Marina Silva, a sem acampamento

Tem sido recebida com salvas, aplausos e admiração, mas não tem nenhuma possibilidade de chegar ao Planalto-Alvorada. A ex-ministra só poderia ser presidente no bipartidarismo.

O equívoco: presidencialismo-pluripartidarismo

Essa falcatrua da representatividade que nada representa, vem do sistema. Presidencialismo com pluripartidarismo como o nosso, excrescência. Com 29 partidos, alguns vivendo do “fundo partidário”, o presidente é sempre um prisioneiro. Se os EUA fossem pluripartidários, Obama não seria presidente. Idem, idem, para Marina Silva. (Exclusiva)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *