Está enganado quem pensa que Lula já conseguiu recuperar os direitos políticos

Resultado de imagem para filmagem de lula charges

Charge do Nani (nanihumor.com)

Carlos Newton

O Brasil é um país surpreendente, onde as aparências enganam, até mesmo nas mais importantes questões da Justiça, porque as leis podem ser interpretadas à la carte, como dizem os franceses, o que podemos traduzir por ”à escolha do freguês”.

As aparências dizem que Lula da Silva já foi “inocentado” e não se pode mais contestar a candidatura dele à Presidência da República. Mas há controvérsias, diria o ator Francisco Milani, que chegou a ser vereador no Rio de Janeiro, mas depois desistiu da vida pública.

APENAS O TRÍPLEX – O julgamento desta terça-feira, já se sabe pelas declarações dos ministros, valeria apenas para o processo do tríplex do Guarujá, conforme Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski deixaram claro, embora Gilmar Mendes tenha costeado o alambrado, sem repetir a ressalva feita no julgamento anterior.

Só saberemos o que está valendo quando for publicada a chamada ementa do julgado. Até lá, digamos que só está valendo para o tríplex. E o que isso significa?

Se for assim, para Lula recuperar mesmo os direitos políticos, anulando-se a condenação pelas propinas do sítio de Atibaia, é preciso que seja confirmada em Plenário a decisão escalafobética de Edson Fachin, que “inventou” a incompetência da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba (leia-se: juiz  Sérgio Moro) para julgar os quatro processos de Lula, que Fachin remeteu para Brasilia, onde o ex-presidente não mora e nem os fatos se passaram lá.

APENAS LIMINAR – A diferença é que o julgamento do tríplex pela Segunda Turma é conclusivo, enquanto a decisão de Fachin é liminar e ainda vai a Plenário. Ou seja, na realidade, Lula somente vai recuperar os direitos políticos se o Plenário confirmar a decisão de Fachin.

Votando contra a tal incompetência, temos quatro ministros: Fux, Barroso, Moraes e Marques. A favor, outros quatro: Fachin, Gilmar, Lewandowski e Toffoli.

Portanto, o julgamento decisivo, que colocará Lula como candidato em 2022 será decidido por Cármen Lùcia, Rosa Weber e Marco Aurélio de Mello, três esfinges a serem decifradas. E há um detalhe: Fachin pode mudar o voto. Você sabia?

###
P.S. –
Você acha justo conceder direitos políticos ao governante que comandou o maior esquema de corrupção do mundo e criou um alto cargo apenas para satisfazer a amante? É por tudo isso, la nave va, cada ves mais fellinianamente. (C.N.)

38 thoughts on “Está enganado quem pensa que Lula já conseguiu recuperar os direitos políticos

  1. Não tem uma prova – a não ser o PowerPoint do jovem Procurador com comportamento messiânico – que coloca Lula como chefe de ocrim.

    E observe ainda o seguinte. Que os diretores e os gerentes da Petrobrás, os doleiros e o doleiro dos doleiros, e alguns outros, tiveram todos eles que devolver dezenas e centenas de milhões recursos que comprovadamente desviados para contas, que bancaram imóveis de alto luxo, carros de luxo, lanchas…

    Já o Lula – apontado como o chefe da ocrim – pagava carnê do apartamento em condomínio no Guarujá. Teve supostamente que oferecida a Cobertura nesse mesmo prédio (até eu se fosse dono da construtora ofereceria a ele para trocar). E supostamente imputado como dono porque frequentava um sítio num local bem muquirana que tinha pedalinhos e toalhas no nome dele e Marisa – até eu se tivesse sítio frequentado pelo ex-Presidente iria mandar colocar pedalinhos e toalhas no nome dele.

  2. Podem culpar o Lula e o PT do que quiserem. Eu mesmo NUNCA votei em nenhum petista. Mas sejamos francos: considerando que Bolsonaro foi e é o PIOR presidente que o Brasil já teve em toda a sua história, se no segundo turno tivermos que decidir entre os dois, sem a menor dúvida VOTAREI NO LULA !!!

  3. Continuo martelando.
    Foi dito que conforme declaração de juíz tal e tal, podemos deduzir que.

    Juíz não tem que viver dando declarações.
    Juíz não tem que tomar decisões, baseado nas suas preferências políticas.
    Juíz tem que, dentro das limitações do ser humano, procurar interpretar às leis e ser justo.

    Como sonhar ainda é possível, acordei…

  4. Leão, ô Leão … LEÃO, ei, psiu …

    Tá doente?
    Quebraste uma perna?
    Tá com febre?
    Foste contaminado pelo Covid?!

    Que comentário mais doido foi esse que postaste?!
    Meu, não tem cabimento o teu texto; não tem sentido algum as tuas alegações; inocentaste Lula conforme a tua vontade e desejo, menos através de argumentos mesmo que fossem superficiais.

    Algum espirito politico-anarquista deve estar atazanando uns e outros neste blog.
    Ou são os fanáticos bolsominions ou os radicais lulistas, que tentam negar o óbvio, que o sol tem luz própria e que a lua é nosso satélite.
    Para eles, o sol é um planeta e a lua um asteroide.
    Bolsonaro não concorda que a terra é plana?!
    E teimam nessas afirmações!

    Leão, respeitosamente, mas não vou perder tempo em te responder as colocações que fizeste em benefício do ladrão e genocida Lula.
    Agora, espero que te recuperes logo desse devaneio, dessa ilusão, dessa fantasia que pulula na tua mente, nessas alturas comprometida pelo vírus “lulus inocentae”.

    Che, mas que doideira!

    • Francisco Bendl, vc com sua análise rasa e dois pesos e duas medidas…. provavelmente não sabe nem o que seja A Prova, em Direito…por certo que acha que convicção é prova….em todos os governos teve corrupção, mas querer ligar o Presidente Lula a ela, através de Power, nota-se que vc não tem verve democrática…indo além, falta- lhe olhar o Todo, pois pela sua ótica, ficaremos como no livro de Machado de Assis, O Alienista!

    • Caro Bendl, bom dia! Agradeço a sua preocupação de possível doença que poderia estar acometendo este Leão furioso. Mas sabaiba que estou bem. Não tão quanto gostaria. Por conta dessa situação Pandemica (e do Governo) que não passa logo.
      Respondendo ao comentário, posso ter algum exagero, sim. Menos, porém, do que os excessos da turma de Curitiba. Excesso de acusação é crime em muitos países desenvolvidos. Mas não estou em nada sendo fanático. Falei com sinceridade e realidade.

      • Vamos às situações:
        Imagina você dono de construtora e simplesmente tem um ex-presidente pagando carnê de uma unidade do seu empreendimento.
        Noutra. Você tem um sítio e é amigo do ex-presidente.

        Na primeira. Qual é o mau que você como dono tem de oferecer uma outra unidade no mesmo empreendimento(??)

        E no segundo. Qual o problema de deixar um amigo que simplesmente é ex-presidente frequentar o sítio e gravar seu nome nos pedalinhos e roupas de cama?

        Nenhum desses comportamentos é absurdo e incompreensível.

        Quem enxerga algo demais, no caso de uma investigação, precisa demonstrar que tem algo nelas que mereça mobilizar o aparato estatal. Não metas ilações. Mas indícios robustos para persecução criminal e gasto de tempo e recursos do aparelho Policial e Judiciário.
        Um abraço.

        • E uma coisa é fato.l nessa história toda. Diretores, gerentes e doleiros foram identificados como possuidores de dezenas e centenas de milhões… Mansões, coberturas de cifras de dezenas de bilhões, carros milionários, lanchas tudo como pertencentes a eles. Já o suposto chefe da ocrim encontram pedalinhos e roupas de cama no nome dele em um sítio e supostamente uma cobertura que seria dada a ele (quando ele pagava por outra unidade no mesmo condomínio…

    • Você está chateado comigo, não fique. Eu não estou com sua maneira de pensar ou do nosso Newton. Mas que vocês são muito insistentes sem fundamento, são… nessa defesa de tudo e qualquer coisa contra o Lula, os petistas… Essa é a minha impressão por estes anos.

  5. Caro CN,esse provinciano, ontem fez dois pitacos conciso a saber :

    Essa decisão, só serve para triplex.
    Outra,tem o detalhe do Roberto Carlos,plenário dos 11 tem que confirmar.

    Apesar dos serviçais Tofollwosk,e Gilmar Dantas Barata, anunciar tudo terminou na turma.

    PS: reconheço jogo de xadrez, tem que ter paciência e neurônios de um Bob Fischer, e nosso saudoso Mequinho.

    Forte abraço….

  6. RONALDO,

    Parabéns!
    Finalmente me classificaste como mereço:
    alienista!

    Como não deves saber o significado desta palavra, alienista é aquele que trata de … alienados!!!

    hehehehehehehehehehehe

    Tu e demais companheiros, ardorosos defensores de Lula e propagandistas de sua inocência são os exemplos mais legítimos de alienados, que tanto combato neste blog!!!

    Agradeço muito teres me denominado de alienista.
    Sou mesmo, e cada vez mais!

    Vai em busca de tratamento, alienado.

  7. Não sei,

    Agora, certas pessoas na ânsia de responder à altura as críticas e acusações dirigidas aos seus chefes, seus líderes, seus comandantes, seus guias, precisam tomar cuidado com as palavras que empregam em suas contestações.

    Além de desconhecerem seus significados, também demonstram aos seus contratantes que não sabem o que escrevem, proporcionando mais ênfase e razão ao comentarista que expõe os fatos que tanto os desgostam e os deixam coléricos.

    E saem confundindo as palavras:
    tráfico com tráfego;
    comprimento com cumprimento;
    iminente com eminente;
    descrição com discrição …
    chegam a confundir dedo com prego!

    A mais divertida que li ultimamente dizia:
    não confundir cloro de piscina com cloroquina.

  8. P.S. – Você acha justo conceder direitos políticos ao governante que comandou o maior esquema de corrupção do mundo e criou um alto cargo apenas para satisfazer a amante? É por tudo isso, la nave va, cada ves mais fellinianamente. (C.N.)

    Sr. Newton.

    A única vaga dísponível para esse verme sanguessuga , ladrão , corrupto, genocida, desgraçado, maldito, latrocida, adúltero, vagabundo, cachaceiro, bebun, concorrer é no Cadeião de Pinheiros, lá que é o lugar desse parasita que não deixa o Brasil e seu povo em paz.

  9. Prezado CN… separe as cousas na politica tudo é politica Carlão… CN…quando eu engatinhava o nobre amigo já vivenciava as informações políticas… então nem vou lhe questionar …mas nobre amigo…Se o Sr. Luís Inácio… se candidatar e creio que ele vai ..então meu caro amigo…ele ganha essa parada logo no primeiro turno…e de lavada…podes crer Carlão…Se o Altíssimo lhe der vida e saúde vc vai vivenciar isso.
    Como eu digo é a PREDESTINAÇÃO…Carlão sempre ela…
    Saúde e paz .
    YAH seja LOUVADO SEMPRE…

  10. Predestinação … de quem?
    Lula ou nossa, do povo?!

    João Calvino interpretou a predestinação bíblica com o significado de que Deus quer a condenação eterna para algumas pessoas e a salvação para outras.
    Lá pelas tantas, somos os condenados a ser roubados, explorados e manipulados, enquanto o ladrão desfruta da salvação … não do Deus verdadeiro!!!

    Jamais o Criador nos teria feito para, predestinadamente, parte ser “salva” e parte ser condenada ao inferno.
    Mas que Deus mais doido é esse?
    Tá de brincadeira com a humanidade!!

    Indubitavelmente, o Todo-Poderoso não cometeria esse pecado mortal, essa crueldade, essa ignomínia.
    Agora, tem uns metidos a religiosos e sabichões, falsos conhecedores da “Palavra de Deus”, que querem amedrontar o inculto e incauto, estabelecendo predestinações diabólicas, menos divinas!

    Tá bem, Jesus perdoou o ladrão que estava ao seu lado na crucificação, mas este pediu que Cristo o perdoasse.
    Lula tem pacto com o capeta, pois só quer roubar, mentir, iludir, se apresentar como salvador da pátria, mas estamos diante de um indivíduo nefasto, nocivo e pernicioso ao Brasil e povo!

    Tô dizendo, tá uma doideira esse país!
    Até Deus está do lado de Lula e sendo contra o pobre, miserável, desempregado, e os condenados para o curral eleitoral, cujo nome fantasia é Bolsa Família.

  11. Referente a NR do Sr. Carlos Newton,
    Pergunta que não quer calar, aliás, muito oportuna a lembrança.

    PORQUE A ROSEMARY NORONHA, jamais foi investigada?

    BLINDAGEM NÍVEL CINCO!!

    Se esta Sra. abrir o bico, acabou a pose dos petistas, do ladrão e do antro do stf.

    JL

    https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.blogdomagno.com.br/ver_post.php%3Fid%3D106978&ved=2ahUKEwi0z8m7_cnvAhVjGbkGHXcIDZAQFjAAegQIAxAC&usg=AOvVaw32VOt1XH-XOyvrqbfuxQlK&cshid=

  12. Se o plenário do STF seguir estritamente a coisa legal, vai ratificar a tese de Fachin.

    Certamente que a suspeição de Moro referiu-se tão somente ao caso do triplex.

    Não sei o porquê dessas discussões, sem o necessário embasamento que faz tempo, percute aqui no blog.

    Aí uns escrevem que os juízes que votaram a favor da suspeição de Moro é porque foram indicados por Lula ou PT. Outros escrevem que Lula foi considerado inocente por tal decisão.

    Uns dizem que Lula cometeu diversos crimes e por isso merece ser condenado, não importa os meios usados para tal.

    Outros dizem que Fachin errou ao considerar que a vara da 13ª não seria adequada para o julgamento de Lula,

    Mas não leio os argumentos que sustentam tais opiniões. Parece até que ganhar no grito é o objetivo.

    Prefiro ler a opinião dos especialistas, pelo menos eles fundamentam suas opiniões, quer gostemos ou não.

  13. Vidal, meu conterrâneo,

    “Prefiro ler a opinião dos especialistas, pelo menos eles fundamentam suas opiniões, quer gostemos ou não.”

    Bom, a TI não é um blog de advogados ou juristas ou professores de Direito.
    Evidente que alguns desses importantes profissionais postam seus comentários e eventuais artigos, mas a característica deste espaço é a pluralidade social, intelectual, política, religiosa, de gêneros, e por aí vai …

    Portanto, a maioria dos comentaristas é leiga em várias assuntos abordados, exatamente a condição que atrai as pessoas se manifestarem pela sua diversificação de opiniões.

    E, nesta Torre de Babel, convenhamos, volta e meia se extraem textos excelentes, lógicos, muito bem escritos, inteligíveis, alguns escritos com muita cultura, outros mais simples, afora pessoas que demonstram conhecimentos superiores a respeito de variados temas postados.

    Sem redundância de minha parte, és um comentarista que excede o nível intelectual da maioria, razão pela qual me apraz trocar ideias contigo porque preciso aprender, mesmo com a idade de 71 anos.

    Dito isso, nesta matéria de Direito é evidentemente que o fundamento, a razão, a base que ratificará as alegações devem estar calcadas em leis, caso contrário seriam palavras ao léu, teses jogadas fora.

    Mas, a Justiça INDEPENDE de normas, leis, artigos, códigos …
    Jamais um conjunto de leis pode ser sinônimo de Justiça, pois esta muda conforme o tempo, as circunstâncias, o desenvolvimento educacional de um povo …

    Especialistas podem ter apresentado fundamentos os mais variados e exóticos, Entretanto, por mais que pesquisem, por mais que tentem descobrir brechas aqui, ali e acolá, a Justiça não será realizada!

    Lembra dos bandidos soltos a granel através de uma lei recém feita, que os livrava da cadeia se a prisão dos mesmos não fosse revalidada após 90 dias ou coisa que o valha?
    Pois bem.
    Suas liberdades devolvidas foi um ato de extrema INJUSTIÇA para com as vítimas e a sociedade em geral.
    Mas – eu me lembro que discutimos essa questão -, lei é lei, cumpra-se e pronto.

    Todavia, os processos de Lula à margem da Justiça, porém conforme as leis determinam, trata-se de um caso típico, indiscutível, onde a lei ou regra ou norma que retirou os processos do ex-presidente da Vara Federal de Curitiba, para enviar-lhes para Brasília, se não foi uma injustiça clamorosa, caracterizou-se pela negligência, pelo descuido, falta de zelo, irresponsabilidade.

    Se Lula foi inocentado, se teve seus processos anulados, se voltou a ter ficha limpa, se vai poder concorrer à presidência em 2022, sinceramente, Vidal, pouco ou nada interessa ao povão, à plebe ignara, que dela faço parte.
    A questão que salta aos olhos – e lei nenhuma fundamenta essa opinião, HOUVE INJUSTIÇA com a sociedade brasileira porque foi roubada, explorada e manipulada por Lula, mais o seu PT e várias outras quadrilhas travestidas em partidos políticos.

    Observa:
    Se Moro foi ou não parcial, Lula era corrupto, ladrão, que nos deixou bilhões de reais mais pobres, condição que o incrimina absolutamente, a ponto que estás convencido dos erros e crimes por ele praticado.

    Logo, o que se passou no STF na terça-feira passada foi uma lambança sem igual, pois até hoje se discute o que os ministros efetivamente decidiram, e, quer gostes ou não meu conterrâneo, se o assunto mais importante era Moro, e não o ladrão, da mesma forma que o ex-juiz estava sendo julgado por suspeição, Cármen Lúcia e Lewandowski, em obediência à ética, deveriam se retirar desse julgamento.

    Vais me responder:
    – Não tem lei para isso.
    Verdade, mas a JUSTIÇA exigiria esse gesto de ambos os magistrados citados.

    Defendo a Justiça. Tu te agarras nas leis.
    A tua posição é mais fácil, basta encostar um artigo qualquer, e tá justificada a sentença ou o deferimento de uma Liminar.
    No meu caso, qual seria o fundamento, se não existe lei alguma que determine que a Justiça seja feita??!!

    A exigência é do cumprimento da lei.
    Se foi justa ou não, azar.

    Então é essa é a nossa diferença essencial:
    quero justiça, mesmo que as leis sejam postas de lado, pois se as normas prevalecem sobre a Justiça, pergunto:
    ISSO É DIREITO??!!

  14. Caro Bendl,

    o que é a justiça? Tens o teu ponto de vista, tenho o meu.

    Se a justiça não for normatizada por leis, o que será? Aí sim, vai ser a balbúrdia total. Alguém ao alegar um crime, por exemplo, pode dizer ao se defender: matei aquela pessoa, porque fiz justiça. Outro: roubei, porque acho que é injustiça eu me privar de coisas que mereço.

    Certamente, as leis é que balizam a justiça. Não há hipótese diferente. Se as leis estão erradas, mudem-se as leis, mas não as dispensemos.

    O que seria da nossa civilização se cada um de nós decidisse o que é a justiça? Quantas mortes foram evitadas com esse sistema que tenta equalizar os direitos e deveres?

    O direito é baseado nas leis existentes, mesmo nos primórdios da era humana e isso foi um dos pilares da nossa sobrevivência humana. Mesmo em sociedades primitivas havia códigos de conduta, mesmo que houvessem dissidentes.

    Abraço, saúde e vida longa

  15. Vidal, meu conterrâneo,

    Justiça e legalidade são resultados que podem andar juntos mas, na maioria dos casos, seguem separados.

    Na origem da espécie humana e seus primeiros códigos de conduta quando surgiram as cidades, o justo sempre foi e sempre será … justo. No entanto, para podermos viver em sociedade fomos criando regras, parâmetros, exigências, limites, punições, e aí deu no que deu: o que é justo tem que cumprir requisitos, se não cumprir não importa se é justo ou não, basta que seja legal!
    Por favor, olha só que bela contradição!

    Todavia, existe uma grande diferença entre o que se diz Direito e Justiça. O Direito é o conjunto de leis em geral para colocar a sociedade em ordem, mostrando quais os direitos e deveres de cada indivíduo. A Justiça, em consequência, é a virtude de dar a cada um aquilo que é seu, sendo o subjetivo e o abstrato do direito.

    Subjetivo e abstrato do direito, ou seja, a inexistência de regras para, em muitos casos, a justiça preponderar sobre o concreto, o objetivo, a lei, e se obter a Justiça!

    E a Justiça, Vidal, não é como a definiste, que cada pessoa tem a sua pois, se assim fosse, seria uma balbúrdia (sic).
    Não, isso não ser justo, mas vontade que as decisões lhe sejam favoráveis.

    Não sei quantos povos vivem sem uma palavra escrita para balizar as condutas de seus cidadãos.
    Nossos indígenas, por exemplo, vivem bem entre os da mesma aldeia, e não precisam de documentos para saber o que é justo ou injusto ou que é justiça ou injustiça.
    Inúmeras tribos africanas vivem do mesmo jeito, sem lei alguma, e vivem bem, pois as tradições e costumes servem de guia para todos os membros.

    Outro exemplo que me vem à mente diz respeito aos humildes, aos pobres, aos analfabetos.
    A educação, o respeito, a fidalguia são admiráveis nessas pessoas que desconhecem qualquer norma, a não ser o sentido de justiça, de compensar o semelhante quando este foi prejudicado, além do costumeiro pedido de desculpas.

    Aliás, o homem “civilizado”, aquele que estudou, que tem consciência de seus atos, deveres e obrigações, precisou elaborar vários códigos para poder coexistir com outras pessoas de seu mesmo nível ou acima ou abaixo.
    Não para que houvesse justiça, porém a existência de normas que contemplaria o Direito daquele indivíduo que foi lesado e/ou prejudicado.

    Dizem os mestres do Direito que, se há um conflito entre a lei e a Justiça, que prevaleça a Justiça. Da mesma forma, os cidadãos em geral não podem fechar os olhos para as coisas do Direito. O estudioso do Direito não pode limitar-se ao estreito limite das questões jurídicas, e não sou eu quem afirma esse detalhe.

    Logo, se não fosse a justiça abstrata, subjetiva, e não precisaríamos de árbitros, de pessoas que estudaram hermenêutica, ontologia, filosofia, sociologia e, naturalmente, Direito.
    Bastava a aplicação da lei e … até mais.

    Agora, é verdade que cada um de nós tem o seu senso de justiça.
    Mas, o significado para cada pessoa varia muito da sua cultura, educação, experiência, índole, caráter …
    Ora, em razão de pressupostos necessários para se obter uma justiça mais justa para ambas as partes, surge a figura do juiz, que irá relevar antecedentes, agravantes, circunstâncias e se houve dolo ou não.

    Tentará o magistrado perscrutar a mente dos envolvidos que, em vão, não encontrará nos autos do processo sobre quem é a pessoa do reclamante e do reclamado, como se comportam, como agem em seus lares, como cumprem com seus deveres, enfim, aquela vida pregressa individual que somará ou a favor ou contra uma das partes.

    E lanço mão exatamente desse pafáfá de terça-feira:
    Mesmo com as tais leis que demarcariam limites, parcialidades, tendenciosidades, condutas irregulares, se normas foram ignoradas … houve discordância entre os cinco ministros com relação a Moro.

    Agora, para todos nós leigos ou não, intrometidos ou metidos, o que assistimos foi uma injustiça clamorosa contra a sociedade, e não falo de Moro, mas do prejuízo que tivemos com o PT para, depois de tanto trabalho, ouvir testemunhas, investigações, coletar provas documentais, processos, julgamentos e condenações, cinco pessoas anulam uma operação inigualável na História do Brasil porque o juiz foi julgado parcial!

    Aquilo que venho dizendo:
    Pode ter sido legal, mas foi uma tremenda injustiça!

    Portanto, há uma contradição que salta aos olhos quando a Justiça deve ser … garantista.
    Seria o caso da garantia de injustiça, pois lei nenhuma garante que a justiça será feita, muito pelo contrário, e na maioria das situações jurídicas.

    E te deixo uma pergunta, caso me deres a honra de respondê-la:
    O que é mais valioso, mais importante, mais compensador para a espécie humana?
    Obedecer as leis ou obter justiça?
    Não aceito tu me dizeres que não existe justiça sem lei pois, de antemão, retruco que a maioria das leis não contempla a justiça, mas o Direito.

    Boa noite, conterrâneo.

    Abraço.
    Saúde e paz.

  16. Prezados,

    O petismo e o lulismo são como religião e têm fanáticos e seguidores de toda ordem.

    RELIGIÃO NÃO SE DISCUTE, POIS NÃO SE TIRA O FANATISMO DA CABEÇA DE UM FANÁTICO!!!!

    • Nem no PT voto já faz tempo. O mais recente para presidente, na Dilma – e só naquele 2º turno contra Aécio cheirador. Pois no primeiro foi na Marina. Antes disso foi a mesma coisa. Só no 2º turno. Já como representação fora do Executivo foi em 2002. Ou seja. Não tenho costume algum de votar no PT. E se tiverem candidatos melhores no 2º turno composto por candidato do PT, voto naquele com melhor proposta.
      (*)Só para registro

  17. Caro Bendl, serei conciso na resposta.

    Para mim é a obediência às leis, pois a justiça, como já escrevi depende do ponto de vista de cada um. Por falar em justiça de povos antigos, em alguns, bebês com deficiência eram mortos, porque assim eram as leis deles.

    Claro, as leis devem sempre ser aperfeiçoadas para que acompanhem a evolução do pensamento humano.

    Vou colocar algumas questões para que reflitamos sobre o que é justiça e o que é direito. Gostaria que respondas o que é justiça, para ti nessas questões:

    – aborto

    – desigualdade social

    – sonegador

    – direitos humanos

    – consumo maconha

    – direitos dos criminosos

    – direitos trabalhistas

    – salário mínimo

    – escolaridade para se candidatar ao legislativo

    Abraço, saúde e vida longa

  18. Vidal, meu conterrâneo,

    Meu, isso tá parecendo prova da OAB.
    E não fiz a faculdade de Direito, aliás, curso superior algum!

    Mas, responderei o teu questionário, claro.
    Não sou de fugir da raia, como se diz.
    Agora, de antemão, quero que releves as palavras empregadas, as minhas alegações, pois serão absolutamente pessoais porque não vou me fundamentar em lei alguma. que deixaria a minha rasa e frágil inteligência atabalhoada.

    E vou postar aos poucos a tua longa lista.
    Fica melhor para leres e depois debochar deste escrevinhador.

    Abraço.
    Saúde e paz.

  19. Meu caro Bendl,
    jamais debocharei das tuas opiniões, embora as minhas possam ser divergentes.

    Esses exemplos foram só para exemplificar situações onde a visão da justiça para uns é diferente da justiça de outros.

    Então, como conciliar essas divergências, a não ser usando leis e normas?

    Lembrei até do famoso caso da condenação de Al Capone, onde ele não foi condenado pelo conjunto de se suas ações, mas sim por sonegação de impostos.

    Abraço, saúde e vida longa.

  20. [###
    P.S. – Você acha justo conceder direitos políticos ao governante que comandou o maior esquema de corrupção do mundo e criou um alto cargo apenas para satisfazer a amante? É por tudo isso, la nave va, cada ves mais fellinianamente. (C.N.)]

    prezado Newton, hoje, agora, nesse momento SIM!
    Da mesma forma que você, nobre colunista, apoiou abertamente Jair Bolsonaro e ainda apoia Moro, mesmo sabendo dos fatos. Não vem ao caso….alias, não suporto Lula, não suporto essa gente e minhas convicções se foram com Brizola nestes meus 52 anos de vida. Mas o momento pede Lula, pede Ciro, pede Marina, pede um pouco de HUMANIDADE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *