Deus, que teve seu filho assassinado, não manda assassinar ninguém

Resultado de imagem para atentado ao papa

Até o Papa João Paulo II foi vítima de fanático religioso

Pedro do Coutto

Esta expressão que está no título esclarece de forma cristalina que Deus não pode armar a mão de assassinos e fanáticos, seja de que forma for. Basta recordar o relato sobre a morte de Jesus Cristo e constatar, mesmo fora da visão religiosa, que um vulto divino, no caso Deus, possa incentivar uma tragédia que em grande número de situações tem seu desfecho na morte de seres humanos.

Fanáticos há em grande número. Adélio Bispo de Oliveira inclui-se nessa legião que atravessa a história marcando seu rastro com sangue. Nos Estados Unidos foram assassinados quatro presidentes: Lincoln, Garfield, Mckinley, John Kennedy. O irmão Robert Kennedy foi assassinado quando iniciava a campanha de 1968 para a Casa Branca.

OUTROS ATENTADOS – Martin Luther King uma das maiores figuras da luta por direitos humanos encontrou sua morte num comicio de Memphis.  Nos anos 90, o presidente Ronald Reagan foi vítima de um atentado em Washington mas conseguiu sobreviver.

O Papa João Paulo II foi alvejado por mais um fanático voltado para tentar anular com seu impulso homicida a vida do chefe da Igreja Católica. Muitos outros exemplos pode e acrescentar. Um deles o Imperador Julio Cesar em 45 a.C.

Conspirações não faltam no percurso da existência. Agora tivemos mais uma marca do fanatismo. Não quero comparar Jair Bolsonaro com grandes figuras da história, mas apenas acentuar que os alucinados estão em qualquer lugar.

IMPULSOS DESTRUTIVOS – O exemplo contido na mensagem deixada por Jesus não foi suficiente para conter impulsos destrutivos. Fora do cristianismo em outras religiões também se encontram manifestações contra a violência na mão dos criminosos.

Estamos na fase já próxima das urnas de outubro para a presidência da República. Não se pode desejar a morte de pessoa alguma, portanto Bolsonaro entre as vítimas do fanatismo. Temos que ver a partir de agora o reflexo do atentado nas pesquisas do IBOPE e Datafolha.

RAZÕES ABSURDAS – O Globo publicou excelente reportagem na qual incluiu a foto em primeiro plano do esfaqueador e as razões absurdas que ele forneceu à Polícia pouco após sua prisão. Temos que lembrar que nem sempre tragédias como essa produzem resultados nas urnas.

Em 1954 a morte de Getúlio Vargas não favoreceu João Goulart, seu herdeiro político nas urnas. Perdeu a disputa pelo Senado pelo Rio Grande do Sul, sendo batido por Armando Câmara e Daniel KriEger. Os reflexos dos episódios marcados por sangue nem sempre proporcionam avanços na trajetória dos herdeiros da luta política.

A mensagem de Deus é eterna como ele próprio. A crucificação de Jesus é emblemática em todos os sentidos. Encontra-se para sempre no passado, no presente e no futuro da humanidade. Sua dimensão é inultrapassável: ele dividiu o tempo entre antes e depois dele.  Seu exemplo deveria servir para mostrar o rumo do bem e do amor a todos os homens e mulheres do planeta. O humanismo nasceu daí.

11 thoughts on “Deus, que teve seu filho assassinado, não manda assassinar ninguém

  1. Mesmo apos o atentado a desconstruçao continua. Agora de forma velada e subliminar. A esperança de que a vontade de mudanças representada por Bolsonaro seja rechaçada pelo continuismo da polarizaçao PSDB x PT surge nas entrelinhas de uma leitura independente ao cabresto midiático. Brasil, Brasil; será que Gobineu tinha razão?

  2. Assim como nos assaltos com esfaqueamento em POA, RJ e SP principalmente; refluíram e penso até que acabaram devido ao clamor popular, da mesma forma teremos um final de campanha tranquilo.
    Não podemos fazer o jogo dos que querem a desgraça para se locupletarem com a mesma.
    Venceremos na força da PAZ e cada vez fica mais claro quem é que quer a miséria.
    Primeiro proibem se ter uma safe home em casa e de pois descriminilizam o porte de arma branca.
    Assim fica fácil para os “exércitos de Stédile”.

  3. Quando se rouba um caminhão carregado com o suor do estancieiro e sua família ou o gado; não é assalto/roubo não. Para os amaldiçoados é uma socialização dos lucros para compensar a dívida social brasileira com os xxxx, yyyy, zzzz e por aí vai.
    Bolsonaro com tranquilidade irá colocar nosso país no rumo outra vez.
    Tenho fé que inclusive, este evento vai servir para ele meditar e firme e amoroso, fazer um excelente governo.
    Governo para todos os brasileiros.

  4. Pedro do Couto, nem de brincadeira você pode fazer analogia do que aconteceu com Getúlio e o que aconteceu com Bolsonara. Eu tenho o maior respeito por você. Mesmo porque somos da mesma época. Mas nessa você saiu dos trilhos. Bolsonaro é personágem para figurar no jornal “A Luta” de Tenório Cavalcanti. Esse você conheceu.

  5. O ATAQUE MOSTRA O DESESPERO E QUE VOTAR EM BOLSONARO E URGENTE E NECESSÁRIO PARA COMEÇAR A RESTAURAR O PAÍS.
    A PROPÓSITO, NA ENTREVISTA À GLOBO NEWS O GENERAL MOURÃO DEU UMA AULA DE CIVILIDADE, CONHECIMENTO E EDUCAÇÃO. SAIU ABRAÇADO PELOS JORNALISTAS.

  6. 1) Bom artigo PdC = Pedro do Coutto, grande jornalista que eu ouvia os comentários na antiga Rádio JB AM.

    2) Licença: Aprendi recentemente o termo “Liberista”, criado pelo filósofo Benedeto Croce e utilizado pelo tb italiano Norberto Bobbio.

    3) O Liberista é a favor das Liberdades Democráticas, na economia e no social. Não confundir com Liberal, Liberalismo nem Neoliberalismo.

    4) No tempo das Diretas Já, muito se falava nas “Liberdades Democráticas”, que inclui os respeitos aos próximos, em todas as áreas. Respeitos esses que, infelizmente, a sociedade brasileira esqueceu.

    5) Oremos !

  7. Então a biblia é uma falácia! Pois, no Antigo Testamento, os jagunços de Deus agem, segundo justificam, sob ordem do Senhor.
    Genocídios, estupros, pilhagens….. Tudo isso eram as benevolências perpetradas pelo povo que inventou e estatuiu Deus. Porquanto, antes que outros povos roubasse-lhe a exclusividade, de pronto, os judeus procuraram logo se autoproclamar como o povo escolhido de Deus. Talvez para ganharem imunidade e ficarem impune dos crimes que cometessem contra as outras tribos caitadas: elas não eram propriedades de um Ser Supremo.

    • 1) Prezado Paulo III, ainda que digam, a Bíblia é a Palavra de Deus, estudiosos espiritualistas afirmam que na época que não existia a imprensa, os monges copistas que escreviam ou re-escreviam toda a Bíblia, é bem possível que tenham tirados trechos e acrescentados outros.

      2) Deste modo , vejo o Criador como uma Lei, uma Energia que foi personificada ao longo dos séculos e assim, pegaram partes da História do Povo Hebreu e editaram dizendo que Deus mandou matar e outras atrocidades mais.

      3) É por isso que eu vejo a Bíblia como ótima obra de arte literária e concordo com o título da matéria acima.

      4) Abraços de bom domingo.

  8. Caros amigos, Deus-Pai, justo e Misericordioso, foi apresentado a Humanidade, pelo Cristo, que entre nós chamou-se Jesus,com o “Código da vida”, Este Código consta no “Evangelho” e está resumido no “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao Próximo como a si mesmo”, e a maldade do Homem, o fez sofrer e o matou pregando-o na Cruz, ao lado de 2 ladrões, o “bom ladrão” e o mau ladrão, o bom lhe disse: Mestre não sou digno de morrer a seu lado, e Jesus lhe respondeu: ainda hoje estarás comigo no “Reino do Céu”. E Jesus, ainda nos perdoou, ao “Pedir Pai, perdoa eles não sabem o que fazem, e continuamos a não saber, deturpando a “Lei Divina”. Deus e Jesus, vem sendo usado como desculpar para nossas “Obras más”. Estudar o Evangelho de Jesus, e exemplificar seus ensinos, é necessidade de nossas “Almas Eternas” para compreender as “diferenças da vida material”, e a Misericórdia de DEUS através, da “Reencarnação” por nossas obras más, enquanto a vida única, com um Céu e Inferno pela eternidade, torna a Justiça de Deus, pior que a dos homens, que tem graduação da pena conforme o crime cometido!!
    A Doutrina de Jesus, É Amor, falou por parábolas, a Conversa com o Dr. da Lei, Nicodemos, é clara quando afirma é “preciso nascer de novo”. Prometeu mandar o “Espirito Verdade” mostrar o “Caminho da Luz”, promessa cumprida a 18 de abril de 1857, em Paris, Cidade Luz, com a publicação do Livro dos Espíritos – Ciência e Filosofia, isto é, não é “Obra do Homem”, mas dos Espíritos, que deixaram seus corpo biológicos para o banquete dos vermes, na sepultura.
    Que Deus-Pai, em sua Misericórdia, nos ampare, com sua Justiça Misericordiosas.
    PS. Estamos nos fins de tempo, previstos por Jesus, a situação da Humanidade, não nos deixa mentir.

  9. HISTÓRIA MAL CONTADA
    O Papa João Paulo II não foi vítima de um atentado de um fanatismo religioso (muçulmano), mas vítima de um atentado político
    Foi vítima de uma armação da polícia secreta búlgara, a mando da União Soviética de então, via um turco (para disfarçar), dado o envolvimento do Papa na política da Polônia (sindicato Solidariedade)
    É possível que estejam repetindo o mesmo esquema agora: esse tal Adelio apresentado como fanático religioso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *