Nem as palavras escapam

Informao-opinio

Depois da degradao da corrupo, senadores violentam a palavra, precisam urgente de um Aurlio ou Houaiss, desconhecem a lngua

Apesar de dizerem orgulhosos, sou senador da Repblica, muitos so apenas suplentes, alguns to republicanos quanto o partido desse nome que quase enterrou a Repblica.

Mas no foi sempre assim. Basta lembrar do primeiro presidente do Senado, Prudente de Moraes, que NO QUIS ser candidato a presidente da Repblica em 1890, garantiu: A Repblica nasceu to desequilibrada que no aguenta minha vitria.

No aguentava mesmo. Candidato e presidente em 1894, foi o CONSOLIDADOR DA REPBLICA.

O depoimento (CONTRA) de Dona Lina foi vergonhoso, constrangedor, exibio completa de falta de educao. A impresso era de que nos dias anteriores j haviam esgotado o estoque de violncia. Longe disso.

A vtima agora, o vernculo

Oposio e situao praticaram o crime ortogrfico da repetio, o que no louvvel. Quase todos usaram e abusaram da palavra PREVARICAO, at mesmo Mercadante, que tem boa formao.

O que realmente PREVARICAO

1 exclusivo de funcionrio pblico. Dona Lina . 2 Ato praticado irregularmente em benefcio prprio. Fica evidente o desconhecimento dos nobres senadores.

Convocao-custo-benefcio

3 No houve irregularidade, a secretaria foi chamada ao Planalto-Alvorada, compareceu, num gesto de boa educao. 4 Ela no hierarquicamente subordinada a Dona Dilma.

Como dizer, No vou?

5 Mas depois do presidente da Repblica, ningum mais poderoso do que o Chefe da Casa Civil. 6 Qual foi o benefcio que Dona Lina obteve atendendo a uma convocao, a no ser essa exposio a que est sendo brutalmente submetida?

O crime dos senadores

6 Eles que h meses esto estarrecendo, assombrando e revoltando o cidado-contribuinte-eleitor com suas prticas IRREGULARES EM BENEFCIO PRPRIO.

7 Diro: No praticamos PREVARICAO, no somos FUNCIONRIOS. E isso seria PREVARICAO ortogrfica, ningum mais funcionrio do que eles, excludos os 20 suplentes, que realmente praticam PREVARICAO eleitoral, exercem cargo que no conquistaram.

Acareao: o susto do Planalto

9 Os senadores que se fartaram de exibir a palavra PREVARICAO, talvez estejam com razo ao condenar Dona Lina, quando respondeu afirmativamente a senhora aceita acareao com Dona Dilma?.

A vitria de Dona Lina

10 Apesar de massacrada pela ignorncia e a pssima educao de tantos, aceitando a ACAREAO, a a ex-secretaria pode realmente ser enquadrada porque aceitou sabendo que seria completamente beneficiada.

Desejo no secreto

11 Uma concluso no exposta, mas completamente visvel: quase todos, oposio e base, queriam que a secretaria denunciasse Dona Dilma.

Mercadante mitmano

Jos Serra chamou Mercadante da palavra que est no ttulo. Totalmente equivocado, mas o senador de So Paulo que se defenda, fazia isso muito bem. At ser estranhamente isolado e silenciado pelo Planalto-Alvorada.

Serra e a palavra

O governador de So Paulo no devia se aproximar da palavra mitmano, teve um suplente 6 anos no seu cargo de senador, agora diz que contra o suplente.

Filantrpico e pilantrpico

Quando era Ministro, Serra usou em benefcio prprio a palavra filantrpico. O senador Jacques Ornellas (da Bahia), contestou imediatamente, disse da tribuna: Serra pilantrpico. No sabe o que ser filantrpico. Nenhuma resposta.

Sarney, a decadncia do sempre

No foi a omisso (ou ausncia) de ontem que arruinou a biografia do ex-presidente da Repblica por acaso e do Senado por insistncia. Mas essa insistncia no pode existir mesmo se o Planalto-Alvorada insistir.

Artur Virglio cresceu, Flavio Arns apareceu

PS O que sobrou da sesso de ontem? A grandeza de Artur Virglio se defendendo e a emocionante CONFISSO de Flavio Arns: O PT, meu partido, jogou a TICA NO LIXO, estou envergonhado de ter escolhido o PT como meu partido.

PS2 H muito no se ouvia um pronunciamento to vibrante, brilhante e conflitante com quase tudo que est em volta dele. Ainda existem senadores no Senado e isto no redundncia.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.