Papa respondeu a mensagem enviada pelo advogado Jorge Béja

Jorge Béja

É um Papa tão simples e fraterno que, conhecendo seu e-mail pessoal e privativo, a Ele enviei mensagem com pedido de bênção. Pois o Papa ligou seu computador, abriu a Caixa de Entrada, clicou na minha mensagem e a respondeu.

Eis o texto, rigorosamente exato, atencioso e afetuoso que o Papa Francisco enviou para o meu e-mail:

“Oi, Jorge Beja, lhe agradeça escrever. He/She se lembra que nossa fé só deveria estar em Cristo Jesus, cabeça da Igreja. Se nós acreditamos que Ele é o Sr. e que o Pai Celestial ressuscitou de entre os mortos, nós seremos desculpados. Eu dedico a você e sua família a bênção escrita nas Escrituras Sagradas em Números 6:24-27 “Yahvé te abençôe e te guarde. Yahvé faça brilhar sobre ti sua face e se compadeça de ti. Yahvé volte para ti o rosto e te dê a paz”. Jorge, se você tiver uma Bíblia, você pode ler em família o Evangelho inteiro de acordo com San Juan e você será abençoado. Uma saudação do Papa”.

Digo que não conheço Jorge Mário Bergoglio. Na mensagem que ao Papa enviei intitulei o assunto desta maneira “DE JORGE PARA JORGE”. É verdade que o colunista Ancelmo Góis deu uma nota sobre isso. Escreveu ele no Globo de 25.3.2013 “Papa Francisco mandou bênção de seu e-mail privado para o e-mail do advogado Jorge Béja”.

Porém, o conteúdo da mensagem que o Papa Francisco me enviou estou publicando agora, com exclusividade, neste comentário ao respeitabilíssimo jornalista-editor da Tribuna da Imprensa, Carlos Newton, que escreveu artigo sobre o carisma de Francisco e o afeto que o mundo a Ele já sente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *