Desespero e constrangimento

Sarney está acabrunhado, que palavra, com o abatimento do filho Fernando. Lembra que sempre insistiu para que se candidatasse a qualquer cargo, recusou.

Agora, acusadíssimo, o filho de Sarney não tem nenhum guarda-chuva para se proteger, tem que se jogar lá de cima, sem pára-quedas.

O estado de espírito de Sarney, radiografado nesta ordem: “não atendo nenhum telefonema, a não ser do presidente Lula”. Só que este não telefona, o PT-PT faz pressão para não apoiar Sarney. (Exclusiva)

*  *  *

Hoje às 9 horas da manhã, Sarney caminhava pela ilha, totalmente isolado, (lá os seguranças não são necessários), quando chegou a notícia da denúncia, mais uma de muitas. A secretaria de imprensa de Sarney queria instruções sobre o que dizer.

“Não diz nada”, mandou o chefão. Quando até um namorado da neta ganha “emprego secreto”, com responder? Namorado e a neta há quanto tempo se conhecem?

Há dias registrei: Sarney se elegeu com 49 votos, não tem nem 25. No dia em que escrevi. Hoje não tem nem 20, e pior: podem não deixar Sarney reassumir depois do recesso. São tantas as representações, que Sarney já está arriscando o próprio mandato, não apenas a presidência.

“Eu sou você, amanhã”, quem fala ou quem ouve, Sarney ou Renan?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *