Partidos desconhecem (?) a lei e pedem Justia Eleitoral mais prazo para fechar federaes…

Charge do dia

Charge do Cabalau (Arquivo Google)

Julia Affonso
Estado

Diante da falta de acordo para fechar alianas nos Estados, as cpulas do PT e do PSB decidiram pedir mais prazo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para formalizar uma possvel federao partidria. Na prtica, isso significa adiar a unio em torno da candidatura do ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva ao Palcio do Planalto.

O prazo para que as federaes sejam registradas termina em 2 de abril, seis meses antes das eleies. Na avaliao de dirigentes do PT e do PSB, o prazo muito curto. Um dos motivos que a janela partidria perodo em que parlamentares podem trocar de partido, sem perder o mandato termina na vspera, em 1 de abril.

RECURSO AO TSE – O pedido de prorrogao da data fixada pelo TSE para registro das federaes apoiado pelo PCdoB e PV. Os partidos devem apresentar representao ao TSE at segunda-feira, 24.

Ns queremos fazer um recurso, porque o tempo da poltica no pode ser dado pelo tempo do processo burocrtico do TSE, disse a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, aps deixar reunio com dirigentes do PSB nesta segunda-feira. Foi o primeiro encontro do ano das cpulas dos dois partidos. Tem definies na poltica que vo acontecer s depois da janela partidria, a partir de abril. O TSE est nos forando a fazer uma discusso sem ter uma clareza.

As federaes partidrias sero uma das novidades das disputas de 2022. Foram criadas pelo Congresso em setembro do ano passado, e regulamentadas por uma resoluo do TSE publicada em 14 de dezembro, sob a relatoria do ministro Lus Roberto Barroso, presidente da Corte eleitoral.

ATUAO CONJUNTA – A exemplo das coligaes, a federao permite que os partidos atuem em conjunto no perodo eleitoral, inclusive somando os votos para conquistar mais vagas na Cmara e nas assembleias. Mas as semelhanas acabam por a: a federao exige que as siglas continuem juntas, por, no mnimo, quatro anos.

(O prazo) cria uma dificuldade, um instituto muito novo, muito complexo e um tempo insuficiente, afirmou o presidente do PSB, Carlos Siqueira.

Ele e Gleisi se reuniram nesta quinta-feira, 20, na sede nacional dos socialistas em Braslia para discutir as estratgias dos partidos. Participaram do encontro pelo PSB, o ex-governador de So Paulo Mrcio Frana, o governador de Pernambucano, Paulo Cmara. Pelo PT, o secretrio-geral do partido, Paulo Teixeira.

CASO ALCKMIN – O encontro no definiu a entrada do ex-governador de So Paulo Geraldo Alckmin no PSB. Alckmin cotado para ser vice na chapa liderada por Lula. Segundo Siqueira, Alckmin foi convidado a entrar no partido e tudo indica que ingressar, mas preciso ver se haver uma aliana formal com o PT.

No Twitter, Siqueira disse que o PSB vai apoiar candidatos petistas na Bahia, Sergipe, Piau e Rio Grande do Norte e voltou a falar que necessrio reciprocidade por parte dos petistas. H que se ter reciprocidade na construo da unidade poltica. Vamos iniciar com o PT uma rodada de reunies nos Estados para aprofundar o debate sobre os nomes aos governos estaduais, destacou ele ao lembrar que o PSB tambm tem palanques a oferecer no Maranho e em Alagoas.

EXISTEM PENDNCIAS – O principal entrave para as alianas so as candidaturas aos governos estaduais. Em So Paulo, por exemplo, o PT pretende lanar o ex-prefeito Fernando Haddad ao Palcio dos Bandeirantes, mas Mrcio Frana, do PSB, quer ser candidato.

O PT j indica que pode abrir mo da candidatura em Pernambuco para fechar acordo com o PSB. Ainda h impasses para acertos no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Esprito Santo e Acre.

Gleisi afirmou que as escolhas de candidatos devem seguir os mesmo critrios em todos os Estados. Com muito respeito entre ns, temos de chegar a um denominador. A competitividade da disputa l vai se dar se ns conseguirmos unificar esse campo. Eu sou daquelas que defendem tambm trazer o PSOL para essa unio, disse a presidente do PT. Uma nova reunio dos partidos foi marcada para a prxima quarta-feira.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Bem, amigos, normal que jornalistas no conheam as leis e se baseiem em informaes de terceiros. Mas inaceitvel, abominvel e inacreditvel que os partidos polticos no conheam as leis que regem as eleies. J explicamos diversas vezes, aqui na Tribuna, que o prazo para federaes no 2 de abril, mas 5 de agosto (ltimo dia para realizar convenes). A Lei 14.208, de 28 de setembro de 2021, absolutamente clara a respeito e cita esse prazo em dois artigos. Um deles determina que a federao poder ser constituda at a data final do perodo de realizao das convenes partidrias (5 de agosto). E o outro reafirma que vedada a formao de federao de partidos aps o prazo de realizao das convenes partidrias. Mas a ignorncia e a esculhambao falam mais alto no Brasil de nossos dias. lamentvel. (C.N.)

One thought on “Partidos desconhecem (?) a lei e pedem Justia Eleitoral mais prazo para fechar federaes…

  1. Os partidos desconhecem tudo.
    Alis, eles nem sabem porque existem. Seus filiados e representantes legislativos, 90 por cento so analfabetos funcionais. Muitos no tm a menor ideia da grandeza do Pas.
    Os que chegam l sendo analfabetos ou no, aprendem rapidinho as seis letras do alfabeto: R-O-U-B-A-R.

    Fazem tudo que podem pra meter a mo, afinal, o sujeito pensa que pode no se reeleger e a mete a mo sem medo de ser feliz.
    Ningum perde a chance de ganhar alguns milhes rapidinho.
    mais fcil que tirar doce de criana.

    Se o bicho pegar, o que raro, s dizer que perseguio poltica. rsrs

    O Brasil e os Brasileiros, esto comendo o po que o diabo amassou.
    H trinta anos!!

    Poderamos ser uma potncia, mas somos o pas da ladroagem.
    Lamentvel!

    JL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.