Joice Hasselmann diz que Flávio, Carlos e Eduardo têm rede de fake news com 1.500 perfis

Joice acusou filhos de Bolsonaro por “ataques coordenados” na internet

Deu no Correio Braziliense

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou que alguns de seus colegas de partido assinaram a lista que garantiu Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder da legenda na Câmara porque foram vítimas de ataques orquestrados nas redes sociais. Depois de diversas reviravoltas e uma clara disputa interna, o filho do presidente Jair Bolsonaro assumiu o posto nesta segunda-feira,dia 21.

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite da mesma segunda-feira, Joice se referiu a uma estrutura virtual de 1.500 páginas no Facebook, além de perfis no Instagram e grupos de WhatsApp, que é usada para realizar “ataques coordenados” na internet.

REDE DE INTRIGAS – “Quem aguenta um ataque coordenado de mais de 20 perfis de Instagram, 1.500 páginas de Facebook? Porque esses são os números. Mil e quinhentas páginas interligadas atacando todo dia, com memes sendo preparados, com todos os grupos de WhatsApp, ataca aqui, ataca ali…”, disse, já próximo do fim da entrevista.

“Inclusive, algumas pessoas que assinaram a lista (em favor de Eduardo Bolsonaro na liderança do PSL na Câmara), assinaram por isso, porque elas estavam sendo atacadas. E elas me diziam: ‘Joice, você tem mais de 1 milhão de votos, eu não tenho, eu tive 40 mil. Eu não tenho capital político, eu não posso fazer isso'”, completou.

ELEIÇÕES – Um pouco antes, a deputada negou que a desavença entre ela e a família Bolsonaro tenha sido motivada por cálculos políticos visando as eleições municipais do ano que vem — Joice é pré-candidata à Prefeitura de São Paulo. “Nesta briga específica, não tem nenhum horizonte eleitoral. Eu vou ser candidata e ponto. Já deixei isso claro, a Executiva nacional do partido me apoia e o presidente daqui de São Paulo, que é o Eduardo Bolsonaro, ou vai ser afastado ou daqui a pouco termina o mandato dele, em novembro. Então não muda nada no processo. Eu vou ser candidata e isso já está definido”, garantiu.

Joice, então, prosseguiu: “O que está envolvido aí é uma tentativa de tomar o controle do PSL no tapetão, para colocar um líder que é o filho do presidente, que não agrega, desagrega. Tanto não agrega que, mesmo com o Palácio atuando, os ministros atuando, (muitos deputados não o apoiaram).”

CIÚMES – A deputada reconheceu, no entanto, que o fato de ela ser amiga do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), gera “ciúmes” e faz com que alguns a vejam como “mais Doria do que Bolsonaro”. Ela também afirmou que as desavenças com a família começou quando ela defendeu as investigações sobre Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Nesse momento da entrevista, Joice — que se definiu como “100% lava-jatista” (e evitou se dizer 100% bolsonarista) — disse que não ficou satisfeita como o governo, que se elegeu com a bandeira do combate à corrupção, atuou.

HERDEIROS TRAPALHÕES –  Na avaliação da parlamentar — que, por decisão do presidente Bolsonaro, deixou de ser líder do governo na Câmara na semana passada —, os filhos são um dos maiores obstáculos para o sucesso do atual governo. “Quando o presidente da República, que é o homem mais importante do país, sai da estatura dele e desce pra fazer uma espécie de lobby para eleger o filho… no que isso ajuda o país? Isso enfraquece o presidente”, avaliou.

Para ela, os filhos de Bolsonaro deveriam se afastar das redes sociais. “Quando alguém que é filho do presidente fala uma frase, o peso dela é 10 vezes maior. Por isso mesmo eles deveriam ficar mais quietos, restritos. Deletar o Twitter deles. Deleta. Deleta tudo, deleta Facebook, deleta Instagram, deleta tudo. Fiquem quietos. Porque, em todas as crises que aconteceram entre Executivo e Legislativo, havia uma participação direta ou indireta de um dos meninos. Ou era alguém xingando um deputado, ou xingando um partido. O que isso contribui para o Brasil? Eu quero que o Brasil dê certo. Eu quero que o governo dê certo. E, desse jeito, daqui a pouco a gente vai perder a esperança”, afirma

“ERREI” –  Joice disse ainda que errou no último domingo, quando entrou em uma espécie de guerra de emojis pelo Twitter com o vereador Carlos Bolsonaro. Em determinado momento, ela tuitou a figura de um veado. “Errei. Reconheço”, disse, se referindo a essa postagem e acrescentando que pretendia apagá-la.

A deputada defendeu que os integrantes do PSL devem acalmar os ânimos e buscar um terceiro nome, que seja consenso, para liderar o partido na Câmara. Só assim, ela acredita, a legenda vai superar a atual crise. Ela, porém, não quis sugerir um nome nem mencionar deputados que estariam sendo cotados para a função.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – A deputada antes de gravar o programa “Roda Viva”, em entrevista ao site Uol, disse que Flávio, Carlos e Eduardo, os meninos/ príncipes/ presidentes coadjuvantes/ filhos de Jair mantêm uma grande rede de fake news promovendo “campanhas de difamação”. A chamada “milícia digital”. E, nas entrelinhas, citou os ataques a Mourão, Santos Cruz (ex-ministro da Secretaria de Governo), Bebbiano (ex-ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência), entre outros. E, ontem ainda, Joice Hasselmann respondeu à um ataque feito pelo perfil “Pavão Misterioso” no Twitter, atribuindo a autoria da página a Carlos Bolsonaro. A conta anônima havia publicado um vídeo de um porco andando de biquíni e marcou ex-líder do governo no Congresso, que respondeu com ironia. “Oi Carluxinho…como vc é elegante, quase um diplomata. Manda bjs pro Índio”. (Marcelo Copelli)

16 thoughts on “Joice Hasselmann diz que Flávio, Carlos e Eduardo têm rede de fake news com 1.500 perfis

  1. Dona porcina, podia dedurar os nomes dos bots que foram aparelhados para ficar aqui na TI tumultuando os “ataques coordenados” durante um ano?
    Eram “ataques coordenados”, donos da verdade, dessa verdade espúria, dos mentirosos, que têm a sua cara….

    Andam sumidos, o Bozolado deve ter chutado o balde com eles, como fez contigo…

    Tchau Porcina !

    PS: Da cidade de São Paulo você não ganha nem uma piaba.

  2. A Joyce, agora, deveria se manter quieta, calada, discreta.

    Quanto mais ela mexer na merda, pior vai ficar, até mesmo o fedor vai distingui-la das demais pessoas.

    Lamento que só depois do rolo no partido, que ela traz à tona o comportamento dos filhos de Bolsonaro.
    Joyce está sendo burra, pois demonstra que enquanto era figura de destaque do governo, tudo bem para as fake news.
    Uma vez destituída da função, virou inimiga do presidente e de seus filhos?

    Assim, a deputada vai perder os votos que recebeu de solidariedade, até os meus!

  3. Prova cabal de que o cacife desses Trampanaros não vale absolutamente NADA!

    Presidente que governa via redes sociais comandando dezenas de perfis FAKES!? milhares de paginas FAKES !?

    Fake’deu!

  4. Ao ver uma foto de um filho do Bolsonaro na Veja de hoje, entendi porque ele receita ter menos filhos! Pô, se o cara continuasse a fabricar criança haveria grande chance de nascer um batráquio.

    • E se provarem que Adelio Bispo agiu por intervenção divina então !?!?!?!?!?

      Por enquanto só essa diarreia envolvendo bozolados…
      A cara da riqueza! Uma elite às avessas…
      Bando de brucutu!!

      E o Bozolado é treta velha, conhecido por seus atos nefastos desde a expulsão da carreira militar….

  5. Joyce Dória, esta mulher esqueceu o caráter em casa. Quanta mentira, quanta loucura, realmente, ela não reúne condições de estar em Brasília. Mais uma que surfou na onda Bolsonaro e só pensa nela mesmo, vaidosa e desequilibrada. A máscara caiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *