Pesquisas são animadoras para Bolsonaro e também para a 3ª via. Acredite se quiser.

Se você confia em pesquisa eleitoral, não perca tempo por aqui, estamos  ocupados demais… - Flávio Chaves

Charge do Tiago Recchia (Arquivo Google)

Carlos Newton

Qualquer um pode criar um “instituto de pesquisa”, dizer que foram ouvidas duas mil pessoas (ou até menos, às vezes apenas mil pessoas), num universo de 150 milhões de eleitores, espalhados neste país-continente, o que significa ouvir quatro pessoas em cada município, e estamos conversados. Com dizia o ator Jack Palance na TV: “Acredite se quiser”.

A imprensa e os analistas então divulgam e comentam esses números como se fossem mensagens divinas, insuscetíveis de erro, embora não signifiquem nada, absolutamente nada.

Mas o bom senso indica que também não é conveniente desprezar inteiramente o teor das pesquisas. Aqui na filial Brazil, são menos confiáveis do que na matriz U.S.A., é claro. Mas é sempre bom dar uma conferida nos números, que às vezes revelam surpreendentes perspectivas.

PESQUISA ESPONTÂNEA – Aqui na Tribuna da Internet, sempre recomendamos o quesito principal, chamado de pesquisa espontânea, quando o entrevistador não apresenta os nomes dos candidatos e faz uma pergunta direta, que tem de ser a primeira no questionário, para não possibilitar induções – “Em quem você vai votar?”.

As duas últimas pesquisas do Datafolha e do BTG-FSB dão resultados semelhantes, mostrando que Bolsonaro está subindo e Lula descendo. Os resultados, respectivamente, foram: Lula 37% e Bolsonaro 25%, com 12 pontos de frente; e Lula 39%, com Bolsonaro 31%, com apenas 8 pontos de diferença.

Epa! Caramba, amigo! Na pesquisa BTG-PSB, que é a mais recente, na margem de erro dela a diferença seria de apenas 4 pontos? Assim, Bolsonaro já estaria resfolegando no cangote de Lula.

REJEIÇÃO ALTA – Estas pesquisas também são animadoras para a terceira via, porque confirmam o grande número de eleitores que não votam em Lula ou Bolsonaro, nem que a vaca tussa, como se dizia antigamente.

Em comparação com a pesquisa divulgada pela BTG/FSB em 13 de junho, Bolsonaro diminuiu a rejeição, de 59% para 57%, enquanto Lula se manteve com rejeição de 44% da rejeição dos eleitores.

Isso indica que a eleição continua totalmente indefinida e as possibilidades da terceira via, com a chapa Ciro Gomes/Simone Tebet, ou vice-versa, não devem ser descartadas. Muito pelo contrário.

###
P.S. –
Nas próximas pesquisas, não perca tempo com bobagens, tipo quem vence quem no segundo turno. Mantenha seu foco na pesquisa espontânea e também dê uma olhada na rejeição, no percentual dos que não aceitam votar em Lula e Bolsonaro, assim como no número de eleitores que podem mudar o voto que declaram nas pesquisas. Segundo o Datafolha, juntando com os indecisos, este número chega a 37% dos eleitores. Nada mal para a terceira via, não é mesmo? (C.N.)

8 thoughts on “Pesquisas são animadoras para Bolsonaro e também para a 3ª via. Acredite se quiser.

  1. “Assim, Bolsonaro já estaria resfolegando no cangote de Lula.”
    PS. Faz lembrar a luta vingança de Mike Tyson por Muhammed Ali, contra Larry Holmes e também do injuriado “Menino do Mep”, segundo extenso artigo de Cesar Benjamim, na Folha, sobre o calhorda que noa prisão pra justificar o ato e não sabendo diferenciar, disse não viver sem bct.

  2. De ver as manifestações por onde Bolsonaro passa cheguei a conclusão que ele ganha no primeiro turno.
    Quem tem esperança em Lula ganhar são os que tiveram ou pretendem ter alguma teta no governo, sabem que a gazua vai funcionar.
    A terceira via está considerando os refratários aos dois mais conhecidos como reduto de votos.
    O Trunfo da Tebet é o fato de mulher, o do Ciro é a contundência do sabichão mor da república, se julga o maior Varão de Plutarco.
    Mas eu posso ser desmentido, basta Ciro ou Lula providenciar uma mega motociata que faço meia volta para a retaguarda e avanço em passo acelerado assoviando a Ponte do Rio Kwai.
    Não vou sugerir uma motociata da Tebet para não parecer um homofóbico fascista. hehehhee

  3. Nunca fui ouvido nem cheirado por pesquisas. E vocês? sabemos que, mais adiante, algumas delas erraram feio. data folha foi uma delas. nenhuma é infalível. e o ibope, sumiu ou faliu?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.