Pesquisas eleitorais, para serem mais exatas, têm de excluir a candidatura de Lula

Resultado de imagem para pesquisa eleitoral charges

Charge do Newton Silva (newtonsilva.com)

Carlos Newton

Conforme já assinalamos aqui na Tribuna da Internet, tudo indica que o Tribunal Regional Federal vai confirmar a condenação de Lula no caso do tríplex do Guaruja, provocando a inclusão do nome dele na Lei da Ficha Limpa e impedindo a candidatura a presidente. Diante dessa possibilidade concreta, os institutos de pesquisa deveriam fazer seus próximos levantamentos utilizando perguntas com duas versões, uma delas incluindo e a outra excluindo o nome do petista.

RESPOSTA ESPONTÂNEA – O quesito mais importante das pesquisa é a chamada “resposta espontânea” à seguinte indagação: “Em quem você vai cotar para presidente?”. Mas agora também precisa ser usada a outra versão: “Se Lula não for candidato, em quem  você votaria para presidente?”. E as novas pesquisas devem incluir todos os possíveis concorrentes, ou seja, não somente os novos candidatos Manuela D’Avila (PCdoB) Paulo Rabello de Castro (PSC) e João Amoêdo (Novo), como também os outros que ainda não estão confirmados, como João Doria, Fernando Haddad, Dilma Rousseff, Michel Temer, Luciano Huck e Joaquim Barbosa.

Vai ser curioso e importante saber o resultado da resposta espontânea sem o nome de Lula, porque pela primeira vez teremos uma perspectiva mais aproximada das preferências do eleitorado. É bem provável que até aumente o número atual de indecisos (30%) e de votos nulos e em branco (26%), segundo o último Ibope.

BOLSONARO LIDERA – As pesquisas reais – sem o nome de Lula – trarão na liderança o nome de Jair Bolsonaro, que ainda nem tem partido, pois está no PSC, que já tem outro candidato, e ainda não se filiou ao PEN, assim apenas uma ficha pré-datada.

O segundo lugar será duramente disputado, ninguém sabe o que poderá acontecer, porque a verdadeira tendência somente será conhecida depois de oficializada a inviabilização da candidatura de Lula, e isso ainda vai demorar alguns meses.

Na minha opinião, isso deve acontecer até maio, no mais tardar, porque já faz quase um mês que a Procuradoria-Geral da República enviou seu parecer ao relator João Pedro Gebran Neto,  no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Portanto, está faltando apenas o desembargador  preparar seu voto e encaminhá-lo ao revisor, para logo em seguida ser marcado o julgamento.

NÃO VAI ATRASAR – Em função da importância social que envolve este processo de Lula, o relator Gebran Neto não vai demorar a preparar seu parecer.  Conforme assinalou o jurista Jorge Béja em recente artigo aqui na Tribuna da Internet, a Lei de Introdução Às Normas do Direito Brasileiro (Lei nº 12.376, de 30/12/2010) é bem clara quando diz no artigo 5º que “na aplicação da lei o juiz atenderá aos fins sociais a que ela se dirige e às exigências do bem comum!”.

É por isso que se acredita que o julgamento ocorra em maio. Depois, haverá recurso (embargos de declaração), mas serão julgados em uma semana. Ou seja, no final de junho o acórdão estará publicado, impedindo a candidatura de Lula.

Somente a partir daí a sucessão presidencial será realmente iniciada, para valer, com muitos candidatos disputando a possibilidade de chegar ao segundo turno e enfrentar Jair Bolsonaro, o único que já tem certeza de que já está lá.

###
P.S.
Temos um amigo que está aceitando apostas a respeito da candidatura de Lula. Quem acredita que ele vai disputar a eleição, por favor nos procure para acertamos a forma e o conteúdo da aposta. Pode ser uma caixa de cerveja, vinho ou uísque. Em dinheiro, é proibido apostar, mas sempre se dá um jeito. (C.N.)

5 thoughts on “Pesquisas eleitorais, para serem mais exatas, têm de excluir a candidatura de Lula

  1. “RESPOSTA ESPONTÂNEA – O quesito mais importante das pesquisa é a chamada “resposta espontânea” à seguinte indagação: “Em quem você vai cotar para presidente?”. Mas agora também precisa ser usada a outra versão: “Se Lula não for candidato, em quem você votaria para presidente?”. E as novas pesquisas devem incluir todos os possíveis concorrentes, ou seja, não somente os novos candidatos Manuela D’Avila (PCdoB) Paulo Rabello de Castro (PSC) e João Amoêdo (Novo), como também os outros que ainda não estão confirmados, como João Doria, Fernando Haddad, Dilma Rousseff, Michel Temer, Luciano Huck e Joaquim Barbosa.” E daí, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, a RPL-PNBC-DD-ME, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, representado pelo Leão, que não tem medo do Lula nas urnas e nem na ruas, aliás, o único Megraprojeto novo e alternativo a tudo isso que aí está há 128 anos, que pode tirar a todos da merda que ai está, ou resgatá-los do Titanic à deriva, pergunta ao Carlos Newton o seguinte: Por que não eu ? Por que a discriminação ? O que eles tem que eu não tenho ? Por que eu tenho o que eles não têm: coragem, ousadia e o Megaprojeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade ?

  2. Por que não eu ? PERGUNTA ESPONTÂNEA DO LEÃO à “RESPOSTA ESPONTÂNEA” do editor do Blog Tribuna da internet, Carlos Newton. “RESPOSTA ESPONTÂNEA – O quesito mais importante das pesquisa é a chamada “resposta espontânea” à seguinte indagação: “Em quem você vai votar para presidente?”. Mas agora também precisa ser usada a outra versão: “Se Lula não for candidato, em quem você votaria para presidente?”. E as novas pesquisas devem incluir todos os possíveis concorrentes, ou seja, não somente os novos candidatos Manuela D’Avila (PCdoB) Paulo Rabello de Castro (PSC) e João Amoêdo (Novo), como também os outros que ainda não estão confirmados, como João Doria, Fernando Haddad, Dilma Rousseff, Michel Temer, Luciano Huck e Joaquim Barbosa.” E daí, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, a RPL-PNBC-DD-ME, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, representado pelo Leão (que, aliás, não tem medo do Lula nas urnas e nem nas ruas, como demonstrado em Junho de 2013, que não quer e nem precisa tirá-lo do jogo no tapetão pra lá de suspeito, e que não aceita vencer senão na moral, pelo próprio mérito e pela força natural da proposta nova, sem medo de dizer a verdade e enfrentar a bandidagem sistêmica), aliás, o único Megraprojeto novo e alternativo a tudo isso que aí está há 128 anos, que pode tirar a todos da merda que ai está, ou resgatá-los do Titanic à deriva, pergunta ao Carlos Newton o seguinte: Por que não eu ? ( https://www.youtube.com/watch?time_continue=37&v=V9iOYiArnjE ) Por que a discriminação ? O que eles têm que eu não tenho ? Será que é por que eu tenho o que eles não têm: uma pitada de coragem, ousadia, desprendimento e o Megaprojeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso ? http://www.tribunadainternet.com.br/pesquisas-eleitorais-precisam-passar-a-ser-feitas-excluindo-a-candidatura-de-lula/#comment-492555

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *