Próximo recurso de Lula a ser julgado visa à anulação de sentença de Moro no triplex

Resultado de imagem para triplex charges

Charge do Veronezi (Charge Online)

Pedro do Coutto

O recurso principal do ex-presidente Lula ao Supremo na realidade não visa novo habeas corpus, pois este ele já recebeu em face de decisão do ministro Ricardo Lewandowski, referendada pela Segunda Turma. Pelas notícias dos jornais de quinta-feira, o próximo recurso destina-se a arguir a parcialidade do ex-juiz Moro ao julgar a ação que envolve a compra do triplex do Guarujá, quando o apartamento de 80 metros quadrados se tornou um tríplex por gentileza de uma empreiteira, no caso a OAS.

Os advogados do ex-presidente obtiveram decisão favorável da Segunda Turma para que Lula tenha acesso a diálogos entre Moro e procuradores do MPF, nos quais sua defesa identifica prova de parcialidade. 

“PARCIALIDADE” – O habeas corpus que falta é o da anulação do julgamento do então juiz Sérgio Moro, por parcialidade. A liberdade Lula conquistou com a proibição do cumprimento de pena após segunda instância, que já foi concedido pela maioria do Supremo. Tanto é assim que Lula está em liberdade tendo viajado inclusive para o exterior, além de abordar com frequência articulações políticas. Agora mesmo, nesta semana, livre, leve e solto, o ex-presidente lançou a candidatura de Fernando Haddad para a sucessão presidencial em 2022.     

A diferença é que a parcialidade visa anular a sentença, com base no princípio de que se trata de ato anulável e não nulo como define o direito. Desta vez, o advogado Cristiano Zanin Martins não focalizou o objeto real de seu recurso.

Na Folha, a reportagem sobre o recurso de Zanin é de Mônica Bergamo.

VOLTA DE LULA – A essência do episódio inspirou o principal editorial do Globo, ao sustentar que a vitória do STF impulsiona o projeto político de Lula da Silva. Não é o caso, porque mesmo anulada a sentença de Guarujá, Lula ainda tem pela frente a sentença relativa ao sítio de Atibaia, com envolvimento da Odebrecht e também da OAS.

Não tenho dúvida que a operação Lava Jato se encontra em declínio, inclusive o procurador geral Augusto Aras está disposto a praticamente extinguir a força tarefa de Curitiba, como destaca Aguirre Talento no Globo de ontem.

No STF os ministros Gilmar Mendes, Levandowisk e Dias Tofolli endossam a iniciativa de Aras, que a pretexto de condenar o procurador Delton Dalagnol, transfere seu pensamento para, com base no caso unitário, voltar-se contra todos os integrantes da força tarefa.

DISSE O GENERAL – Já que estamos falando de Lula vale a pena ler matéria de Pedro Capetti sobre as declarações do General Villas Bôas, ex-comandante do Exército, dizendo que a nota expedida pelos generais a respeito do julgamento de Lula por Moro, teve endosso do Alto Comando do Exército, em consulta à Marinha ou Aeronáutica.

Penso que o General Villas Bôas, ao falar sobre o assunto, enviou um recado a respeito do pensamento militar contra qualquer tentativa de torpedear a democracia. “

Defendo o respeito a Constituição e ao regime democrático”, finalizou o general.

8 thoughts on “Próximo recurso de Lula a ser julgado visa à anulação de sentença de Moro no triplex

  1. Qual valor “empregado” nesse monte de recursos utilizados pelos Advogados do Cachaceiros Ladrão..?
    De onde vem esse dinheiro.?
    Qual origem do dinheiro..?
    Como sabemos, o Cacheiro Ladrão é a alma mais honesta viva…..

  2. A Lava Jato cumpriu o seu papel que era tirar Lula do caminho. Conseguiu. Perdeu a finalidade.
    Agora precisa ser extinta e esquecida. Os mal feitos foram tantos que pode sobrar para muita gente. Tem que acabar sem cortejo!

    • Contra outra porque amanhã já é carnaval, e a fantasia mais usada nos eventos passados foi de luladrão, mas nesse perdeu a graça.
      Conta outra, porque seu bandido de estimação adora engraçadinhos.
      Conta outra, sem demora para não perder s oportunidade e a graça.

  3. Ronaldo,

    Precisa ter mais do que coragem para escrever o que postaste acima sobre a Lava Jato.
    Necessita também de fortes pitadas de insanidade!

    Pobre deste país, dividido entre Lula, ladrão e genocida e, Bolsonaro, o exterminador do povo brasileiro!

    Ambos deveriam ser execrados, mas … como vivemos em uma nação do contra, da bizarrice, os dois pústulas são adorados e enaltecidos pelos seus sectários e patrulheiros.

  4. Enquanto no STF houver juizes indicados pelo corrupto, ele vai continuar livre e ofendendo as pessoas de bem.
    O mesmo está acontecendo no julgamento de impeachment do Trump: os republicanos com interesse no poder e no próprio bem estar se recusam a aceitar a realidade em vídeo gravada.

  5. O verdadeiro interesse militar é participar do Governo. Durante os Governos de Dilma, Lula, FHC, Itamar e mesmo Collor, ficaram longe, roubando pouco. Agora que participam, fazendo parte mesmo do Governo, estão fazendo a farra…
    Em 2020 Forcas-Armadas-compraram 700 mil quilos de picanha e
    80 mil cervejas
    Fonte:
    https://correio.rac.com.br/_conteudo/2021/02/agencias/1062167-em-2020-forcas-armadas-compraram-700-mil-quilos-de-picanha-e-80-mil-cervejas.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *