Meirelles quer disputar 2018 com apoio de Temer, num doce voo na ilusão

Resultado de imagem para henrique meirelles charges

Charge do Nani (nanihumor.com)

Pedro do Coutto

O título, claro, está inspirado em Tennessee Wiliams e o fato é objeto de reportagem de Marina Dias, Folha de São Paulo desta quarta-feira. O ministro da Fazenda, que hoje assinala 0% nas pesquisas do Datafolha e do Ibope, espera chegar em março com um índice básico de 5 pontos. Seria esta a propulsão para sua candidatura à presidência da República. Candidato de Michel Temer? Uma ilusão, pois o atual governo tem a aprovação de apenas 3% do eleitorado brasileiro e pode ainda se tonar mais impopular em face do debate sobre a reforma da Previdência.

O ministro da Fazenda é um homem muito capaz em matéria de economia e finanças. Mas, pelo visto não possui sintonia alguma em matéria de política. Política partidária inclusive.

ESTÁ NO PSD? – Henrique Meirelles não sabe por qual partido pretende concorrer. Qualquer legenda serve. Menos a do PSDB porque o governador Geraldo Alckmin, indicado para presidir a legenda, anunciou que vai propor o desembarque do governo, com os ministros que possui abandonando os cargos. Somente Aloysio Nunes Ferreira quer permanecer na Esplanada dos Ministérios.

Por isso, Meirelles deve ler com atenção a reportagem de Maria Lima, Catarina Alencastro, Eduardo Barreto, Letícia Fernandes e Silvia Amorim, edição de ontem de O Globo.

O titular da Fazenda não deve voltar-se contra os fatos. Suas perspectivas eleitorais não favorecem a seu projeto de decolagem em março. Decolagem sem aeroporto porque no caso, o aeroporto obrigatoriamente tem que possuir a marca de um partido político. Será que seu partido, o PSD, lhe dará legenda?

FORTE REJEIÇÃO – É verdade, como as pesquisas estão demonstrando, que existe na atmosfera brasileira uma forte rejeição aos políticos da velha guarda. Eles falharam e intoxicaram o país de promessas e mais promessas, todas esquecidas. Neste caso, enquanto Meirelles voa na ilusão, os eleitores e eleitoras fortificam suas opiniões na triste realidade que envolve o país.

Mensalão, Petrolão, Odebrecht, JBS, Andrade Gutierrez são exemplos de uma sórdida onda de cooptações. Do outro lado, Joaquim Barbosa, Sérgio Moro, Marcelo Bretas para citar apenas três figuras que respondem com honestidade aos desafios da desonestidade.  Por falar em Joaquim Barbosa, que alcançou 11 pontos no Datafolha, sua candidatura tem potencial para crescer. Seu partido, o PSB, é pequeno. Mas foi o autor do convite para sua filiação e candidatura à Presidência da República. Ainda não respondeu, porém o campo está aberto para uma resposta afirmativa.

BARBOSA – 0 ex-presidente do Supremo encarna o sentimento popular de rejeição aos políticos e traz consigo a bandeira da ética. Ele, certamente, tem defeitos, como todo ser humano, mas é preciso considerar a verdade de que o candidato ideal não existe.

Esta frase não é minha. Estou repetindo uma opinião do grande pensador Alceu de Amoroso Lima. Em 65, em sua coluna no Jornal do Brasil, Amoroso Lima anunciou o voto em Negrão contra o candidato de Lacerda, Flexa Ribeiro. Jovens estudantes foram a sua casa e criticaram seu posicionamento. Amoroso Lima respondeu apenas: o candidato ideal não existe.

Essa frase sintetiza a realidade. Fora daí é atribuir a política um sentido de ilusão. O pensador cristão preferiu a verdade explícita.

5 thoughts on “Meirelles quer disputar 2018 com apoio de Temer, num doce voo na ilusão

  1. Se a atual PGR cumprisse seu trabalho isso sequer estaria sendo discutido.

    A 3ª denúncia contra Temer no caso da MP do porto de Santos acabaria com essa brincadeira e todos iriam pra prisão.

    Mas Temer colocou Segovia e Raquel Dodge em seus postos para evitar que isso aconteça !

  2. O grande e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO analisa a estratégia do Ministro da Fazenda Sr. HENRIQUE MEIRELLES (73) PSD para chegar a Presidência da República, e com os dados até aqui, a considera “um doce voo na ilusão”.

    Mas nós vemos a coisa um pouco diferente. Temos basicamente 2 Grupos disputando o Poder:
    Os “Nacionais-Desenvolvimentistas”, dos quais o Presidente LULA e PT são a ponta de lança, e os Representantes do “Mercado”, do qual o Ministro MEIRELLES ( PSD e CENTRÃO) são a ponta de lança.
    Na Presidência de Coalizão Brasileira é muito difícil um Representante PURO dos Nacionais-Desenvolvimentistas, ou Representante PURO do Mercado, ganhar a Eleição Presidencial e principalmente Governar.
    Mas quando há uma Chapa de União entre as 2 Facções, como foi o caso de 2002 entre o Presidente LULA PT ( Nacional-Desenvolvimentista), e o saudoso Mega-Empresário Sr. JOSÉ ALENCAR ( PR-MG), ( Representante do Mercado), a Chapa foi imbatível.

    Agora, teríamos um Mega-Empresário Sr. HENRIQUE MEIRELLES ( Mercado) na cabeça da Chapa, e de Vice, um indicado do PT( representando os Nacionais-Desenvolvimentistas) pelo Presidente LULA, PT, que sabe com 99,9% de certeza que será impedido pela Justiça de se candidatar Pessoalmente.

    O Presidente LULA, conhece e admira muito o Ministro MEIRELLES, que foi seu estratégico Presidente do Banco Central em sua Administração 2003- 2012, que o indicou várias vezes para a Presidenta DILMA (69) PT para o Ministério da Fazenda, proposta sempre recusada pela Presidenta DILMA que optou por Governar só com os Nacionais-Desenvolvimentistas, e acabou mal.

    Então, se o brilhante e competente Ministro MEIRELLES ( Mercado), que vem fazendo um excelente trabalho num Conjuntura dificílima, conseguir a União com o PT do Presidente LULA ( Nacional-Desenvolvimentismo), o que não vemos impossível, pelo contrário, fácil, arrastará junto o Centrão ( PMDB- PSDB- PSD- PR………….) e será uma Chapa fortíssima.

  3. Logo Temer passará uma rasteira direta em Meirelles, pois esse presidente pilantra quer continuar tendo seu foro privilegiado, para escapar da cadeia, e se candidatará à reeleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *