“O presidente Bolsonaro está o cão com a derrota nas urnas”, comenta funcionário do Planalto

Irritado com perguntas sobre investigação de Flávio, Bolsonaro ataca  jornalistas | Reuters

Envelhecido, Bolsonaro enfrenta um inferno astral permanente

Vicente Nunes
Correio Braziliense

Gente graúda que trabalha no Palácio do Planalto diz que há muito tempo não vê o presidente Jair Bolsonaro tão irritado. Ele não se conforma de ter levado uma sova tão grande nas eleições municipais. “Bolsonaro está o cão com a derrota nas urnas”, diz um funcionário que trabalha próximo ao gabinete presidencial.

O presidente, segundo assessores, acreditava que conseguiria eleger a maior parte dos candidatos que apoiou publicamente — ele chegou a postar uma lista com nomes de sua preferência nas redes sociais, mas apagou o post depois de divulgados os resultados das disputas para prefeitos e vereadores.

HORÁRIO GRATUITO – Com o discurso de que precisava derrotar a esquerda, Bolsonaro criou seu “horário eleitoral gratuito” e pediu votos para 59 candidatos, sendo um ao Senado, na eleição suplementar em Mato Grosso, 13 para prefeitos e 45 para vereador. O resultado final foi 45 derrotados, 12 eleitos e 2 candidatos a prefeito no segundo turno.

“O presidente estava certo de que seu poder de transferência de votos era grande. Ele ficou muito confiante depois que as pesquisas mostraram um contínuo crescimento de sua popularidade, por causa do auxílio emergencial”, ressalta o mesmo funcionário do Planalto. “As urnas, no entanto, o traíram”, acrescenta.

FORÇA POLÍTICA – Os mais próximos do presidente dizem que não dá para desqualificar o poder eleitoral dele, uma vez que, nas eleições municipais, pesam muito as questões locais. Portanto, para esse grupo, Bolsonaro continua muito competitivo. “Se as eleições presidenciais fossem hoje, ele teria boas chances de ser reeleito”, frisa um assessor próximo do presidente.

O certo, porém, é que Bolsonaro sentiu — e muito — o golpe. E está se movimentando para montar estratégias a fim de manter o capital político que acredita ter. Nos últimos dois dias, ele conversou muito com líderes políticos para entender o que aconteceu nas urnas e que para onde deve seguir.

Um dos caminhos a ser seguido pelo presidente é o de se filiar a uma legenda para tirar proveito da estrutura partidária. Ele sabe que o Aliança do Brasil, que tentou criar, está fadado ao fracasso. Outro ponto em discussão: acelerar o anúncio de um substituto do auxílio emergencial. A ideia é fazer o anúncio antes do Natal.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGAo mesmo tempo, complica-se cada vez mais a situação do senador Flávio Bolsonaro nas rachadinhas, com  envolvimento da própria mulher, que também é ré no processo. Por isso, quando Jair Bolsonaro reclama que sua vida é uma desgraça, está dizendo a verdade. Ele vive num permanente inferno astral. Devia se consultar com Olavo de Carvalho, que era astrólogo antes de virar filósofo terraplanista. (C.N.)

12 thoughts on ““O presidente Bolsonaro está o cão com a derrota nas urnas”, comenta funcionário do Planalto

  1. Será se esse vagabundo não sabe: para se alimentar de carniça e não defecar uma imundice pior, o sujeito deve ser xengo?
    Ele não é capaz de prevê os reflexos de suas atitudes canalhas?

  2. Quando o povo se cansar do direito constitucional de modificar o governo, ele deve exercer o direito revolucionário de desmembrar e derrubar este governo

    A. Lincoln – discurso de posse, 1861

  3. Gente graúda, interlocutores, pessoas próximas do presidente, funcionários do palácio do planalto, etc. Quando o artigo começa assim já se sabe que é FAKE NEWS. Nem o cara pálida autor desse texto acredita no que ele mesmo escreveu. E assim vai a impren$a, cada vez pior.

  4. Foi só anunciar apoio ao Capitão Wagner para prefeito de Fortaleza , os percentuais do candidato despencaram nas pesquisas. Foi suplantado pelo candidato do PDT ainda no primeiro turno .

    No segundo turno, segundo as pesquisas, o Capitão tende a levar uma surra daquelas

    DATA FOLHA trás hoje uma pesquisa que dar 59 para o Sarto e 41 para o Capitão do PROS.

  5. Bom dia , leitores (as):

    Senhores Vicente Nunes (Correio Braziliense),Carlos Newton e Marcelo Copelli acontece que o Presidente Jair Bolsonaro esta colhendo o que plantou , ao iniciar e doutrinar os filhos no mundo do ” CRIME POLÍTICO INSTITUCIONAL” , só que ele perdeu ( jogou fora) dois anos de seu mandato ” SABOTANDO AS INSTITUIÇÕES DO PAÍS “, para limpar a barra de seus filhos criminosos , e livra-los da perda do mandato e possível prisão , e o Brasil e seu povo que se dane .

  6. Como o boçal tem uma língua muito grande não consegue mantê-la muito tempo dentro da boca. Se tivesse cumprido com a promessa que ele mesmo fez de, só no segundo turno declarar apoios não estaria hoje lambendo as feridas, estupidamente abertas. Mas gente burra e estúpida só aprende batendo com a cabeça na parede. Coitados daquele que se deixaram seduzir pelo conto do nosso Mick Jagger, já se sentiam eleitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *