Eleitor diz nas urnas que não suporta mais corrupção, violência e promessas

charge-opovo-140702

Charge do Rafael (Arquivo Google)

Pedro do Coutto

O título representa, em síntese, os principais problemas que afetam a população e que são alvo de promessas vãs que atravessam o tempo mantendo o que o povo repudia, usando o engodo e a falsidade, que é a marca da velha política. Não quero dizer com isso que sou adepto da ilusão. Pelo contrário, o país chegou ao ponto que está em consequência da gigantesca corrupção que marcou os governos Lula, Dilma Rousseff e Michel Temer.

Primeiro o ex-presidente Lula fatiou as diretorias da Petrobrás, transferindo-a para as diversas bancadas no Congresso Nacional. Não precisava fazer nada disso para assegurar a maioria parlamentar. Dilma Rousseff, como não podia deixar de ser, pois era a sombra de Lula no Planalto, se omitiu concordando com a herança que lhe caiu nas mãos junto com a faixa presidencial. Do governo Michel Temer sequer vale a pena acentuar os erros e tropeços. Basta dizer que vários ministros seus foram acusados de corrupção.

EXEMPLO DE GEDDEL – O tesouro de Geddel Vieira Lima transforma-se numa síntese inultrapassável. Nas áreas urbanas, a violência é uma trágica situação. As promessas federais, estaduais e municipais chegaram a um ponto máximo de ilusão.

Contra tudo isso o povo deu a resposta irrecorrível nas urnas de domingo. Não estou querendo dizer que Jair Bolsonaro significa salvação e a direção correta das atuações do poder público. Ninguém vai cometer a ingenuidade de considerar possível uma mudança radical que envolva as questões políticas e administrativas.

Entretanto a esmagadora maioria do eleitorado vislumbrou no candidato do PSL uma saída a curtíssimo prazo. Não é nada disso. Mas o povo colocou seus votos nas urnas para responder à inércia, a omissão e o assalto aos cofres públicos. Mas temos que esperar o desfecho final no dia 28 de outubro. A resposta contra tudo isso foi dada há dois dias. Vamos ver o que vem pela frente.

5 thoughts on “Eleitor diz nas urnas que não suporta mais corrupção, violência e promessas

  1. “Eleitor diz nas urnas que não suporta mais
    corrupção, violência e promessas”

    WOW! Sério mesmo? Interessante seria se dissessem o contrário….

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

  2. O grande e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO, constata que o Povo votou contra a corrupção Política, a violência e as promessas vazias de campanha, dando grande vitória ao pequeno e inexpressivo PSL do candidato Sr. JAIR BOLSONARO (62).
    Mas porque o Povo também votou bem no PT do candidato Sr. FERNANDO HADDAD (55), quase 30 Pc, que representa de certa forma os contra-Valores da corrupção Política, violência e as promessas vazias de campanha, ( excelente Marketagem, etc ?

    A nosso ver, devido a força do Modelo Nacional-Desenvolvimentista seguido pelo PT, que tinha a estratégia correta, mas administrou muito mal e com gigantescos Mal Feitos, o que levou ao esgotamento do velho Regime.

    Deve portanto o Sr. BOLSONARO, em sua campanha ao Segundo Turno, reduzir a influência Liberal Laissez-Faire de seu principal Conselheiro Econômico, Dr. PAULO GUEDES (64), e seguir mais os sábios ensinamentos do Nacional-Desenvolvimentismo do Movimento Civico-Militar de 64 , logicamente expurgado de seus erros, principalmente o excesso de Estatismo e falta de concorrência interna.

    Liberalismo controlado no Plano Interno , e NACIONAL-DESENVOLVIMENTISMO no Plano Externo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *