Emoção domina lances finais do confronto de Dilma e Aécio

Pedro do Coutto

Nesta altura dos acontecimentos, creio que a melhor forma de interpretar a pesquisa do Datafolha, publicada na edição de 22 da Folha de São Paulo e reproduzida na reportagem de Ricardo Mendonça, seja considerar que os números nela contidos partam da emoção que, como sempre nas disputas apertadas, domina os lances finais da campanha, tanto de Dilma quanto de Aécio, na busca da vitória nas urnas de domingo. Está em cima do laço e a decisão, também acredito, dependerá do debate da noite de hoje na Rede Globo.

Mas quando digo que o fator emoção tomou conta do confronto, o faço com base nos fatos destacados na própria pesquisa, bem focalizados no texto de Ricardo Mendonça. O otimismo com a economia, de modo geral. Entusiasmo que surgiu de repente, após os debates na Bandeirantes, SBT e Rede Record. Tão intenso que para 21%, agora, os preços tendem a diminuir, enquanto nada menos que 35% acham que vão permanecer como se encontram hoje.

Reflexo de um impulso emocional, é claro, achar que os preços vão diminuir. O raciocínio não é inspirado na lógica e nos exemplos históricos. Mas refletem uma tendência definida no rumo das urnas. São coisas distintas: a emoção, o voto, a lógica. A contagem final, entretanto, não distingue entre tais fatores.

ECONOMIA VAI MELHORAR

Outra prova da força da emoção está nos números que apontam a confiança de 47% de que a economia vai melhorar: para 33% permanece como está hoje. Apenas a fração de 15% considera que vai piorar. Outra prova do arrebatamento da disputa, de ambos os lados, está na queda, para 4%, do índice dos que pretendem anular o sufrágio ou votar em branco. No espaço de um dia, entre uma pesquisa e outra, caiu também um ponto. A escala dos indecisos permaneceu em seis%. Resultados, todos esses, como Datafolha e Ricardo Mendonça destacam, de ter atingido 50% o grau de muito interesse da população pelas eleições de depois de amanhã.

Um outro aspecto interessante que está pesando no confronto, segundo sustentam Mauro Paulino, diretor geral do Datafolha, e Alessandro Janoni, diretor de pesquisas, em artigo publicado também na edição de 22 da Folha de São Paulo, é a comparação que Dilma Rousseff insiste em fazer entre seu governo e o de Fernando Henrique. Para Mauro Paulino e Janoni, a presidente atual parece levar vantagem junto ao eleitorado. A comparação baseia-se nos níveis de emprego registrados ontem e hoje e estaria produzindo efeitos para o PT.

Tanto assim que, frequentemente, de forma frontal ou oblíqua, especialmente nos debates na televisão, Dilma Rousseff suscita o tema. E Aécio Neves aceita o cotejo sob esse ângulo, não demonstrando vontade para evita-lo ou desloca-lo para retirá-lo do foco central. Uma questão de estratégia. Pelo que os sintomas registrados pelo Datafolha apontam, a presidente deve continuar voltada para o tema comparativo com o passado. Debate, assim, como diz o próprio Aécio, sob o prisma do retrovisor. Isso de um lado.

De outro, 71% condenam a agressividade que marca os debates entre os candidatos. No entanto (surpresa) 36% acham que Aécio tem sido mais agressivo contra 24% que consideram Dilma mais agressiva. Para 32%, os dois no mesmo tom. Oito por cento não souberam ou quiseram opinar. É isso aí. Vamos ver o que acontece na noite de hoje na Rede Globo. Debate decisivo.

6 thoughts on “Emoção domina lances finais do confronto de Dilma e Aécio

  1. O experiente e brilhante Sr. PEDRO DO COUTTO chama atenção para o efeito ” Emoção” nesta aproximação da Eleição Presidencial e na mudança de atitude, para OTIMISMO quanto a Economia Mundial/Nacional. Acho que isso tem muito a ver com a queda de +- 25% do preço do petróleo neste último trimestre, que passou de +- US$ 110 paraUS$ 85 o Barril Padrão Brent, com viés de baixa.
    Sem dúvida o Debate na Globo de hoje a noite será DECISIVO para Presidenta DILMA e Governador AÉCIO. Quem “vender” mais ESPERANÇA NO FUTURO, ganha as Eleições. O Sr. PEDRO DO COUTTO em artigo anterior chamou atenção que a Eleição seria decidida em 5 Estados ( SP-MG-RJ-BA e PE ) e me parece que no frigir dos ovos, o ponto crítico será mesmo MINAS GERAIS. É onde o Gov. AÉCIO, fazendo um mea-culpa, trabalhando duro, corrigindo erros, poderá com mais facilidade voltar a ganhar ali, e ainda tirar a diferença necessária.

    E falando em Minas Gerais, ontem 23 Outubro, comemoramos “O MAIOR DOS PAIS DA AVIAÇÃO – ALBERTO SANTOS-DUMONT”. Inventor-Piloto de Provas-Aeronauta-Aviador genial, que era Mineiro. Honrou o BRASIL com seu corajoso e inventivo trabalho com “O MAIS LEVE QUE O AR”, e principalmente com “O MAIS PESADO QUE O AR”, sendo o único que se destacou nos dois Campos. Não há nenhum outro “PAI DA AVIAÇÃO” que tenha operado nos dois Campos, como o GRANDE SANTOS-DUMONT, “O MAIOR DOS PAIS DA AVIAÇÃO”.

  2. Acho um absurdo o último debate ser da Poderosa Plim Plim! A última palavra é dela! Por que este privilégio? E n o último dia! É proteção demais! O povo se deixa levar! Esse mesmo povo que fez passeatas, que vaiou a Dilma, que fez manifestações contra o governo dela, agora vai se deixa levar pela globo. As últimas palavras ficam! Não entendo de que lado estão os jornalistas da Globo! São uns mascarados!

  3. Quem quiser ver a dificuldade do Governo de Dona Dilma, é só acessar meu blog (clicando em cima do meu nome) … … … lá você constatará que no 1º Governo Lula a produção da Petrobrás aumentou em 27% … no 2º caiu para 12% o aumento da produção … e no Governo de Dona Dilma despencou para 2% – porém, PARECE que vai aumentar!!!

    2002 – 1.811,70
    2006 – 2.297,60
    2010 – 2.583,20
    2014 – 2.626,50

  4. Como sempre a poderosa globo quer manipular eleições , mas não é o debate que vai fazer com que eu mude o meu voto.E sabe que ela dita normas e as outras redes sbt,recor,band e cia aceitam ? R- São um bando de covardes ou seja medrosos estão com baixa estima.

  5. Fico impressionada como os eleitores do PT tem medo da grande mídia.
    Os blogs comprados a peso de ouro (dinheiro público) e revistas governistas como Carta Capital ou Piauí (com recursos do governo – dinheiro público!!) devem ser suas “bíblias”.

    Que Deus ajude o Brasil a sair dessa trilha bolivariana, seguidora do Foro de São Paulo, antes que seja tarde demais e uma guerra civil se instale pois o PT sabe como nenhum outro partido disseminar o ódio por onde anda.
    E que o porto Mariel – a nova jóia do Caribe, em Cuba – não seja mais a maior obra de um presidente brasileiro em sua gestão. E por falar em Cuba os Castro oferecem Porto Mariel aos USA!!
    Camaradagem é isso aí.
    Vejam a reportagem:
    http://colunaesplanada.blogosfera.uol.com.br/2014/06/04/cuba-oferece-aos-eua-porto-de-mariel-erguido-pelo-brasil/

  6. Senhores,

    Estou sabendo pelo noticiário ( UOL), que não deu em nada. à representação feita pela candidata Dilma ao STE sobre a matéria publicada pela revista Veja, mais especificamente a denúncia do doleiro Alberto Youssef de que o Planalto, nas pessoas de Dilma e Lula, sabiam do desvio do dinheiro da Petrobras para o PT .
    O TSE, simplesmente ignorou o recurso que visava impedir à circulação da revista VEJA.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *