Ex-tucano Álvaro Dias diz que aliança com PSDB está ‘totalmente descartada’

Resultado de imagem para alvaro dias

Dias percorre o Nordeste em busca de votos

Deu no Correio Braziliense
(Agência Estado)

Pré-candidato à Presidência da República pelo partido Podemos, o senador Álvaro Dias (PR) diz que uma eventual aliança com o PSDB na campanha está “totalmente descartada”. Ex-tucano, Dias é visto na cúpula do PSDB como o “vice dos sonhos” do ex-governador Geraldo Alckmin, que também é pré-candidato ao Palácio do Planalto. “(A aliança) está totalmente descartada. Não há nenhuma hipótese Nosso projeto é definitivo”, disse Dias em Recife, onde participou do 17° Fórum Empresarial do Lide (Grupo de Líderes Empresariais).

Dias rejeitou a hipótese de ser candidato a vice e disse que está viajando pelo Nordeste em pré-campanha. “Essa é a eleição mais importante desde a redemocratização. Temos que apresentar alternativas. A alternativa que eu estou propondo é de ruptura com o sistema. Isso inviabilizar determinadas alianças. O PSDB tem sido arauto desse sistema e o assimilou por inteiro. E eu combato, proponho um rompimento e a refundação da República”, afirmou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Alvaro Dias tem muita experiência administrativa e parlamentar, é um nome que reúne condições de pleitear a Presidência, mas precisa desesperadamente de fazer coligações, para aumentar seu espaço no horário eleitoral do rádio e da TV. Se não conseguir apoio de outras legendas, sua candidatura dificilmente decola. (C.N)

16 thoughts on “Ex-tucano Álvaro Dias diz que aliança com PSDB está ‘totalmente descartada’

  1. Terá o meu voto, de muitos membros da minha família e amigos. Uma opção a presidência desta país tão infelicitado tão rara quanto valiosa !

  2. Até o momento, sem dúvidas é o melhor candidato.
    Infelizmente, desde o início dos anos 60,nunca vi ganhar eleições presidenciais o melhor candidato. A razão não ganha eleições, ganha sempre o candidato que toca mais o coração do eleitores, geralmente um populista.

  3. É preferível perder as eleições do que se aliar a bandidos políticos, onde a ideologia destes partidos é apoiar pra roubar, exigem ministérios, empresas estatais, simplesmente para superfaturar contratos com o governo, são todos mercenários.

  4. Não sei se é o melhor candidato, mas, seguramente, abraçou a tese certa, Ruptura e Refundação da república, que é o que 70% da população está querendo, aliás, necessitando. Resta saber, porém, se ele está sendo de fato sincero, ou se está querendo apenas usar a tese para aplicar mais 171, típico do $istema podre, falido, exaurido, do qual desfruta e faz parte há cerca de 40 anos, dúvida essa que poderá ser sanada com a apresentação do Projeto de ruptura e refundação da república que ele tem em mente, porque esse negócio de blá-blá-blá partidário eleitoral de ocasião já estamos todos de saco cheio há muito tempo. Se ele tivesse pelo menos convidado o cara que tem o Projeto nesse sentido, líquido, certo e indubitável, que está sendo debatido na internet há cerca de 20 anos, para seu vice, p. ex., que lhe daria legitimidade para abordar a tese, já teria sido um bom sinal, mas, pelo contrário do ideal, ao que parece ele anda acenando para o dinheiro, ou seja, para o dono da Riachuelo, daí não dá né, aí é confissão de culpa, sem chance. Aliás, até pelo nanico, PSOL, de esquerda, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, vence a próxima eleição, até mesmo contra todos os marqueteiros contrários juntos, na TV, 24 h no ar, pagos a peso de ouro, sabem por que ? Porque nada resiste a uma grande e boa ideia da ora, abençoada por Deus, cujo tempo chegou.

  5. Cercado pelo povo nas ruas e pela polícia federal, não existe mais para onde o $istema podre correr senão ao abraço da rendição, da ruptura e da refundação, porém em prol do novo de verdade, pela redenção do país e da população.

  6. Até gosto muito do Álvaro como senador, mas essa de fazer média moral, não cola.
    O que interessa é que medida vai tomar para beneficiar de imediato o povo como CRIMINALIZAR O CRIME, QUE URGE NESTE PAÍS.
    Não fala em acabar com ongs, ministério da cultura, privatizar universidades, direito a ter armas pelo cidadão, acabar com o MST e o MTST, criar prisão perpétua para corruptos, etc,etc,etc
    Enfim é só blá,blá,blá “moral”.
    Aí vem Joaquim B. falando o mesmo .

    Só tem um candidato que passa perto disso e todos sabemos quem é.

    • Questiomem ele assuntos polêmicos. Mostrará que é politico profissional escorregando pra todos os lados e não dará uma resposta firme. É uma opção, apenas a depender de quem mais chegará ao segundo turno, caso lá ele também esteja.

      • Não podemos dizer que ele é um político -sabão como o Requião, o mentiroso, mas um político-sabonete, que escorrega tanto quanto, porque tem um perfuminho que lhe dá alguma credibilidade, segundo alguns aqui.

      • Que a Revolução Redentora chegue antes da eleições e mande todos, todo$, para o lixão da limpíssima história do Brasil, que todos tenham que suar a camisa para sobreviver, sustentar-se com o suor do próprio rosto, a exemplo de todos os brasileiros comuns, cansados de todos os nó$, como disse a ministra, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque é o resto, infelizmente, é tudo mais dos me$mo$. Basta. Chega dos me$mo$. Fora todo$. Democracia Direta Já.

  7. O mais importante em um político e ter credibilidade, se o Alvaro Dias disser que vai combater a corrupção, tem credibilidade, haja vista que como senador, bem antes das eleições, entrou com um projeto, contra o foro privilegiado e defende a diminuição do número do parlamentares.
    Em entrevistas, se declarou ser contra a privatização da Petrobras, Eletrobrás e Casa da Moeda. Diferentemente de alguns candidato que defendem a privatização ampla. e geral.

    • Demorou 40 anos para descobrir que o $istema político é podre e que a república já nasceu podre. E só constatou isso depois de ter feito a sua própria América sob a égide do dito-cujo $istema. Será que vai conseguir convencer a freguesia tentando vender-lhe os peixes da ruptura e da refundação da república, que, na realidade, se fazem necessárias ?

  8. “Esperei que a ruptura com o sistema político e a refundação da república” (entenda-se o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, do Loriaga Leão, bastante conhecido na Internet) “entrasse na disputa eleitoral em 2010 ou 2014, mas como não entrou, me dei ao direito de apresentá-lo em 2018”. O que é isso agora, coincidência, plágio, esbulho possessório, usurpação… ? E será que ele combinou isso com o autor do Projeto Original, que há década elaborou e desenvolveu o Projeto, discurso, debate…, cujo prato completo está feito e pronto para ser degustado desde 2010, ou vai apresentar um projeto fake ?

  9. Esta eleição n vai ser eleito o candidato com mais dinheiro, apoio partidário, tempo de TV e currículo do tipo “ex governador” ou “ex algum cargo importante em algum governo”. Será eleito o que falar a língua do povo; o povo está cansado das mesmas propostas e o mesmo blá blá blá de um engravatado descompromissado com o país e que pensa apenas no próprio futuro e da família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *