Entre direita e esquerda, o importante é simplesmente apenas fazer a coisa certa

Resultado de imagem para direita e esquerda

Charge reproduzida do Arquivo Google

Carlos Newton

Na “Tribuna da Internet”, não se discutem frivolidades nem são divulgados modismos ou notícias de interesse popular, digamos assim. Por isso, o Blog é frequentado basicamente por pessoas intelectualizadas, que se interessam pela abordagem de assuntos políticos e econômicos do Brasil e do mundo. É natural que se discutam aqui temas de natureza ideológica, embora as ideologias já estejam totalmente ultrapassadas, tese que defendo desde a década de 70, no século passado, conforme já expus aqui na TI.  É claro que as ideologias morreram e não sabem, o debate é apenas bizantino, mas está destinado a resistir in saecula saeculorum, como se dizia no Latim arcaico, e o dia a dia da “Tribuna da Internet” demonstra esta realidade à exaustão.

Como admirador do marxismo ou socialismo democrático (as teses evoluem), acompanho com especial interesse essas discussões e posso garantir que neste Blog há muito mais comentaristas de direita do que de esquerda. E como disse o rei-general Leônidas, no Desfiladeiro das Termópilas, durante o combate que celebrizou os 300 de Esparta, podem atirar flechas à vontade, porque será “melhor, combateremos à sombra”.

SEM COMEMORAR – Ninguém notou que a Revolução Russa de 1917 completou 100 anos nesta terça-feira, dia 7, e a “Tribuna da Internet” não publicou uma linha a respeito. A explicação é simples: o editor é marxista, mas não tem admiração pela antiga União Soviética, que desvirtuou os ensinamentos de Karl Marx e Friedrich Engels, ao instaurar uma ditadura sanguinária, na qual a democracia ficou sufocada e a imprensa jamais teve a mínima liberdade.

Nos artigos que escrevi na “Revista Nacional” em 1978, sob o título “A morte das ideologias”, assinalei que, se Marx e Engels estivessem vivos e morassem na URSS, teriam sido exilados nos Gulaps da vida. Eles jamais concordariam com os rumos da Revolução russa, seriam dissidentes. Se eu morasse lá, também, estaria na Sibéria, chupando picolé de gelo…

Chamar de marxistas os regimes da URSS, da China, da Albânia, de Cuba, de Angola, do Camboja e da Venezuela, entre outros, é demais para o meu estômago, que a contragosto só aceita o comunismo dos vietnamitas, que recuperaram o país do imperialismo da França, da China e dos Estados Unidos, e que agora parece que estão dando um salto rumo a um marxismo mais moderno, que Deus os proteja.

FAZER O QUE É CERTO – A cegueira ideológica que conduz ao radicalismo entre direita e esquerda (ou vice-versa) chega a ser ridícula e patética. A meu ver, as pessoas precisam se despir desses preconceitos e raciocinar com liberdade, para identificar o que é certo ou errado.

Nos últimos anos, tenho estudado um pouco os chamados avatares – aqueles líderes que na História da Humanidade têm ensinado os caminhos de uma vida melhor, entre os quais Jesus Cristo desponta como uma síntese de seus antecessores. Um deles, o nobre hindu Sidartha Gautama, conhecido como Buda,  nasceu 560 anos antes de Cristo, na região que hoje chamamos Nepal. Foi ele quem criou o “caminho do meio”, baseado na moderação e na harmonia, sem cair em extremos. E ensinou as oito práticas para que nos libertemos do sofrimento:

1) Entendimento correto; 2) Pensamento correto; 3) Linguagem correta; 4) Ação correta; 5) Modo de vida correto; 6) Esforço correto; 7) Atenção plena correta; 8) Concentração correta”– eis a síntese dos ensinamentos de Buda. No dia em que estas lições forem enfim assimiladas, a Humanidade será infinitamente melhor, sem necessidade de nenhuma ideologia.

###
P.S.Os ensinamentos de Buda confirmam minha opção por um marxismo moderno, que aproveite o que há de melhor nas ideias de Marx e Engels e as misture ao capitalismo de nossos dias, fazendo um chiclete com banana, nem que seja para lembrar e  homenagear o genial cantor Jackson do Pandeiro. Se o presidente americano Donald Trump conhecesse o que dizia Buda, não faria tanta coisa errada nem ameaçaria o futuro da Humanidade. Quase sempre, fico assustado com as barbaridades de Trump, que se comporta como se fosse o AntiCristo previsto nas escrituras. (C.N.)

26 thoughts on “Entre direita e esquerda, o importante é simplesmente apenas fazer a coisa certa

  1. Até iria dar um refresco hoje, mas quando cita Vietnam com simbolo do Comunismo que dá certo, vou rir junto ao editor pois é um piada até legal. um relatório recente revela que mais de um milhão de crianças entre 5 e 17 anos, principalmente pertencente a esses grupos, nunca frequentou a escola. Eleva-se numero excluído outros, só na cabeça jurássica comunista nutella isso pode ser modelo.

    • Sua ignorância, Alex, é sesquipedal. O Vietnã se ocidentalizou. Para não continuar falando bobagens, leia este trecho de uma matéria da Época sobre o novo Vietnã, escrita por Rodrigo Turrer:
      “O sucesso do Vietnã é de fazer inveja aos outros emergentes. Desde 2005, o país cresce, em média, 6% ao ano, e o PIB do país saltou de US$ 57 bilhões em 2005 para US$ 185 bilhões em 2014. O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que o Vietnã será uma das 25 maiores economias do mundo nos próximos dez anos. O Banco Mundial não cansa de usar o país como exemplo e considera o Vietnã uma espécie de garoto-propaganda dos efeitos salutares da economia liberal. Não é para menos. O grande salto adiante do país é perceptível aonde se vá. Ruas sem pavimento se tornaram avenidas largas repletas de telões de LED e arranha-céus; arrozais alagados deram lugar a modernas linhas de produção; charretes puxadas por búfalos foram trocadas por motocicletas modernas…”

      • Ignorância é mentir na cara dura, para de bobagem com essa idade rapaz. Só fica feliz com aplausos, coloque os números reias e fontes seguras sobre o que é o comunismo real no Vietnã. Ignorância é achar que você fala sobre um comunismo puro e bonito que não existe, só na sua cabeça jurássica..

          • 1) Prezado Alex, os seus dados sobre o Vietnã datam de quando?

            2) Eu concordo com o CN…

            3) Há coisa de 4 anos assisti na ABI a palestra de um representante do PC do Vietnã e ele disse que hoje é cada vez maior o número de jovens vietnamitas estudando no Ocidente, mais precisamente nos EUA, Canadá e Europa

            4) Ele falou sobre a abertura democrática que está acontecendo lá e coincide com a matéria da Época.

            5) Penso que estão trilhando um caminho parecido com a China.

            6) Há 2 anos um grupo de budistas brasileiros foi lá e me falaram coisas boas da abertura política.
            7) Abraços !

  2. Caro Newton, as Almas que ainda se encontram nas trevas, na busca de servir a Mamon, deturpam as mensagens que o Criador nos manda através de seus Missionários, como Buda, Sócrates, Moisés, isso no passado, hoje, Gandhi, Luther King, Teresa de Calcutá, Allan Kardec, Chico Xavier, e tantos outros no passado distante, e agora, que estão no anonimato. Jesus, o Cristo, neste Planeta, o maior de todos, veio e nos deixou o Código da Vida, seu Evangelho, que através dos séculos, as seitas religiosas, com seus falsos profetas, deturparam, dando “força a matéria perecível” em detrimento da Espiritualização eterna, razão do Caos, em que a humanidade se encontra.
    Como Espíritos eternos, temos o “Caminho da Luz”, para trilhar em alcançar a “casa paterna,:Deus”, como filhos pródigos, para isso Ele nos criou simples e ignorantes, e nos deu Livre Arbítrio e Consciência, para “obrarmos no Bem”, mas, escolhemos as “Obras más”, e pelas “Obras” de nossa responsabilidade, nos auto condenamos com o “Ranger de dentes”, ou “Luz e Paz”. se más, voltaremos à carne pela reencarnação para pagar, tantas vezes, quantas necessárias, até a quitação,e nas boas obras, para continuarmos ao encontro de Deus.
    Me desculpe se me alonguei, mas senti a necessidade de ajudar e dizer a este final, que temos o Caminho da Redenção dito por Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, e ninguém vai ao Pai a não ser por mim”. Portanto estudar o Evangelho, e o esforço de o praticar, é a nossa Redenção.
    PS. o matamos, e continuamos a matá-lo, repito estudar o Evangelho e polo em pratica, é nossa necessidade, para a busca da Felicidade eterna.

  3. Buda escreveu seus ensinamentos ANTES de inventarem a hermenêutica. Depois disso, tudo que não for “meu correto” me afeta o estomago.

    Por exemplo:

    Quem faz tanta coisa errada e ameaça o futuro da humaninade com barbaridades se comportando como AntiCristo NÃO É Kin Jong-un mas sim Trump !

    Acho que ANTES de estudar Buda deveríamos estudar hermenêutica.

  4. Quem melhor descreveu os politicos brasileiros foi Mainardi com esta frase:

    “Brasil não tem partido de direita, de esquerda, de nada, tem um bando de salafrários que se reúnem pra roubar juntos.”
    Diego Mainardi

    E a LavaJato confirma isto!

  5. Paz na terra aos homens de boa vontade.
    Eu afirmava que a maçã estava perfeita, até o meu antagônico mostrar-me o outro lado bichado.

  6. No Brasil não há solução de continuidade entre os políticos que se dizem de esquerda e os que se dizem de direita.

    Eles se misturam feito etanol à água.

    Possuem o mesmo objetivo: roubar a administração pública de todas as formas possíveis e imagináveis, por um prazo interminável.

    Justiça seja feita: há raríssimas exceções, obviamente.

  7. Caro CN.

    Você não está errado, eu apenas penso diferente. Minha visao se baseia numa lei da fisica em qe dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço

  8. Prezado Editor Carlos Newton,

    Seu artigo é primoroso. Marx foi um filósofo kantiano, e seguindo a teoria de Kant, nunca poderia prever, porque era impossível que nem mesmo na sua Rússia ou em outro país, à exceção do Vietnam, como você bem ressalta, ele, Marx, pudesse ter uma aplicação empírica de sua teoria sobre o desenvolvimento e o declínio do Capitalismo em seu livro “O Capital”. Marx ela letrado e bom teórico. Mas com a grave doença e morte de Lênin, líder da Revolução russa de 1917, ele, que desconfiava do pouco letrado, truculento e autoritário Stalin, acabou sendo substituido por seu desafeto genocida (e Stalin foi quem orientou os demais países comunistas a aplicarem empiricamente e de forma desastrosa, errada, a teoria marxista que Stalin jamais entendeu. Nem Marx nem Lênin contavam com o assassinato em massa de opositores, expurgos por motivos ideológicos, campos de trabalhos forçados, exílios na Sibéria, milhões de trabalhadores (que deveriam ser os mais beneficiados pela Revolução Comunista, os camponeses, morressem de fome por má gestão.

    Stalin era um bronco, pouco letrado, e nunca se deu ao trabalho de ler “O Capital’ e, portanto, nunca seguiu as teorias marxistas. Nunca leu Kant. Isto aconteceu também com vários déspotas ditadores comunistas mundo afora, que só seguiam a orientação de Stalin. Basta dizer que até hoje, mesmo no Brasil, o PC do B é declaradamente stalinista !

    Sem teoria marxista e, portanto, com uma aplicação empírica errada, este método imaginado por Stalin e importado aos vários países que se diziam comunistas, jamais foi aprovado por cientistas sociais que dominavam os ensinamentos contidos em “O Capital”, tanto que deu no que deu.

    Para melhor entendimento do que eu estou falando, teremos de voltar a Kant , cuja teoria serviu de base para Marx escrever “O Capital” : Disse Kant , em sua obra Crítica da Razão Pura : A conceituação filosófica dos termos objetividade e subjetividade foi especialmente trabalhada por Kant, que usa a palavra “objetivo” para indicar que o conhecimento científico deve ser justificável, independentemente de capricho pessoal. Uma comunicação, uma descoberta, serão objetivas se puderem, em princípio, ser submetidas a prova e compreendidas por todos. Diz Kant:”: Se algo for válido para todos os que estejam na posse da razão, seus fundamentos serão objetivos e suficientes”. Aplica a palavra “subjetivo” para os nossos sentimentos de convicção (de vários graus). Estes sentimentos surgem, por exemplo, de acordo com as leis da associação, acrescentando ainda o filósofo que “razões objetivas também podem atuar como causas subjetivas de juízo, à medida que possamos refletir acerca dessas razões, deixando-nos convencer de seu caráter racionalmente necessário”.

    Popper, por sua vez, sustenta que as teorias científicas nunca são inteiramente justificáveis ou verificáveis mas que, não obstante, são suscetíveis de se verem submetidas a prova. Em conseqüência, a objetividade dos enunciados científicos reside na circunstância de poderem ser intersubjetivamente submetidos a teste.

    Em seu livro, Karl Popper reconhece que Kant foi “talvez o primeiro a afirmar que a objetividade dos enunciados científicos está estreitamente relacionada com a elaboração de teorias – com o uso de hipóteses e de enunciados universais…Só quando certos acontecimentos se repetem, segundo regras ou regularidades, tal como é
    o caso dos experimentos passíveis de reprodução, podem as observações ser submetidas a prova -em princípio- por qualquer pessoa. Na teoria popperiana, por este denominada “Teoria do Método Dedutivo de Prova”, uma hipótese só admite prova empírica – e tão somente após haver sido formulada. O trabalho do cientista consiste em elaborar teorias (como a teoria marxista) e pô-las a prova. Com isso ele quer dizer que “o estágio inicial, o ato de conceber, criar ou inventar não reclama análise lógica nem dela é suscetível, só importando a justificação de validade (o quid juris?, de Kant)”(Popper). Afirma ainda este filósofo que não existe um método lógico de conceber idéias novas porque toda descoberta encerra “um elemento irracional ou uma intuição criadora, no sentido de Bergson”. Indo além, Popper afirma “não haver enunciados definitivos em ciência, o que concorda com Kant, pois a coisa em si, a verdade absoluta, é incognoscível, sendo o conhecimento em ciência sempre aproximativo e passível de ser mudado. Errar em ciência é inevitável.”

    Ora, na contramão e sem levar em conta os ensinamentos de Marx, Kant e Popper, o método empírico do que Stalin e seguidores achavam que era para desenvolver o método empírico para testar a eficácia do comunismo foi seguido à revelia, às avessas, e só se poderia mesmo esperar pelo colapso do comunismo praticado pela Internacional Socialista, e a experiência só poderia mesmo ser desastrosa.

    Não são, portanto, as ideologias que estão fracassadas, mas o fracasso foi provocado pelo não entendimento e falta de conhecimento da própria ideologia. Pode até ser que a ideologia marxista esteja errada, assim já dizia Popper : “errar em ciência é inevitável”. Todavia, ela jamais foi testada nos países que se diziam marxistas. Vamos ver agora o que vai acontecer no Vietnam.

    Marx previa que ainda teríamos muitos anos, séculos, para que o capitalismo se esgotasse, e no Brasil e em outros muitos países isto está ainda longe de acontecer. Ainda nem estamos propriamente no capitalismo no Brasil, e sim num regime semi-feudal e ainda escravagista, e o Brasil ainda precisa evoluir muito para se tornar um país capitalista. Se Marx estiver certo de que o comunismo só se instalará em países onde a ganância capitalista chegar a um ponto de ficar inviável, podemos inferir que isto vai levar ainda alguns séculos para acontecer, e que nem os meus bisnetos (em dezembro nasce o meu primeiro neto).

    O PPS , liderado pelo deputado Roberto Freire, sabe disso. Por isso ele luta para diminuir o atraso do capitalismo, com propostas que melhorem o capitalismo no Brasil. Por isso ele é contra Temer e seu séquito de ladrões mas o partido irá votar à favor da Reforma da Previdência, que seria melhor se saísse no texto original, e não neste texto enxuto que ainda atrasará o avanço do capitalismo no Brasil. Mas ele sabe que nem os seus trinetos presenciarão o esgotamento do capitalismo no Brasil. Isto é o que faz um socialista de verdade, baseado nas teorias de Marx, Kant e Popper. Em várias matérias, o PPS sabe que tem de apoiar as propostas da Direita honesta, e que não cabem propostas socialistas para que o PPS proponha, porque estão fora de época e em nada contribuirão para a evolução necessária do capitalismo semi-feudal e escravagista do Brasil para um capitalismo mais avançado. Temos de pensar é no futuro, mesmo que longínquo, para que um dia nossa Pátria tenha igualdade social em direitos, sejam iguais perante a lei (o que não está acontecendo porque uns têm mais direito do que a imensa maioria da população, cometem graves crimes contra o erário e não são punidos). Num capitalismo mais avançado, como nos EUA, por exemplo, isto não mais acontece, embora exista por lá xenofobia e ainda muita discriminação racial.

  9. Caro CN

    Você nao está errado, eu apenas penso diferente. Minha visao se baseia numa lei da fisica em que dois corpos nao podem ocupar o mesmo lugar no espaco (impenetrabilidade)

    Este preâmbulo é para dizer da minha admiração por Fidel Castro. Aliás sao dois políticos da minha admiraçao: Fidel e Carlos Lacerda. Uma coisa aprendi e exercitei na vida: pensar com ajuda de números

    Cuba é uma ilha de 110 mil km2 com uma populaçao de 12 milhoes de habitantes. La não tem petróleo, manganes, ferro, bauxita, torio, nióbio e nem territorio para super produção agricola. etc… etc…

    Antes de Fidel Castro, o índice de analfabetos era imenso. Havana era considerada a prostituta dos EUA. Uma oligarquia dominava todas as terras produtivas e ditava a política da Ilha. Para se saber mais, consultar o livro de Herber Matheus (segundo Joel da Silveira, foi HM, o maior jornalista politico de sua epoca) FIDEL CASTRO UMA BIOGRAFIA POLITICA.

    Hoje Cuba tem o menor indice de analfabetos das americas e com uma medicina igual para todos os habitantes. Nao me venham querer comparar o nivel de vida cubano, com a classe media brasileira. Isto é covardia. Comparem com os bolsoes de miseria do nordeste das favelas, das populaçoes de Haiti. Sao Domingos. etc.

    É bom lembrar que se o Brasil tivesse uma populaçao proporciinal a Cuba em termos de territorio, é so calcular:

    Cuba. 110 mil km.2. 12 milhoes. hab
    Brasil. 8.400 milhoes km.2. x
    X = 916 milhoes de habitantes – seria hoje a populacao do Brasi –

    Não sou comunista. Sou calculista

    • O Brasil, sozinho, tem quase o tamanho da Europa toda, com cerca de 11 milhões de Km2. E se elle$, o Velho Mundo que sabe das coisas, depois de muitas décadas de mercado comum chegaram à conclusão que para enfrentar a supremacia do dólar, dos norte-americanos e dos Tigres Asiáticos, tinha que formar uma confederação, com moeda própria, por que diabos, com a América do Sul toda à espera do Brasil, temos que continuar vivendo como fundo de quintal norte-americano ? Daí, a necessidade inevitável e inadiável da RPL-PNBC-DD-ME, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, enquanto locomotiva própria de toda a América do Sul e Latina. E se o amigo do Freire não entender, eu desenho a RPL-PNBC-DD-ME. Todavia, julgo de bom aviso, como já avisei antes a Eduardo Campos em vida, antes da sua aventura presidencial, que a RPL-PNBC-DD-ME, é uma obra, marca registrada, ungida, e o mau uso dela, parcial ou total, por politiqueiros-partidários inescrupulosos, oportunistas, aventureiros e aproveitadores, dá castigo.

  10. “1) Entendimento correto; 2) Pensamento correto; 3) Linguagem correta; 4) Ação correta; 5) Modo de vida correto; 6) Esforço correto; 7) Atenção plena correta; 8) Concentração correta”– eis a síntese dos ensinamentos de Buda. No dia em que estas lições forem enfim assimiladas, a Humanidade será infinitamente melhor, sem necessidade de nenhuma ideologia.” Caraca, a RPL-PNBC-DD-ME é budista e eu não sabia. Trata-se de uma nova e moderna Arca de Noé, uma nova nau, posta à disposição do Brasil, que busca resolver não só o estado brasileiro, mas tb a política, o mercado, a sociedade, o relacionamento, e o seus conflitos, conforme uma nova ótica Capitalista-Socialista, que mantém o capital de rabo preso com o social, libertando o estado , o mercado e a população que se encontram capturados, dominados e manipulados por bandidos mancomunados. O capitalismo é um bicho que não pode ser criado solto, senão ele devora tudo. E o Brasil que o diga.

  11. Brilhante, caro CN.
    No teu texto materializei o meu sentimento.
    Há muitos anos abomino o maniqueísmo esquerda x direita. É o discurso do atraso e da iniquidade.

  12. Newton, achei interessante o que escreveste idealizando. Só acho que a Venezuela não devia fazer parte da analise. Venezuela não tem nada de comunista e nem de marxista. É um capitalismo que, usando o nome de Simon Bolívar, diz que seu regime é bolivariano. Nem bolivariano e nem chavista. Tudo mudou na Venezuela quando Chavez voltou-se para os miseráveis do pais dando-lhes uma melhor atenção. A elite venezuelana, que desde 1912 transferia o petróleo boliviano para os EEUU a preço de banana, ficando com as sobras, estrilou e passou a bombardear com sua mídia poderosa o governo. Isso fez que os EEUU, que fornecera aviões militares à Venezuela há muito tempo não atendesse o pedido de Chavez para repor peças obsoletas. Chaves comprou então a Russia os aviões SU-29. Chavez e seu governo foram então bombardeados de todas as maneiras. Mesmo porque passou a fornecer petróleo a Cuba em troca do serviço de médicos. Chavez sofreu um golpe liderado pelo presidente da maior rede de TV. Por sorte foi libertado pelo povo. Caso contrário, morreria nas prisões dos EEUU. (O Ex prefeito de Londres, do partido Trabalhista, disse há pouco tempo que a Venezuela é uma democracia). O problema é o petróleo.

  13. A revolução de 7 de novembro de 1917 não teria ocorrido se o governo provisório da revolução russa de fevereiro/março (saudada aqui na TI através de um artigo do Demétrio Magnoli) não tivesse traído seus ideais, postergando todas as reformas sociais prometidas, continuando a participação na I Guerra Mundial por imposição dos ingleses, franceses e americanos. Na verdade, Kerenski, o ‘primeiro amor da revolução’ de março, transformou o regime numa paródia ridícula da monarquia deposta, quando se instalou no Palácio de Inverno, indo dormir na cama do Czar e usando seu Rolls-Royce em aparições oficiais, enquanto o país ruía, fazendo o povo perder qualquer respeito pelo regime e indo buscar nos bolcheviques quem atendesse suas demandas de paz e mudanças sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *