Delegados justificam a cautela empregada na tentativa da libertação de Lula

Imagem relacionada

Jornalistas fazem plantão diante da PF em Curitiba

Deu em O Tempo
(Estadão Conteúdo)

O Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado de São Paulo (SINDPF-SP) manifestou nesta terça-feira (10) apoio aos delegados da PF no Paraná “pela cautela e prudência na atuação quando do recebimento de alvará de soltura” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da SIlva. No domingo, dia 8, o desembargador Rogério Favreto, em plantão No Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), alegou “um fato novo” (a pré-candidatura do petista) e mandou soltar o ex-presidente duas vezes pela manhã e durante a tarde.

A PF não cumpriu a ordem de Favreto para soltar Lula, sob alegação de que estava esperando por uma definição sobre a liberdade ou a manutenção da prisão do ex-presidente.

SEM PARTIDO – A primeira decisão do desembargador foi derrubada pelo relator da Lava Jato, João Pedro Gebran Neto. As duas ordens de soltura perderam efeito, por decisão do presidente da Corte, Thompson Flores.

Lideranças do PT acusaram a PF de “desobediência” e “descumprimento” da ordem de Favreto. Em nota, o sindicato respondeu que a PF “é uma Polícia de Estado”, que “não tem cor, nem partido e exerce seu papel constitucional com equilíbrio, moderação e responsabilidade.”

“O Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado de São Paulo cumprimenta os delegados da Polícia Federal da Superintendência do Paraná pela cautela e prudência na atuação quando do recebimento de alvará de soltura expedido em regime de plantão por magistrado cuja incompetência para análise do caso foi declarada pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região”, afirma o Sindicato.

FATO NOVO – Na decisão que mandava soltar Lula, Favreto afirmou que amparou sua decisão em “fato novo”, segundo ele, a “condição de pré-candidato do paciente, conforme exaustivamente fundamentada”

Ao tirar o habeas do plantonista, o desembargador Thompson ressaltou que não há “fato novo”. “Rigorosamente, a notícia da pré-candidatura eleitoral do paciente é fato público/notório do qual já se tinha notícia por ocasião do julgamento da lide pela 8ª Turma desta Corte.”

Lula está preso desde o dia 7 de abril na PF, em Curitiba. O ex-presidente foi condenado pelo Tribunal da Lava Jato a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso triplex.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O choro é livre, mas não adianta culpar a Polícia Federal. Um caso envolvendo ex-presidente da República sempre exige calma e cautela. O desembargador Favreto foi ingênuo e infantil. Deveria lembrar que ordem de juiz não se discute, apenas se cumpre. Mas ordem manifestadamente ilegal e inusitada deve ser confirmada em instância superior. Os delegados precisam ter o direito de raciocinar. Favreto é uma espécie de Napoleão de Presídio, que fica falando sozinho e dando ordem a ele mesmo. (C.N.)

17 thoughts on “Delegados justificam a cautela empregada na tentativa da libertação de Lula

  1. Amigo e chefe CN
    Hoje estou mais para avaliar comentários do que fazê-los.

    Assim, com sua permissão, aqui vai um em relação ao sua conclusão do texto.

    “O desembargador Favreto foi ingênuo e infantil. ……. Favreto é uma espécie de Napoleão de Presídio, que fica falando sozinho e dando ordem a ele mesmo. (C.N.)”

    Afinal, Favreto é ingênuo, infantil ou maluco?

    Particularmente, vejo nele apenas mais um bedel a serviço da quadrilha maluca!

    O desembargado, faz tempo, deixou de ser infantil. E deve deixar seu cargo, sabndo pela porta dos fundos.

    Brincadeira amigo.

    Muita saúde e um abraço fraterno.

    Fallavena

  2. Não acho que ele tenha sido ingênuo ou infantil. Foi mau caráter mesmo. Quis ser o herói da petralhada, dos esquerdopatas. Sabia muito bem dos riscos de dar errado, por isso gritou com o delegado de plantão, tentando mostrar força, autoridade. Li em algum lugar que o delegado, safo, pensou: Opa, esse cara gritando desse jeito, tem alguma coisa errada.
    O fato é que o graveto virou chacota nacional. Imagina a vergonha entre os pares! Achincalhado em nível nacional por autoridades competentes, imagina na família, a vergonha, transeuntes, etc. Sifudeu

  3. Chamar de ingênuo e infantil o petista Favreto, é o mesmo que considerar que o bandido luiz inacio é inocente.

    Não há nenhuma ingenuidade, e muito menos infantilidade, nessas atitudes, e sim, no mínimo, extrema má fé, isso mesmo, má fé. E má fé multiplicada por quatro, pois os tres deputados envolvidos e a senadora trombeteira não deixam nenhuma dúvida sobre isso.

    Façamos votos que nossa justiça apure toda essa canalhice e puna os quatro exemplarmente, enviando-os para a mesma cela de seu comparsa luiz inácio.

  4. Favreto, que posou ,quando jovem, ao lado de Fidel Castro, iniciou sua militância petista há mais de 20 anos e continua, deveria ser preso. É um canalha petista como muitos petistas.

  5. Os petistas (e a extrema esquerda) vivem da mentira, pela mentira e para a mentira. Acompanho a trajetória do PT e seus clones há muito tempo e, refletindo bem, cheguei a conclusão que eles nunca falaram a verdade em momento algum. É um caso interessante, creio eu, de psicopatia ancorada em conceitos de marxismo de botequim e esse Favreto é um exemplo de seus militantes fanáticos. A projeção dessa gente só aconteceu por causa da credulidade – ou melhor, da ignorância da imprensa (claro que também existem os oportunistas). Este último episódio de vigarice do PT tornou clara sua natureza nefasta. Figuras notórias da mídia que sempre foram omissas começam a perceber isso e a se manifestar ainda que timidamente. A quadrilha petista não venceu coisa nenhuma! Já perderam a classe média, que deixou de ser tola, e agora começa a perder o apoio da imprensa amiga. Para sorte dos brasileiros de bem, eles não conseguiram aparelhar a internet que desmascara na hora todas as artimanhas da quadrilha.

  6. De ingênuo e infantil este pilantra não tem nada. É um safado como todos aqueles que defendem um cara sem escrúpulo. Não sei como um pessoa não tem o mínimo de consciência para defender um bandido e hipócrita.

    • Amigo Alex

      O comentarista tergiversa. Enrola tudo. É apenas um enrolão.

      É preciso sairmos no círculo vicioso e viciado. Vamos defender bandidos? Se vamos, bem é melhor rasgar tudo e salve-se quem puder.

      Abraço.

      Fallavena

      • Trata-se apenas do tipo de mídia que vive do dinheiro recebido do PT, pois se fosse por competência já teria ido pro saco. Aliás, os incompetentes estão todos dependurados no PT pois é a única forma de sobreviverem, porque trabalhar cansa. Inclua-se aí o comentarista Alex Cardoso.

    • Me dei ao trabalho de acessar o link, ao contrário do lulopetismo, tenho a democracia como um valor e procuro ouvir a opinião do Outro. Mas é risível que um canhão de determinada mídia tente desautorizar outras mídias, pelo fato de que são nada mais do que isso: um outro canhão de uma outra mídia.

  7. Os delegados da PF, a rigor, salvaram o Codinome Barba do ridículo. Tanto é assim que ele mesmo, segundo matéria aqui publicada antes, num primeiro momento chegou a acreditar que pudesse ser solto, sendo orientado pelos seus advogados a arrumar seus breguetes. Mas se irritou ao saber que não era bem assim. Desse modo, o ridículo se circunscreveu às internas. Como se sabe que o sujeito não tem a exata noção do ridículo, obviamente não dá valor ao gesto dos policiais federais, que evitaram um solta-e-prende, completamente nonsense.

    • Quem tem dado asas ao Juiz de Curitiba e até endeusado o mesmo, foi o PT. Ele, está apenas fazendo o seu (para os petistas analfabetos funcionais, a aplicação do seu significa: ele) trabalho. Quem toda a semana cria um rolo jurídico sem sustentação nas leis, é o PT terminando no último domingo com a palhaçada do Favreto. O Juiz, que tem nome e se chama Sergio Moro, virou Deus no Brasil por obra e graça dos bandidos petistas. Quanto mais a bandidagem apronta mais ele mostra que está preparado ao contrário da Presidente do PT de alcunha Amante, que não foi capaz de fazer um curso superior. Aí, está a diferença. Enquanto alguns se estudaram e se preparam para o trabalho os outros se dedicaram a saquear os cofres público tendo como exemplo maior o presidiário Lula.

  8. Sr. Carlos Newton,
    Leia isto por gentileza.
    Com o máximo respeito e consideração.
    Atenciosamente.

    Texto da Desembargadora Marilia Castro Neves.

    “Eu estou muito preocupada. Não acredito que o desembargador de plantão ignorasse não ter competência para suspender cumprimento de pena determinado por órgão colegiado. Óbvio que ele sabia! Óbvio que foi tudo previa e adredemente combinado entre o magistrado e os parlamentares travestidos de advogados. Ninguém é criança e nem criança acreditaria nessa estória. Tudo, cada passo dado foi antecipado e ensaiado e, desde o início, todos sabiam que esse era o único resultado possível e mesmo assim prosseguiram. Porque esse era o objetivo pretendido! Queriam criar um factóide e o fizeram. Mobilizaram todas as instâncias do judiciário federal em razão de um pedido juridicamente impossível. Usaram dolosamente advogados que não tinham procuração do réu, um desembargador politicamente comprometido no plantão do fim de semana, o recesso dos tribunais superiores. Tudo foi meticulosamente planejado e executado. E para quê?
    Para acabar de desmoralizar o judiciário, já completamente desacreditado; para enfraquecer as instituições, demonstrando a facilidade com que se burlam as leis e se instaura o caos; para tumultuar e atrair a atenção da mídia e da sociedade eleitora para o PT; para demonstrar poder!!!
    E tudo foi alcançado! O factóide foi criado e alimentado pela recusa do desembargador plantonista em acatar a decisão do relator do processo. A presidente do STF se pronunciou sobre o fato e somente a intervenção do presidente do TRF-4 pôs fim, tardiamente, àquela insólita situação que tanto mal já havia causado ao país.
    O atuar do desembargador de plantão foi criminoso e em qualquer país sério ele já estaria afastado de sua jurisdição. Da mesma forma, os advogados signatários do Habeas Corpus teriam sua OAB cassada, estivéssemos em um país sério.
    O que testemunhamos hoje, contudo, foi apenas um ensaio, um trailer do que está sendo gestado por essas mentes malignas para retomar seu projeto de poder. O caminho foi mapeado, identificaram-se os focos passíveis de reação e o poderio do “inimigo”. Agora é só uma questão de tempo, do momento certo, para ser desferido o ataque final, o mais mortífero. E nós, como sempre, não faremos nada para evitá-lo, porque acreditamos piamente que os derrotamos hoje!!!
    Deus tenha piedade de nós!!!!”

  9. Estão injetando o veneno comunista nas veias da democracia. Para cada ação do petistas tem uma contra-ação da democracia.
    A guerra é brava, cada dia eles tentam derrubar a muralha da civilização, isto só foi um teste para ver onde a muralha resiste. Outros golpes virão.

  10. È uma questão simples, se um juiz manda um policial matar alguém e o policial não cumpre a ordem. quem é o criminoso?
    Os agentes públicos só podem executar ordens que estejam dentro da lei, qualquer ação que não esteja na lei é crime.

  11. Estão fazendo um carnaval se o graveto podia ou não podia fazer, o que não estão dizendo é se sua ação estava dentro da lei ou não.
    Esta que é a questão!!!!!!!
    È uma questão simples, se um juiz manda um policial matar alguém e o policial não cumpre a ordem. quem é o criminoso?
    Os agentes públicos só podem executar ordens que estejam dentro da lei, qualquer ação que não esteja na lei é crime.
    E por azar do graveto tem muita gente que entende de lei lá no outro lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *