Explicações de Guedes são ardilosas e tentam encobrir prejuízos dos fundos

Resultado de imagem para paulo guedes

Fundos tiveram altas perdas ao aplicar com Guedes

Carlos Newton

Não adianta culpar o repórter Fábio Fabrini, da Folha, que estava apenas fazendo seu trabalho. A denúncia contra o economista Paulo Guedes, mentor da política econômica do candidato Jair Bolsonaro (PSL) é procedente, as provas são abundantes e o jornal O Globo já teve acesso aos mesmos documentos em que se baseou a reportagem do jornal paulista. A investigação é conduzida pela Força-Tarefa da Operação Greenfield, que investiga fraudes em fundos de pensão em todo o país e foi aberta com base em relatórios da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) que apontam graves irregularidades em aplicações feitas por fundos de pensão em dois fundos de investimentos criados pela BR Educacional Gestora de Ativos, empresa de Paulo Guedes.

A força tarefa é formada pela Procuradoria-Geral da República, Polícia Federal e Receita, e a investigação não é de brincadeira. As transações foram feitas a partir de 2009 com executivos dos fundos que foram nomeados por indicação do PT e do MDB, dois partidos adversários da chapa Bolsonaro, os quais são investigados atualmente por desvio de recursos desses fundos.

NOTA OFICIAL – O economista Paulo Guedes divulgou nesta quarta-feira uma nota oficial em que tenta se livrar das acusações de fraudes e corrupção no relacionamento com sete fundos de pensão, entre eles o Previ (Banco do Brasil), o Postalis (Correios), Petros (Petrobras) e Funcef (Caixa), além do BNDESPar —braço de investimentos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Escrita de forma ardilosa, a nota alega que Guedes “não exerce qualquer cargo ou função tanto na Gaec Educação, quanto na HSM, desde 22 de outubro de 2014”, como se isso o isentasse de participação, mas acontece que as ilegalidades ocorreram muito antes disso, quando o economista ainda dirigia as empresas, pois a Gaec era controlada pela BR Educacional Gestora de Ativos, que tinha Guedes como acionista majoritário.

R$ 1 BILHÃO – As investigações da força-tarefa, que vêm sendo feitas desde 2016, concluíram que, no período de seis anos, Guedes captou ao menos R$ 1 bilhão desses fundos de pensão.

Agora, as investigações criminais apuram se foram cometidos os crimes de gestão fraudulenta ou temerária, emissão e negociação de títulos sem lastros ou garantias em dois fundos criados por Guedes – o FIP Brasil de Governança Corporativa e o FIP BR Educacional, que captaram R$ 1 bilhão junto aos fundos de pensão. Os dois FIPs eram gerenciados pelo próprio Guedes.

Chamou a atenção dos investigadores o fato de os quatro maiores cotistas dos FIPs na época serem exatamente os fundos de pensão que estavam sob gestão de dirigentes ligados a PT e MDB  e já investigados na Greenfield por suspeita de fraudes em outras operações.

GUEDES EM CENA
– As principais irregularidades envolvem os aportes no FIP BR Educacional, que no primeiro ano aplicou todo o dinheiro recebido dos fundos de pensão na HSM Educacional (que posteriormente passou a se chamar BR Educação Executiva), que tinha Paulo Guedes como um dos membros de seu Conselho de Administração e amargou prejuízos nos anos seguintes.

Conforme assinalamos ao transcrever a reportagem da Folha, as irregularidades envolvendo Guedes já eram conhecidas, mas a força-tarefa ainda estava nas investigações preliminares, que abordam apenas a gestão financeira. Agora já estão em curso as investigações criminais, para que possa haver a denúncia e o processo.

###
P.S.
Para poupar Bolsonaro de irregularidades que não tiveram sua participação, Paulo Guedes deveria mostrar que é amigo do candidato do PSL e pedir para sair, como se diz atualmente. E já vai tarde…Dizer que os fundos lucraram 300% é Piada do Ano. Se tivessem lucrado, nem haveria inquérito, é óbvio. (C.N.)

26 thoughts on “Explicações de Guedes são ardilosas e tentam encobrir prejuízos dos fundos

  1. Precisa-se discutir esse tópicos:

    -Pesquisas forjadas e urnas fraudadas.

    -Com a delação e as provas de Palocci que a campanha dos vermelhos foram pagas com dinheiro de ditaduras do exterior tem que cassar imediatamente o registro do Partido dos Trambiques !!!

    – 39 processos de justiça contra Malddad.

    – Dívida gigantesca referente à uma propriedade de luxo de Malddad para com o estado de São Paulo.

  2. se já zerei em todos no primeiro, agora impõe-se a mim, no segundo…tudo farinha do mesmo saco e não há inocentes em qualquer lado…triste!

  3. Que tal falarmos sobre Guido Mantega, Sergio Gabrieli.
    Que tal falarmos sobre as presidências de todos os fundos administrados pelo PT, PP e MDB.

    São BILHÕES roubados do povo trabalhador, daqueles que pensam em se aposentar e são lesados pela má administração dos fundos.

  4. Já foi provado? Interessante que só agora apareceu. A folha investiga, avalia e julga? Temos que concordar ?
    Se for verdade, que seja extirpado, caso contrário , tá feio este tipo de julgamento , né?

  5. Ministro além de honesto tem que também parecer honesto. Ainda não ê ministro. Primeiro teste para Bolsonaro que inclusive ainda não ganhou.

  6. Eita, Carlos Newton, vc não se cansa em agir de forma desonesta e parcial.
    “Parabéns” pelo seu trabalho “esclarecedor”, “apartidário” e pela “transparência” intelectual jornalística.

      • Naskiliano e Moraes,

        Por favor, não podemos ser os novos “petistas”, que jamais aceitavam acusações contra os membros da organização criminosa, e roubaram TRILHÕES DE REIS, dois, para ser exato!!!

        o Brasil quer e precisa de transparência, POIS MUITO MAIS IMPORTANTE do que qualquer candidato!

        Basta de continuidade de gente cujo caráter é duvidoso no poder quando, lá pelas tantas, um corrupto convicto!

        Que as investigações apurem a verdade sobre Guedes e, se inocente, ótimo, caso contrário fora despachado no momento oportuno.

        Abraços.

  7. Alfredoo!! Traz o Neve!!!
    Bozoóó!! Traz o Guedes!!!!
    Não dá, tá sujo de mellda!!

    Na campanha do Bozonagua, tanta coisa inesperada, faz lembrar outra frase brasileirissima:

    É DE CAIR O C* DA BUNDA!!!

    O FMI recomenda além do congelamento de salarios por 5 anos, que entreguem logo um trono e um bastão ‘fake’ ao Bozonaldio !.
    Primeira ordem oficial: Grudar com super bonder o casal Bozonaldo-Guedes, um em cada cume do Morro Dois Irmãos, em Noronha….
    Passagem só de ida.

    Au revoir les infants!
    Mediocridade infantil na política brasileira… patéticos!

  8. Não tem que tirar o Guedes coisa nenhuma. Isto é um truque para imobilizar Bolsonaro, se cair nele (e não cairá), daqui pra frente, toda vez que a imprensa escrever um artigo desta natureza terá que afastar e trocar de ministros.

    Lamentável, esta evidente que a Tribuna da Internet faz parte do mecanismo e presta continência ao sistema.

    • Jures,

      Ninguém está sendo golpista com relação a Guedes, por favor.

      Queremos verdade sendo apurada e com a mais absoluta isenção.

      Abraços.

  9. A imprensa divulgou que é a função dela, mais a informação foi do MPF, da Polícia Federal e da Receita Federal.

    Você está querendo controlar a mídia?

  10. Por que a paíxão de Bolsonaro pelo seu “Posto Ipiranga ” ? Para não corrermos o risco de sermos obrigados a sobreviver sob mais um Temer lá, está na hora de os irmãos da PF puxarem a capivara do Bolsonaro tb, devassa total a exemplo do que fizeram com o Lula, tendo em vista que na política podre do Rio de Janeiro, sob a égide do sistema podre, ninguém consegue eleger-se por mais de três mandatos sem ter muita culpa no cartório. O tal mercado desses caras é diabólico. Fui pagar a fatura do meu mísero cartão de crédito, que só aceitei sob a promessa de isenção de tarifa anual, mas qual não foi a minha surpresa ao verificar a fatura já estava pagando uma terceira parcela de de 12, de uma tal ” tarifa diferenciada “, no valor de R$ 25,00 cada uma, R$ 300,00 ao ano. Se na rua um correria nos roubar sequer R$ 25,00, uma parcela, e se for pego o maluco vai apodrecer na cadeia, mas os banqueiros, rentistas, agiotas e o tal mercado capturado, dominado e manipulados por bandidos, protegidos por governos e forças armadas, não, esses tem salvo conduto para nos tungar à vontade até nos extenuar e nos negativar para o resto das nossas vidas. E a minha impressão é a de que agora eles estão tentando se esconder atrás das forças armadas, via Bolsonaro, para continuar nos assaltando à vontade, sem que possamos dar sequer um pio contra elle$, na condição de escravo total dos me$mo$.

  11. Calma fanáticos do esquerdismo:
    o Bolsonaro não irá admitir bandidos como seus partidos fazem por serem quadrilha de criminosos.
    Por enquanto, se não são fake-news da imprensa corruPTa que sempre os apoiam, ainda é apenas indícios contra Guedes.

  12. Francisco Bendl; concordo com a matéria e seus comentários em gênero, número e grau.
    Nós que amamos o Brasil, e repudiamos o que a esquerda fez, não somo avestruz para enfiar a cabeça na areia para não ver a realidade e mais; conforme o comentário do CN; “se o Guedes for amigo realmente do Bolsonaro e principalmente do Brasil, imediatamente pede afastamento da campanha e do futuro governo até ao ponto de ficar claro a sua inocência, ou não.

    • Pereira Filho, meu caro,

      Alegro-me que pensemos igual nessa questão, que o futuro ministro de Bolsonaro deve ser afastado o quanto antes!

      Chega das mesmas histórias de sempre:
      “enquanto não for condenado …”

      Nesse meio tempo, o conceito de transparência e honestidade vai para o lixo!

      Bolsonaro não deve ser teimoso nesse momento;
      deve ser superior, e pensar no povo e país;
      deve manter a sua campanha intacta, e não permitir que dúvidas sejam colocadas como obstáculo ao que se propõe.

      Abração, meu caro Pereira Filho, mas temos mesmo de ser diferentes do que até aqui temos sido testemunhas de desonestidade e corrupção usadas impunemente por mais de três décadas!

  13. “se o Guedes for amigo realmente do Bolsonaro e principalmente do Brasil, imediatamente pede afastamento da campanha e do futuro governo até ao ponto de ficar claro a sua inocência”

    Caso seja confirmada a culpabilidade, faz o que?
    Nada? A confraria continua? Só que com ‘outros’ amigos….

    Essa campanha politica do Bozó…
    Parece que tentam inventar a roda….

    Leiam lá, nao esta em chinês:

    “A denúncia contra o economista Paulo Guedes, mentor da política econômica do candidato Jair Bolsonaro (PSL) é procedente, as provas são abundantes e o jornal O Globo já teve acesso aos mesmos documentos em que se baseou a reportagem do jornal paulista.”

    JÁ ERA!!! Papel Higiênico borrado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *