Golpe e contragolpe

Adonias Mangueira Fernandes, de So Paulo, faz comentarios interessantssimos e que deveriam gerar debate importante e inadiavel a respeito de ditaduras, BRANDAS (Folha) ou IMPIEDOSAS (Mauricio Azedo, presidente da ABI).

A seguir a integra do comentario do cidado-contribuinte-eleitor e os comentarios do reporter:

Os reais ditadores

Interessante esse pessoalzinho que hoje nos governa(?). Dizem que lutaram contra os militares, em nome de Democracia (mas todos sabemos que queriam apenas instaurar uma outra ditadura, s que de esquerda…). E por conta dessa luta, recebem hoje polpudas e milionrias indenizaes e aposentadorias pagas pelo seu, pelo meu, pelo nosso rico dinheirinho….Pois agora, esses defensores da Democracia (h..h..h..), querem porque querem se manter eternamente no poder, e preparam um golpe de Estado, atravs do qual Lulla ser reeleito mais uma vez, e daqui a pouco mais uma vez, e mais uma vez, e mais uma vez, de tal maneira que fique governando(?) o Brasil por mais tempo que Fidel governa Cuba….Ser o sonhado Reich de mil anos de Herr Lulla dos petistas. E o gozado que essa gente fica falando mal dos militares a toda hora, falam da ditadura, das torturas, etc..Mas se esquecem que nenhum presidente militar ficou mais que 5 anos no poder, enquanto FHC ficou 8 anos e Lulla sabe-se l quanto tempo ficar… Quem so os reais ditadores, afinal?

Adonias Mangueira Fernandes, So Paulo (SP)
Sempre que se discute o que golpe, revoluo, ditadura, democracia, impossivel deixar de citar o frasista Winston Churchill: “Democracia o pior dos regimes, excetuados naturalmente todos os outros”. O mesmo pode ser dito de golpe ou revoluo, de ditadura, branda ou cruel. Muitas Revolues comeam como golpes, nenhum golpe acaba como revoluo. A Revoluo Francesa (o inicio do marquetismo, o mais colossal da Historia) acabou como golpe, com “cabeas rolando”, e todos querendo o Poder.

Por outro lado, jamais existe um golpe s. sempre um golpe e um contragolpe. Os que querem o Poder, de um lado, e os que precisam manter o Poder, por estarem ameaados de perde-lo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.