Guedes mistura cloroquina com cloro de piscina ao comparar Brasil a Argentina e Venezuela

Folha de S.Paulo Twitterissä: "Esta é a charge de @Benett_ publicada na  #Folha desta quinta (2). Quer ver mais charges do jornal? Acesse  https://t.co/SYBMd91i4u #folha #fsp #folhadespaulo #coronavirus  #coronavirusbrasil #covid19 #charge #humor #

Charge do Benett (Folha)

Elio Gaspari 
Folha/O Globo

Tarcísio de Freitas, ministro da Infraestrutura, só convive com as moscas de padaria. Não é candidato a nada e não quer ser. Até porque já decidiu: quando sair do governo irá para a iniciativa privada. E outro dia, o ministro Paulo Guedes disparou uma urucubaca: “Para virar a Argentina, seis meses; para virar Venezuela, um ano e meio”.

Misturou cloroquina com cloro de piscina. A Argentina teve projetos liberais mal conduzidos e fracassados. Na Venezuela, isso nunca aconteceu. O projeto de demagogia miliciana de Hugo Chávez era político.

LOROTA DE CHÁVEZ – Em 1999, quando o coronel Chávez assumiu, o tal de “mercado” torceu para que a manutenção de Maritza Izaguirre no Ministério da Fazenda garantisse alguma racionalidade. Um ano depois, Izaguirre foi substituída e voltou para o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Chávez chegou prometendo “mercado até onde for possível e Estado apenas onde for necessário”. Era lorota.

Aqui no Brasil, quando o governador João Doria anunciou que em janeiro começaria a vacinação em São Paulo, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, coronel da reserva Elcio Franco (aquele que usa brochinho de crânio atravessado por uma faca), disse o seguinte:

“Senhor João Doria, não brinque com a esperança de milhares de brasileiros, não venda sonhos que não possa cumprir, prometendo uma imunização com um produto que sequer possui registro nem autorização para uso emergencial”.

DÓRIA CUMPRIU – No dia 17 de janeiro, foi vacinada no Hospital das Clínicas a enfermeira Mônica Calazans. Jogo jogado.

 

Nesta quinta-feira (dia 4), a repórter Paula Ferreira mostrou que Franco encaminhou ao Senado uma planilha informando que neste mês o ministério distribuirá 38 milhões de vacinas.

No dia 17 de fevereiro, o general Eduardo Pazuello anunciara que entregaria 46 milhões de imunizantes. Onze dias depois, a previsão baixou para 39,1 milhões. Em duas semanas, evaporaram-se 7,9 milhões de vacinas.

O coronel-doutor deveria entrar na sala do general Pazuello admitindo:

“Chefe, estamos brincando com a esperança de milhares de brasileiros, vendendo sonhos que não podemos cumprir”. (O Ministério da Saúde levou em conta 8 milhões de doses de um laboratório que ainda não deu entrada ao pedido de autorização da Anvisa, mas deixa pra lá.)

12 thoughts on “Guedes mistura cloroquina com cloro de piscina ao comparar Brasil a Argentina e Venezuela

  1. Na Argentina, repete-se o que acontece em todos os países de terceiro mundo.

    A família Kirchner, acharcou o país, e acontece o que, nada!
    Aliás aconteceu, ao invés de estarem em cana, o povo reconduziu Cristina, ao poder.

    Logo….

    • Fachin o herói da Lavajato, o honesto, o iluminado, acaba de anular monocraticamente todos os processos do Lula!
      Olha que lindo, por que agora? Por que Bolsonaro aparece em primeiro para a eleição de 2022, simples assim.

    • Na Argentina, repete-se o que acontece em todos os países de terceiro mundo que adotam políticas neo liberais.
      As mesmas do Posto Ypi…
      Quanto à Venezuela, cego é quem não enxerga semelhanças com o governo Bozo.

      Aliás, e o Fachin?
      Já saltou do barco.

      .

  2. Quanto mais o tempo passa fica mais difícil de colocar a culpa no PT.
    No segundo semestre expira a validade do Posto Ypiranga. Ele vai levar a culpa de tudo.

  3. Oh CN não era vc que confiava que o Lula estaria inelegível? Que o STF nunca mudaria isso? Tá aí o Fachin de forma monocrática mostrando a lama que é o STF.

    • Agora sabemos quem manda no $TF. Decisão deste nível pode ser feita monocraticamente? Vale tudo para derrubar Bolsonaro. Alguém se habilita a pedir o impeachment deste militante de toga do MST? O senado tem culhão pra isso?

    • Fachin tenta salvar a Lavajato? Hahahaha…
      Gzuis a imprensa vive no mundo da lua! Perdeu completamente o contato com a realidade. Não tem a mínima ideia do que está acontecendo e ainda quer ditar o que é verdade e o que não é. Fachin acaba de matar toda a Lavajato, vai tudo pro zero. Por que? Por que Bolsonaro está em primeiro para 2022!

  4. Não é nenhum segredo que a FSP e o ESP são os maiores beneficiários da verba publicitária, distribuída às custas da grana da saúde, do tiranete de 5a categoria Agripino Dória.

    Para desmascarar o Gaspari, puxa-saco do tiranete, basta ao leitor consultar o site do Butantã: As 46 milhões já estarão disponíveis no Brasil até dezembro de 2020, sendo que 6 milhões delas virão prontas já em outubro, e as demais 40 milhões terão seu processamento finalizado no Butantan.

    Jornalista que paga pedágio pra governador corrupto acaba desmoralizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *