Ex-chanceler Ernesto Araújo poderá ser candidato a deputado federal nas eleições de 2022

Ernesto Araújo gostou da política e acha que tem cacife

José Carlos Werneck

Com seu importante cacife de 800 mil seguidores no Twitter, e muitos admiradores à direita, o ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, vem sendo incentivado por integrantes do setor mais conservador a ingressar na política de verdade.

A ideia é convencê-lo a começar na política partidária, candidatando-se a deputado federal pelo Distrito Federal, no nicho do chamado “voto ideológico”.

SAÍDA ELEGANTE – Sua permanência em Brasília se encaixa perfeitamente neste projeto. Isso tudo, sem contar que agradou bastante ao Governo e a seus muitos admiradores a elegante postura do ex-chanceler não ter saído “atirando”, na administração da qual foi um polêmico integrante.

Ao contrário de alguns ministros defenestrados anteriormente, Araújo, numa atitude diplomática, só fez referências elogiosas ao presidente da República, que o demitiu por pressão do Centrão..

No Palácio do Planalto garantem que sua candidatura receberia total apoio por parte de Jair Bolsonaro.

GRANDE VOTAÇÃO – Eleitores à direita no Distrito Federal consideram que o ex-ministro Ernesto Araújo e a deputada Bia Kicis (PSL-DF) garantiriam grande votação entre bolsonaristas e seriam de capital importância junto aos conservadores, para ampliar a base aliada em 2022, caso Bolsonaro ganhe a reeleição.

4 thoughts on “Ex-chanceler Ernesto Araújo poderá ser candidato a deputado federal nas eleições de 2022

  1. Esse já está antecipadamente eleito. As catervas de drogados, crendeiros fanáticos e leteomaníacos, no Brasil, crescem mais rápido do que a pandemia!

  2. Pelo menos podemos dizer que ele tem ideias próprias. Por exemplo: o nazismo era de esquerda!
    Gostaria de saber como chegou a passar na prova para o Itamaraty!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *