O destino dos fracos possuidores de riquíssimas jazidas de petróleo

Welinton Naveira e Silva

O destino da Líbia, já estava selado. Todos já sabiam. Continuará trágico e cruel, não será muito diferente do genocídio no Iraque. As invasões militares do Iraque e da Líbia, por acaso riquíssimas em petróleo, foram lideradas pelo mais temível bandoleiro de todos os tempos. Só mesmo o poder das armas nucleares pode detê-lo.

Em tempos de fartura, ele nunca respeitou ninguém. Com a atual grande crise econômica, séria e mortal, perdeu toda a preocupação que mantinha para com as aparências. Em alucinado desespero, necessitando como nunca de petróleo barato e de aquecer a sua desativada e poderosa indústria bélica, não teve dúvidas. Munido de meia dúzia de sórdidas mentiras, passou a assaltar a luz do dia, bem às vistas de todo o mundo.

Mas, incompetente e burro, quanto mais se envolve em atrocidades, mais se complica e afunda. Por exemplo, ao matar Kadafi, cometeu outro grande equívoco. Kadafi morto, tornou-se um mito, indestrutível. Tudo que um desgraçado povo precisa numa hora de extremo desespero e sofrimentos.

Mais uma vez. fica a lição para todos os possuidores de grandes reservas de riquezas naturais, principalmente petróleo: se preparem, enquanto há tempo.

 
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *