Federer: mais uma vitória e Murray ainda sem Grand Slam

Não foi um grande jogo. Os dois primeiros sets, mornos e sem levantar a plateia.Valeu pelo terceiro set, e principalmente pelas alternativas. Murray fez 5/2, Federer venceu três games seguidos, 5/5, e logo 6/6, quer dizer, tiebreak. Aí, sensação mesmo, os dois poderiam ter ganho e estiveram perto disso.

Federer e Murray sacaram para o ponto vencedor, não conseguiram. E foram empatados, de 7 a 7, até 11 a 11. Murray perdeu uma bola incrível, Federer fechou. 2 horas e 40 minutos, o escocês tem que esperar mais algum tempo para o título que tenta desesperadamente.

Murray apertou a mão de Federer sem olhar para ele, não é bom perdedor. Desafiou várias vezes, sempre errado, menos uma, o juiz de linha cantou fora, o bico da bola, 1 milímetro em cima da linha. No mais, reclamando muito, e sempre com cara de Dostoievski, humilhado e ofendido.

Fora da quadra: o sofrimento lancinante da mãe de Murray. Mãe sofre mais do que a mulher, Murray não é casado e a namorada rompeu com ele há 15 dias.

O jogo acabou às 9,25, aqui, o público decepcionado. Na conta bancária de Federer, mais 1 milhão e 800 mil dólares, 2 mil pontos no ranking. Murray, a metade dos dois.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *