O general quer petrleo

Carlos Chagas

Desembarca amanh em Braslia o general James Jones, Assessor de Segurana Nacional do presidente Barack Obama. Sua principal audincia no ser com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, mas com o ministro de Minas e Energias, Edison Lobo.

Devemos estranhar? Nem um pouco, porque para os Estados Unidos, segurana nacional energia. Os americanos tem feito de tudo para garantir seus autmveis rodando e seu pas funcionando. At invadir o Afeganisto e o Iraque eles invadiram, entre outros movimentos militares, e no foi para levar a democracia aos talibs ou, muito menos, porque Saddam Hussein dispunha de armas de destruio em massa. Invadiram para garantir suprimentos de petrleo, como sustentam a ditadura na Arbia Saudita pelo mesmo motivo.

Desde o governo George W. Bush que esto de olho nas imensas jazidas do pr-sal brasileiro. No foi coincidncia haverem recriado a Quarta Frota da Marinha de Guerra para patrulhar o Atlntico Sul. O interesse de Washington dispor de energia a qualquer custo, se possvel pacificamente, mas, se necessrio, pela fora das armas. Porque as reservas em territrio americano esto se esgotando, mesmo aquele petrleo que eles importam e estocam em poos ou cavernas na regio do Golfo do Mxico.

A luz amarela deveria estar acesa h muito tempo no semforo fincado diante do palcio do Planalto, pois o Brasil parece a bola da vez. Nossa riqueza por enquanto incrustada no fundo do oceano desperta atenes e cobia no mundo inteiro. Por enquanto, somos cortejados, e quem saiu na frente foi a China, outro pas desesperado por energia. Tanto que Pequim j colocou disposio da Petrobrs nada menos do que dez bilhes de dlares, com a proposta de mais cinco, para investirmos no pr-sal. Desde que saldemos essa dvida no em dinheiro, mas com o petrleo a ser extrado.

Os Estados Unidos chegaram atrasados. Depois da iniciativa chinesa o Eximbank ofereceu dois bilhes de dlares Petrobrs, que achou pouco e obteve a promessa de mais cinco.

Para complicar as coisas, bom referir que o nosso petrleo detectado no pr-sal, dentro e fora das 200 milhas, um tanto caprichoso. No basta furar e enriquecer, porque a reserva no parece contnua. Meses atrs a Chevron, segunda maior empresa petrolfera dos Estados Unidos, gastou bilhes e furou no seco. Claro que autorizada pela Petrobrs, na base de contratos de concesso celebrados antes e que do s multinacionais uma fatia respeitvel de nossas reservas. S que essa parceria pode no bastar para encher a goela dos irmos do Norte, se num futuro no muito distante eles ficarem ainda mais dependentes.

Em suma, bom que o ministro Edison Lobo tome cuidado. O general quer petrleo.

As pesquisas, onde andam?

Caso os principais institutos de pesquisa eleitoral no divulguem novos nmeros, esta semana, bom acreditar um pouquinho na parania de certos grupos da oposio, para os quais o governo manipula, pressiona e se aproveita dessa atividade comercial. Porque se diminuiu sensivelmente o ritmo de divulgao dos percentuais de aprovao dos candidatos presidenciais, alguma razo haver. As ltimas pesquisas conhecidas so de maio, quando Dilma Rousseff ultrapassou a casa de um dgito, chegando a 12% nas preferncias populares. De l para c, indica a lgica que teria crescido ainda mais. Se no cresceu, no entanto, o governo ter seus motivos para exigir das empresas que permaneam sombra. Direta ou indiretamente, so clientes ou dependem do poder pblico. Fica difcil acreditar que se tenham desinteressado de consultar o eleitorado sobre suas tendncias. De qualquer forma, vamos aguardar o fim de semana…

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.