Marqueteiro do Planalto começa a testar a campanha de Temer para a reeleição

Resultado de imagem para fizemos do limão limonada

Campanha mostra a torcida vibrando com Temer

Carlos Newton

Discretamente, acaba de ser iniciada a campanha eleitoral do presidente Michel Temer, criada pelo marqueteiro Elisinho Mouco, que está instalado com sua equipe no quarto andar do Palácio do Planalto, todos pagos indiretamente com recursos públicos, oriundos do contrato do governo com a agência de publicidade Isobar, que tenta cumprir a espinhosa missão de transformar em salvador da Pátria um governante altamente corrupto e impopular, que chegou ao poder por vias transversas e pensa que pode comprar todo mundo.

A grande mídia continua a não acreditar na candidatura de Michel Temer, que é mais do que óbvia, porque ele precisa desesperadamente da reeleição, única maneira de manter o foro privilegiado e proteger também os dois ministros que restaram no governo, depois da ruidosa queda de Geddel Vieira Lima.

SEM ALTERNATIVA – Caso decidissem se candidatar à Câmara Federal para manter o foro privilegiado, Michel Temer, Eliseu Padilha e Moreira Franco teriam de se afastar dos cargos no início de abril (seis meses antes da eleição). Seria um suicídio político-criminal, porque imediatamente os três passariam a ser processados e julgados pelo juiz federal Sérgio Moro.

O processo criminal conjunto dos três mosqueteiros (que eram quatro, mas Geddel já se lascou) teria um escândalo atrás do outro, porque provas não faltam, já levantadas pela força-tarefa da Polícia Federal, Procuradoria e Receita. Portanto, haveria um massacre midiático, em plena campanha eleitoral, reduzindo muito as chances de recuperarem o foro privilegiado. Por isso, o núcleo duro do Planalto chegou à conclusão de que é melhor apostar na reeleição de Temer, usando a máquina governamental e os recursos públicos, que já estão sendo generosamente gastos para bancar a marquetagem, por antecipação.

PESQUISA FAVORÁVEL – Temer se animou com a pergunta “Em quem você votará para presidente?”, na pesquisa Ibope que o coloca em quarto lugar, empatado com Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, João Dória e Dilma Rousseff. À frente deles, na chamada “pesquisa espontânea”, apenas Lula (que nem será candidato), Bolsonaro e Marina. Pela primeira vez, Temer foi mencionado em pesquisa eleitoral da sucessão, que apresenta maioria absoluta (56%) de indecisos, brancos e nulos, e o Planalto de empolgou.

A propaganda eleitoral de Temer, apresentando-o como “um vencedor”, começou a ser divulgada pelo Twitter nesta segunda-feira. O objetivo do marqueteiro Elisinho Mouco é testar a reação do público, para saber se está no caminho certo.

O vídeo de abertura da campanha da reeleição traz uma mensagem otimista sobre o Brasil. Começa com a torcida arrasada pela derrota para a Alemanha na Copa e inclui os dados negativos sobre a economia. Depois, tudo muda e a torcida começa a vibrar sob o lema “Viramos esse jogo!”, com imagens de uma ola feita pelo público na arquibancada, para destacar o sucesso do governo Temer.

###
P.S.Enquanto os demais candidatos reclamam da falta de recursos, Temer começa sua campanha com tudo em cima. Não há problemas de caixa um ou caixa dois, porque tudo é pago pelo Planalto, através da generosa verba da agência Isobar, que contratou o marqueteiro Elisinho Mouco como “Diretor de Conteúdo”.

P.S. 2 O marqueteiro recebe pelas duas pontas, porque os pagamentos do governo à agência Calia, que ele colocou no nome de seu irmão Gustavo Mouco, cresceram 82% na gestão de Temer, em plena crise. Até agosto, o governo já tinha transferido R$ 102,1 milhões à agência. Nada mal. (C.N.)

8 thoughts on “Marqueteiro do Planalto começa a testar a campanha de Temer para a reeleição

  1. Quantos foram mesmo os parlamentares que votaram a favor de sua permanência? Garantiram total conivência com qualquer ilícito praticado por seu protegido depois da votação. Sem contar o relator que assumiu que Temer fica, pois não existem santos no Brasil. Impronunciável, a posição onde este deve se encontrar na escala de “santidade” parlamentar. Quanto a reeleição, a forma como foi feita no Congresso, quase que garante um mandato de 8 anos para presidentes no Brasil. Não é atoa que presidentes em países democraticamente mais cheios de cicatrizes como nas Honduras, a reeleição presidencial é tão abominada e qualquer presidente que tente mudar a lei, é preso. O fato é que nenhum país merece Michel Temer como presidente por mais quatro anos.

  2. Todos sabem quem é Temer, e o que é o PMDB. Está jogando dinheiro fora, apenas. Bem como todos aqueles traidores do Brasil, que votaram na permanência do PT e Dilma, nas 2 votações em favor de Temer, e na votação em favor de Aécio e Eduardo Cunha. A listagem está pronta, e é enorme. Vamos fazer campanha com essa listagem nas mãos.

  3. Meus caros, onde está a Justiça eleitoral, esse gasto de nossa grana, indecente, merece outra pergunta: O Tribunal de contas fiscaliza???, O marqueteiro de Lula, está preso, e esse agora do Temer, usando o espaço público do Palácio, verba, para propaganda eleitoral, fica tudo por isso mesmo. Temer e corja, estão afundando cada vez mais o Brasil nesse oceano de podridão.
    o STF, está stf, com uma Presidente, que não teve a coragem de honrar a Srª Justiça, com seu “voto de Minerva”, desmentido sua fala de posse, o Poder é do povo, foi hipocrisia, o Brasil está com o poder não mão de canalhas.
    Uma Nação, cuja justiça, só abate os 3Ps -pobre, preto e puta, e premia os ladrões de alto coturno, deixa de ser ser Decente e justo, e passa a ser uma “coisa”, a Esperança, está na Justiça de 1ª instância, representada pelo Juiz Moro, e aqueles que o tomam como exemplo de Dignidade. Os Tribunais superiores, são superiores em mordomias e passos de cagado, nos custando uma fortuna, sem o devido retorno de uma Justiça, que faça JUSTIÇA. Que Deus nos ajude, a sair dessa podridão, pacificamente, e que o trabalhador-eleitor, tome vergonha na cara, e vote com Dignidade, para o Brasil voltar a ser uma Pátria dos brasileiros, pois Temer, nos está vendendo no varejo e no atacado.

  4. Reeleição nada!
    ARTUR VIRGILIO PRESIDENCIAVEL
    Helio Fernances
    Escreveu artigo excelente, lançando a propria candidatura. Deputado atuante, senador brilhante e contundente, não se reelegeu, contrariou interesses poderosos.Diplomata de carreira,pediu posto, ficou muitos anos no exterior.
    Voltou,foi eleito prefeito de Manaus, fez otima administração.Reeleito no primeiro turno.Em pleno mandato, considerou que ainda tem contribuição a dar no plano nacional. Anunciou que deixa a prefeitura em abril. Não sei por qual legenda concorrerá. Como senador, pertencia ao PSDB, antes do partido se transformar em balcão de negocios.
    O pai, intransigente combatente da ditadura, foi cassado no mesmo dia em que este reporter.

  5. Transformar sapo em príncipe, só em contos de fadas.
    O Temer parece que nada aprendeu nos muitos anos de “bastidores” político, porque nunca foi politico de frente, sempre foi de “por debaixo dos panos”.
    Agora em final do mandato, que é postiço, quer fazer reformas que mexem com a vida dos eleitores, porém se fosse para melhor, tudo bem. Mas não é, pura maldade e crueldade. Ainda pensa em se candidatar?
    O que acho que pretende é eleger um sucessor que lhe garanta um cargo com foro privilegiado, para não ter que encarar um juiz de primeira instância.
    Melhor que foro privilegiado, é apos a morte ir para o paraíso. Não é Renan, Jucá, Collor e cia ?

  6. Esse pilantra corrupto vai torrar ainda mais o nosso dinheiro nessa empreitada eleitoreira safada! Alguém precisa barrar esse Temer! Antes que não sobre mais nada deste Brasil.

    Mas os militares dormem em berços esplêndidos dentro dos quartéis…

  7. Mais um marqueteiro na praia contaminada do partidarismo eleitoral, do golpismo ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$. E como é que o nome da figura ? Elisinho ? É isso mesmo ? E lá vem o Temer de novo com a sua laranjada e pombal verde e amarelo cagona à beça aprontar das suas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *