Piada do Ano! Loures agora diz que não sabia o que tinha na mala da JBS

Rocha Loures continua em prisão domiciliar

Aguirre Talento
O Globo

Preso pela Polícia Federal (PF) em junho de 2017, depois de ter sido filmado arrastando pelas ruas de São Paulo uma mala recheada com R$ 500 mil, Rodrigo Rocha Loures, o ex-assessor do presidente Michel Temer, apresentou à Justiça Federal, pela primeira vez, a sua versão sobre o episódio. Em uma petição de 49 páginas obtida pelo Globo nesta quarta-feira, Rocha Loures afirma que recebeu a mala do delator Ricardo Saud, ex-executivo da J&F, “sem saber qual era seu conteúdo” e disse que “desconhecia quaisquer acertos, pagamentos e condições” relacionadas à mala.

LONGA MANUS – Na denúncia apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado, a Procuradoria-Geral da República (PGR) acusou Loures de ser um emissário do presidente Michel Temer. Nas palavras do então procurador-geral Rodrigo Janot, o então assessor presidencial seria o “longa manus” de Temer, que teria sido encarregado apenas de buscar a mala e entregar a seu destinatário final, que foi acusado de corrupção passiva no caso, mas livrou-se momentaneamente de responder ao processo porque o Congresso rejeitou a denúncia.

No documento entregue à Justiça, Loures não explica por que correu com a mala, não diz por que devolveu os R$ 500 mil recebidos, não explica por que estavam faltando R$ 35 mil, tampouco entra em detalhes sobre o assunto.

“É impossível demonstrar qualquer liame subjetivo porque tal vínculo nunca existiu, pois Rodrigo Rocha Loures desconhecia quaisquer acertos, pagamentos ou condições, (…) tendo recebido a mala de Ricardo Saud sem saber qual era seu conteúdo”, diz a peça de defesa de Loures.

OUTRAS PROVAS – As gravações feitas pela Polícia Federal na Operação Patmos, porém, colocam em dúvidas a versão apresentada por Loures. Em uma das conversas gravadas por Saud antes de se encontrar com Rocha Loures em uma pizzaria no dia 28 de abril para entregar a mala de dinheiro, o delator afirma: — Você por ter nos ajudado já tem quinhentos mil guardadinho. Tá guardado comigo em casa e eu não quero ficar. 

Loures responde, de acordo com a transcrição da PF: —Tá.

A defesa, apresentada pelo advogado de Loures, Cezar Bitencourt, em fevereiro, foi obtida com exclusividade pelo Globo. O documento foi protocolado na ação penal à qual Loures responde na Justiça Federal de Brasília, após desmembramento determinado pelo STF. Temer também havia sido denunciado no caso sob acusação de corrupção passiva, mas não se tornou réu porque a Câmara dos Deputados suspendeu a abertura da denúncia. Com isso, o processo passou a seguir somente contra Rocha Loures, também acusado de corrupção passiva.

DEFESA DE TEMER – Na peça, Rocha Loures defende Temer, afirmando que não houve comprovação de que a mala seria para o peemedebista.

“O simples fato de Rodrigo ter exercido a posição de assessoria do presidente não caracteriza concretamente o acerto de vontades para o cometimento de ilícitos. Afinal, a presidência da República conta com diversos assessores, sendo pouco razoável presumir que, ao exercer um cargo próximo ao chefe do Executivo, esses profissionais estão automaticamente anuindo com toda e qualquer ação do presidente da República”, diz a defesa.

Loures se tornou réu do caso em dezembro do ano passado, quando o juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do DF, aceitou o recebimento da denúncia.

“GRANDE ARMAÇÃO” – Sua defesa argumentou ainda que ele foi vítima de uma armação entre o então procurador-geral da República Rodrigo Janot e os delatores da JBS com o objetivo de implicar Michel Temer – para isso, inclusive, arrolou como testemunha de defesa o ex-procurador Marcelo Miller, investigado por ter atuado para a JBS antes de deixar o cargo de procurador da República.

A defesa de Loures pediu ao juiz que sejam anuladas as provas da Operação Patmos, argumentando que as interceptações telefônicas e a ação controlada foram ilegais, e que Loures seja absolvido sumariamente.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Grande Piada do Ano! Loures imita o ex-diretor da PF Fernando Segovia e também acha que uma mala de R$ 500 mil não prova nada… Sua defesa não tem a menor chance de dar certo, dada a existência da prova material – o próprio dinheiro devolvido. Ele só tem uma saída – a delação premiada. Devia fazer como Palocci, que já assinou o acordo. (C.N.)

17 thoughts on “Piada do Ano! Loures agora diz que não sabia o que tinha na mala da JBS

    • Isso ultrapassa qualquer limite do aceitável !!!

      Aonde está a 3ª denúncia contra Temer, dona Raquel Dodge ?!?!

      A PGR tem obrigação de fazer a 3ª denúncia.

      Caso contrário ela estará cometendo crime de prevaricação !!!

      • Espere sentado. Dodge deveria primeiro explicar seu jantar fora da agenda com quem iria investigar. Segovia não conseguiu se segurar e mostrou a que veio, teve que sair, mas recebeu um cala boca com o cargo de adido na Itália. Já que é mais amigo de políticos do que de seu país, pode ficar por lá e jamais voltar.

  1. As defesas dos indivíduos enrolados nas maracutaias ora descobertas, são geniais, como se dizia antigamente.
    Dão nó em pingo dágua e até consertam relógio, calçando luva de box, tamanha é a desenvoltura para criar situações fantasiosas.
    Porém, o “carregador de malas”, pode até ter credibilidade na justiça, basta que consiga ser julgado pela tal segunda turma do supremo, vai ser “melzinho na chupeta”.
    Agora, se alegar insanidade, ai sim terá todo o crédito, porque andar pelas ruas do Rio ou São Paulo puxando uma mala com 500 mil reais, é coisa pra maluco mesmo.
    Estas peripécias que o Gilmar Mendes anda fazendo no supremo, acho que tem um mentor, FHC, fã incorrigível do lula.

  2. A defesa de Loures está certa. Com AQUELES 3 juizes patetas da segunda turma, qualquer argumento pode ser aceito, desde que seja pela CAUSA dos amigos.

    • sapo de toga,
      NÃO HÁ juízes patetas na tal segundona.
      leia o Dicionário Houaiss, no verbete próprio,
      a acepção 4
      e o Dicionário Michaelis, no verbete próprio, a acepção 2
      o significado DE PROSTITUTO !!!

  3. .ora, ora,
    o tal loures (que pelo nome não seja um papagaio imoral)
    não quer dizer o que havia na mala,
    mas bem sabe que eram as ceroulas e cuecas
    sobrantes das surubas (onde?)
    tão decantadas por um tal de romero jucá !

  4. Ora, se ele afirma que não sabia o que tinha na mala que devolveu em maio de 2017, na época foi noticiado que Rocha Loures devolveu a mala à PF com R$ 465 mil.
    Então, por quê depois, no mesmo dia em que a devolveu, o ex-deputado devolveu os R$ 35 mil que faltavam, se não me falha a memória fazendo um depósito na CEF?
    Essa gente deletéria pensa que nós não temos discernimento das coisas.

  5. Engraçado, não sabia mas estava faltando R$ 35 mil reais, o que terá acontecido, é o mesmo do ladrão que carregava um porco roubado e foi pego pela polícia, logo declarou: Que porco é este, tira isto das minhas costas!

  6. Na minha opinião o Loures é um otário, que entrou de gaiato, no dizer da malandragem. Está encrencado, não tem defesa. Os 7% que o Saud mandou ele tirar como comissão, o condenou.

  7. Lourdes é um débil mental, um bundinha.
    Deve chorar todos os dias. mais um pouco e virará a “noiva” mais nova do presídio. Tem nome parecido com “lourdes”. Agarrado a saia da mãe, espera a cana chegar.

    A cada novo caso de corrupção mais trabalho para os mesmos! [E preciso montar um “ministério desbravador”. A PF e o MP não tem mais pernas, braços e cabeças para tanto trabalho.
    Está na hora de ampliar a base dos “mocinhos” .
    Tem bandido saindo pelo ladrão!
    Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *