Preços sobem livremente, salários congelados e 25% dos brasileiros sentem falta de comida

Charge do Brum (Arquivo do Google)

Pedro do Coutto

A pesquisa é do Datafolha, objeto de reportagem de Douglas Gavras, edição desta terça-feira da Folha de S. Paulo, revelando que para cada quatro brasileiros, um homem ou uma mulher reconhecem faltar comida em suas casas. É o resultado da política econômica do ministro Paulo Guedes encapada pelo presidente Jair Bolsonaro.

A inflação avança, os salários estacionam  e como consequência  as famílias têm que cortar despesas. Mas como o problema se prolonga e ameaça atingir as urnas de outubro, a solução é cortar despesas. Há os que podem e os que não podem.

SEM SOLUÇÃO – Os 25% apontados pela Folha que revelam não ter comida em casa, só podem cortar da própria alimentação. Logo, não há solução para o problema e o quadro se desenha de forma tão dramática que promete se prolongar para o sacrifício de milhares de seres humanos.

Moradores de favelas e casebres, sem saneamento e água potável, expostos à violência do narcotráfico e das milícias, agora, ainda por cima, sem alimentos suficientes. É a tragédia da fome que, para citar o brasileiro Josué de Castro, adquire uma nova geografia.

Não é mais somente no interior ou nas áreas rurais que a fome aparece. Ela está agora nos centros urbanos das maiores cidades do país. Tudo isso destaca que a população mais uma vez dependerá das urnas para tentar sair deste quadro dramático. O déficit de alimentação não está estacionado na extrema pobreza. Ele está avançando por todas as classes sociais.

CPI DO MEC –  Reportagem de Camila Zarur e Jussara Soares, O Globo de ontem, destaca os esforços do governo no Senado para impedir a instalação da CPI proposta pelo senador Rodolfo Rodrigues para investigar (e revelar) a ação escandalosa de pastores evangélicos, utilizando verbas do FNDE para negociar comissões com prefeitos.

O senador Flávio Bolsonaro entrou em campo e passou praticamente a liderar um esforço para bloquear a CPI. A preocupação do governo é grande, pois caso contrário, não haveria a necessidade de desenvolver esforços para obstruir as investigações.

VÍDEOS – O problema aumentou para o governo, sobretudo após a divulgação dos vídeos dos pastores Arilton Moura e Gilmar Santos sobre as acusações que pesam sobre eles. A informação que sustentou o surgimento dos vídeos na TV Globo e na GloboNews foi a de que a iniciativa foi da Polícia Federal com autorização da Justiça.

Tenho a impressão de que os vídeos divulgados, no fundo, foram à tona por iniciativa dos próprios pastores e dessa forma conseguiram ameaçar o Planalto, principalmente Arilton Moura e Gilmar Santos, quando deixou no  ar a ameaça de revelar tudo.

NOVO PRESIDENTE –  Aprovado na tarde de segunda-feira pelo Conselho de Administração da Petrobras,  o economista Caio Paes de Andrade tem a missão inegável de  atuar para conter novos aumentos da gasolina, no óleo diesel e no gás, pelo menos até o mês de outubro, quando se desenrolam as eleições.

Não fosse esse o caminho que foi traçado para ele pelo Planalto, não faria sentido Paes de Andrade ter assumido o cargo. Só pode ser esse o objetivo, já que os aumentos de preços dos combustíveis foram o motivo comum da demissão de presidentes anteriores. Mas a questão do petróleo tem outro aspecto que não deve ser ignorado.  Esse novo aspecto refere-se às importações de diesel e gasolina.

IMPORTAÇÕES – Uma excelente reportagem de Gabriel Vasconcelos, edição de segunda-feira de O Estado de S. Paulo, revela que três grandes empresas particulares são responsáveis por 81,5% das importações de gasolina e óleo diesel. Entre elas, não figura a Petrobras. As três grandes são as seguintes: Vibra, antiga BR3, Raizen e Ipiranga.

A Ipiranga, que também atua no varejo, é responsável pela importação de 32,7%. A Raízen por 25,6%. Já a Vibra por 18,2%. Enquanto isso, a Petrobras, que é a maior interessada na escala dos preços, é responsável apenas pela importação de 11,9%. As parcelas restantes são ocupadas por mais duas empresas de menor porte.

De acordo com reportagem de Manuel Ventura, Bruno Rosa, Malu Gaspar e Vitor da Costa, O Globo, a Petrobras pretende vender as refinarias de Abreu Lima, no Nordeste, Presidente Getúlio Vargas, no Paraná, e Alberto Pasqualini, no Rio Grande do Sul. Quando se verifica que as importações de refino são fator de desequilíbrio nas contas de receber e a pagar da Petrobras, causa espanto a iniciativa de vender três unidades importantes para a economia do país ao invés de partir para a instalação de novas refinarias.

21 thoughts on “Preços sobem livremente, salários congelados e 25% dos brasileiros sentem falta de comida

  1. Este desgoverno é uma lástima.
    Este cidadãos, que se coloca como mandatário do país, nunca governou, colocou o país nas mãos daqueles com interesses escusos, enquanto brinca, se diverte e se deslumbra com as benecias que o cargo de (presidente) lhe oferece.

  2. É provável que tenha decorrido de:
    2003 – ONG Rede 13 é extinta após receber R$ 7,5 milhões
    2004 – Caso GTech (Carlinhos Cachoeira)
    2004 – Escândalo dos Bingos (Waldomiro Diniz)
    2004 – 300 Medidas Provisórias de Lula
    2004 – Morrem 3 da diretoria do Bancoop (OAS e o Triplex)
    2005 – Assassinato do legista do caso Celso Daniel
    2005 – Escândalo dos Correios
    2005 – República de Ribeirão (Antonio Palocci)
    2005 – Escândalo do Mensalão – R$ 200 milhões em desvios
    2005 – Escândalo dos Dólares na Cueca
    2005 – Cassação de Zé Dirceu
    2005 – Escândalo da Gamecorp-Telemar R$ 111 MI para Lulinha
    2006 – Caso Francenildo dos Santos Costa (Antonio Palocci)
    2006 – Escândalo da Refinaria de Pasadena (prejuízo de R$ 3 bilhões)
    2006 – Escândalo dos Sanguessugas
    2006 – Escândalo dos Aloprados
    2006 – Escândalo do Corinthians – MSI
    2006 – Mesadas de Antônio Palocci
    2007 – Operação Navalha
    2007 – BNDES e o etanol em Moçambique
    2007 – R$ 111,4 bilhões da CPMF desviados da saúde
    2008 – Dossiê contra FHC e Ruth Cardoso (Dilma e Erenice Guerra)
    2008 – Caso Cartôes Corporativos
    2008 – Usina Hidrelétrica Jirau – Fraude no Leilão
    2008 – Usina Hidrelétrica de Santo Antônio – Caixa dois
    2009 – Caso Lina Vieira (Dilma e Gabrielli)
    2009 – Refinaria Abreu e Lima – R$ 90 milhões em propinas
    2009 – Propina na compra de submarinos e helicópteros franceses
    2009 – Escândalo das montadoras – Medida Provisória 471
    2010 – Caso Bancoop
    2010 – Escândalo Novos Aloprados
    2010 – R$ 1 MI de Alberto Youssef na campanha de Gleisi Hoffmann
    2010 – BTG Pactual e as sondas do pré-sal
    2010 – Erenice Guerra – Tráfico de influência
    2010 – Governo Lula gasta R$ 88,2 milhões nos cartões corporativos
    2011 – Caso Palocci Consultor
    2011 – Escândalo nos Ministérios da Agricultura, Transportes e Cidades
    2011 – Escândalo nos Ministérios do Turismo, Esporte e do Trabalho
    2011 – Faxina Ética no Governo Dilma
    2012 – Caso Cachoeira
    2012 – Escândalo no Ministério da Pesca (Ideli Salvatti)
    2012 – Rosemary Noronha e Lula e os 25 € milhões em Portugal
    2012 – BNDES – Usina Metalúrgica na Venezuela
    2012 – Operação Porto Seguro (Rosemary Noronha)
    2012 – Prisão da cúpula do PT
    2013 – Início das Pedaladas Fiscais
    2013 – BNDES – Rodovia em Gana
    2013 – Aeroporto em Guiné Equatorial
    2013 – Arlindo Chinaglia – R$ 1 bilhão em fraudes de licitações
    2013 – Dilma perdoa US$ 900 milhões em dívidas de ditaduras africanas
    2014 – Assassinato de Paulo Malhães – Comissão da Verdade
    2014 – BNDES – Porto Mariel em Cuba
    2014 – Lava Jato – expectativa de recuperar R$ 40 bilhões
    2014 – Superfaturamento de US$ 900 milhões caças Gripen
    2015 – Prisão do ex-tesoureiro do PT
    2015 – Ex-diretor da ANP cai do 11º andar
    2015 – Caso LFT Marketing e Touchdown – R$ 12 MI para Luleco
    2016 – R$ 131 bilhões de cortes na Saúde
    2016 – Caso Exergia – R$ 20 MI para Taiguara dos Santos
    2016 – Crime de responsabilidade fiscal de Dilma
    2016 – Assassinato de Arthur Sendas (Compra de Pasadena)
    2016 – Marqueteiro do PT é preso
    2016 – Delcídio Amaral preso em flagrante
    2016 – Governo Dilma gasta R$ 44,4 milhões nos cartões corporativos
    2016 – Denúncias comprovadas já chegam a R$ 47 bilhões em desvios do PT
    2016 – BNDES – US$ 788 milhões em propinas em 12 países
    2018 – Assassinato de Roberto do PT (Queima de Arquivo)
    2018 – Lula Preso – Primeiro de 8 Processos
    2018 – Corrupção na usina de Belo Monte
    2018 – Escândalo das agências de pesquisa na Campanha de Dilma
    2018 – BNDES – Calote de Venezuela, Cuba e Moçambique (lavagem internacional)
    2018 – Comperj – R$ 15 milhões de propina para o PT
    2018 – Vice-presidente da Guiné Equatorial chega ao Brasil com US$ 16,4 milhões
    2018 – Desvios de R$ 140 milhões nas obras da Torre Pituba
    2018 – Caso Lulazord
    2018 – Desvios de R$ 126 milhões nas obras a transposição do rio São Francisco
    2019 – Fernando Pimentel e CEMIG
    2019 – André Esteves, Lula e Graça Foster na PetroAfrica
    2019 – Operação Vegatomia – R$ 500 milhoes em fraudes no FIES
    2019 – Delação de Palocci – R$ 270,5 milhões para o PT
    2019 – R$ 1,1 milhão de mesada para Frei chico (irmão de Lula)

  3. Com relação a venda de refinarias, querem vender o restante do nosso patrimônio a preço de banana.

    Construir que é bom, ninguém quer. É muito mais fácil e barato comprar a coisa pronta. O que traz de bom para o povo essas vendas? Só prejuízo, porque isso não gera empregos, não barateia os combustíveis, muito pelo contrário, pois quem compra quer aumentar o lucro.

    • Deixo claro, não tenho políticos de estimação, não elejo xerifes, muito menos mitos, não possuo está formação. Mas vamos comparar:
      Terminou o mandato com mais de 80% de aprovação popular.
      Reduziu o Índice GENI de 0, 583 para 0,547( para quem entende do assunto, foi um excelente resultado).
      Criou o maior Programa de transferência de Renda do mundo e tal Programa, foi utilizado como modelo, em mais de 15 países do mundo.
      Gerou o maior crescimento econômico na história recente do país, média de crescimento foi de 4%.
      Pagou a dívida contraída por FHC com o FMI em 2009, pela primeira vez na história, o Brasil emprestou dinheiro só Fundo.
      Levou o Brasil de décimo terceiro para sétimo lugar na Economia mundial, agora, devido a incompetência e negligência do atual Mandatário, o país retornou a posição de décimo terceiro.
      Promoveu na época, a maior capitalização da história mundial.
      Possibilitou a ascenção de 32 milhões de pessoas a Classe C.
      O Brasil viveu o pleno emprego, onde 15 milhões de empregos formais foram criados.
      Maior alimento da história do salário mínimo; entre 2003 e 2010 foi de 53%, entre 2002 e 2015, foi de 76,54%.
      Destaque para o Meio Ambiente.
      Criou um Reserva Cambial de de 350 bilhões de Dólares (o atual desgoverno queimou boa parte)
      Criou o maior Programa de habitação da história.
      Financiou a descoberta do Pré-Sal. Como podemos ver, os números não mentem e serão estes números, que possivelmente, levarão Lula ser eleito no primeiro turno.

  4. A venda das três Refinarias citadas por Pedro do Couto, no Recife, no Paraná e no Rio Grande do Sul é incabível. A quem interessa esse crime contra o país?
    O Refino e a Distribuição de Combustíveis é a cereja do bolo do setor petrolífero. Já venderam a Distribuidora BR e agora vão entregar todas as Refinarias Estatais, sempre com valores ridículos de tão baixos. Uma vergonha. Um tapa na cara de todos os brasileiros.
    A política é fatiar a Petrobrás como o Jack, o estripador inglês fazia com suas vítimas.
    A venda do refino e da Distribuição, as áreas mais lucrativas da Petrobrás, vão reduzir a Estatal de mera empresa destinada a extrair petróleo nas águas submarinas e em terra, justamente o modal de maior investimento financeiro e considerada de alto risco.
    Consumado esse crime, nenhum governo conseguirá mais controlar preços de combustíveis, que crescerão exponencialmente. Guedes e Bolsonaro trabalham para as empresas privadas, pouco se importando com o Brasil, com o futuro do país, pois sabem, que logo voltarão para o limbo, de onde nunca deveriam vc e a tona, tal o estrago, que ambos vêm fazendo em todas as áreas sensíveis do Conhecimento, da Economia e do Desenvolvimento Nacional.
    E ainda se dizem, Patriotas.
    Que piada de mau gosto.

    • Seja estuprador ou esquartejador, são aberrações humanas. Faces da mesma moeda. Isso é irrelevante, mas agradeço pela correção na revisão do que escrevi, apesar de que, tenho minhas dúvidas, se antes do esquartejamento das vítimas, Jack estuprava antes.
      Você, Sr. Mario, desviou o foco do assunto, porque não tem resposta para o fatiamento da maior estatal brasileira para depois vender a empresa por uma ninharia. Esse artifício foi engendrado por todos os governos, inclusive Dilma fez isso com uma estatal, concedendo três jóias da coroa, com o argumento de preparar os três aeroportos mais lucrativos para atender passageiros da Olimpíada e da Copa do Mundo. Não adiantou nada, foi empichada pelo Centrão.

      Quanto a Economia vem depois, senhor, no auge da Pandemia se tivesse deixado a Economia a todo vapor, pois não houve lookdiwn coisa nenhuma, ao invés de pouco mais de 600 mil pessoas falecidas, teríamos mais de 2 milhões, aí sim, a Economia brasileira ficaria arrasada. Mas, vocês, adoradores do Mito acham o contrário, que fazer?
      Está faltando humanidade nas pessoas, além de solidariedade, porque Igualdade ainda é uma Utopia, inexistente no Planeta Terra.

    • Tu não dás uma palavra, uma sequer de indignação contra o assédio do presidente da CEF, com convite para saunas nas piscinas e até um alcoviteiro, vice presidente da Instituição bancária para sexo a três na base da confiança.
      Pedro Guimarães e no comparsa vice presidente, criaturas do pântano, margeando o último girão do Inferno de Dante, beijando o lodo, a podridão ferida. Bem, isso não é nada, o que importa mesmo, e se o Jack era esquartejador ou estuprador.
      Gostam de humilhar as mulheres, esses calhordas, tanto o presidente como o vice, ambos assediadores sexuais.

      • Nesse caso de assédio do presidente da CEF, o que espanta enormemente é a omissão da área de Compliance da Caixa. As denúncias das mulheres não tiveram nenhum efeito e ainda, criminosamente eram repassadas para o ASSEDIADOR. Resultado: quem denunciava sofria retaliação de Pedro Guimarães.
        Só restou denunciar o presidente do Banco, para o Ministério Público Federal.
        Esse fato, demonstra que o setor de Compliance das empresas não serve para nada. Setor inútil, tenham a certeza

    • Certamente da trabalho para quem não é do ramo, para mim nem tanto. Vamos lá :
      2010:
      DBGG; 2.011,5 trilhões
      55% do PIB.
      CDS; 96 pontos.
      2022:
      DBGG:
      5,616 trilhões,
      estima-se que ficará entorno de 80% do PIB.
      CDS; 300 pontos.
      Portanto quem mente é o senhor, aliás, não é que tenha a intenção de mentir, és mal informado mesmo. Deveria rever suas fontes de informações e ser estigmatizado como mentiroso, conforme seu candidato predileto.

  5. Esse caso dos Pastores do MEC, além de escandaloso esquema de corrupção, com graves denúncias de desvio de Recursos do Fundo da Educação, o FIES, tem o reflexo no abandono do Ensino Fundamental e Médio, com Escolas Públicas caindo aos pedaços, no Brasil inteiro, enquanto aqueles recursos destinados a manutenção das estruturas educacionais, iam para o ralo da corrupção.
    Trata-se da política de desmonte arquitetado contra a formação dos jovens brasileiros. Isso é Escravidão pura e simples.

  6. Surgiu a notícia, que todos já sabiam, sobre o Assédio Sexual e Moral, do presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães. Os relatos das senhoras funcionárias da CEF são escabrosos. O assediador , pelos fatos divulgados, olhava a mulher, como objeto obscuro dos seus desejos, relembrando o título de um filme de Luiz Bunhel: O Obscuro Objeto do Desejo.
    Mais um, participante daquela fatídica reunião do Mal, no Planalto do dia ,22 de abril de 2020, quando Guedes, Ricardo Sales e o tal do Pedro assediador de funcionárias abusaram do direito de falar palavrões de maneira xula.
    Nunca, tantos se juntaram com as mesmas atitudes medievais, e contra os menos favorecidos.
    Por essa razão, a maioria das mulheres não declaram votos no Mito nas diferentes pesquisas divulgadas.
    Os integrantes do Centrão apelidaram o assediador de Pedro Maluco.
    Uma tristeza, tudo isso. País de retrocesso em retrocesso vai parar na pré – história.

    • Mais uma prova de que com o Bolsonaro é menos pior.

      Pelo monos agora eles estão se assediando ente eles mesmos.

      Tem uma madame dessas ai da caixa, que quando me chama (solicita meu serviço), não tá nem ai para o preço (dinheiro).

      Na época do lula, coloquei 200 mil em acoes nesse banco; após 3 meses patinando (sem lucro), fui lá. Juntaram gerentes funcionarias (toda a cumbuia), e me deram 1 kit para abrir garrafa de vinho, para ver se acalmavam.

      Tirei todo o dinheiro de lá. Ele que vão estuprar outro; ou se assediar entre eles mesmo, como estão fazendo agora.

      PS: Agora vou trabalhar; a mulher da caixa tá solicitando meus serviços; deixo vocês livres para escreverem “verdades” á vontade.

  7. A imprensa NARCO-socialista é mestre em manipular a opinião dos totós ‘progressistas’. Após dois longos anos de campanha “#FiqueEmCasa, vamos arrasar a economia para culpar o genocida”, esses jornalistas de meia pataca tem o descaramento de falar em “crise econômica” do Paulo Guedes.

    Naõ é segredo para ninguém, que a corrupção está diretamente ligada ao gigantismo do Estado. Quando lemos os comentários dos totós esquerdistas, temos a impressão de que o MEC sempre foi um oásis de honestidade e boa governança, quando o governo do Bolsonaro, o transformou no paraíso dos pastores lobistas. A quem essa gente pensa que engana?

    A solução para o MEC é simples, reduzir ao máximo a estrutura do MEC, mandando o dinheiro da educação direto para a conta bancária dos responsáveis pelos estudantes, que, por sí mesmos, escolherão uma escola PARTICULAR para matricular os seus filhos.

  8. Roberto Nascimento 29 de junho de 2022 at 10:03

    VENDER PARA DEPENDER
    A venda de três Refinarias da Petrobrás, em Pernambuco, no Paraná e no Rio Grande do Sul é incabível. A quem interessa esse crime contra o país?
    O Refino e a Distribuição de Combustíveis é a cereja do bolo do setor petrolífero. Já venderam a Distribuidora BR e agora vão entregar todas as Refinarias da Estatal, sempre com valores ridículos de tão baixos. Uma vergonha. Um tapa na cara de todos os brasileiros.
    A política é fatiar a Petrobrás como o Jack, o esquartejador inglês fazia com suas vítimas.
    A venda do refino e da Distribuição, as áreas mais lucrativas da Petrobrás, vão reduzir a Estatal de mera empresa destinada a extrair petróleo nas águas submarinas e em terra, justamente o modal de maior investimento financeiro e considerada de alto risco.
    Consumado esse crime, nenhum governo conseguirá mais controlar preços de combustíveis, que crescerão exponencialmente. Guedes e Bolsonaro trabalham para as empresas privadas, pouco se importando com o Brasil, com o futuro do país, pois sabem, que logo voltarão para o limbo, de onde nunca deveriam ter saído, tal o estrago, que ambos vêm fazendo em todas as áreas sensíveis do Conhecimento, da Economia e do Desenvolvimento Nacional.
    E ainda se dizem, Patriotas.
    Que piada de mau gosto.
    MILITARES CONSTROEM E OUTRO DESTRÓI

    Com a venda da Petrobrás, preparada por Bolsonaro e Guedes, lá se vai, a Jóia da coroa. Infelizmente, um militar vai destruir, o que um grupo de militares nacionalistas ajudaram a construir na década de 50 junto com civis também nacionalistas, para livrar o país da dependência da importação de combustíveis. Pensaram o país para o futuro, com a construção da CSN, siderúrgica de Volta Redonda, do Sistema Elétrico e do Sistema Petrolífero, os três pilares da Industrialização do país.
    Com a venda da ELETROBRÁS e da Petrobrás consumou-se o retrocesso pelas mãos do Bolsonaro e do Guedes. Perdemos o controle nacional, sobre o Aço, o Petróleo e a Energia.

    UM RETROCESSO BRUTAL
    Voltaremos aos tempos anteriores da década de 50, em que éramos reféns dos Estados Unidos, país que ditava os preços dos produtos industrializados.
    Por essa razão, o Sistema do Empresariado prefere a continuação de Bolsonaro e Guedes, quando confrontado com qualquer outro candidato, seja Ciro, seja Tebet ou mesmo Lula.
    TIRARAM MORO DA DISPUTA
    O Sérgio Moro, que estava com 10% das intenções de voto, foi eliminado da disputa no tapetão. Estranho, foi silêncio de Moro, sobre a trama macabra, que um dia, será esclarecida para o distinto público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.