Em ‘semana eletrizante’, ponto alto da CPI foi parecer de juristas sobre crimes de Bolsonaro

Negar golpe 'é desconhecer a História', diz Reale Jr.

Parece de Miguel Reale Jr. identifica sete crimes de Bolsonaro

Eliane Cantanhêde
Estadão

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid teve uma “semana eletrizante” por conta dos depoimentos dos lobistas Marcos Tolentino, apontado pelos senadores como sócio oculto do FIB Bank, e de Marconny Albernaz Faria, suspeito de ser lobista da Precisa Medicamentos, empresa que intermediou a venda para o Brasil da vacina indiana Covaxin. A dupla tem “muito a dizer” e a “esconder”.

Mas o ponto alto dos trabalhos dos últimos dias fica por conta da entrega do parecer elaborado por mais de 200 juristas que assessoram a CPI.

SETE CRIMES LISTADOS – Liderado pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Jr., o grupo tipificou sete possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro na condução da pandemia de covid-19 no País.

Considerado muito “duro”, o parecer dará suporte ao relatório final da comissão, a ser preparado pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL).

Além disso, terá três destinos: a Câmara dos Deputados, quando da entrega de novo pedido de impeachment de Bolsonaro; a Procuradoria-Geral da República, com pedido de abertura de inquérito por crime comum; e o terceiro, que “extrapola fronteiras”, será o Tribunal Penal Internacional, em Haia.

DA MAIOR GRAVIDADE – Reale Jr., que foi autor do pedido de impeachment do ex-presidente Fernando Collor e co-autor do pedido contra a petista Dilma Rousseff, avalia que os crimes cometidos por Bolsonaro foram muito mais graves e que as consequências foram “terríveis”.

Após alegar falta de “tempo hábil” para comparecer ao depoimento previsto para quinta-feira, 16, o diretor executivo da Prevent Senior, Pedro Batista, teve sua oitiva remarcada para a próxima terça, 22.

A presença do médico diante dos senadores será importantíssima, porque ele vai falar sobre as pesquisas feitas para “ratificar” o uso do chamado “kit covid” no tratamento de pacientes com coronavírus envolvem diretamente o presidente da República e o Palácio do Planalto. 

8 thoughts on “Em ‘semana eletrizante’, ponto alto da CPI foi parecer de juristas sobre crimes de Bolsonaro

  1. Precisa de parecer de Jurista? Por onde anda o Congresso deste País? Certamente usufruindo do Orçamento Paralelo, dinheiro provindo dos Imposto pagos pelo cidadão brasileiro, inclusive da aqueles que perderam seus entes e também, inclusive por aqueles que foram, enquanto o Irresponsável dislumbrado, ficava gastando o dinheiro do Erário, tirando férias, promovendo aglomerações e outras bizarrices. O povo brasileiro, é uma espécie que precisa ser estudada.Lamentave.l

  2. Vicente, bom dia.
    Está tudo explicado na literatura metafísica e espiritual; se quiseres entender comece pelos livros do século dezoito, compilados por Allan Kardec com informações obtidas do mundo espiritual.

  3. A depender da justiça brasileira o criminoso jmb, vulgo BROXAnaro, coiteiro de narcomilicianos e toda sua familícia, que desde o primeiro mandato rouba dinheiro da população, quando for esgotado o último recurso legal, provavelmente estará com mais de cem anos ou morto

    … por isso, espero que o Tribunal Penal de Haia acate a denúncia por crimes contra a Humanidade.

    PS. As informações sobre os experimentos a “la Mengele” da Prevent Senior com cloroquina só reforçam as acusações.

    PS.2. A tergiversação de BROXAnaristas, enrustidos ou não, continua a ser cortina de fumaça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *