Pela verdade

Helio Fernandes

Serei rapidíssimo nesta minha última participação NESTE Blog. Não posso me alongar sobre o inexistente. Na quarta-feira não vi o Blog, não mandara matéria, portanto não estava interessado. Por volta das três ou quatro da tarde me comunicaram o que o CN publicara: que fora demitido por mim com aviso prévio. Fui ver, fiquei surpreendido, mais do que todos.

Sou pessoa física, não posso contratar ou demitir ninguém. O Blog não é empresa, não pode ter empregado. Podia terminar aí, quero apenas desmascarar a mentira, mostrar que tudo foi bem armado. Apenas por curiosidade. Quanto ganhava ou ganha o senhor CN? Como recebia, em cheque, dinheiro vivo? E quem pagava a ele?

O Blog só tinha e tem duas pessoas. Eu, que escrevo, e o CN que administrava (?) e editava (?) o Blog. Mas tem que haver alguém que pagava e ele e que o remunerava.

Nossas divergências vinham de longe. Se agravou quando o CN “implorou” a “colaboração dos colaboradores”. Fui contra, era humilhante e desnecessário. O Blog não custa nada, é baratíssimo, é só trabalho. O CN recebia em seu nome. Que ele coloca por inteiro, para não haver engano no banco ou casa lotérica. E ficava com tudo, não sei quanto, não me interessei.

Outro fato que me levou a parar várias vezes: o Blog não tem a menor penetração, ninguém lê, a não ser alguns (não todos) que adoram o pseudônimo ou anonimato, assim executam melhor a baixaria. Ou voltava  (gosto de escrever, não escondo, sou o único jornalista do MUNDO que fez coluna e artigo, por mais de 50 anos, diariamente, com as interrupções impostas pela ditadura).

Fora da ditadura e com o jornal fechado, interrompi várias vezes a participação, porque não gosto de escrever para mim mesmo. Mas o CN me dava números “entusiasmados”, retumbava: “Você é a atração do Blog, sem você não há interesse”. E eu dizia: “Faz o Blog do CN, tira meu nome e o da Tribuna, como chamaria?”. Ele se recusava. E reclamava muito.

Dizia que precisava trabalhar e que administrar e editar o Blog era muito difícil. Então, por que insistia? Outra coisa: eu precisava escrever para o dia seguinte, o CN explicava: “Tenho que trabalhar”.

Duas empresas já me contataram, querem colocar o Blog no ar. (Desculpem, detesto essa palavra que usam). O que me seduz na proposta: posso mandar matéria de 8 da manhã às 8 da noite, que pode ser acessada 30 ou 40 minutos depois.

###
PS – Vou terminar, com uma explicação: todos os jornais do mundo têm cartas dos leitores. Colocam uma ou duas a FAVOR, uma ou duas CONTRA, está mantida a neutralidade.

PS2 – A Tribuna foi o primeiro jornal a manter esse ritmo de debate comigo e não entre si. Muitos estão aqui e se lembram.

PS3 – Todos debatiam comigo, aceitavam o que eu escrevia ou discordavam, saía tudo. Mas ninguém exercia baixaria contra ninguém, escreviam para Helio Fernandes, recebiam resposta de Helio Fernandes, contradiziam e voltavam a discordar de Helio Fernandes.

PS4 – Não estou nem um pouco chateado e sim aliviado. Para que pensem bem. Os que me chamavam de comunista, agora dizem que sou fascista. Cuidado, estão no caminho errado.

PS5 – Também o CN não “TRAVOU COMBATES COMIGO”. Vou completar agora 80 anos de jornalismo, comecei com 13 anos, órfão de pai e mãe. O CN tem 25 anos menos do que eu, não dava nem para sonhar com trincheira conjunta ou paralela.

SOLIDARIEDADE DE PORFÍRIO

HELIO, RECEBA MINHA SOLIDARIEDADE, COMO SEMPRE. A TRIBUNA NÃO PODE PARAR.

CORDIALMENTE,

PEDRO PORFÍRIO

Recebi três ou quatro manifestações (a repercussão do Blog não permite mais do que isso), estou colocando apenas a do Porfírio, por causa da sua luta, da sua bravura, do seu passado, não expropriado, mas conquistado. Na fase mais dura e mais dramática da Tribuna da Imprensa, ele foi seu Editor Responsável. Eu vivia preso, seqüestrado, desterrado, ele assumia o jornal por longos anos, seus filhos ainda eram muito pequenos.

O Porfírio foi o jornalista mais torturado de todos os tempos. Dos que não morreram, ninguém sofreu e resistiu como o Porfírio. Recorrendo ao lugar comum: torturado barbaramente,e por várias vezes.

Pedro Porfírio era jornalista de verdade, do primeiro time, não perambulava, que palavra, por TVEs sem audiência , ou assessor do BNDES, banco oficial, e assim mesmo demitido.

Esse episódio fez você reaparecer, muita satisfação por termos TRAVADO COMBATES JUNTOS.

###

NOTA DE CARLOS NEWTONHelio Fernandes enviou este texto por fax, com determinação de que fosse publicado “sexta-feira, hoje, se o caráter permitir”). Como sempre, tive de digitá-lo, espero que não tenham saído muitos erros. O texto parece ser endereçado aos leitores e comentaristas da Tribuna, que ele acha serem poucos, mas no final se dirige a mim pessoalmente, o que não deixa de ser uma honra.

Trabalhei realmente na TVE, mas também na Manchete, na Bandeirantes, em O Globo, Jornal do Brasil, Ultima Hora, Diário de Notícias, Correio Braziliense, IstoÉ e tantos outros órgãos de comunicação, que até perco a conta.

Realmente, fui assessor do presidente do BNDES, Carlos Lessa, tenho imenso orgulho disso, mas não fui demitido. Depois de Lessa, assessorei os presidentes Guido Mantega e Demian Fiocca, e só sai quando acabou o mandato dele.

Depois, fui contratado pela Tribuna, pela terceira vez, e tenho carteira assinada, sendo o único funcionário da empresa que continuou em exercício (fazendo o Blog) depois do fechamento do jornal. Mas isso, como diz Roberto Carlos, para Helio Fernandes é apenas um detalhe.

173 thoughts on “Pela verdade

  1. Helio Fernandes a Tribuna é um jornal amado,chega a ser sagrado. Helio, pelo amor de Deus, não deixa a tribuna acabar. Pedro Porfírio, sumiu, mano ! cadê tuas crônicas, não vai escrever mais.

    • Renato.
      Desde a última edição da TRIBUNA impressa escrevo o meu próprio blog – http://www.blogdoporfirio.com
      Sempre me coloquei à disposição do nosso admirável Hélio Fernandes.
      Mas o blog da TRIBUNA, que ficou nas mãos do Carlos Newton, provavelmente não precisou de minha colaboração. Reconheço, aliás, que tenho textos muito longos para blog.
      Como considero importantíssimo que a TRIBUNA continui, estou na sua torcida. HÉLIO FERNANDES é uma figura da HISTÓRIA, um combatente pela liberdade. Nenhum outro jornalista lutou tanto, teve tanta coragem e enfrentou de forma tão despojada os podereosos, inclusive os que tentaram usar de seu poder econômico. Por isso, já sofria perseguições e prisões antes mesmo de 1964.
      No que depender de mim, a TRIBUNA continuará. E a TRIBUNA é HÉLIO FERNANDES.

        • Vou discordar desta afirmação, respeitosamente.
          A Tribuna compreende também seus leitores e colaboradores, frequentadores e comentaristas.
          De nada adianta somente o nome do Hélio Fernandes se não houver gente que enalteça o espaço e lhe dê brilhantismo, independente dos textos do célebre repórter.
          Neste caso, imagino que muitos daqueles que postaram seus registros e muitos transformados em artigos, sentir-se-ão ofendidos por este desprezo, este dar de ombros pelos debates e discussões que ao longo de vários anos foi característica deste blog.
          Se o Newton não satisfez uma corrente política, excelente, maravilhoso, pois é prova cabal da sua isenção e responsabilidade à testa deste espaço na função de mediador, um trabalho desenvolvido com muito profissionalismo e dedicação.

          • E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino? Mateus 12:26

            E, se um reino se dividir contra si mesmo, tal reino não pode subsistir; Marcos 3:24

            Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. Mateus 12:25

            Mas, conhecendo ele os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino, dividido contra si mesmo, será assolado; e a casa, dividida contra si mesma, cairá. Lucas 11:17

          • Caro Bendl,

            Você é sensato e justo,como sempre,nas suas análises.

            Apenas como adendo,não é possível relevar que Helio Fernandes,age como um “Fidel Castro” de passado recente,onde o “povo” (que para ele é nada) ,com seus discursos (leia-se lavagem cerebral) de horas a fio,para que seu autoritarismo,narcisismo e egocentrismo aflore sem limites.

            A interatividade entre os leitores,é um absurdo na concepção de Helio.

            Não admite jamais,que o seu ego não seja a única importância a ser considerada e aplaudida.

            A mensagem subliminar de Helio,é: leiam o que escrevi e sigam-me sem questionar (porque para Helio,TUDO que sai de sua cabeça é obra-prima,sem equíocos algum).

            PS-No mais,você já disse tudo no conjunto do comentário.

  2. Sr. Helio Fernandes decidiu acabar com a TRIBUNA DA IMPRENSA “on-line” (lembrem que o JB hoje só existe virtualmente e alias, faz parte da maquina de propaganda PTralha) e ai a “demissão” do Carlos Newton ou a TRIBUNA continua sem o Carlos Newton ?

    Poderia explicar somente isso ?
    Obrigado.

  3. Que o HF e o CN me desculpem pela intromissão em questão que, agora, acho que é particular, mas pelo que está escrito, a convivência entre ambos na TI se inviabilizou. Parece que chegou naquele ponto do “ou ele ou eu”. Mas, afinal, quem dos dois permanecerá ?

  4. Boa tarde,
    Moro no interior do Rio Grande do Sul e acesso este blog várias vezes ao dia. Lamentaria muito se ele acabasse. Gosto muito das matérias aqui veiculadas. Não sei qual o real problema entre vocês, mas o blog é lido sim. Pensem bem.
    Felicidades a todos!

    • Minha cara Luíza (que nome lindo e doce porque é o da minha amada neta),
      Seria uma tristeza muito grande o término deste espaço democrático.
      Lutemos para evitar que ele acabe desta forma abrupta e inexplicável.
      Um abraço deste teu conterrâneo, quie também reside no interior gaúcho.

  5. Os Fernandes parecem ser assim, quando menos se espera desferem golpes nos amigos. O Millor praticou isso muitas vezes: por uma desaprovação intelectual ou artística qualquer praticava uma desfeita daquelas. Já bastante idoso se penitenciou e chegou a dizer que graças a sua “insânia” perdeu muitos amigos. Aliás, nem custa lembrar, Millor e Hélio Fernandes ficaram muito tempo sem se falar.
    Quanto ao que HF escreve, muito agradecido por me chamar de insignificante (“ninguém lê”), mas ele mesmo confessa que se não havia coluna sua também não lia (“não mandara matéria, portanto não estava interessado”). As colaborações financeiras que fizemos seguiam em prestações de contas e verifiquei que as que fiz estavam lá e somadas às demais totalizavam um valor tão pequeno que jamais mereceriam alguma insinuação maldosa, como parece ser o caso (“E ficava com tudo, não sei quanto, não me interessei.”). Então quem cuidava de quase tudo não poderia ter uma paga (“não custa nada, é baratíssimo, é só trabalho”). Que desprezo pelo trabalho! E as despesas de manutenção, CN teria que pagar do próprio bolso? Por fim, acho que não ficou esclarecida a questão da demissão/desligamento do CN da TI, pois nesse sentido as palavras também se contradizem.

  6. Gostaria de comentar apenas esta frase, visto que atinge a mim e aos demais comentaristas:

    “Outro fato que me levou a parar várias vezes: o Blog não tem a menor penetração, ninguém lê, a não ser alguns (não todos) que adoram o pseudônimo ou anonimato, assim executam melhor a baixaria.”

    Menos verdade (royalties para HF). O “anonimato” existe apenas para o leitor. Eu poderia assinar Marcos de Castro Penna ou outro nome qualquer e, ainda assim, todos os leitores podem (e devem!) duvidar da veracidade do nome dado(*). Nos blogs da Internet, a “assinatura” é o endereço de e-mail e o IP de origem. Ponto. Respondendo ao Hélio, meus comentários não são anônimos e ele pode me contatar pelo endereço de e-mail que forneço e comprovar sua origem pelo IP — ambos únicos — caso julgue necessário acusar-me de “baixaria”, algo que jamais perpetrei em vida.

    Outro engano é duvidar da “penetração” dos blogs ou outros formatos virtuais como as redes sociais, vídeos e que tais. A importância desses meios é tamanha que o PT criou o MAV e financia abertamente jornalistas, escritores, articulistas, artistas etc, por via direta ou através de empresas públicas (e.g. Petrobrás, CEF, BB) pela militância virtual. O que deve incomodar ao Hélio é a reação imediata aos seus artigos publicados. A Internet é uma via de mão dupla e o Hélio está há muito acostumado com a mão única dos jornais impressos onde “Colocam uma ou duas [cartas do leitor] a FAVOR, uma ou duas CONTRA, está mantida a neutralidade.”, como lhe convém, emendo. Fora isso, muitos têm obtido imenso sucesso no meio virtual, tanto de público quanto financeiro, mas é preciso não ter medo da mão dupla.

    (*) Em respeito ao próprio, caso exista de fato, Marcos de Castro Penna não é meu nome, mas isso vocês já desconfiavam.

    • Prezado Mike,
      Realçaste uma frase do Hélio que também a mim desgostou, dando a entender que ele mesmo não acreditava no blog.
      Uma pena, diante dos esforços do Newton em aperfeiçoá-lo e mantê-lo à nossa disposição, da mesma forma que me decepciona o modo como o célebre jornalista nos compreendia como participantes deste espaço.
      Enfim, Hélio foi sincero, apesar de ter sido deselegante conosco e não nos ter dado o valor merecido, principalmente aos comentaristas mais inteligentes e brilhantes que escreviam na Tribuna e que enalteceram sobremaneira o nome Tribuna da Imprensa.

      • Bendl, este é o efeito colateral de se iconizar pessoas, “transformar (alguém ou algo) em ícone (‘emblema do seu tempo’)”, como Houaiss definiu. O ego é mau conselheiro, já disse alguém. E os exemplos se repetem, não importa matiz ideológica ou origem, com Collor, Sarney, FHC e Lula, isto para limitar-me aos mais recentes. Se levantarmos os olhos não haverá espaço suficiente para nominá-los todos.

        Em tempo: parabéns pelos seus artigos e opiniões sempre pertinentes e cordatos.

  7. Hoje , com a internet, não existe mais aquele jornalismo em que se escrevia e o leitor engolia.
    Foi uma das boas coisas que apareceu com o computador, maravilhosa tecnologia desenvolvida na maior democracia capitalista do mundo, por jovens sonhadores nas garagens de suas casas.
    Enfim, sem leitor não há jornalismo e nem todo jornal tem lugar para publicar a opinião de todos.
    Com a internet isso acabou. Todos, bons ou ruins, podem opinar e contribuir para uma sociedade melhor.
    A democracia ficou menos fraca com a internet.

  8. Meu nome é Mônica Queiroz e meus comentários não são anônimos, uma vez que este é meu nome mesmo. Mas hoje estou com “disfunção cognitiva” e não estou entendo a confusão que está este jornal…

  9. Jornalismo liberdade e comunicação

    As defesas da liberdade de expressão e de comunicação pela grande mídia, tão apregoada nas democracias capitalistas, nunca existiu plenamente em lugar algum. Antes da liberdade de comunicação, muito antes, vem os interesses das elites dominantes, interna e externa, sempre juntas. Acima da pátria. Tudo que se publica e divulga na grande mídia, de um modo ou de outro, sempre passa pelo crivo da censura ou da autocensura, salvo exceções. Entretanto, a velha e combativa Tribuna da Imprensa é uma dessas honrosas exceções. Por isso mesmo pagou muito caro.

    Não podemos ignorar a grande coragem e competência de alguns jornalistas, muita deles, expondo a própria vida no exercício do jornalismo e de suas impolutas consciências. Sempre existiram homens de coragem incomum, que ousaram peitar as elites dominantes, publicando coisas desagradáveis aos seus inescrupulosos interesses e objetivos, como o brilhante Jornalista Helio Fernandes, que em recente passado, sempre esteve em aberto combate a sangrenta e corrupta ditadura militar, das trincheiras da indomável Tribuna da Imprensa, escrevendo e resistindo, sob implacáveis perseguições e censuras da ditadura, inclusive, preso por diversas vezes. Até hoje, continua sem receber as indenizações obtidas na Justiça, após mais de 33 anos de luta judiciária, pela destruição da Tribuna da Imprensa pelos terroristas da ditadura militar.

    Por tudo que já presenciamos e tomamos conhecimento sobre a coragem e comprovada disposição de luta do Jornalista Helio Fernandes, apesar da avançada idade, não podemos acreditar que estaria se despedindo do campo de combate, de ferrenha e intransigente defesa dos maiores interesses do Brasil. Um guerreiro dessa grandeza não desiste nem sai de campo. Pode até cair. Mas lutando. Que Deus o ilumine e lhe dê forças para prosseguir na sina que Ele lhe reservou.

    Saudações
    Welinton

  10. CARTA “REBUS SIC STANTIBUS” A HELIO FERNANDES.

    MESTRE,
    nada sei do que se passou e se passa entre o senhor e Carlos Newton. Pelo que leio publicado, apenas desentendimento. Jamais desavença. Não conheço pessoalmente Carlos Newton. Não lhe sou íntimo, nem ele de mim. Nos respeitamos. Nos admiramos. Mando modestos artigos e Carlos Newton publica. Todos. Até mesmo simplórios comentários meus Carlos Newton põe título e publica também como artigo. E não é de hoje. Teve início anos atrás, num dia triste e de muita dor. Foi quando, pela vez primeira acessei o blog e enviei condolências. Lembro-me que escrevi no espaço do leitor: “Dr. Hélio Fernandes, reparta comigo seu sofrimento. Transfira-o todo para mim, se tanto fosse possível”. Pois bem, Carlos Newton publicou e, ao saber meu e-mail, me enviou mensagem dias depois: “Béja, quando puder, mande artigos seus”.E assim tudo começou.
    MESTRE,
    li ontem, surpreso, a curta nota que Carlos Newton publicou, informando seu desligamento e que o blog da Tribuna iria sofrer mudança…Li, também, atentamente, os 103 comentários que lhe seguiram. O que mais me comoveu foi o 60º comentário. Está subscrito pelo talentoso, íntegro e sábio Jurista Doutor Fernando Orotavo Neto. Eis alguns trechos: “Carlos Newton e Hélio Fernandes constituem uma das mais bem sucedidas parcerias do jornalismo, e se completam”. E prossegue o Eminente Doutor Orotavo (de quem possuo todas as suas obras jurídicas, compradas, lidas e por mim aplicadas nos peticionamentos à Justiça), a respeito do dia em que Carlos Newton levou o senhor até seu escritório para defendê-lo de uma ação movida por um ministro do TCU: “Senti como se um filho estivesse preocupado com o pai que tanto admirava….Ali havia amor….Vencemos em todas as instâncias. Nós três. Espero que se reconciliem para o bem de todos e do jornalismo brasileiro”.!!!. Ah! Meu Deus, que expressivo e sublime depoimento eu li!. Que todos leram!
    MESTRE,
    mesmo sem a cultura do respeitabilíssimo Doutor Fernando Orotavo Neto, também tive eu a honra de ser seu advogado. Irritado com a verdades que o senhor publicou, Sérgio Naya o processou. Queria indenização por “danos morais”. E o senhor me instruiu, me alertou e me ensinou, para nunca mais eu esquecer: “Doutor Jorge Béja, o senhor é meu advogado. Lembre-se que somente quem tem honra e vida reta pode pleitear reparação por dano moral”. Também vencemos, diante da Justiça e da Lei de Deus. Tudo o que o senhor publicou não demorou muito para se confirmar. E o Palace II ruiu. Desabou os “castelos de areia que Naya constrói”. O senhor, Mestre Hélio Fernandes, foi um vidente. Previu antes, o que veio exatamente acontecer depois.
    MESTRE,
    a Tribuna da Imprensa e o senhor não se pertencem. São patrimônio da cultura e do nacionalismo do Brasil e do Povo Brasileiro. Por onde o senhor passar, todo brasileiro tem o dever de saudá-lo e perguntar: “Dr. Hélio Fernandes, em que lhe posso servir?”. Em qualquer recinto que o senhor entrar, os que se encontram sentados têm o dever de se levantar, inclinar o corpo em reverência e aplaudi-lo, efusivamente. Todos nós, brasileiros, temos um mandato natural, que a História da Tribuna da Imprensa e mais a Trajetória da Vida do Senhor nos outorgaram. Somos todos seus admiradores e ardentes defensores. Mesmo os entreguistas e corruptos sabem que têm esse natural dever, essa natural gratidão…
    MESTRE,
    vamos a Exupery: “O essencial é invisível para os olhos. Só se vê bem com o coração. Cada um de nós se torna eternamente responsável pelo próximo que cativou”. E o senhor cativou a todos nós e, de nós e por nós o senhor é eternamente responsável.
    MESTRE,
    teve um dia, neste 2013 ainda em curso, que enviei artigo para Carlos Newton. Ao reiterá-lo sobre o artigo, ele me respondeu: “Amigo, já li e vai ser publicado às 17:30h de hoje. Agora estou concentrado na digitalização do artigo do Hélio, que me manda por fax e eu não posso errar. Abraços, CN”.
    MESTRE,
    permita a mim, um de seus milhões de discípulos, dizer que esses desentendimentos, susceptibilidade tangida, mágoas, irritações, queixumes e sentimentos outros, não são elevados, não são próprios de um Bravo Herói Nacional e imbatível e extraordinário defensor do nosso Brasil, de sua cultura, riquezas e de seu povo. Tudo isso é insignificante. Causa doença. Obstrui os canais que nos fazem dialogar com Deus e a Espiritualidade. Cede e deixa de existir quando a pessoa que o protagoniza é, de um lado, nada mais, nada menos, o Jornalista Hélio Fernandes e seu jornal, Tribuna da Imprensa. E de outro, o incansável Carlos Newton que, para tocar sozinho este conceituado blog, creio eu, de dia é o Carlos. De Noite, o Newton. Sem parar.
    MESTRE,
    “que as coisas permaneçam como estão” (“Rebus Sic Stantibus”). Era assim para o Direito Romano. É assim para o Direito Brasileiro, quando algo de imprevisto, inusitado, surpreendente, inesperado e fortuito, venha acontecer capaz de atingir as relações estáveis, materiais, negociais e pessoais. Que o nosso Carlos Newton continue à frente do blog, sempre sob a direção do senhor. Deixo registrado que este meu apelo parte do meu coração e que ninguém antes dele soube, dele ouviu dizer ou cogitar. Confesso que muito gostaria de ler este comentário também como artigo.
    OBRIGADO MESTRE.
    Jorge Béja

  11. A ingratidão é uma grande falta de caratér…Duas empresas te contataram já Helio? Com isso calcula-se a penetração do blog, n~ao acha? Agora os leitores seguirão um blog bancado por empresas? Que empresas sao essas?!!!

  12. O comentário do Dr. Jorge Béja é o texto que gostaria de escrever, se tivesse esse dom de me expressar. Dê a volta por cima Hélio Fernandes! Sem Hélio Fernandes não existe a Tribuna e sem a Tribuna não existe blog. Que vocês dois reflitam : Errar é humano (caso tenha ocorrido algum erro de um ou do outro). Quero apenas pensar que houve uma desavença! Pensem nos leitores em busca da Biblioteca da Tribuna da Imprensa! Gostaria muito que amanhã, ao abrir meu PC em busca do blog do Hélio Fernandes, ou Tribuna da Imprensa encontrasse tudo normal. Amém

  13. Me entristece essa contenda, justamente agora que o site da Tribuna superou as dificuldades com o provedor UOL e se apresenta com um lay-out novo. Helio Fernandes merece especial respeito como homem e particularmente como um jornalista que enfrentou perseguições terríveis, inclusive mantendo uma ação de reparação na justiça contra o Governo Federal, ganha, que já se arrasta há 30 anos. Em sua homenagem, mantemos em nosso site uma página dedicada a ele – http://www.vejosaojose.com.br/paradilmaler.htm – quando reproduzimos seus escritos. Sua presença escrevendo é essencial ao Brasil. Quanto ao Carlos Newton, é preciso louvar seu enorme esforço para editar e atualizar o site da Tribuna, dai ter saído em sua defesa em comentário anterior. Não sei da possibilidade de um reatamento entre Helio Fernandes e Carlos Newton, algo, acredito, desejado por todos. Tomara que consigam superar. Meu abraço especial ao amigo ilustre jornalista Pedro Porfírio que, mesmo com problemas de saúde, se colocou mais uma vez à disposição de Helio Fernandes. A verdade seja dita: Somos tão poucos a falar, escrever e publicar a nossa verdade que devemos nos unir e superar as dificuldades. Que continue o site da Tribuna da Imprensa com Helio Fernandes, Carlos Newton e agora com Pedro Porfírio fundamentais na formação de opinião.

    • Pessoal, está na hora de fechar o PC, Espero amanhã ter voltado tudo ao normal ai na Tribuna da Imprensa que tanto admiro. Hélio Férnandes, Carlos Newton e Pedro Porfirio unidos no site da Tribuna para alegria dos seus leitores.

    • Carlos Newton é também um jornalista ÍMPAR e incansável, conforme a maioria dos frequentadores deste espaço registra diariamente.
      Excluí-lo desta forma sinaliza uma tendência que repudiamos e inaceitamos, principalmente porque nos remete à forma petista de agir, à base de ingratidão e traição ao povo e País!

        • Mais uma vez vou discordar de ti, Beta, que parece não ver nos outros profissionais da Comunicação seus valores.
          Hélio tem a seu favor a idade, que o torna, sim, o mais experiente repórter brasileiro.
          No entanto, esta condição não o transforma como num passe de mágica no melhor existente. Hélio sabe como ninguém a história política deste País, seus bastidores, suas nuances, seus enigmas, porém do passado. O valor do velho (no bom sentido) repórter como memória viva à disposição para pesquisa, entrevista, depoimento é inestimável, mas para assuntos que nos remetem anos atrás, haja vista que a sua energia, a sua desenvoltura efetivamente não é a mesma aos 90 anos, convenhamos.
          E ele faz muito em continuar a escrever, comprovando lucidez, além de acrescentar à História do Brasil seus conhecimentos e participação em momentos cruciais desta Nação.
          Hélio merece ter um espaço onde possa se exprimir e relatar o que sabe, razão pela qual a luta de Newton para que ele jamais deixasse de escrever, alegando que a sua imagem era essencial ao blog, trazendo credibilidade e atraindo pessoas a participar com Hélio do mesmo espaço.
          Desta forma, Newton foi o responsável para que Hélio não fosse esquecido, e isto tu não podes negar; Newton foi o amigo e admirador de Hélio que o trouxe às manchetes novamente através do blog da Tribuna; Newton foi o causador de termos lido e trocado idéias com Hélio porque sempre insistiu na sua participação na Tribuna em face do que representa ao jornalismo brasileiro.
          Ora, Newton não viveu às custas da “estrela”, mas a fez brilhar, irradiar a sua beleza, a sua importância, portanto, Newton se não tem a experiência do Hélio na sua função, óbvio, mostrou-se dotado de um caráter ÍMPAR, elevado, despojado, justamente para enaltecer uma pessoa que merecia a atenção que hoje possui.
          Mais a mais, não é somente Hélio a nossa História, pois existem célebres jornalistas que enriquecem a Comunicação brasileira mundo afora, que também colaboraram para que o povo soubesse de notícias importantes, e muito investigaram para que a verdade viesse à tona, e seria um pecado que nós os desprezássemos.
          Hélio é demasiado importante, mas Newton o recolocou neste patamar quando pediu e foi atendido, para que o notável reporter voltasse a escrever, registrando dados da sua excepcional memória e nos brindando com seus conhecimentos e experiência, que não significa que ele é infalível, que não erra, que não escreve textos que não sejam contestados.
          Tu não podes e não tens o direito de menosprezar o Newton, pois na razão direta que assim fazes, Beta, cometes o mesmo erro com Hélio Fernandes.

  14. Helio: “Outro fato que me levou a parar várias vezes: o Blog não tem a menor penetração, ninguém lê, a não ser alguns (não todos) que adoram o pseudônimo ou anonimato, assim executam melhor a baixaria.”
    .
    Concordo.

    Helio: “Fora da ditadura e com o jornal fechado, interrompi várias vezes a participação, porque não gosto de escrever para mim mesmo.”
    .
    Creio que ninguém.

  15. Hoje 22/11/2014, O blog Tribuna da Imprensa está oficialmente desaparecendo… Ficará na memória de seus admiradores. Mas tudo nesse mundo tem um fim. E ele chegará para todos nós.

    R.I.P

  16. Caro Helio Fernandes,

    Sou um dos colaboradores, e pela transparência e entendimento de todos da Tribuna da Imprensa, descreverei minha participação neste site.

    A grande mídia é publicidade das corporações e dos estados. Há pouco jornalismo e muita propaganda. Sou um anarquista e vejo que Helio Fernandes não faz ideia do valor da Tribuna da Imprensa em uma época como a nossa, onde o JORNALISMO MARROM se digladia com o JORNALISMO CHAPA BRANCA . 

    Os textos escritos por Helio Fernandes, Carlos Chagas, Sebastião Nery e Carlos Newton, a liberdade e pluralidade de ideais, e a qualidade jornalística, são algo que não se encontra em nenhum jornalão (como diz Helio) nas bancas ou nos portais ‘noticiosos’.

    Sou produtor fonográfico, escritor e leitor assíduo da Tribuna.

    Anos atrás, em um dos vários momentos turbulentos do blog, surgiu a proposta de abrir “doações” dos colaboradores, para manutenção do site. Fiz uma sugestão/conselho/proposta para inserir publicidade: estas seriam mais do que suficiente para gerar uma renda.

    Na época, recebi em resposta que Carlos Newton e Helio Fernandes conversaram a respeito, e que devido à independência editorial do blog, seria uma impossibilidade, visto que contrariaria a proposta de ser uma publicação independente.

    Este pensamento porém não faz sentido mais, já que a publicidade na internet não se dá na forma ortodoxa que os jornalistas e demais profissionais da comunicação pré-internet estavam acostumados.

    Recentemente o blog da Tribuna sofreu de vários problemas técnicos, ficando fora do ar. Novamente entrei em contato com o editor para colaborar.

    Com o acesso aos servidores e registros a mim concedido, fiz um backup do antigo blog, paguei sua trimensalidade em novo servidor, fiz a migração de Domínio, comentários e artigos e comecei a desenvolver um novo layout. Por fim, inseri a publicidade.

    PELA VERDADE

    “O Blog não tem a menor penetração, ninguém lê.”

    Isto não é verdade. Em apenas dois dias, o blog faturou em publicidade 30 dólares americanos (algo em torno de 70 reais.) São milhares de leitores diariamente. Existem ‘picos’ de 70 mil visualizações diárias.

    É possível fazer contratos publicitários mais lucrativos, isso depende de um layout atraente e do aumento de visitas dos leitores.

    Os jornais impressos são dispendiosos. Um jornal na internet é muito mais barato e pode ser até mesmo mais lucrativo. Existem menos “amarras”. Existem menos “intermediários”. É possível manter em alto nível um jornal online, sem se vender a corporações ou estados. A internet é libertária assim como a Tribuna da Imprensa. E a sua relevância não é apenas histórica, mas atual. Não se enganem!

    Sonho com o dia em que a Tribuna da Imprensa deixará de ser apenas um blog para se tornar um verdadeiro portal de notícias da Internet. É possível fazer isso sem muito investimento, que será arrecadado pela forma autossustentável que propus, como exposto acima.

    O principal investimento e diferencial a Tribuna já tem: grandes jornalistas.

    A Tribuna da Imprensa, desde a sua fundação, passou por  momentos tortuosos por buscar sempre uma voz dissonante do status quo. Voz esta imprescindível em qualquer sociedade chamada “livre”. Na última das ditaduras militares, o jornal foi financeiramente sufocado pelas forças dominantes, censura esta que corroborou para o fim de sua renda publicitária. Isso sangrou a Tribuna por décadas, acarretando no “fim” da publicação.

    Compreendi a importância da ação (que se arrasta há um tempo absurdo nestes tribunais absurdos), devido às dívidas do Jornal para com seus funcionários. Mas ao mesmo tempo sempre tive certeza que com a nova economia da informação, a Tribuna, em sua versão digital, poderia ser autônoma e, nos dias atuais, autossustentável.

    Não sei quanto aos aspectos jurídicos, às dívidas trabalhistas e outras pendengas. O que sei é que, através da colaboração e solidariedade de grandes e honrados jornalistas e leitores a Tribuna continuou e continua na ativa. E é preciso reconhecer o trabalho de Carlos Newton, decorrente de sua fidelidade para com a Tribuna.

    Disponibilizei os relatórios de publicidade para o Carlos. Posso passar todos os demais detalhes para você, Helio, ou a seu procurador.

    Estou otimista com essa nova fase da Tribuna da Imprensa. Aguardo sua resposta para que possamos debater melhor acerca das questões levantadas.

    Cordialmente,

    Yuri Sanson.

    • Olá Yuri Sanson, habitué que sou do Blog da TI teus comentários foram muito esclarecedores para mim, e presumo para dos demais… Espero que o Hélio Fernandes, que vi uma única vez na vida, por ocasião do “Tribunal Tiradentes” ocorrido em 1983 (não me lembro o dia/noite) no Teatro Municipal de São Paulo para o “julgamento” da nefanda Lei de Segurança Nacional, reconsidere a decisão intempestiva em relação ao Carlos Newton. Quanto ao “post” dele, se depreende que o mesmo não se dá conta da importância e relevância do Blog da TI, daí mais um motivo de reconsiderar a demissão do Carlos Newton.

    • Não é fato que ninguém lê; temos qualidade de leitores e não quantidade. O número dos que leem é positivo. Eu sou uma que a primeira coisa que faço quando ligo o PC: blog da Tribuna da Imprensa!

  17. Leio quase todos os dias blog, publico, às vezes, em meu primeiro nome, Maria, não gosto da baixaria também, porém ela se impregnou por toda a internet, por favor, Hélio Fernandes, em nome do bom jornalismo, não pare de escrever.

  18. Sempre fui leitora assidua da Tribuna da Imprensa On-line. Acho que ela não pode acabar independente das rusgas entre Carlos Newton e Helio Fernandes.
    São novos tempos, talvez a não adequação as novas tecnologias ao jornalismo atual e a idade avançada de Helio o tenha levado a esse episódio trágico para o jornalismo On-line que consite no encerramento do blog.

  19. DRBEJA SRYURI PROFCARLOSCHAGAS SRPEDROCOUTO e dezenas de homens honrados que admiram o divino MESTRE não deixem por favor que ele saia do campo que não deixe de lutar eu sei que os srs.conseguem antecipadamente LUIZ GERALDO DOS SANTOS CPF 051 809 027 20 agradecido

  20. Um núcleo de qualidade refinada desfeito não se recompõe igualmente em outro local/momento, com a mesma personalidade. Esta TI tem uma marca profunda no futuro.
    Neste período que o país está atravessando algumas trincheiras devem ser resguardadas mesmo que com um alcance não tão expressivo como se gostaria. Não corrigir estas rusgas será uma grande derrota perante os que humilham nosso povo e que já antegozam o conflito interno da TI.
    Senhor HF e Senhor CN, suas responsabilidades lhes ultrapassam. Os dois detêm a capacidade exemplar de corrigir essa rota.

  21. Assim, diante do exposto por HF e CN, decreta-se o funeral do blog da TI. Temo que tenha havido dedo petista nesta história porque o blog batia do PT pra cacete.
    Data vênia, seria de bom tom nomear alguém para o lugar do Carlos Newton. O PT tem a mania de dinamitar blogs contra os petistas. O modelo foi copiado da didatura. Hoje, vivemos sob a ditadura sindicalista. Até quando?

  22. Espero ansioso o blog de Helio Fernandes, o qual deverá se chamar “TRIBUNA DA IMPRENSA”,uma vez que é dele o nome e o registro do jornal,não?
    Nele poderei comentar -e interagir com o Mestre- e sugiro desde já,respeitosamente,cadastramento para comentaristas,caso ele não queira transportar para nova casa a praga dos comentaristas anônimos. A baixaria,as desqualificações de comentaristas entre si…a deserção de colaboradores.
    Longa vida a esta empreitada,Mestre Helio Fernandes
    São os votos do admirador Fernando Pawwlow

  23. Hilário alguns comentários. Quem apoiou golpe militar foi a Tribuna e a toupeira vem falar que vivemos numa. Lindo ver um apoiador de ditadura e um fascista se degladiarem. Viva o PT!

  24. A propósito de PELA VERDADE, tendo em vista a saída de CN, de que modo continuaremos a contribuir para a Tribuna se ainda continua:

    a) anterior: ESTE BLOG É LIVRE. CONTRIBUA PARA MANTÊ-LO
    Contribua (em qualquer Loteca): Caixa Econômica Federal (104); Agência -0211; Conta Corrente -323-4; Titular – Carlos Newton Leitão de Azevedo. CPF 100101497-91

    b) atual: 22/11/2013 – Este Blog não tem patrocinadores fixos. Contribua para mantê-lo, com depósitos em nossas contas:
    Caixa Econômica (ou Lotéricas) – ag. 0211 – conta 0000323-4
    Banco Itaú – agên. 6136 – conta 12318-6 – CPF 100101497-9??????1

    • Gesse,não antecipemos decisões.Vamos manter tudo como sempre foi:
      1-Depositos na conta de Newton para colaborar na manutenção do blog.
      2-Manter o blog atuante com a participação de todos os leitores assíduos.

  25. Tchau, Hélio. Procura esses contratantes que te contataram. Quem sabe, lá você será lido.

    Você não é o dono do mundo. Isso é óbvio, mas digo porque parece que não se deu conta.

    Meu pai, já falecido há décadas, mais velho que você três anos, falava da sua bravura, somente comparável à sua calhordice. Eram duas características, aparentemente inconciliáveis, a viver numa só pessoa. Eu era pequeno, muito interessado por política, acompanhava. Pensei, a certa altura, já crescido, que meu pai havia se enganado. Era difícil o velho se enganar, mas acontecia.

    Mas, agora mais do que nunca, vejo que meu pai tinha razão. Sua vaidade supera suas virtudes.

    Viva o CN e os colaboradores. Nós, com “baixaria” ou sem , nos entendemos, nos desentendemos, brigamos, fazemos as pazes, assim como é a vida. Quem já não brigou com o pai, a mãe, os filhos, a esposa, o marido e depois se arrependeu (ou não), mas nem por isso ficou de bico o resto da vida.
    Mas o Hélio, não! Ele é superior a todos.
    Chega, Hélio, caia na real.

  26. Helio Fernandes,

    Li atentamente seu artigo final neste blog da Tribuna da Imprensa ou ao menos no blog onde Carlos Newton está.E não gostei.

    Minhas ponderações:

    1-Última participação? Quantas descisões impulsivas você já fez e voltou atrás? Uma,duas,dez,…?
    2-Você disse: “Nossas divergências vinham de longe.Se agravou quando Carlos Newton (e não CN,como escreveu) “implorou” a “colaboração dos colaboradores”.Fui contra,era humilhante e desnecessário.

    Eu:para o bem da verdade,Carlos Newton,NUNCA implorou absolutamente nada.Eu,Carlo Germani,lhe dei uma sugestão para que o blog fosse sustentado por um tempo (até ter voo solo com receitas financeiras de publicidade.O que já está ocorrendo),por contribuições de leitores-comentaristas.O que foi aprovado pelos assíduos leitores do blog.

    3-Conjecturar de forma ofensiva sobre os recebimentos em depósitos bancários na conta de Carlos Newton,é uma atitude desprezível.Onde todo mês,Carlos Newton,publicava os valores recebidos,que em média não passavam de R$ 1.500,00.Para você,Helio,isso é fortuna? Você socialista,claro,defende o engodo de que “existe almoço grátis”.

    4-A recusa de Carlos Newton em ter o próprio blog,tem na sua essência a fidelidade que lhe prestava.Mas,Newton,deve após esses sucessivos entraves entre vocês,convencido de que investiu na causa errada.

    5-Convite de duas empresas para fundar um blog (ou site): O que está esperando,Helio?Lá com certeza,terá 30,100,300 profissionais (ou vassalos,como você gosta) para alimentarem o seu egocentrismo sem fim.

    6-Blogs e sites,sem a interatividade entre leitores,é um retrocesso e não se harmoniza com a tecnologia via internet.
    Você parou no tempo,Helio.Você não admite que outros dividam o espaço com você.Você quer ser o centro,o foco em tudo.É narcisismo demais.

    7-Você diz que não é comunista.Mas,é um apologista da ante-sala do comunismo,o socialismo.Aos 93 anos,você ainda não aprendeu que as vertentes do marxismo,são uma fraude e farsa criminosas.

    8-Desqualificar Carlos Newton,questioanndo sua carreira profissional como jornalista é uma atitude baixa e desprezível.

    9-Você deve deixar para sua biografia (se houver) essa vitimização constante de que foi preso, torturado, desterrado, sequestrado,…

    Concluindo:Helio Fernandes,você tem o inegável dom das palavras. Mas,o produto real do seu caráter está aflorando a cada dia. Há excesso de narcisismo, de egocentrismo, de vaidade, do defeito de gerar conflitos com os outros e deixar um rastro de destruição psicoemocional por onde atua.

    Helio,não perca tempo e vá com máxima urgência para o OUTRO blog ou site, já que você despreza ESTE onde Carlos Newton está juntamente com os leitores assíduos.

    • Tudo o que o Sr. Carlo Germani falou eu já havia notado em relação ao Sr. Helio Fernandes. O problema é que já se vão 93 anos – impossível de corrigir.

      Se o Sr. Carlos Newton seguir com o Blog, é claro que o acompanharei como vinha fazendo independentemente da participação do Sr. Helio.

    • Prezado Carlo Germano (das Gerais), como diria o humorista Tom Cavalcanti (no papel de “João Canabrava”), “fecha a conta e passa a régua!”, não há mais o que falar. Só quem acompanhou a saga desse blog, a dedicação canina do Carlos Newton ao Hélio e sua luta para manter este espaço vivo onde ele pudesse (tivesse onde) publicar seus escritos sabe o tamanho da ignomínia cometida. Onde estavam veículos e patrocinadores para os seus escritos naquela época? Se hoje ele tem “oferta de duas empresas” foi porque não sucumbiu ao ostracismo lá atrás. Você disse tudo muito bem, só peço licença para endossar suas palavras. Um grande abraço.

      • Carmem Lins,

        Me rejeitas porque digo a verdade?

        Vá em frente e continue idolatrando Helio Fernandes.
        Mas não tente cassar o meu direito de questioná-lo.

        PS-Artigo 5º da Constituição Federal: (…) liberdade de expressão e opinião…

  27. A palavra eterna e imutável do ALTISSIMO E PODEROSO YAWHE..nos ensina a nos moderar a nossa
    lingua..pois a lingua é armadilha com veneno mortal..que destrói vidas, acaba com amizades,
    levanta mentiras e põe fim a tudo que é bom ….

    Eu mesmo escrevi..em meu comentário que se fosse verdade que o nosso amigo HF….
    estivesse se afastando da nossa TI..NA REDE..apenas por vanglória das opiniões dos demais
    comentaristas ou colaboradores da TI..NA REDE… então eu disse que ele SERIA MAIS uma

    FRAUDE.

    Agora lendo suas próprias palavras..vejo que o nosso amigo HF…está confuso..com os novos tempos
    impostos pela nova ferramenta jornalistica que é a REDE MUNDIAL…e creio que confundiu de
    forma dura uma cousa coma outra ( na questão de que ninguém lê ) , foi deselegante, grosso
    e “escorregou” feio na maionese…pois desprezou os milhares que acessam as páginas e se informam
    como vem ocorrendo e de forma GROSSEIRA , fez insinuações TENDENCIOSAS contra o prezado
    Carlos Newton..o que pegou muito mal.

    CREIO que seria muito melhor para ambos o PERDÃO reciproco..e que o trabalho
    de passar informações de ALTO NIVEL..FOSSE CONTINUADO….

    Prezado Hélio, seja sábio..não despreze o trabalho do CN….e tenha calma com as baixarias de
    alguns…o melhor remédio é o desprezo…e os bons comentários vc nada fala ?

    YAWHE SEJA LOUVADO….

    Carlos de Jesus-Salvador-Bahia

  28. Caro Hélio!

    A tribuna é minha leitura diária, estou entristecido com tudo o que está acontecendo, desde o problema com o servidor e agora esta ainda mais grave. Me envie artigos para publicar em meu blog, bigfull.wordpress.com, você tem espaço garantido.

    Abç

  29. É patente o dedo podre petista nessa trama, objetivando o fim deste espaço realmente democrático e livre. Carlos Newton vinha desafiando o PT faz tempo. Pablo Capilé e seus coletivos, RoseNoronha, Mensalão, Genoíno e demais integrantes da seita petista são assuntos pautados por CN e isso despertou a ira dos cumpanhero. HF retornou notadamente chapa branca, afirmando estar “ENTRINCHEIRADO” com o mollusco bandido, e vem agora manifestar essa posição contra o blog e contra quem de fato o comandou, Carlos Newton. O Yuri já desmascarou a tese de que este espaço teria pouca “penetração” com argumentos incontestáveis! Há caroço nesse angú! Com a eminente saída do CN, este espaço será mais um blog oficial. E como acho perda de tempo debater com integrantes da seita petista e/ou com seus militontos pré-pagos, permanecerei assíduo enquanto o Newton estiver presente. Saudações brizolistas aos valorosos comentaristas deste blog e espero que possamos nos reencontrar em um novo espaço capitaneado pelo Carlos Newton.

  30. Não entendi, Sr. Helio: Vc diz: “o Blog não tem a menor penetração, ninguém lê.” Para, logo em seguida escrever: “ Duas empresas já me contataram, querem colocar o Blog no ar.” Se ninguém lê, por que o interesse das duas empresas??

  31. Será uma pena se o blog da Tribuna deixar de existir. Os blog não amestrados são poucos, raros….Outro blog independente, não amestrado que está deixando de existir é o Trem Azul, pelo falecimento de Thomaz Magalhães, estupendo, genial blogueiro….Tribuna e Trem Azul fora do ar??? É tudo que a Esgotosfera Petista deseja….

  32. Concordo com o Rodrigo de Carvalho quando diz: “Há caroço nesse angú!” E caroço vermelho, de Garanhuns…Terá Helio Fernandes se amancebado, agora, nessa altura de sua vida??? Espero que não…

  33. Pois meu caro xará, de Brasília,
    É este caleidoscópio de opiniões e pensamentos os mais diversos que demonstram a fantástica forma que os humanos encontram para viver e se relacionar com seus pares, obtendo e fornecendo idéias e conceitos para que todos possam conviver melhor entre si e em sociedade.
    Até mesmo as rusgas, os “pegas”, as discussões mais acaloradas servem como laboratório de testes para que aprimoremos a maneira de se ser mais tolerante, de aceitar melhor os pensamentos alheios, e de nos fazer compreender mais amplamente o próprio ser humano e suas variáveis interpretativas sobre o mesmo texto ou assunto ou comportamento ou ideologia…
    Este blog teve este dom, de reunir pessoas diversas, diferentes, de níveis intelectuais elevados e outros nem tanto, de gente com conhecimentos extraordinários e muitos deixando a desejar quanto aos temas mais comuns abordados.
    Sempre me classifiquei entre os últimos, aquele que nada podia acrescentar aos demais porque iognorante, estulto, haja vista sem curso superior, sem um bom emprego, um cidadão anônimo sem eira nem beira, mas um adepto de aprender, que anseia saber, conhecer, ler textos de gente culta, entender a conduta dos homens e mulheres brilhantes que diariamente honram este blog e que mediante tal superioridade intelectual permitiam que eu dividisse este espaço com eles!
    Portanto, meu caro Francisco, o meu comedimento era eu reconhecer a minha inferioridade entre a maioria; constatar que o meu lugar deveria ser mais simples; perceber que eu apenas ficava encantado com a magia da genialidade de muitos que abrilhantaram este blog com textos irrepreensíveis, fantásticos, merecedores de aplausos e reverência.
    Perder esta maravilhosa complexidade existente entre nós;
    eliminar este espaço democrático por conta da incompreensão entre dois homens inteligentíssimos;
    verificar que não mais teremos um blog como este porque dois célebres jornalistas se desentenderam e nós seremos aqueles que mais sofrerão com este radicalismo, então estamos diante de sentimentos egoístas, que JAMAIS nos consideraram como imaginávamos, que nunca nos deram o valor que merecíamos.
    Claro, eu estou de fora desta valoração mas, tu, e tantos outros que abrilhantaram sobremaneira este blog estão sendo ofendidos, agredidos, menosprezados, por conta desta maneira que ambos encontraram para resolver(?) seus impasses profissionais e pessoais.
    Nessas alturas, só me falta lamentar e afirmar:
    QUE FALTA DE CONSIDERAÇÃO!

    • Bendl, como sempre, um comentário sensato e bem fundamentado. E por favor não torne a dizer que “nada pode acrescentar aos demais”, porque está muito longe da verdade. Não é ter ou não um curso superior que faz com que as opiniões de uma pessoa tenham mais ou menos valor, é a experiência de vida e o tamanho do coração.
      Com todo o respeito pela biografia do Hélio, cujos escritos sempre acompanhei há várias décadas, o que fez este blog atrair (e conservar) uma grande quantidade de leitores (podem olhar as estatísticas do site que com certeza vão ver vários milhares de acessos por dia) foi justamente ser um espaço onde tanta gente, de variada orientação política e variada experiência de vida, encontrou lugar para se expressar e debater qualquer tema que fosse interessante. Onde seus comentários eram publicados e algumas vezes até, por consideração do Carlos Newton, transformados mesmo em pequenos artigos.
      Um blog assim, Hélio e Carlos, deixa de ter dono, transforma-se na ágora das cidades gregas, onde as opiniões de todos os cidadãos podiam ser colocadas, debatidas, e valoradas. E a grandeza daqueles que o iniciaram está em reconhecer isso e ver sua criação andar por suas próprias pernas.
      Este blog era assim, e o artífice desta transformação foi o trabalho obstinado e incansável do Carlos Newton.
      Leio faz muito tempo este blog, algumas vezes me aventurei a fazer algum comentário, discordei e concordei com muita coisa aqui publicada, e não houve um dia em que não aprendesse alguma coisa.
      Vai ser uma grande pena vê-lo acabar ou se fragmentar.

      • Caro Wilson Baptista Júnior,
        Este é o meu receio:
        Que este blog incomparável pela sua diversidade termine deste jeito, inexplicável e injustamente para seus leitores e admiradores, comentaristas e frequentadores.
        Seria uma perda inestimável que o quadro de colaboradores hoje existente e que enaltece este espaço se perdesse por tão pouco, convenhamos, ou seja, o desentendimento entre Hélio e Newton.
        Aguardemos o desenrolar deste imbróglio entre ambos, esperando que volte a reinar o bom senso e o entendimento entre aqueles que mais usam do idioma para se fazer entender, irônica e paradoxalmente, acontecendo o contrário com esses dois ases da comunicação.
        Obrigado, Wilson, pela tua resposta ao meu comentário acima, mas se trata exatamente sobre o que penso de mim mesmo em comparação a mentes como a tua, nítida, elevada, ampla, arejada e consciente sobre o papel que desempenhamos neste espaço democrático, fundamental às nossas aspirações de que nossas idéias, opiniões, conceitos e pensamentos sejam para melhorias deste País e para nós mesmos, povo desta terra de dimensões continentais e que querem e lutam para que tenhamos um futuro próspero para nosso Brasil e população.
        E, blogs como este, da Tribuna, servem de palco para que possamos apresentar nossas interpretações a respeito do que entendemos como cidadania e indivíduo, sociedade e grupo, movimento e partido, político e parlamentar, patriota e traidor!
        Um forte abraço, Wilson.

      • Wilson Baptista Junior, bem lembrada a agora das cidades gregas!

        Ampliando-se a referência, seria elucidativo recorrer ao material disponabilizado por alguns pesquisadores independentes quanto a Civilização Grega para além daquelas obtidas em versões latinas e suas conveniências com o status quo dominante na ocasião, assim, constatar, o acesso à cidadania, bem como vadiar por Atenas, não alcançava a população periférica e a maioria submetida à mão de obra escrava (incluindo-se as mulheres em versão de concobinas, crianças para ofice-boy e velhos como matéria prima para a fabricação de sabão). Aqui, não tratar-se-ia de rigores etimológicos para se saber que a palavra “cidadania” (e outras), foi de tal forma manipulada através dos séculos que chega ao século XXI como coisa do Diabo, tabú, sendo de uso abusivo nas retóricas de facções políticas partidárias em busca das benesses do poder.

        Quanto ao blog da TI, assoma-se como uma inovação, assim de maior positividade do que o material dos notáveis da capa, o espaço reservado aos comentários dos leitores (embora algumas sequelados pelas logísticas dos anos de da famigerada “guerra-fria”. Já Carlos Newton, continuará sendo um colaborador de manter-se a qualquer custo, sendo junto com a grandeza de espírito do Helio Fernandes, um dos maiores responsáveis pela sobrevida que este e a TI alcança no universo virtual (migração que permitiu Alberto Dines, – Observatório da Imprensa -, alcançar a independência inerente para uma atividade realmente participativa na construção de um Estado de Direito). Seria o caso de alguma desavisado restrição quanto algumas fundações de empresas modernas, tal a Fundação Ford?

    • Caro Sr. Bendl.
      OK, o Senhor não tem curso superior, mas na MINHA opinião o Sr. fez doutorado na faculdade da vida, da experiência. Sou seu admirador.
      De que adianta toda a excelência de um venerado doutor jornalista quando sua soberba intelectual, sua ingratidão (com seu colaborador), seu desdém para com todos que frequentam esta tribuna cria uma situação tão lamentável?
      Acho que o Sr. HF se descortinou: Democracia é liberdade de opinião, desde que não seja diferente da minha.

      • Meu prezado Fred,
        Grato pelas tuas palavras.
        Na verdade, a experiência de 64 anos de vida, 43 de casado com a mesma mulher, três filhos formados e profissionais liberais, cinco netos três, gurias e dois guris, elaboram uma realização pessoal e familiar plena, repleta de felicidades, alegrias, e que me obrigam a agradecer a Deus diariamente pelas graças que Ele me deu!
        Pois é esta vontade de transmitir ânimo, disposição, de que a luta em prol de objetivos positivos, decentes, dignos, vale a pena, é que me impulsiona a escrever para este blog, que percebo lamentavelmente estar se dissipando.
        Portanto, a minha sinceridade desde o início que aqui aportei, me obrigava a dizer o quanto sou inferior aos frequentadores deste espaço em termos intelectuais, porém tendo uma vida tão ampla, satisfeita, reconhecida como inigualável, que o meu esforço para poder escrever palavras que possam formar uma frase é feito com muito prazer, muita dedicação, procurando as expressões corretas, haja vista eu desejar que também elas transmitam que o meu coração transborda de amor como homem, esposo, pai e avô e, agora, com enorme consideração pelos comentaristas deste espaço democrático e blog incomparável.
        Eu gostaria muito, Fred, que Newton e Hélio, levassem em conta o quanto gostamos da Tribuna, e considerassem esses sentimentos tão nobres e sinceros para que se reunissem e colocassem os pingos nos “is” e “jotas”, de modo que voltassem às boas novamente.
        Um forte abraço, Fred, e excelente fim de semana juntos aos teus.

  34. A Tribuna da Imprensa e a Tribuna da Internet têm e sempre terão seus leitores fieis. Nós a lemos, comentamos e propagamos e as novas gerações têm acesso a princípios e valores que se tornaram escassos, bem como a um conhecimento de causa e a uma lucidez histórica sem par na atualidade.

    O moral baixo não pode paralisar esta tropa que combate no campo da notícia, da informação e do debate livre de ideias.

    Carlos Newton, Hélio Fernandes e todo o time da Tribuna são lidos atentamente por um grupo crescente e são reconhecidos por sua imensa contribuição para a formação intelectual e do caráter de nossas gerações.

  35. Mesmo com minha mãe hospitalizada em fase terminal tirei o dia para acompanhar o debate aqui na “Tribuna Independente” (ex Imprensa!?). Viva o debate plural de idéias (a despeito de algumas baixarias e grosserias. Espero que seu autores, se persistirem assíduo ao blog serão tomados pela civilidade, ou como prefere o Ministro Joaquim Barbosa: urbanidade) é assim que a democracia consolidará nessas terras outras de Santa Cruz… Só a lamentar o post figadal do Hélio Fernandes, bem ao modo de patrões que não respeitam os direitos dos empregados e atentam contra a dignidade dos trabalhadores. Carlos Newton não se curve. Mantenha a altivez e o destemor que sempre demonstrou.

  36. Um absurdo esse texto de Helio Fernandes rebaixando a figura do nosso querido Carlos Newton. Quantas mazelas na personalidade de Helio Fernandes estão vindo à tona nesse pequeno texto de sua autoria.

    O Carlo Germani foi certeiro a respeito do assunto.

    Que absurdo, Helio Fernandes!!!

    Que absurdo!!!

    • Wagner Pires,

      Infelizmente o verdadeiro caráter de uma pessoa se manifesta por inteiro na velhice.

      E o que Helio Fernandes vem demonstrando,nunca terá o meu aval.

      • Tudo isso é uma tragédia Sr. Germani.

        Alguém aí em cima já citou o Pequeno Príncipe: “você se torna eternamente responsável por aquilo que cativas”.

        A verdade é que todos nós cativamos a Tribuna da Imprensa nesses últimos anos, juntos com o Sr. Carlos Newton.

        O que está acontecendo é duro de engolir.

      • KKKKKK então seu caráter está começando a se manifestar e muito mal, Carlo Germani! Apelar para a idade? Falta de argumentos! Hélio não omite a idade que tem porque é um homem lúcido, culto, esclarecido e inteligente!

        • Carmem Lins,

          Se você é mais uma submissa e idólatra a Helio Fernandes,vá em frente.

          Afinal,os farsantes de todo tipo estão aí porque existem os ingênuos-úteis ou idiotas-úteis que os alimentam.

          PS-Psicologicamente,qual mecanismo de defesa que Helio Fernandes,representa para você?

    • Wagner Pires, saudações!
      O Germani ainda não presenciei sapateando na av Sapucuaí, já quanto você, foi bem transparente em outras ocasiões em confissão de credo político partidário em busca das benesses do poder, manifestação até elogiável quanto as conveniências de alguns pensadores políticos de perfil que estendende-se de Maquiavel, passa por Hegel , Popper e compromete de modo irreversível a contribuição de Karl Marx para um entendimento e percepção do fenômeno político. Seja, quem estudou não ganha imunidade na debutação política partidária, imagine um gazeteiro! A quem você, o Germani e Carlos Newton pretedem convencer? Por mais desavisado turista, – comigo não conceição!, procurem outro otário, pois, dá na vista, não será o Helio Fernandes que não perceba a farsa e o uso indevido do nome da TI!

      • Sucupyra,

        1-Não tenho neuroses de aprovação e reconhecimento pelo que escrevo e comento.

        2-Eu não estou aqui no blog da TDI para convencer ninguém.A única meta é dar o meu recado.

        3-Eu não sou nenhum farsante com intenções ocultas.Tudo que eu assino,é transparente e direto ao ponto.

        4-E,diferente você,assino o meu nome verdadeiro,não me escondendo (covardia) em pseudônimos.

        Enendeu ou precisa desenhar?

        • Carlo Germani, saudações! Quem do fruto coco, a polpa almeja, corre o risco de engasgar com a casca!

          Quando do anonimato no espaço virtual, – vez carteira recheada, competente e dedicada assessoria -, recorro por resguardo de minhas fontes de informação, pelo material cedido e de conteúdo sigiloso, cuja publicidade pode causar mal-estar em sítios de perfil provinciano e refém de seculares logísticas de alienação aos beiços e dentes da perpetuação de privilégios obtidos através de expedientes comuns às facções criminosas, diga-se, já não bastasse a faca, a pólvora e o chumbo, aos anos de 1964 a 2013, acentuou-se o assenhoramento e sucateamento das instituições de sustenção dos processos civilizatórios, comprometendo o futuro da Humanidade com uma versão contemporânea de barbárie aos ruídos dos teclados, holofotes, ulos ou à sonoridade dos picadeiros do segmento de entretenimento e opinião de massas. Reiterando, fenômeno de alcance universal, cujos contornos nos reportará à ascensão ao poder dos bolchevistas na URSS, e, posteriormente, embora uma população urbana com invejável acesso à escrita, a Alemanha não obteve imunidade contra os nazi-fascistas, muito menos a Itália e a maioria dos Estados periféricos.

          Vá lá, conquanto turista desavisado, letras descalças e oralidade aos limites de no cotidiano pedir água, penico e arreglo, deveria evitar a exposição à comiseração pública e não apostar a cabeça com o Diabo, mesmo tendo acumulado ao longo dos anos, com suficiente esmero amadorísco, – entre livros, revistas, jornais, estrofes, charges e teses de Mestrado/Doutorado -, aproximadamente a bagatela 3 mil peças de autores em Língua Portuguesa-BR (não incluindo-se as edições lusas, afras e asiáticas). Há de convir-se, presumia tratar-se o acanhado patrimônio de mera ilustração para ornamentação da mesa e da prosaica cachaça, e, assim seria, não fosse a resolução de fazer-me presente em carne-e-osso aos costados do continental Brasil e, tal bezerro desmamado, de contar aos dedos das mãos, às quantas velas, orações, penitências e solidão sobrevive a produção e transmissão do Conhecimento e Artes brasileiros, quando por uma questão de obter-se “o pão de cada dia”, mesmo as inteligências mais bem preparadas, conformar-se com a troca de figurinhas entre muros universitários, acabando por curvar-se e tornar-se vítima da opção por “almanaques capivarol” ou as gorjetas por alguma prestação de serviços como arauto de projetos de um quase sempre mafioso empresário, ou, com a legalização de abertura da “Temporada de Caça ao Votos” , tal seja a vocação para mariposa, fartar-se com a generosidade e promessas de algum cacique político às luzes dos indecentes tablados midiáticos (ao menos com direito a “chorar o leite derramado” com investidura de “puta arrependida”, e, como alento, fazer escambo com o encalhe do material da panfletagem com o empresa mais próxima de reciclagem de papéis e hipocrisia degeneradora (óbvio, desde que se disponha de veículo de transporte de cargas próprio, não se submetendo às taxas dos serviços de limpeza urbana).

          Voltando ao brejo onde a vaca fria morreu atolada! Quando crescer, visto que alguma intimidade preservo com a leitura em Idioma Português, dominando os atalhos e regras da escrita e sonoridade, tal qual o Helio Fernandes, o que vou incomodar de fenícios, persas, troianos, gregos, romanos, e, também, bolchevistas, agiotas tupiniquins ou internacionais, tornar-se-á inumerável, em dimensão de perder-se e confundir-se uma roda pendurada no pescoço com a aurora nos trópicos.

  37. É isso aí: “Helio Fernandes,você tem o inegável dom das palavras. Mas,o produto real do seu caráter está aflorando a cada dia. Há excesso de narcisismo, de egocentrismo, de vaidade, do defeito de gerar conflitos com os outros e deixar um rastro de destruição psicoemocional por onde atua.”

    Agora eu tenho certeza porque todas as portas se fecharam para este homem. Mais de sete anos raciocinando a respeito do assunto. Hoje eu tenho a certeza!

  38. É um homem tão iconoclasta que, agora com 94 anos – fez aniversário no dia 17 de outubro – seguiu mais uma vez o seu instinto e pegou, talvez, o seu último refém: o Sr. Newton. Mesmo que isso represente o fechar da última porta.

    Para que isto homem! Que vício horroroso! Para que destruir a imagem do Sr. Newton!

    O Sr. Helio é um iconoclasta incorrigível. Foi a falta do pai e da mãe que acarretaram isso?

  39. Perdoem meu exagero, mas se continuarmos nestes termos, CN e HF vao acabar como colunistas na Contigo!

    Se ambos tem divergencia ou animosidade, faz parte do oficio e da convivência.

    A solucao definitiva para este embate seria fazerem uma reuniao os DOIS para esclarecer tudo e publicarem a ata.

    Prefiro – acho que todos aqui preferem – a leitura dos embates IDEOLOGICOS aqui na TI. Se nao for possivel, paciencia. Leremos o blog co CN, do HF, do PP, do CCh cada um em seu site. Perderemos todos, o ícone de resistência e democracia plantado pelo Helio que é a TI.

    HF é vaidoso ? Qualquer um que leia seus artigos sabe que é. Pela sua biografia, pela sua experiencia, pelo valor de sua opiniao, acho preciosismo reclamar disso. Convivo com isso numa boa.

    CN tem opiniao propria e biografia diferente do HF. Isso é defeito ? Adotou uma postura empreendedora para manutencao do blog. Está errado ? Não acho.

    Quem perde com o fim da TI ? CN, HF ? Não. Perdemos nós, os leitores. A audiência nunca será muita, Helio. Há poucas pessoas que procuram a verdade e respeitam a divergência de opinioes. Se quer escrever para multidões, leia meu primeiro parágrafo.

    Cabe uma mudanca de formato ? Talvez um vlog, como faz o Olavo de Carvalho ? Nao sei. Trabalho todo dia e nao vejo muitas pessoas ao meu redor com quem possa compartilhar, debater ou apenas ouvir conteúdo crítico. Há ainda o jornalismo de verdade. Aquele da fonte cultivada em anos de ofício.

    Gostaria que houvesse uma solução pacífica de convivência entre os dois. O Brasil precisa da Tribuna, tanto ou mais do que das opinioes nela expressas.

    Helio, quanto aos comentarios que apelam para baixaria e usam do anonimato, lamento, mas fazem parte da mídia usada. Também acho degradantes.

    abraco em todo mundo.

    • Se assídua por aqui deveria estar ciente que HF em um de seus primeiros artigos neste espaço manifestou apoio IRRESTRITO ao Molluscus farsantis. De toda forma, se desatenta, bastaria perceber que HF não mete mais o dedo nas feridas putrefatas do PT e vem, a despeito de uma longa vida de luta pela democracia, praticando o mesmo jornalismo que criticara em outros, denominados “amestrados”, pelo próprio. Os artigos atuais do HF vêm servindo para saciar a sanha de vingança dos petistas contra JBarbosa e outros que possam atrapalhar esse criminoso projeto de poder. Daí, se liga!

    • Wagner,

      A presença de um pai e de uma mãe na vida de qualquer ser humano na infância,determina referências.

      Na ausência de um pai,por exemplo,um avô ou um tio,pode substituir o pai genético,mas ficar sem referência alguma para a criança é déficit psicoemocional na certa.

      • Concordo Germani.

        Tenho a impressão de que o senhor Helio foi profundamente afetado, e descarrega em tudo e em todos a sua iconoclastia. Com raras e elogiosas exceções.

        • Concordo,também,Wagner.

          Talvez, a apologia ao socialismo,tenha ali uma demonstração
          oculta de um grande pai e uma grande mãe na figura do Estado,que deve lhe suprir de tudo.

          PS-A história está repleta desses casos.Por exemplo,Stalin,tinha
          pavor do pai alcóolatra que lhe agredia fisicamente sempre.
          E deu no que deu.Stalin,foi um dos maiores assassinos da história.

          PS2-Não é a toa que a ideologia marxista e suas vertentes sempre tiveram por meta a destruição da família.
          Uma vez sem família,a criança é portadora de um vácuo referencial (pai,mãe,família),e a partir daí um joguete na mão do Estado castrador e ditatorial.

  40. Adorei seu comentário Rafael Reis! Infelizmente tenho o sangue quente: não suporto ler alguns comentários desmerecedores. Quem é que pode avalizar o CARÁTER do HF? SÓ ELE mesmo! O resto é conversa fiada e divergências pessoais. NADA vai apagar a história deste jornal e apesar dos outros BONS jornalistas, HF sempre será seu nome mais ilustre. Queiram OU não. Muita gente lê TI por causa do HF. CN veio para somar e desde que ele chegou apreciei a parceria. Sendo assim, não é verdade que ele NÃO faz ou não fará falta. Para meia dúzia de gato pingado , não. Mas para muita gente, sim.

  41. E mais uma vez deixo aqui o meu protesto indignado. Eu não estou entendendo (como acho que não sou a única) até agora o que está “rolando por aqui”. Pedi inclusive ao meu marido que é um leitor bem mais antigo do que eu e que conheceu HF, para ler isso aqui e tentar entender. A despeito do comentários ridicularizadores de pessoas já idosas ou quase que deveriam guardar suas mágoas para elas ou entre elas, estamos sendo expostos a esta discussão horrorosa . VERGONHA ALHEIA!

  42. Pela verdade, buscando edições anteriores deste blog (onde foram parar?) consegui esse achado que explicita que o blog já vinha forte mesmo sem HF:

    ” Reflexões sobre a linha editorial do Blog da Tribuna, enquanto Helio Fernandes não volta a escrever

    Publicado por Tribuna da Imprensa (extraído pelo JusBrasil) – 11 meses atrás
    0

    Manter na internet um espaço independente como o Blog da Tribuna pode ser utopia. Muitos comentaristas reclamam do moderador, que nada mais faz do que seguir a inspiração de Helio Fernandes, que sempre manteve na Tribuna da Imprensa um debate livre, em que todas as facções ideológicas podiam se manifestar em defesa dos interesses nacionais.

    Alguns comentaristas estranharam, por exemplo, a publicação de um artigo de José Dirceu. Outros não aceitam que se esmiúce a vida pessoal do ex-presidente Lula, mesmo que os procedimentos dele estejam ultrapassando o importante limite entre o público e o privado.

    E assim vamos nós, tentando um equilíbrio na corda bamba deste sonho chamado de jornalismo independente. Por isso, pode-se dizer que no Blog da Tribuna tudo é permitido em matéria de opinião, menos ofensas pessoais. Vez por outra, temos de moderar algum comentário, a gente, tropeça e segue adiante.

    Estamos acima dos 6 mil acessos diretos, sem contar as reproduções em outros blogs/sites e o envio de matérias por e-mail por nossos comentaristas e seguidores, como se diz na gíria da web. Na segunda-feira passada, foram 6.146 acessos, segundo o contador americano histats.com; na terça, 6.385; na quarta, 6.398; na quinta, 6.289; e na sexta, 6.779.

    ###

    Aproveitamos para agradecer a todos que têm conseguido contribuir para manter o Blog da Tribuna, que hoje sobrevive em função de seus comentaristas, exatamente como aconteceu com o jornal Movimento nos tempos da ditadura militar, citado semana passada aqui por um de seus colaboradores, Jacques Gruman, que hoje escreve no site Carta Maior.

    A sugestão de haver apoio dos comentaristas partiu de Carlo Germani, quando o Blog ia ser extinto, por ter perdido os patrocinadores. Devemos a Germani a existência do Blog e também seu aperfeiçoamento. Foi Germani quem sugeriu a publicação de charges, entrou em contato com Alpino, Duke e Sponholz e conseguiu que eles autorizassem a publicação no Blog. Germani tem andado sumido, mas qualquer hora ele volta, é o que esperamos. Se Reis Barata já voltou, se Helio Fernandes vai voltar, por que Germani não voltaria?

    Hoje, estamos divulgando a relação de novembro, lembrando que a data corresponde ao dia em que a contribuição entrou na conta, e não ao dia do depósito. Assim, se o depósito foi feito dia 30 de novembro, por exemplo, pode ser que a entrada em conta só ocorra nos primeiros dias de dezembro.

    Bem ou mal, estamos conseguindo ir em frente. Muito obrigado a todos, e vamos ver até quando conseguiremos resistir, mantendo esse espaço livre na blogosfera da internet.

    DIA Nº OPERAÇÃO TIPO VALOR

    TOTAL …………………………………………………………R$ 1.093,98

  43. Helio Fernandes e Carlos Newton sao pessoas totalmente diferentes. Sou leitor, inclusive fui assinante da Ti em papel, por varios anos,. Acredito que o HF, tolerou, muito o sr. CN, inclusive,
    sempre nos meus comentarios, tentei deixar claro que a parcialidade dos textos do CN, era muito nítida. Quase sempre, a vitima era o pt. Por que nao àqueles petistas errantes? Ora! Hf
    sempre foi combativo. Nao lembro de HF atacar partidos ou instituiçoes. Suas criticas, sempre
    aas pessoas que cometiam as faltas. Nao às instituições. Fico triste em saber que uma pessoa
    da qualidade de Hf, na idade que ja atingiu, ainda ter que aguentar tantas asneiras escritas contra si, aqui neste espaço. Mas sei, com certeza, Hf sabe mais que eu, relevar, pois sabe que quem opera em publico está sujeito a certas agressoes. Quanto a desavenças entre os 2, HF e CN, acho normal. Talvez pareça injusta com o sr. CN. Sim, pelo esforço que fez para manter este espaço. Hf, preferia, ve-lo parado à ve-lo o que se tornou. Igualzinho, ao blog do R.Azevedo.(azeveja). Apenas, uma diferença, e que neste ponto, vai um elogio ao sr. CN, ele sempre publicou os comentarios, sem censura, fosse ou nao fosse a favor. Neste ponto, parabens ao CN. Mas no conteudo e na tendencia, ele pode juntar-se ao reinaldo azevedo, ou filiar-se a veja, junto com o augusto nunes, que nao ha diferenças. Aliás, poderia ate ser a diferença, pois publica comentarios que nao sao da sua linha, o que nao acontece no blog do RA(veja). Durante algum tempo, ao perceber a parcialidade do blog, afastei-me, mas
    sempre voltei, pois nao gosto de deixar que se cometam certas injustiças e sempre que pude,
    rebati alguns, quando parecereram-me muito injustos. Grande parte dos comentaristas deste espaço, encaixariam-se muito bem e seriam extremamente bem recebidos em blogs como o do RA, do FSP, do Augusto Nunes, do Diego casagrande, do olavo de carvalho, do oglobo, do estadao, da epoca, do rodrigo constantino, do instituto millenum e outros semelhantes.
    HF, voce terá um leitor assiduo no seu blog. Que seja, já!

    • José A,
      Na condição de sectário petista, a contradição tem sido a tônica de teus comentários.
      Escreves criticando Newton quanto à sua forma de postar os temas contrários ao PT (a sempre mania de perseguição e vítima), mas o elogias ao mesmo tempo porque registra os comentários de todos, independente de suas facções políticas e tendências e sectarismos.
      Ou seja, não pode ser comentado qualquer tema que afirme o PT ser a maior decepção que este País já constatou, o partido que mais enganou, mentiu, foi devasso com o Estado, iludiu o povo, enfim, fez misérias e ainda faz à testa desta Nação, e queres que reconheçam que esta é a maneira correta de se mediar um blog?
      O PT já tem dezenas de espaço que o enaltecem falsamente, que o apóiam descaradamente, de jornalistas tendenciosos e pagos para publicar inverdades e realizações petistas não confirmadas, de alterar dados estatísticos, de elogios permanentes quanto à atuação petista no governo, e isto não basta?
      Vocês, sectários, ainda querem patrulhar os blogs independentes?
      Ainda querem pautar os assuntos que lhes interessam e somente esses é que devem ser liberados?
      E arrotam que são democráticos?
      INCOERÊNCIA, o teu nome é PT!

  44. Ilmo. Mestre Helio Fernandes, fui leitor diário da Tribuna empresa por 30 anos (possuo uma biblioteca com vários exemplares), e para o bem da verdade, só passei a interessar-me pelo Blog da Tribuna, quando o sr. começou a enviar matérias. Sempre que posso lhe cito como o atual brasileiro vivo, mais ilustre, consciente, coerente e inteligente que o país possui. O Sr é um Patrimônio da humanidade no que se refere a ideia que se pode ter sobre o conceito de coragem, ética, bravura e de luta contra toda forma de covardia. Estarei ansioso aguardando as suas publicações, de preferência Neste Blog administrado pelo Sr. Carlos Nilton, entretanto, se não for possível , que seja onde quer que seja. Por favor, não esqueça de convidar este brilhante advogado: Dr. Jorge Beja, homem de espirito elevado(um anjo) para lhe acompanhar, para que este continue lhe guardando e protegendo das vibrações negativas, emanadas contra o sr; pelos espíritos que vivem na escuridão.
    Que deus lhe proteja e ilumine, pois ainda temos muito o que aprender com o Mestre.

    Robson Luiz (marido da Mônica)

  45. Uma feminista ser chamada de gayzista é tão normal! Preconceituoso, sim, mas normal.

    E não me lembro, neste jornal, de eu ter mencionado alguma vez que sou petista. Em vários comentários, quem me me conhece daqui, deixei claríssimo a minha aversão ao partido. Sempre fui admiradora do Brizola, assim como meu marido.

  46. Uma feminista ser chamada de gaysista é tão normal! Preconceituoso, sim. Mas normal.

    E eu não me lembro em nenhum dos comentários que eu dei neste blog ter mencionado que sou petista. Aliás, sempre fui e sou admiradora do Brizola, assim como meu marido. Sempre também deixei clara a minha aversão ao PT e penso que seus programas sociais bem podiam ter sido realizados por outro partido que não o PT. O que de extraordinário este partido realizou, afinal? Enfim.

  47. ‘Nossas divergências vinham de longe.Se agravou quando Carlos Newton (e não CN,como escreveu) “implorou” a “colaboração dos colaboradores”.Fui contra,era humilhante e desnecessário’

    Há quase trinta anos (o personagem idolatrado estava nos 64), o idolatrado, o inigualável, chamava o filho de LB de Bilódromo (uma mistura de Biloca com sambódromo) insinuando que Biloca teria ganho algum dinheiro espúrio com a construção. De Marcelo Alencar, comentava “Marcelo e seus filhos roedores”.

    Eu lia a Tribuna pra rir com Sebastião Nery (este, sim, sofreu violência no governo militar) e Paulo Francis. Pois bem, certo dia fui surpreendido com as seguintes palavras do magnânimo “Vejo Brizola preocupado com …” , sem uma crítica sequer. Indaguei de um amigo do PDT: “O que houve para tanto carinho assim ?”. Resposta: “Maomé, Brizola deposita dinheiro para a Tribuna religiosamente todos os meses”. Como não havia tanta publicidade assim, decepcionei-me e parei de ler (meu amigo diz que era “o mensalão da Tribuna”). O amor, a reverência, o culto a Carlos Lacerda eram demais para mim.

    A trincheira ocupada em favor de Lula parecia mais uma súplica: “Paguem minha indenização, por favor”.

    Se a indenização saiu ou sair, procurem pelo patrocinador, pois este será poupado.

    Quanto à memória ou fatos em que coloca sua interpretação como a verdade suprema, desculpem-me: até hoje dizem que Jesus ressuscitou um morto de vários dias. Eu não vi o que dizem. Tenho que acreditar ?

  48. Darcy, censura aqui? Experimenta colocar um comentário que vá contra a opinião sagrada de Reinaldo Azevedo! Ai você vai ver o que é censura, porque nunca será publicado e nem satisfação vão te dar.

    • kkkkkk Carmem Lins. Eu publiquei um no blog do PHA quando ele estava no IG, assinado e tal e o mesmo deletou e depois censurou os comentários, fazendo que só quem estivesse logado, pudesse comentar, sem garantia de ser publicado, como vi dezenas de vezes, já que me loguei e fui censurado pelo Rei da BESTA.
      Isso bem antes de alguém começar a ver a censura e a perseguição virtual.

  49. Por falar no “sapo barbudo” bem que ele precisou do Tribuna, antes de se eleger. Quando foi para o poder, nem se lembrou daquele que tanto o apoiou. Um das maiores sacanagens que se pode fazer com uma pessoa é demonstrar INGRATIDÃO. Lula, bem mostrou a que veio. Ele tinha todas as condições de viabilizar a indenização do HF e hoje, cá estamos e o PT só mostrou o que sempre foi: golpista. Saudades de quando este jornal era impresso!

  50. Desnecessário dizer das qualidades dos jornalistas Srs Carlos Newton e Hélio Fernandes. Porém, com o atual imbróglio, deixaram de ser simplesmente jornalistas para serem notícia. E, como bem dizia George Orwel:
    “Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que seja publicado”

    Em suas biografias (autorizadas, ou não), certamente constarão os atuais fatos.

    Respeito! Os que contribuem financeiramente para a existência do Blog e principalmente os leitores merecem respeito!

    Necessário se faz esclarecimentos sobre os fatos enumerados:

    1.Nunca soubemos que o Sr Carlos Newton era empregado do Sr Hélio Fernandes ou da S\A Editora Tribuna da Imprensa. A impressão que tínhamos é que sempre foi um voluntário colaborador. Por que, somente agora, fala-se em (nas explicações inteligíveis de ambos os jornalistas) “demissão”, “pedido de demissão”, “carteira assinada”, “aviso prévio de 30 dias” e ” Ele (Hélio Fernandes) e seu bastante procurador, Roberto Monteiro Pinho, deverão contratar outro profissional para tocar o Blog”?
    Qual o vínculo do Sr Carlos Newton com o Blog?

    2.Sem tergiversações, quais os reais motivos do afastamento?

    “A ética deve acompanhar sempre o jornalismo, como o zumbido acompanha o besouro.”
    Gabriel García Marquez

    No aguardo, agradeço.
    Mauro Moraes

  51. Bravo J Antônio, quem sabe se esse não é o caroço do angu……(com que propósito o CN alegou que ainda tinha contrato de trabalho assinado ? ). Isso tudo soa muito estranho. Mais, depois de tudo isso, certamente não teremos mais um espaço na net pluralista, os Carlos Germani seguirão com o CN e os petralhas sabe lá pra onde (nessa altura do campeonato, com o HF e seus noventa e tantos anos, é que não terão muito acolhimento)…..Respeito muito ambos. Um pelo dom da escrita e de sua cultura / experiência. O CN pela dedicação de todos esses anos, inclusive pela intransigente defesa a esse espaço, e até mesmo ao respeito e carinho que fartamente demosntrava ao “patrão”…… Concordo com muito do que foi falado do HF, mas afinal “esses defeitos” já eram ostentados de há muito…. quanto ao CN, não posso deixar de comentar, que era visível a mudança de orientação que vinha dando ao blog. Talvez um prenúncio do que estava pra acontecer……. como na dito lna letra de uma canção conhecida:
    QUE PENA !

  52. Salutar meu CAro Watson…!!!
    Dois bons “velhinhos” brigando….????
    Bom sinal, é como uma terapia para os dois……eh!eh!eh!eh.
    Assim não ficam parados e torna-se o debate bem produtivo…..
    Obviamente que o blog irá continuar, pois, é o único diferente dos demais que pulalam por este Brasil na rede., onde se tornou o campo “ideologico” de dois partidos, é como torcedores num Fla-Flu no Maracâ lotado, uns torcendo para o pt e outros para o psdb,.
    Avante…….

  53. Minha defesa ao HF é igual a do meu marido a quem sou grata quando me apresentou ao TI quando era impresso e isso foi em 1997, quando nos conhecemos. Nossa defesa é um profundo respeito à sua história e ao seu exemplo de brasilidade. Não tem nada ver com PT ou PSDB ou o quer que seja. HF está ACIMA de partidos. Isso que muita gente aqui não entendeu ainda. Infelizmente para eles.

  54. Li outro dia na internet que barata onde passa estraga ou deixa mau cheiro. Concordo.
    .

    E ainda,alguns, falam em ingratidão….
    Este Blog somente passou a existir e ainda existe em razão da histórica e notória personalidade Helio Fernandes e da criação dele: Tribuna da Imprensa. O mais? Ora! o mais… Má educação e desrespeito

  55. Helio, meu Velho e honorável guru, não sou teu “bastante procurador”, mas…
    .
    Desde cedo – de meu esgoto – rodeio por aqui, pelos humanos, demasiado humanos. Vou, volto, coço a cabeça, dou outra volta, balanço as antenas…Leio o imbatível blogueiro Reinaldo, passeio pelo Noblat. Volto.
    A vida ensina que a emoção não é boa conselheira. Agora, já mais tarde, depois de um gole (no plural) me animo.
    .
    Arrego! Quanta insensatez e falta de respeito. E o grave, tudo indica que por parte de gente, gente que carrega o pesado e proveitoso fardo de anos, muitos anos. Não, não tem criança por aqui.
    Arrego! Vaidade, mediocridade, interesse, paixão, sei lá! Vale a pena? Teremos almas tão pequenas?
    Estou ficando velho. 67 é velho? O Diabo é.
    .
    Os crápulas que envelheceram não são crápulas porque envelheceram, mas porque nasceram crápulas e as vicissitudes da vida não conseguiram educá-los. O homem não muda. Quando muito, é educado.
    A liberdade de expressão é intocável. Sem ela não há homem, não há civilização, não existe nada.
    Mas…
    E é ela que me motiva para o debate. Portanto, nada temo.
    .
    Agredir de modo vazio, gratuito e insano o titular do Blog; um quase centenário e respeitado jornalista… Arrego!
    Invectivas, suposições de ordem partidárias, ideológicas, facciosas… PT, PSDB, PMDB, PQP…Arrego!
    .
    Ora! Sejamos sérios.
    Por acaso Helio, ofendeu, mentiu? CN mentiu?
    Pelo que se lê nas versões escritas das partes, Helio não demitiu ninguém. Embora discorde (eu também) da administração imprimida ao espaço.
    Sobre a tal “demissão” cheguei a recordar de uma anedota que li no Danilo Gentile (CQC):
    “Um cidadão encostava o carro. Célere o guardador se aproxima: – “Patrão, tô de olho!”. Mais rápido ainda o dono do carro retruca: -“Tá demitido”
    .
    O Blog embora tenha o nome do Helio e se utilize (graciosamente) da história e nome dele não é propriedade dele, do Helio. É do Sr. Carlos Newton. Ou não?
    Quem é quem nesta história? Quem se aproveita de quem? Arrego!

  56. Não disponho de tempo hábil para acompanhar coisas de perfil da Coluna da Candinha, seja ressonâncias da dita “imprensa amestrada ou chapa-branca”! Fico com o Helio Fernandes e as singularidades dos traços e deboches dos chargistas

    Vez andarilho, não sou de cá, contudo percebi a insinuação de CN quando do lançamento da candidatura à faixa presidencial da Juíza Carmem Lúcia, proposta logo logo abortada…assim, com os holofotes da mídia sobre a AP470, fixou-se na projeção alcançada por Quinzão Barbosa, assumindo definitivamente a figura de gratuíto oposicionista governamental , velado “cabo-eleitoral” do sizudo Presidente do STF, instituição, – haver-se-á de convir! – como outras, completamente refém do status quo que demanda 513 anos, podendo-se afirmar, sem risco de limitar-se a iconoclastia, espaço ao qual o “zé povinho” na infelicidade de uma equívoco, por falta de grana para a defesa, nunca terá acesso aos recursos. Como já não fosse suficiente um “Caçador de Marajás” para perder-se o foco na construção de um futuro com dignidade para todos os brasileiros.

  57. Pela Verdade mesmo, acho que o Sr. Helio Fernandes perdeu uma boa oportunidade, nesses 93 anos de vida, de ficar calado…
    Agrediu os leitores, o Sr. Carlos Newton, todos os colaboradores, os fãs e fez a alegria dos Esquerdopatas Lulanáticos, que estão a gozar multiplamente com essa situação.

    A afirmação de que recebeu propostas financeiras, comprova que vai vender sua alma para BESTA(Blogosfera Estatal).

    Espero sinceramente uma retratação com seus leitores e com o Sr. Carlos Newton e assim jogar uma pá de cal nessa situação. Caso contrario estará irremediavelmente jogando toda sua biografia e seus 93 anos de vida, na vala comum.

  58. Não Oigres. O Barata foi muito bem. Faço minhas as palavras dele. O o blog do TI só existe por causa do PESO histórico do HF.

    Quanto a sua explicação do que se fez com o Brizola. Concordo: uma INJUSTIÇA E COVARDIA só ( e como amentei a sua morte…) ! Assim como creio que está se fazendo ao HF. Eu sou mais uma das centenas dentre vários leitores que leem o TI principalmente por causa do HF.

  59. Beta

    Então vc não soube que o TI apoiou o Lula antes de ele se alçar ao poder e que depois que este INGRATO virou presidente virou as costas para o jornal? E de qual partido que o Lula era? PDT?

  60. Mônica. Me parece evidente que o blog começou a partir do HF, da Tribuna, do bom nome de que gozava entre as pessoas de boa-fé, que procuravam uma leitura diferente dos jornalões.

    Confesso que apesar de admirar profundamente o HF, muito pela forma como que escreve (mais, até, do que pelo conteúdo), diversas vezes discordei de seus pontos de vista, frequentemente prenhes de preconceitos, raivas, meias-verdades, pelas visões tortas, ou até por algum ensandecimento, como agora fez com o injustiçado CN.

    Cito duas besteiras, de pouca influência, mas que mostram uma ranhetice indesculpável: a primeira é a teimosia do HF em relação à Matemática, sempre frisando que determinado assunto não dizia respeito à Matemática, mas à Aritmética. Ora, esta é parte daquela! Que besteira!
    Uma segunda, é cismar que juiz não decreta, juiz julga. Ora, decretar é palavra ambígua. Stricto sensu, decretar (é lógico) é dizer mediante decreto. Decreto é espécie legislativa que visa regrar, regulamentar lei existente. Eventualmente, pode ser editado pelo Poder Legislativo (Decreto Legislativo), mas, via de regra, originalmente, pertence ao Poder Executivo.
    Mas a sentença judicial, ou o acórdão, decreta também, ora bolas! Nenhum erro há, portanto, em se falar que o juiz decretou a prisão de Fulano. Sequer se pode dizer que há força de expressão. É o sentido lato (lato sensu). Ou estaria errado dizer-se que um pai decretou aos filhos que voltem antes da meia-noite?
    Mencionei esses dois exemplos prosaicos, que nenhuma influência têm no panorama político, apenas para mostrar o nível de ranzinzice do HF. Imagine se a discussão envereda pela Política? Os absurdos podem exponencializar-se.

    Voltando ao tema “blog”, é de se dizer que, acima de tudo, o blog progrediu, evoluiu.

    Leio-o, hoje em dia, muito menos pelo HF e muito mais pelos participantes, como o próprio CN, sempre em cima do lance, ou do Pedro do Coutto, por exemplo, sem desmerecer inúmeros outros que aqui lavram sua valiosa contribuição. Ainda que se discorde de uma pessoa inteligente, pode-se mudar de ideia, ou fazê-la mudar. Ou, ainda, cada um ficar com suas opiniões, mas saber avaliar, valorizar o ponto de vista alheio, conhecendo-o e passando a saber que há outras formas de enxergar os atos, os fatos, e assim julgar, emitir opiniões, que agradarão a uns e desagradarão a outros. É a vida.

    O Pedro do Coutto, aliás… (permita-me essa pequena incursão) que ser humano! Que jornalista! Que comentários. Tenho mais que admiração pelo Pedro: tenho inveja. Inveja pela lhaneza, elegância, imparcialidade, nobreza, por tudo que se extrai do texto desse exemplo de pessoa humana, além das fronteiras do jornalismo.

    Só não o invejo pela retidão porque me sinto tão reto quanto ele. E por falar em retidão, Mõnica, por mais que admire a pena do HF, não percebo nele essa qualidade. E essa qualidade não se adquire com a idade ou a experiência, como tantas outras. A pessoa ou é reta, proba, ou não é.

  61. Não vou discordar ou concordar sobre Direito, afinal, pouco entendo. Mas com relação ao último parágrafo, fico com a minha opinião e com os outros comentaristas que pensam como eu no que se refere ao HF.

  62. Com relação suas outras observações sobre o HF, não me dizem respeito, são suas considerações o que é até normal, dada a subjetividade ( o senhor o vê desta forma). Nem Brizola foi uma unanimidade e o senhor sabe disso.

    Eu sou assim: não falem mal do Brizola e do HF perto de mim que não gosto por que vou defender! Rsrs

  63. Mônica, pelo amor ao Brizola, não o compare a HF, em nenhum aspecto. O Brizola não foi uma unanimidade, é certo. Ninguém o é. Mas, em relação à honestidade de propósitos, até seus adversários e inimigos reconheciam que Brizola era inatacável.

    O que o HF fez com o CN é indesculpável: dúvidas sobre a movimentação bancária do dinheiro arrecadado pelo blog, uma merreca que heroicamente o CN arrecada e administra para manter o blog aceso, frases ferinas como “se o caráter deixar”… Mas, na verdade, o HF com essa baixaria não me surpreendeu. Eu ficaria surpreso, sim, se o CN fizesse coisa semelhante.

    Tenho a honra de dizer que ao longo dos meus mais de 50 anos nunca me decepcionei com ninguém, porque nunca depositei confiança em pessoas erradas.

    • Martinelli,

      Você disse uma frase sábia: “Tenho a honra de dizer que ao longo dos neus mais de 50 anos nunca me decepcionei com ninguém,porque nunca depositei confiança em pessoas erradas”.

      Tem um ditado da antiga China que diz:”Aquele(a) não sabe e sabe que não sabe é humilde,deve ser ajudado(a).Mas,aquele que pensa que sabe e não sabe,é inculto(a) contumaz e se auto-engana sempre,é por isso,perigoso(a).Afaste-se dele(a).”

      Alguma relação com a comentarista Mônica? Respondo:TOTAL.

  64. Estimado Hélio Fernandes, de há muito leio seus escritos, por vezes, extasiantes, por vezes, preocupantes, porém, absolutamente históricos….peço-lhe considerar meu pedido – mais um dentre os tantos aqui -: – em havendo condições, mantenha o Blog – ou que se transforme num site de notícias, comentários e matérias jornalísticas históricas – em atividade…é o Brasil que necessita de sua lucidez…
    Desejo-lhe muito sucesso sempre…

  65. Estimado Helio Fernandes – solicito, em nome da liberdade de imprensa que continue no site da Tribuna da Imprensa juntamente com o Carlos Newton.

    Aqui uma cópia do comentário que fiz na página dele. Espero que leia, muito obrigado.

    Carlos Newton,

    Solicito que repense a sua saída do site da Tribuna da Imprensa, justamente por reconhecer seu empenho, uma verdadeira luta, para atualizar o site. Como não tenho seu e-mail ou telefone, venho pedindo a interferência do querido jornalista Pedro Porfírio para quem enviei mais esta mensagem:

    Então amigo Pedro Porfírio,
    Internet é isso mesmo, tem horas que toca o salve-se quem puder, aceitar ou participar depende de cada um. Antes de qualquer coisa mostra um jornalista Helio Fernandes, aos 93 anos, mais vivo, mais ativo, incomodando mais do que nunca, um privilégio. A participação nos comentários é enorme, das maiores que já vi, algumas com ácidas críticas ao Helio, faz parte. Ninguém joga pedra em cachorro morto, nem mesmo o Reinaldo Azevedo a quem sempre podemos retribuir.
    Você pode falar com o Helio para que entenda esse momento e continue, não existe Tribuna da Imprensa sem Helio Fernandes. Toda essa polêmica com o Carlos Newton comprova isso.
    Vamos juntos ajudar a manutenção desse espaço democrático duramente conseguido que está mexendo com as chamadas “autoridades” e, principalmente, com a opinião pública que merece ser informada e chamada a participar.
    Está ficando cada vez mais quente e melhor
    Ajuda aí, amigo Pedro Porfírio
    Forte abraço
    Ricardo Faria

    Isso ai, Carlos Newton,
    Em nome da Liberdade de Imprensa tão exigida pelo povo brasileiro, peço que reconsidere e fique, junto ao Helio Fernandes, na direção do site da Tribuna da Imprensa.
    Muito obrigado
    Ricardo Faria

  66. Um PhD em Sociologia de cá, Pindorama, aos meus arredores, em material recolhido para sua tese, faz constar de modo prosaico que as querelas entre o caudilho dos pampas Leonel Brizola e Tal, e o tenentista de Niterói e já testa de ferro do grupo TimeLife-ITT, Robert Marinho e Cicrano, reportar-se aos sonhos da puberdade, acentuando-se com as bem sucedidas pretensões de sonhos de confundir-se as águas do rio Oiapoque-AP com as dos extremos do Arroio Chuí-RS. Façanha, sabe-se, realizada, não por méritos exclusivos de Robert ou dotes de Irineu, e sim, devido aos poderes extraterrestres daqueles a quem representava em terras de palmeiras, sabiás e Tupã. Assunto que aos três dedos de prosa, acrescentar-se-ia: coisa de porte miúdo e natureza estritamente virtual, seja, o domínio irrestrito e dantesco, após os anos de 1964, dos segmentos de formação, opinião e entretenimento de massas às veredas que se recusam alcançar as Quintas-e-Centésimas-dos-Infernos-e-Algarves.

  67. Caro sr. Bendl,

    Nao pretendo fazer deste espaço, ponto de discursao. Espero que encerrar neste comment.

    Primeiro, nao entendo porque tentas responder pelo blog. Nao fiz nenhuma referencia direta a voce.

    Nunca, o nomeei, por suas posiçoes, de nenhum tipo de adjetivo. Nao sou sectario. Pelo contrario, aceito criticas desde que sejam justas e construtivas. Nao é caso das que tenho contestado ou referido-me nos meus comentarios. Como voce, nao aceito, que se seja tao injusto, quando, demoniza-se um partido em detrimento dos outros. Nos seus primeros 503 anos, o
    Brasil foi governado por outros…, voce vem e diz que foi o pt que mais … mesmo assim, depois que assumiu, tem tido a preferencia do povo brasileiro. Isso ocorre, por que o passado muito recente, nao permitiu o esquecimento das mazelas impostas ao País, por governos que sempre governaram, apenas para a elite.
    Em relaçao ao sr. Carlos Newton, apenas disse que o mesmo é diferente do HF, pois demonstra e tenta personalizar uma tendencia ao blog. Claro que é altamente competente, medía o blog muito bem, mas nao mantem a linha da verdadeira e historica TI.

    Sempre achei que o mesmo deveria manter um blog proprio, sem usar o nome da Tribuna da imprensa, nem o de Helio Fernandes.
    Frequento o Blog principalmente devido a participaçao de HF. Nao se admite, que se use o historico nome da TI e do Hf para dar outro rumo a informaçao. Quanto a blogs, que afirma, enaltecerem falsamente, descaradamente o pt, jornalistas tendenciosos e
    pagos para publicarem inverdades, alterar estatisticas, etc e tal, acho acusaçoes bastante graves, voce deveria formular denuncia, anexando as provas. A teoria do dominio do fato nao vale.
    Nao sou filiado ao pt, nao tenho procuraçao para defende-lo, mas defenderia qualquer um que seja, injuriado, demonizado, massacrado, quando tenta fazer o melhor para o País, como é o caso referido. Ha centenas e centenas de blogs a servico da grande e podre elite, aquela que gostaria de manter o Brasil com
    milhoes e milhoes de meseraveis, em situaçao que lhes obriguem a trabalharem e no final do dia aceite um pagamento que nao compra, nem um prato de comida num quiosquezinho de ponta de rua. A resposta que dou a tais blogs é nao acessa-los.
    Nao ha patrulhamento nenhum, sr. Bendl. Voce nao reconhece democracia no pt, porque nao quer. Por que as viseiras, que o guiam, nao o permitem ver noutra direçao que nao seja contra o pt. Ja lhe mandei links, que se lidos e refletidos, com certeza, ja teria, pelo menos, atenuado seus pontos de vista em relaçao a muita coisa. mas, …fazer o que? se nao aceita tirar a vizeira. O JB, nem voce, serao capazes de apontar com provas,um centavo de dinheiro publico desviado por petistas neste caso. Mas voce e muitos se calam diante da montanha de dinheiro roubado, pela elitizinha, indicado no link abaixo ja varias vezes. Vou indicando mais uma vez: http://www.tribunadainternet.com.br/?p=71133 ,. Alias, nos coments nao aparece o sr. Bendl, tao indignado noutros casos, aas vezes ate, tao insignificantes. Neste que monta mais de trilhao de reais, seu silencio e de muitos outros indignados é sepulcral!
    Nao vi repercursao do caso de sonegaçao de quase um bilhao pelo sistema globo. Nao vi repercursao dos mais de 18 bilhoes de senogeçao do caso Itaunibanco. Os indignados, parecem adormecidos. Certamente, nestes casos todos, nao deve ter nenhum centavo de petistas. Em?
    Quanto aas baixarias, entre muitos comentaristas, ate me divirto muito. Atraves dos comentarios, soube que ha uns que ate ameaçam fisicamente outros.
    Imprensa, deve ser para informar, nunca seletiva.

    E acho que cabe neste comment, mesmo nao se aplicando a este blog, esta frase celebre:
    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma” – Joseph

    Pulitzer

    Sds, sr. Bendl.

  68. Prezado José A,
    Se tu de dás o trabalho em me responder, acredito que meus textos dizem algo importante a ponto de escreveres várias frases a respeito.
    Considerando esta tua preocupação e gentileza, afirmo que sou contra o político, seja de onde ele vier, e meus comentários ao longo de dois anos na Tribuna comprovam esta afirmativa.
    Observa que os registros acontecem de acordo com os temas postados. Nós, na condição de meros comentaristas, apenas tecemos nossas opiniões com base na escolha dos assuntos pelo mediador. Se tais problemas que abordaste não foram devidamente discutidos não é a mim que deves te dirigir, mas quem nos colocou à disposição as notícias que achava mais interessante.
    Quanto ao PT, escrevi demais sobre este partido que frustrou a população consciente; que enganou,mentiu, deturpou a verdade, que cometeu inúmeros ilícitos.
    Tentar negar tais fatos, inclusive o golpe do mensalão, que foi a tentativa de se eternizarem no poder e estão conseguindo, apesar das condenações e prisões dos envolvidos, é querer fazer parte de uma farsa sem precedentes, de um crime contra o Estado e País.
    E por que esta contínua crítica ao PT?
    Porque o partido afirmava categoricamente que não era corrupto e não se deixava corromper, frase do Zé Dirceu, o símbolo da desonestidade, da falsidade, do vagabundo porque nunca trabalhou, do pseudo guerrilheiro que jamais pegou em armas, do covarde por excelência, infinitamente maior que o seu cúmplice, Zé Genuíno.
    Não sou contra o PT, mas abomino a sua forma de fazer política, de suas alianças espúrias, de cooptar votos dos pobres, da sua negligência e omissão com as áreas mais importantes da Nação, mais preocupando-se com o partido e suas aliados que a população e Brasil.
    Ora, apresenta-se como preocupado com o social e, no entanto, as cracolândias desmascaram este “objetivo”.
    Os pobres que perambulam pelas ruas, as drogas que são traficadas livremente, a insegurança do povo, o aumento extraordinário de assassinatos, o estado dos presídios, enfim, o PT soube iludir, e convive com o poder de forma ampla, seguindo suas diretrizes que excluem a população e este grandioso País.
    O PSDB está no ostracismo da política nacional, a ponto de não ter ninguém para disputar com a presidente Dilma as eleições ano que vem.
    Queres maior punição que esta?
    Evidentemente que muitos dos que fraudaram as leis, as licitações, a escandalosa compra de votos à reeleição de FHC deveriam ter sido julgados e presos, porém, o partido que está no governo é o PT, razão pela qual é manchete, está na berlinda, é vitrine, então deve ser muito mais comentado que qualquer outra agremiação política, ainda mais com seus escândalos e a teimosia irritante de seus adeptos ao negarem a existência do mensalão, em princípio e, depois, que as sentenças condenatórias foram prolatadas sem provas!
    Ora, é forçar em demasia a mente de pessoas lúcidas, que não se deixam vergar por um partido e por parlamentares que NADA fizeram para o povo, a não ser tramóias para terem os votos de gente humilde com benefícios que os condenaram à miséria permanentemente.
    Eu e tu temos tido nossas desavenças neste blog, mas elas são restritas à política, a partidos, então mantemos o respeito e educação um pelo outro, que sempre vão permitir que esclarecemos nossas posições sem sentimentos de desavença ou de se querer agredir ou ofender.
    Não gosto do PT e detesto os outros partidos. A política brasileira está infectada e mortalmente atingida pela desonestidade e corrupção. Não há cura, somente paliativos para se conseguir uma sobrevida ao paciente em estado terminal.
    Precisamos mudá-la radicalmente, a começar não elegendo nenhum nome que já tenha exercido algum cargo no passado: vereador, prefeito, deputado estadual, federal, senador, governador, ministro e presidente.
    Deveria ser novamente proibida a reeleição. Caso o PT fosse honesto, ele que tanto criticou e acusou a compra de votos à reeleição de FHC, e com razão, deveria ser o primeiro a propor a sua extinção.
    No entanto, como está se aproveitando da sua estratégia de cooptação de votos, esquece suas promessas de campanha e a seriedade tão necessária aos homens públicos que são sinônimos de ladrões e bandidos, todos, sem exceção!
    José A, uma boa semana. Que ela seja produtiva.

  69. …parabens, sr. Bendl, nem pretendia mais alongar-me com respostas, mas voce foi muito gentil, esperave uma resposta mais dura de sua parte. Apesar do viés, leio praticamente todos os seus comentarios. Ate aqueles contra o Darcy. Pois, lhe digo, adoro politica e no dia que achar,
    nao ser mais possivel tolerar suas açoes(dos politicos), lançarei meu nome como alternativa. Jamais conseguiremos, o consenso, de nao elegermos novamente, pelo menos, grande parte dos atuais politicos. Temos que mudar é de pouco. Primeiro, voce canditata-se, depois eu, depois outros, ate que sejam recolhidos à sua insignificancia, todos aqueles a quem achamos desonestos. Ate acho que atraves de meus comentarios, influenciei alguem do blog a lançar uma canditatura, esperemos para confirmarmos. Aqui, no meu Piaui, nas ultimas eleiçoes, conseguimos eliminar do páreo, dois deles, o tal Mao Santa e Heraclito.
    É sr. Bend, o que acho mesmo, é que estamos sempre a aprender alguma coisa. E eu, se tivesse como, todos os dias, levaria pelo menos uma hora de conversa com uma pessoa com mais de 50 anos. Se fosse possivel, conversaria todos os dias com o HF e com CN, tenho grande respeito, pelas suas posiçoes e pelas suas idades. Que Deus, lhes dê, e nos dêia, a graça de ainda podermos participar, por muitos anos, neste debate. Pode ser em sitios separados. Cada um com seu viés.
    Bons debates !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *