (C.N.)

34 thoughts on “Decisão absurda de Fachin mostra a que ponto chegou a podridão no Supremo Tribunal Federal

  1. CN, a que ponto chegamos. Um cidadão é investigado por dezenas de policiais no Brasil e no estrangeiro e mesmo sem encontrar uma prova o cara fica preso 580 dias. Já imaginou se fosse o Sr?

  2. Esse protótipo de juíz, deveria ter um mínimo de vergonha e se declarar impedido. Este senhor, antes de ser ministro, até participava dos comícios do pt.

    Qto ao Fux, parece que será mais um neste cargo de presidente.
    Mais uma vez tudo leva a crer que prevalecerá o famigerado corporativismo….

  3. Ué CN mas não é o STF o defensor da democracia? O Fachin não era o grande nome da Lavajato? Não vale tudo pra deter o Bolsonaro?
    Não há mais nenhuma segurança jurídica no Brasil, nenhuma, zero. E o grande culpado disso é o STF, onde cada ministro estupra a lei de acordo com a sua conveniência.

    Os abusos do STF foram amplamente aplaudidos pela mídia, avisei que iam colher o que plantaram. Tá aí a hora da colheita.

    Em embargos de declaração, onde é proibido discutir o mérito da ação, o Fachin vai e implode uma investigação de 5 anos e confirmada em 3 instâncias.

  4. Por favor, mestre Newton! Cadê a moderação(???)
    A Lava Jato agiu fora da lei. O Estado não pode agir fora da lei. O Direito Penal do Inimigo, geralmente visto em alguns países que empregaram métodos contra o terrorismo, aniquilando direitos, especialmente depois do 11 setembro, tem que ser freado. E esse irmão do Direito Penal do Inimigo, na verdade Lawfare, adotado contra adversários políticos, no interesse direto de forças políticas daqui e indireta do estrangeiro, como vimos na ação norte-americana por meio da manipulação de informações e cooptação de agentes públicos, não pode prosperar…

  5. Se o Moro & Mandeta se candidatarem á presidência vai ser uma vitória sensacional para a maioria que não suporta mais a cara do Lula e a imbecilidade do Bolsonaro.

    • Lula ao menos teve realizações concretas. Mandetta tem o quê para oferecer? Seu fracasso no enfrentamento à pandemia? Ah, mas foi culpa do Bozo? O problema é que tem gente mais nesse país para culpar o Bozo.
      Desculpe comentar, mas cansei desse negócio de fulano ou beltrano vai dar jeito nesse país. Vai nada. Há quantos anos se diz isso? quantos salvadores tivemos? Tivemos o Collor, o FHC embalado na enganação da “moeda forte”, o lulismo (ainda o menos ruim), o Bozo, agora querem nos empurrar o Moro, sem nem discutir seus planos além de um presumível combate à corrupção que já deu com os burros n’água, ou uma celebridade televisiva vazia maquiada de grande liderança popular, ou um ex-ministro da saúde com gestão desastrosa.

  6. ABJ fundada 2009 em Brasília – Df, esta dentro da lei de Imprensa do Brasil, a ABJ defende liberdade de imprensa de opinião e expresão, a todos os Jornalistas Brasileiros. 2021.

  7. O deputado falou isso que o articulista escreveu so com uma linguagem impropria porem ele foi e continua preso.

    Assim que Lula como ele de declara a alma mais inocente e pura do Brasil, milhoes foram devolvidos pelos corruptos porem o capo e ficha limpa, nao? Com ajuda de tanto “tonto util” deste blog.

    Porem serve para Bolsonaro porque a “frente ampla” morreu agora e a esquerda fica dividida e em 2022 teremos se river segundo turbo: Bolsonaro vs Lula, alguma duda quem leva? Isto reelegeu a Bolsonaro em 2022.

  8. Calma,ilustre editor Carlos Newton.
    Conforme o ilustre ex-presidente Lula já declarou,”devemos aguardar a decisão do PRENO,que,tenho certeza,vai confirmar o INTENDIMENTO do Fachin”.

    • Até Ricardo Sales, do Ministério do Meio Ambiente está repercutindo aqui. Ó rapaz. Estão derrubando árvores na Amazônia. Vai cuidar disso(!!!)

  9. O sinistro Fachinora, comunista safado, mostrou a que veio e a quem serve. Carlos Newton, experiente, faz de conta que desconhece que a armação do facinoroso tem a ver com a eleição de 2022.

    A bandidocracia socialistóide, que saqueou o país nas últimas décadas, está em desespero. Como todos os seus “pré-candidatos” são fichinha para o Bolsonaro, inocentaram o poderoso chefão na vã esperança de derrotar o intrépido capitão. Em 2022 teremos, de um lado, a bandidocracia, o STF (Supremo Tribunal de Facínoras), a imprensa prostituída, as urnas fraudulentas do TSE, a censura ilimitada das big-techs, a plutocracia globalista, a grana ilícita do PCChinês, a grana ilícita do tráfico de drogas que sempre irrigou os cofres do PT e toda a putaria marxista, tudo contra o Bolsonaro e seu cavalo baio.

  10. As farmácias estão faturando como nunca, estão lotadas de Bolsonaristas,deu “CHILIQUE’, nos robôs, pré e pós pagos.
    Todos comprando calmador,lextan, Maracugina,
    Amitriptilina e outros anti depressivo…

    Seu Albuquerque,o da pocilga.quantos remedinho já tomou,o Heleno frotista ???

    Kkkkkkkkk kkkkkkkkk
    Kkkkkkkkkkkkkkkkk

  11. É a famosa lei da oferta e da procura.
    STF, praticando a lei keynesiana.
    Deixando de mãos dada o executivo e o legislativo.

    Quem está no corner do ring, é Bolsonaro e seus asseclas.

    Na plateia o grande estratégista da Petrobrás,Sr Castelo Branco,dando risada.
    Sim, estratégista,pois falta quorum no conselho, está cozinhando o Luna e o cavalo,o animal..
    Kkkkk.

  12. O STF vai devolver os bilhões roubados aos ladrões?Restaurar a idoneidade das empresas campeãs? Reverter as decisões e acordos com a justiça americana? Questionar o judiciário da Suíça?

    • Fico abismado com certos intelectuais.

      A meu ver, Min.Fachim,fez uma jogada de mestre,anulou digamos assim,afacerice do Petista Ricardo Levandoski,um balde de água fria na segunda turma que sistematicamente vem descaradamente esvaziando a lava jato.

      Do ponto de vista político,tem alguns recados:

      Ao Villas Boas e sua casta,ao legislativo que é refém devido aos picaretas,e o animal CAVALO.

      PS: o jogo de xadrez não terminou.

  13. Todos sabemos que o parlamento brasileiro, em todas as suas esferas, tem sido um fardo pesado demais para o povo.
    Um poder inútil, perdulário, incompetente, corrupto, nocivo e nefasto, que tem sido protagonista de escândalos e envolvimento em crimes permanentemente.

    Sem maiores delongas, de modo que os comentaristas que discordam de mim reflitam sobre argumentos que contestem a forma como classifico o Legislativo, apontem apenas um projeto de lei, NAS ÚLTIMAS DÉCADAS, que tenha beneficiado o povo e o Brasil, só “unzinho”.
    Não vão encontrar, claro, mas, em compensação, haverá uma série de leis que beneficiam os parlamentares, a ponto de serem elevados à categoria de casta diante do que recebem em proventos, mordomias, privilégios, regalias e, a principal característica, impunidade.

    A frase de um dos ladrões do congresso – Lula até pode ser inocentado, menos Moro – o tal de Lira, que merecidamente chefia o antro de venais, demonstra a sordidez de um parlamento no seu mais alto grau de corrupção, fraudes, roubos contra o povo e o erário, para enriquecimento ilícito e destruição desse país.

    Os danos e prejuízos causados por Lula e seus asseclas até hoje incalculáveis, jamais poderiam ocasionar a anulação dos processos contra este meliante, muito menos colocar o eminente juiz à época como réu atualmente, por ter condenado o maior ladrão que o mundo já viu!

    Houve uma total e plena inversão de valores que, diga-se de passagem, é mais uma das tradições do legislativo, ainda mais quando seus membros decidem transportar dinheiro roubado em caixas de uísque, amarrados à cintura, dentro de cuecas e, a mais nova invenção, entre as nádegas!
    Pois é esta gentalha que quer condenar Moro, que quer vê-lo preso no lugar do nosso Ali Babá tupiniquim.

    Por outro lado, o cinismo e a hipocrisia de Bolsonaro foram escancarados pelo próprio presidente, quando se mostrou surpreso com a decisão do ministro Fachin, um petista de carteirinha, com a sua decisão de anular os julgamentos através da Lava Jato com relação a Lula.
    O presidente ou está representando ou demonstrando mais uma vez a sua estupidez e idiotice, pois foi um dos mais importantes artífices para a desmoralização de Moro, e a destruição da operação que trouxe para o Brasil e mundo o maior golpe já elaborado contra um país e sua população!

    A intenção não era inverter o culpado pela corrupção, por acaso?
    Moro sendo réu e, Lula, o inocente e perseguido por uma “justiça” tendenciosa e parcial?
    Então, por terem logrado êxito, tanto a situação quanto a oposição, qual é a surpresa?!

    Agora, tanto empenho para desmoralizar quem agiu corretamente, quem se dedicou a prender mafiosos, quem os expôs para um povo que não suportava mais tanta impunidade – que retornou e até com mais contundência -, o resultado é este:
    Lula elegível, e sendo o candidato que poderá ultrapassar Bolsonaro em segundo turno!

    O mais grave, logo, injustificável e inexplicável, é que os ministros do STF aproveitaram a troca de diálogos entre juiz e procuradores que trabalhavam na Lava Jato, utilizando-se para seus fundamentos a obtenção dessas conversas de maneira ILEGAL, criminosa, ilícita, para acusarem Moro de parcial e tendencioso!!!

    Afora a contradição indiscutível de exigirem conduta ilibada do ex-juiz, porém seus algozes sendo escandalosamente adeptos de meios ilegais à obtenção de “provas” que desmoralizassem Moro para sempre.
    Tanto cutucaram a onça com pau curto, Lula, que ela se viu capaz de abocanhar seus intrusos, e com seu voraz apetite de sempre.

    A anulação das condenações de Lula demonstrou que o Supremo não é mais o guardião da Constituição, pelo contrário, a Alta Corte violentou seus artigos, estuprou as leis e normas nela contidos, jogando no lixo os restos sujos de suas decisões verdadeiramente políticas!

    Pois bem, eis Lula, de volta ao cenário deletério, deplorável, deprimente, de uma política imunda, corrupta, fétida, nojenta, asquerosa!
    Eis Bolsonaro, que ansiava chafurdar neste mar de lama, e disputar com Lula quem é o “cara”.
    Eis um povo que sempre gostou de radicalizações, e que terá agora muita distração para exercitar seu ódio, aversão, repúdio, tanto contra ele mesmo quanto pelo Brasil!

    Por essas e outras, quando leio ou ouço que um safado qualquer me vem com a lorota de estarmos em “pleno estado democrático de direito” merece uma cuspida na cara, estilo Wyllys contra Bolsonaro no plenário da câmara ou do porco imundo, ator global, José de Abreu, no rosto de uma senhora, haja vista que um tema tão sério e importantíssimo para o país, a decisão levada a efeito foi “monocrática”, ou seja, para o raio que parta a democracia!!!

    O que veremos de porradas nas ruas, de entreveros entre fanáticos por Lula e adoradores de Bolsonaro, serão uma constante nas notícias policiais, e com a possibilidade de correr muito sangue até às eleições.
    Se o ministro Fachin queria diversão, ele não poderia ter sido mais infeliz na sua decisão, de anular os processos contra Lula.

    O curioso é que Moro tem sido acusado de parcial e partidário!!!

    Mazzzzzáaaaaa Supremo de bosta!

  14. Calma CN, não julguemos apressadamente Fachin.
    No meu entender, Fachin não inocentou Lula, foi uma jogada de mestre, mandou Lula para novo julgamento.
    Na realidade evitou com isso a debacle total da Lava Jato, evitando a armação do julgamento da “suspeição” de Moro que estava em andamento e que invalidaria todos os demais julgamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *